Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Correios simulado de matemática

7,103 views

Published on

  • Login to see the comments

Correios simulado de matemática

  1. 1. 1Simulado da Folha de Pernambuco(21/04/2013)01.Existem três caixas idênticas e separadas umasdas outras. Dentro de cada uma dessas caixasexistem duas caixas menores, e dentro de cada umadessas caixas menores outras seis caixas menoresainda. Separando-se todas essas caixas, tem-se umtotal de caixas igual a:a)108. b)45. c)39. d)36. e)72.Solução:Temos:► b = 15 caixas6 6► = 15 caixas6 6= 15 caixas►6 6Total de caixas = 15 + 15 + 15 = 45Resposta: Alternativa B02.No último sábado, o pipoqueiro João vendeu 220saquinhos de pipoca, cobrando R$1,20 por saquinho.No domingo, ele resolveu fazer uma promoção:baixou em 30 centavos o preço de cada saquinho e,assim, vendeu 90 saquinhos a mais do que no sábado.Ao todo, quanto João faturou, nesse fim de semana,em reais?a)279,00 d)543,00b)357,00 e)597,00c)431,00Solução:Temos que:►No sábado ele arrecadou:220●R$1,20R$264,00►No domingo ele arrecadou:(220 + 90)●(R$1,20 - R$0,30)310● R$0,90R$279,00Portanto, no fim de semana ele arrecadou:R$264,00 + R$279,00R$543,00Resposta: Alternativa D03.(FCC/SP/2010/TRF)Suponha que,sistematicamente, três grandes instituições: X , Y eZ, realizam concursos para preenchimento devagas: X de 1,5 em 1,5 anos, Y de 2 em 2 anos e Zde 3 em 3 anos. Considerando que em janeiro de2006 as três realizaram concursos, é corretoconcluir que uma nova coincidência ocorrerá ema)julho de 2015. d)janeiro de 2012.b)junho de 2014. e)fevereiro de 2011.c)julho de 2013.Solução:Sabemos que:1,5 anos●12 = 18 meses2 anos●12 = 24 meses3 anos●12 = 36 mesesLogo,uma nova coincidência ocorrerá em um númerode meses igual ao menor múltiplo de 18,24 e 36, ouseja, igual ao M.M.C de 18,24 e 36.18 , 24 , 36 29 , 12 , 18 29 , 6 , 9 29 , 3 , 9 33 , 1 , 3 31 , 1 , 1 72meses ►M.M.C.(18,24,36)
  2. 2. 272 meses ÷ 12 = 6 anosPortanto,uma nova coincidência ocorrerá em:Janeiro de 2006 + 6 anos = Janeiro de 2012Resposta: Alternativa D04.(FCC/SP)Num armazém há dois lotes de grãos:um com 1152kg de soja e outro, com 2100kg decafé. Todo o grão dos dois lotes deve seracomodados em sacos iguais, de modo que cada sacocontenha um único tipo de grão e seja usada a menorquantidade possível de sacos. Nessas condições, dequantas unidades o número de sacos de caféexcederá o de soja?a)12 b)37 c)48 d)64 e)79Solução:Calculando o M.D.C. DE 1.152 e 2.100,temos:soja café1152 , 2.100 3384 , 700 496 , 175 12kg►M.D.C.(1152,2.100)Logo, o total de grãos dos dois lotes foramacomodados 96 sacos de soja e 175 sacos de café,com cada um desses sacos “pesando” 12 kg.Portanto, o número de sacos de café excede em175 – 96 = 79 o número de sacos de soja.Resposta: Alternativa E05.A fração irredutívelyxrepresenta à geratrizda dizima 4,21777... . Então, o número total dedivisores de y é:a)18 b)20 c)16 d)14 e)12Solução:= 4,21777...= 4,217==Dividindo ambos os termos da fração por 4 ,temos:=Como a fração é irredutível, temos:x = 949 e y = 225Logo, o n0total de divisores de y é:225 375 325 55 51 32● 52n0total de divisores de y =2●(2+1)(2+1) =2●3●3 =18Resposta: Alternativa A06.Em uma amostra retirada de um lote de feijão,constatou-se que 3/7 dele era feijão branco e oresto de feijão preto. Sabendo-se que diferençaentre as quantidades de sacos de um e outro tipo defeijão é 120, os sacos de feijão branco eram,portanto, em número de :a)840 b)480 c)360 d)240 e)120Solução:Sendo x o número total de sacos de feijão, temos:n0de sacos de feijão branco = ●xn0de sacos de feijão preto = ●xLogo, vem:●x - ●x = 120
  3. 3. 3●x = 120 ►1●x = 7●120  x = 840Portanto, o número de sacos de feijão branco é iguala:●x●8403●120360Resposta: Alternativa C07.Considere que, das correspondências que umcarteiro deveria entregar em determinado dia, 5/8foram entregues pela manhã, 1/5 à tarde e 14ficaram para ser entregues no dia seguinte. Nessasituação, a quantidade de correspondênciasentregue pelo carteiro naquele dia foi igual aa)98 b)112 c)26 d)66 e)82Solução:Sendo x o total de correspondências que o carteirodeveria entregar, temos:●x + ●x + 14 = xMultilicando todos os termos da equação peloM.M.C. de 8 e 5, ou seja por 40, vem:25x + 8x + 560 = 40x33x + 560 = 40x ►560 = 40x – 33x ► 560 = 7x(÷7) 80 = xPortanto,a quantidade de correspondênciasentregue pelo carteiro naquele dia foi igual a:80 – 14 = 66Resposta: Alternativa D08.Em uma praia chamava a atenção um catador decocos (a água do coco já havia sido retirada). Ele sópegava cocos inteiros e agia da seguinte maneira: oprimeiro coco ele coloca inteiro de um lado; osegundo ele dividia ao meio e colocava as metadesem outro lado; o terceiro coco ele dividia em trêspartes iguais e colocava os terços de coco em umterceiro lugar, diferente dos outros lugares; oquarto coco ele dividia em quatro partes iguais ecolocava os quartos de coco em um quarto lugardiferente dos outros lugares. No quinto coco agiacomo se fosse o primeiro coco e colocava inteiro deum lado, o seguinte dividia ao meio, o seguinte emtrês partes iguais, o seguinte em quatro partesiguais e seguia na sequência: inteiro, meios, trêspartes iguais, quatro partes iguais. Fez isso comexatamente 59 cocos quando alguém disse aocatador: eu quero três quintos dos seus terços decoco e metade dos seus quartos de coco. O catadorconsentiu e deu para a pessoaa)101 pedaços de coco. d)55 pedaços de coco.b)98 pedaços de coco. e)52 pedaços de coco.c)59 pedaços de coco.Solução:Pelo enunciado podemos concluir que o ciclo serepete a cada 4 cocos.Logo, o esse ciclo se repetiupor vezes.59 419 14(3)Portanto, tivemos 14 ciclos completos e o 150incompleto , até o número 3.Sendo assim, tivemos:No primeiro ciclo : 15 cocos inteirosNo segundo ciclo : 15●2 = 30 metades de cocoNo terceiro ciclo : 15●3 = 45 terços de cocoNo quarto ciclo : 14●4 = 56 quartos de cocoComo o catador vai dar três quintos dos seus terçosde coco mais a metade dos seus quartos de coco, nototal, ele irá dar:●45 + ●563●9 + 1●2827 + 28
  4. 4. 455 pedaços de cocoResposta: Alternativa D09.As dimensões de um terreno retangular são :80m de comprimento por 12m de largura. Em umsegundo terreno, a medida do comprimento é 80%da medida do comprimento do primeiro. Se ambostêm a mesma área, qual é a medida da largura dosegundo terreno em metros?a)9 b)10 c)12 d)15 e)20Solução:A área do 10terreno é de: 80m●12m = 960m2.Sendo x a medida do comprimento do 20terreno,temos:80●0,80●x = 96064x = 960 (÷64)  x = 15mResposta: Alternativa D10.Pretende-se adicionar 1200 litros defertilizante em recipientes, cada um comcapacidade para 0,025m3.A menor quantidade defrascos que deverão ser usados é:a)48 b)50 c)96 d)480 e)500Solução:Sabemos que:0,025m3●1.000 = 25 litros.Logo, a menor quantidade de frascos que deverãoser usados é:= 48.Resposta: Alternativa A11.Quatro tijolos pesam o mesmo que quatro quilosmais meio tijolo.Quantos quilos pesam sete tijolos?a)2,5 b)4 c)4,5 d)6 e)8Solução:Sendo x o “peso” em kg de cada tijolo, temos:4x = 4kg +Multiplicando todos os termos da equação por 2,vem:8x = 8kg + x8x – x = 8kg ► 7x = 8kg  x = kgPortanto, 7 tijolos “pesam” :7x7 ● kg8kg.Resposta: Alternativa E12.Numa árvore pousam pássaros. Estando 4pássaros em cada galho, sobram 2 galhos sempássaros. Se pousassem 2 pássaros em cada galho,dois pássaros ficariam voando. Calcule o número depássaros.a)12 b)13 c)14 d)15 e)16Solução:Sendo p o n0total de pássaros e g o n0total degalhos, temos:I)p = 4(g – 2)II)p = 2g + 2Logo, vem:4(g – 2) = 2g + 24g – 8 = 2g + 2 ►4g - 2g = 2 + 8 ►2g = 10 (÷2) g = 5Como p = 2g + 2, temos:p = 2●5 + 2 ► p = 10 + 2  p = 12Resposta: Alternativa A13.O trajeto de 5km percorrido por um carteiro éformado por 2 trechos .Sabe-se que oscomprimentos desses trechos, em metros, sãonúmeros diretamente proporcionais a 2 e 3. Nessecaso, a diferença, em metros, entre oscomprimentos do maior trecho e do menor trecho éigual a
  5. 5. 5a)800 b)600 c)1.400 d)1.200 e)1.000Solução I:Sabemos que 5km●1000 = 5.000mSendo x e y, respectivamente, o comprimento emmetros, do 10e do 20trecho, temos:x + y = 5.000Como x e y são, respectivamente, diretamenteproporcionais a 2 e 3, vem:= = = = 1.000Logo, temos:= 1.000 ► x = 2 ●1.000  x = 2.000m= 1.000 ► y = 3 ●1.000  y = 3.000Portanto, a diferença, em metros, entre oscomprimentos do maior trecho e do menor trecho éigual a 3.000 – 2.000 = 1.000mSolução II:Sabemos que 5km●1000 = 5.000mSendo x e y, respectivamente, o comprimento emmetros, do 10e do 20trecho, temos:x + y = 5.000Sendo k a constante de proporcionalidade,os valores2 e 3 multiplicam k.Logo, temos: x = 2k e y = 3k.Daí, vem que:2k + 3k = 5.0005k = 5.000(÷5)  k = 1.000Portanto, temos:x = 2kx = 2●1.000  x = 2.000Portanto, a diferença, em metros, entre oscomprimentos do maior trecho e do menor trecho éigual a 3.000 – 2.000 = 1.000mResposta: Alternativa E14.O proprietário de uma chácara distribuiu 300laranjas a três famílias em partes diretamenteproporcionais ao número de filhos. Sabendo-se queas famílias A, B e C têm respectivamente 2, 3 e 5filhos, quantas laranjas recebeu cada família?a)60, 90, 150 c)70, 80, 150b)60, 80, 160 d)80, 90, 140Solução I :Sendo x , y e z, respectivamente,o número de filhosdas famílias A, B e C, temos:x + y + z = 300Como x , y e z são diretamente proporcionais a 2,3 e5, vem:= = = = = 30Portanto, as famílias A,B e C, receberam respectivamente:=30 ►x = 2 ●30  x = 60= 30 ►y = 3 ●30  y = 90= 30 ►z = 5 ●30  z = 150Solução II :Sendo x , y e z, respectivamente,o número de filhosdas famílias A, B e C, temos:x + y + z = 300Sendo k a constante de proporcionalidade, osvalores 2,3 e 5 multiplicam k. Logo , temos: x = 2k ,y = 3k e z = 5k. Daí, vem que:2k + 3k + 5k = 30010k = 300(÷10)  k = 30
  6. 6. 6Portanto, temos:x = 2k ►x = 2●30  x = 60y = 3k ► y = 3●30  y = 90z = 5k ► z = 5●30  z = 150Resposta: Alternativa A15.Dividir 690 em duas partes que sejam, ao mesmotempo, diretamente proporcionais a 2/3 e 3/4 einversamente proporcionais a 5/6 e 1/2.a)240 e 450 d)242 e 452b)335 e 200 e)241 e 451c)420 e 451Solução:Sendo x e y as partes em que 690 foidividido,temos:x + y = 690Sendo k a constante de proporcionalidade, como x ey são, respectivamente, diretamente proporcionais a2/3 e 3/4, esses valores multiplicam k ; e como x ey são inversamente proporcionais a 5/6 e 1/2, essesvalores dividem k. Sendo assim, temos que:x =●►x = ● ●k  x = ●kY=●► ● ●k  y = ● kLogo, vem:●k + ● k = 690Multiplicando todos os termos da equação peloM.M.C. de 4 e 15 , ou seja por 60,temos:48k + 90k =690 ● 60138k = 690 ● 60(÷138) ► k = 5●60  K = 300Portanto, temos:x = ●k ► x = ●300 ►x = 12●20  x = 240y = ● k ►y = ● 300 ► y = 6 ●75  y = 450Resposta: Alternativa A16.Se quinze operários, trabalhando 9 horas pordia, em 20 dias manufaturaram 900 pares desapatos, quantos pares serão manufaturados por 8operários, trabalhando 30 dias de 8 horas,sabendo-se que os novos sapatos apresentam odobro da dificuldade dos primeiros?a)800. b)240. c)320. d)280.Solução:Temos a seguinte regra de três:n0deoperáriosn0dehoraspor dian0dediasn0depares desapatosgrau dedificuldade15 9 20 900 18 8 30 x 2Onde:►Menos operários, implica menos pares desapatos(direta).►Menos horas por dia, implica menos pares desapatos(direta).►Mais dias, implica mais pares de sapatos(direta).►Maior grau de dificuldade,implica menos pares desapatos(inversa).Logo, vem:= ● ● ●== ► =45●x = 900●16(÷45) ► x = 20 ● 16  x = 320Resposta: Alternativa C
  7. 7. 717.30 operários trabalhando 8 horas por dia,durante 40 dias, constroem 24 casas.Quantas casaconstruiriam 40 operários trabalhando 6 horas pordia , durante 30 dias?a)28 casas d)36 casasb)24 casas e)13 casas.c)18 casasSolução:Temos a seguinte regra de trêsn0deoperáriosn0de horaspor dian0de dias n0decasas30 8 40 2440 6 30 xOnde:►Mais operários , implica mais casas(direta).►Menos horas por dia , implica menos casas.(direta)►Menos dias, implica menos casas.(direta).Logo, vem:= ● ●= ►8●x = 24●6 (÷8)►x = 3●6  x = 18Resposta: Alternativa C18.Uma mercadoria sofreu dois descontossucessivos de 30% cada, passando a custarR$392,00. Qual era , em reais, o preço dessamercadoria antes dos descontos?a)R$600,00 d)R$774,00b)R$662,00 e)R$800,00c)R$700,00Solução:Dar um desconto de 30%, é o mesmo que multiplicarpor 100% - 30% = 70% = = 0,7. Sendo p opreço da mercadoria antes dos dois descontos,temos:p●0,7●0,7 = 392p ● 0,49 = 392 ► p● = 39249p = 392 ● 100(÷49) ► p = 8●100  p = 800Resposta: Alternativa E19. Em uma comunidade, 18% das pessoas sãogordas , 30% dos homens são gordos e 10% dasmulheres são gordas . Qual a porcentagem dehomens na população ?a)40% b)20% c)30% d)10% e)50%Solução I:Sendo p , h e m, respectivamente, o número depessoas, o número de homens e o número demulheres dessa comunidade, temos:p = h + m  p – h = mLogo, vem:(h + m) = ● h + ●m (●100)18(h + m) = 30h + 10m ► 18h + 18 m = 30h + 10m18m – 10m = 30h – 18h ► 8m = 12h (÷4) ► 2m = 3h2(p – h) = 3h ► 2p – 2h = 3h2p = 3h + 2h ► 2p = 5h ►h = ► h = 0,4ph = ● pSolução II:Sendo p , h e m, respectivamente, o número depessoas, o número de homens e o número demulheres dessa comunidade, temos:(h + m) = ● h + ●m (●100)18(h + m) = 30h + 10m ► 18h + 18 m = 30h + 10m18m – 10m = 30h – 18h ► 8m = 12h (÷4)2m = 3h ► =Como a fração é irredutível,temos:=
  8. 8. 8Logo, o número de mulheres corresponde a dototal da população, e o número de homenscorresponde a do total da população.Sendo assim, temos:h = ●p ►h = 0,4p  h = ●pResposta: Alternativa A20.Uma geladeira é vendida á vista por R$1.000,00ou em duas parcelas, sendo a primeira como umaentrada de R$200,00 e a segunda, dois meses após,no valor de R$880,00. Qual a taxa mensal de jurossimples utilizada?a)6% b)5% c)4% d)3% e)2%Solução :Se foi dada uma entrada de R$200,00 então o valorfinanciado foi o valor à vista menos a entrada, ouseja R$1000,00 - R$200,00 = R$800,00Se foi paga uma parcela de R$880,00 dois mesesdepois, então o que foi pago de juros é igual ao valorpago nessa parcela menos o valor financiado, ouseja: R$880,00 - R$800,00 = R$80,00.Aplicando a fórmula de juros simples, vem:j = c●i●tonde:j =80 c = 800 i =? e t = 2temos:80 = 800 ● ●2 ► 80 = 16i (÷16)  5 = iResposta: Alternativa B21.Numa divisão, o divisor é 12, o quociente é 10 e oresto é o maior possível.Qual o valor do dividendo?a)131 b)132 c)133 d)134 e)135Solução:Temos:Divisor = d = 12Quociente = q = 10Resto = RMaior resto possível = d – 1 = 12 - 1 = 11Dividendo = DComo D = d●q + R , vem:D = 12 ● 10 + 11 ► D = 120 + 11  D = 131Resposta: Alternativa A22.Em um teatro há 130 cadeiras.Quantosalgarismos serão necessários para enumerá-las?a)282 b)228 c)272 d)292 e)288Solução I:►De 1 a 9 serão usados (9 - 1 + 1) = 9 nos, num totalde 9 ● 1 = 9 algarismos.►De 10 a 99 serão usados (99 - 10 + 1) = 90 nos,num total de 90 ● 2 = 180 algarismos.►De 100 a 130 serão usados (130 - 100 + 1) = 31 nos, num total de 31 ● 3 = 93 algarismos.Portanto, para numerar as 130 cadeiras do teatro,serão necessários : 9 + 180 + 93 = 282 algarismos.Solução II:Q(x) = 3x – 108Q(130) = 3●130 – 108 ► Q(130) = 390 – 108 Q(x) = 282 algarismosResposta: Alternativa A23.Uma torneira ”A” enche um tanque em 6 horas, euma torneira “B” em 12 horas. A torneira “A”trabalha 2 horas e para. Em seguida, a torneira “B”trabalha 3 horas e para. Logo após, as duastorneiras funcionam conjuntamente.Quanto tempolevarão essas duas torneiras para encher essetanque?a)5 horas e 40 minutos. d)6 horas e trinta minutos.b)5 horas e 58 minutos. e)6 horas e 40 minutos.c)6 horas.Solução:Sabemos que:
  9. 9. 9►A torneira ”A” enche o tanque em 6 horas.Logo,em 1 hora, ela enche do tanque.►A torneira ”B” enche o tanque em 12 horas.Logo,em 1 hora, ela enche do tanque.Sendo x o tempo que as duas torneiras juntas, logoapós a parada, levam para encher o tanque, temos:●2 + ●3 + ( + )●x = 1+ + + = 1Multiplicando todos os termos da equação por 12,vem:4 + 3 + 2x + x =127 + 3x = 12 ► 3x = 12 – 7 ► 3x = 5 ► x =5h 32h 1h:40min.●60120min.00min.Logo,essas duas torneiras , para encher o tanque,levarão:2h + 3h + 1h + 40 min. = 6 horas e 40 minutos.Resposta: Alternativa E24.Num quintal , das aves são galinhas e sãopombos.Qual o total de aves que estão nesse quintal,sabendo que desse total , 32 são perus?a)140 b)180 c)200 d)220 e)240Solução:Do total de aves que estão no quintal,+ obs.:M.M.C.(5,3) = 15corresponde a galinha e pombosLogo, corresponde ao número de perus.Sendo x o número total de aves que estão noquintal, temos:● x = 322x = 15 ●32 ► 2x = 480(÷2)  x = 240Resposta: Alternativa E25.Ao encerrar-se o expediente de uma agênciabancária, diversas pessoas aguardavam na fila, paraserem atendidos por três caixas : A , B e C . Se Aatender ao dobro do número de pessoas de B, Batender à metade de C e este atender à terçaparte do total de pessoas da fila, a fração querepresenta o número de pessoas que aindaaguardavam na fila é:a) b) c) d) e)Solução:Sendo x o número total de pessoas da fila , temosque :►O caixa C atendeu :►O caixa B atendeu : ● =►O caixa A atendeu : 2● =Logo, no total , os caixas A , B e C atenderam :+ + obs.:M.M.C.(3,6,3) = 6● x das pessoas que estavam na fila .Portanto, ainda aguardavam na fila ● xResposta: Alternativa A
  10. 10. 1026.Dizer que são decorridos de um dia é omesmo que dizer que são:a)7 horas e 10 minutos. d)8 horas e 10 minutos.b)7 horas e 20 minutos. e)8 horas e 20 minutos.c)7 horas e 40 minutos.Solução:1 dia tem 24 horas. Logo, temos:● 24h25h 31h 8h:20min.●6060min.00min.Resposta: Alternativa E27.Sabe-se que o comprimento, a largura e a alturade um depósito de água, cuja capacidade é de7.680.000 litros, são proporcionais,respectivamente, aos números 10 , 6 e 2 ; nessascondições, a medida da largura desse depósito é :a)8m b)12m c)40m d)156m e)24mSolução:Sabemos que 7.680.000 litros ÷ 1.000 = 7.680m3Sendo C , L e H , respectivamente,as medidas docomprimento, da largura e da altura do depósito emmetros, temos:C●L●H = 7.680Sendo k a constante de proporcionalidade, como C, Le H são diretamente proporcionais a 10 , 6 e2,então, esses valores multiplicam k. Logo, temos:C = 10k , L = 6K e H = 2k.Daí vem que:10k ● 6k ● 2k = 7.680120k3= 7.680 (÷120) ► k3= 64 ► k3= 43 k = 4Portanto, temos:L = 6k ► L = 6●4  L =24mResposta: Alternativa E28.Considere que, nun dado momento, todas as 18mesas do refeitório de uma empresa estavamocupadas: algumas apenas por duas pessoas e asdemais por apenas quatro, num total de 48 pessoas.Nessas condições, é correto afirmar que, naqueleinstante, o número de mesas ocupadas por quatropessoas era:a)2 b)3 c)6 d)10 e)12Solução:Sendo d e q , respectivamente, o número de mesasocupadas por 2 e 4 pessoas, temos:I)d + q = 18  d = 18 - qII)2d + 4q = 48(÷2)d + 2q = 24 ► 18 – q + 2q = 24q = 24 – 18  q = 6Resposta: Alternativa C29.Um ajudante de manutenção perguntou a seusupervisor quantas valas haviam sido abertas no diaanterior. O supervisor respondeu que, subtraindo-se 64 unidades do triplo do quíntuplo do número devalas abertas, obtém-se a terça parte do númerode valas abertas, acrescida de 24 unidades.Supondo que o ajudante tenha resolvidocorretamente o problema proposto pelo seusupervisor, então, a solução por ele encontrada eraum número compreendido entrea)0 e 5 d)15 e 20b)5 e 10 e)20 e 25c)10 e 15Solução:Sendo x o número de valas abertas, temos:3●5x - 64 = + 24
  11. 11. 1115x – 64 = + 24Multiplicando todos os termos da equação por 3,vem:45x – 192 = x + 72 ► 45x – x = 72 + 19244x = 264(÷44)  x = 6Resposta: Alternativa B30.Um grupo de 600 alunos será distribuído emtrês salas , de forma que o número de alunos emcada sala é diretamente proporcional à área dasala.Na tabela abaixo, estão registradas as áreasdessas salas.Sala 1 Sala 2 Sala 3Área(m2) 46 54 100Quantos desses alunos serão colocados na sala 2 ?a)162 b)138 c)112 d)108 e)54Solução:Sendo x, y e z, respectivamente o número de alunosque serão colocados, respectivamente, nas salas 1 ,2 e 3, temos:x + y + z = 600Sendo k a constante de proporcionalidade, como x ,y e z são respectivamente , diretamenteproporcionais a 46 , 54 e 100, então, esses valoresmultiplicam k.Logo, vem:x = 46k , y = 54k e z = 100k.Daí vem que:46k + 54k + 100k = 600200k = 600 (÷200)  k = 3Portanto, na sala 2 serão colocados:y = 54ky = 54●3  y = 162Resposta: Alternativa A31.Há 64 litros de suco concentrado num vasilhame.Substitua 16 litros desse suco por 16 litros de águae misture bem. Substitua agora 16 litros dessamistura por 16 litros de água e novamente misturebem. Dos 64 litros iniciais de suco concentrado,permaneceu no vasilhame na última mistura,evidentemente misturada com água, uma quantidadede suco concentrado, em litros, na ordem de?a)36 b)32 c)30 d)24 e)16Solução:Temos:I)No início no vasilhame encontra-se 64 litros desuco concentrado e 0 (zero) litro de água.II)Após substituir 16 litros de suco concentradopor 16 litros de água, o vasilhame fica com 48 litrosde suco concentrado e 16 litros de água.Logo, nessa mistura, teremos:64 litros da mistura ------------- 48 litros de suco16 litros da mistura ------------- x litros de suco64●x = 16●48(÷16) ► 4x = 48(÷4) x = 12 litros de suco concentrado.Portanto, ao retirarmos 16 litros da mistura,retiramos 12 litros de suco concentrado e16 – 12 = 4 litros de água.Logo, restaram na mistura 48 – 12 = 36 litros desuco concentrado e 16 – 4 = 12 litros de água.Em seguida foram adicionados 16 litros deágua.Logo, no vasilhame temos uma proporção de 36litros de suco concentrado para 12 + 16 = 28 litrosde água.Portanto, no vasilhame restaram 64 – 28 = 36 litrosde suco concentrado.Resposta: Alternativa ASe a vida exige muito de você, sinta-se feliz. PoisDeus só exige daqueles que têm a capacidade e acoragem de vencer.
  12. 12. 12

×