Santidade e Ressurreição

654 views

Published on

Estudos da Revista Compromisso.

Published in: Spiritual
  • Be the first to comment

Santidade e Ressurreição

  1. 1. Ensinos sobreEnsinos sobre Santidade eSantidade e RessurreiçãoRessurreição Deveis AndarE AgradarA Deus Igreja Batista Jardim Redentor – EBD 18 de outubro de 2014
  2. 2. Texto ÁureoTexto Áureo “Quanto ao mais, irmãos, já os instruímos acerca de como viver a fim de agradar a Deus e, de fato, assim vocês estão procedendo. Agora lhes pedimos e exortamos no Senhor Jesus que cresçam nisso cada vez mais.” 1 Tessalonicenses 4:1
  3. 3. Divisão da Bíblia em Capítulos eDivisão da Bíblia em Capítulos e VersículosVersículos Divisão em Capítulos 1228 – Estevão Langton, arcebispo inglês Divisão em Versículos Antigo Testamento: 1528 – Santes Pagnini, sacerdote dominicano da Itália Novo Testamento: 1550? - Teodoro de Beza, teólogo protestante francês
  4. 4. Divisão da Bíblia em Capítulos eDivisão da Bíblia em Capítulos e VersículosVersículos A divisão em capítulos e versículos foi uma tentativa humana de facilitar a leitura bíblica e não é inspirada pelo Espírito Santo. Principais problemas no texto de hoje: 4.1-2 – pertencem ao final do capítulo 3 (veja pela expressão “quanto ao mais...” ou “finalmente”) 5.20-21 – não poderiam ser divididos
  5. 5. Temas de HojeTemas de Hoje 1. Vida sexual 2. Amor entre os irmãos 3. Testemunho aos de fora 4. Ressurreição dos mortos 5. Volta de Cristo 6. Relacionamento com líderes e com liderados 7. Princípios diversos 8. Beijo santo
  6. 6. Rogamos e ExortamosRogamos e Exortamos (1) Instruídos a viver para a glória de Deus A glória de Deus é a imagem visível do que Deus é e faz no mundo. Fomos feito à Sua imagem, mas o pecado nos desfigurou. A Igreja luta para restaurar esta Imagem (glória) de Deus. (1) Pedido e exortação ao crescimento Não permaneceremos estáticos. O cristão deve buscar o crescimento em todas as áreas da vida.
  7. 7. Abstenhais da ProstituiçãoAbstenhais da Prostituição Três conceitos da revista: 1. Não há santidade em uma sexualidade fora dos padrões divinos. 2. Atos sexuais fora do propósito de Deus se constituem engano e defraudação. 3. Talvez estejamos comprando muito fácil a lógica da tolerância sexual dos nossos dias: todo mundo é livre, se duas pessoas concordam o importante é que a satisfação mútua seja atendida...
  8. 8. Abstenhais da ProstituiçãoAbstenhais da Prostituição Ato Sexual = inventado por Deus para procriação e prazer do ser humano dentro do casamento. Defraudar = lesar alguém dolosamente, prejudicar, enganar, iludir. Hedonismo = significa que o prazer é o desejo maior do ser humano e que qualquer coisa feita para alcançá-lo é válido. Não existe valor maior que o prazer.
  9. 9. Abstenhais da ProstituiçãoAbstenhais da Prostituição (3) Abster-se da imoralidade sexual Não envolver-se no sexo fora dos parâmetros de Deus. (4) Controlar seu próprio corpo Independente da condição de cada um (estado civil, idade, local onde vive), é dever do cristão controlar seus impulsos sexuais. Manter a santidade e a honra. (5) Não deixar-se dominar Principais inimigos: paixões (diferente de amor) e alimentação de desejos desenfreados.
  10. 10. Abstenhais da ProstituiçãoAbstenhais da Prostituição (6) Não prejudicar ou se aproveitar Entre os irmãos em Cristo, mais ainda. Paulo reconhece o pecado sexual como prejuízo ou tirar proveito do outro. (6) Há castigo para estas práticas (7) Deus nos chamou para a santidade (8) Não rejeitar estes ensinamentos “No ssa vida e stá diante de De us to do o te m po . Isto faz co m q ue to do s o s no sso s ato s se jam o u ato s de culto o u ato s de re be ldia” - Ed René Kivitz
  11. 11. Instruídos a amarInstruídos a amar (9) Amor fraternal Deus mesmo nos ensina. Amar uns aos outros. ← ponto finalponto final
  12. 12. Testemunho CristãoTestemunho Cristão (11) Esforçar-se para ter uma vida tranquila Procurar sair da pobreza, mas não empenhar todo o esforço somente para enriquecer (11) Cuidar da própria vida (11) Trabalhar com as próprias mãos Não com as mãos dos outros. (12) Andar decentemente Nem molambo nem ostentação. (12) Não depender de ninguém
  13. 13. Dos que já dormemDos que já dormem As pessoas morrem ou estão dormindo? Há uma doutrina, principalmente entre os adventistas, que não crê na ida direta do fiel ao seu estado eterno. Pensam que estão dormindo em suas sepulturas. Jesus lhe respondeu: "Eu lhe garanto: Hoje você estará comigo no paraíso". Lucas 23.43 O pó volte à terra, de onde veio, e o espírito volte a Deus, que o deu. Eclesiastes 12.7
  14. 14. Dos que já dormemDos que já dormem Paulo usa a expressão “dormem” para enfatizar que voltarão a despertar, ou seja, ressuscitarão (14). Os que estiverem vivos somente serão arrebatados após a ressurreição dos mortos (16). Encontraremos o Senhor nas nuvens (17).
  15. 15. Tempos e ÉpocasTempos e Épocas Pág. 18 - “Os cristãos do tempo de Paulo precisavam ser corrigidos a respeito da 'escatologia iminente', e a mesma exortação apostólica vale para a nossa 'escatologia desprezada'”. Escatologia Iminente = pensavam que Jesus iria voltar tão breve que já estavam vivendo como se nada mais importasse. Escatologia Desprezada = pensamos que Jesus vai voltar tão tarde que vivemos como se não mais fosse voltar.
  16. 16. Tempos e ÉpocasTempos e Épocas (2) O Dia do Senhor vem como o ladrão à noite Sem aviso, sem agenda, sem revelação. (3) Quando disserem: Paz e Segurança No momento em que o ser humano entender que tudo depende de suas próprias forças.
  17. 17. Vida SóbriaVida Sóbria (5) Somos filhos da luz, do dia (6) Três conselhos: Não dormir = interagir com o mundo ao redor Estarmos atentos = perceber o que acontece Sermos sóbrios = não incorrer em loucura (7) Acessórios: Couraça do amor e da fé Capacete da esperança da salvação Fé + Esperança + Amor
  18. 18. Instruções PastoraisInstruções Pastorais (12) Consideração para com quem: Se esforça Lidera Aconselha Tê-los em alta estima (13) (13) Viver em paz uns com os outros Lembre-se do ponto final.
  19. 19. Instruções PastoraisInstruções Pastorais Exortação importante (14-15) Admoestar (advertir) os insubordinados Consolar os desanimados Auxiliar (amparar) os fracos Ter paciência para com todos Não pagar o mal com o mal Usar de bondade para com todos
  20. 20. Instruções PastoraisInstruções Pastorais Regras para a boa prática da disciplina espiritual (16-22) Alegrar-se sempre (bom humor) Orar continuamente Em tudo dar graças Não apagar o Espírito Não desprezar as profecias, mas examiná-las Afastar-se de toda forma de mal
  21. 21. Oração FinalOração Final (23) Santificação completa e deleite em Deus Corpo Alma Espírito (24) A fidelidade de Deus nos sustenta
  22. 22. Saudações FinaisSaudações Finais Pág. 19 - “Paulo chama recorrentemente estes crentes de irmãos e termina a carta os saudando com um beijo, que naquela cultura também era o modo como amigos chegados e, principalmente os da família, eram cumprimentados”. (26) Não é uma ordem a nós É uma demonstração de afeto de Paulo por aqueles irmãos. Não devemos fazer isso, mas podemos fazer isso.
  23. 23. AcabouAcabou ACABOU!

×