Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Rodrigo Hisgail Nogueira - Empreendedorismo na maturidade_2015

238 views

Published on

A palestra apresenta, em primeiro lugar, o que é empreendedorismo e como está o atual panorama macroeconômico para quem deseja iniciar um novo negócio. Em seguida, apresenta-se o passo a passo para quem deseja empreender, bem como quatro casos de sucesso de quem empreendeu na maturidade.

  • Be the first to comment

Rodrigo Hisgail Nogueira - Empreendedorismo na maturidade_2015

  1. 1. Empreendendo na maturidade Lucratividade e felicidade como Plano B de carreira Rodrigo Hisgail Nogueira Consultor de negócios
  2. 2. Apresentação O que é empreendedorismo? Empreendedorismo no Brasil Por onde começar? Plano B: empreendi na maturidade Empreendedorismo na maturidade
  3. 3. Empreendedorismo Enpreendedorismo tratada capacidade de articular, prospectar e gerir recursos humanos, financeiros e naturais para busca de um objetivo
  4. 4. Transforme primeiro, depois empreenda Idade: + 50 Profissão: engenheiros
  5. 5. Empreendedorismo no Brasil?
  6. 6. Porte dos pequenos negócios no Brasil Micro e Pequenas Empresas (MPEs) Fonte: Lei Geral das Micro e Pequenas Empresas (Lei No. 123/2006) MICROEMPREENDEDOR INDIVIDUAL (MEI) Receita anual bruta até R$ 60 mil MICROEMPRESA Receita anual bruta até R$ 360 mil EMPRESA DE PEQUENO PORTE Receita anual bruta entre R$ 360 mil e R$ 3,6 milhões
  7. 7. Participação dos pequenos negócios no Brasil Indicadores das MPEs: do PIB 25% das exportações 1% dos empregos formais52% das empresas no Brasil99% da massa salarial40% das novas vagas de trabalho 70%
  8. 8. Distribuição regional dos pequenos negócios - BR Indicadores das MPEs 19% SUL 8% CENTRO OESTE 5% NORTE 19% NORDESTE 49% SUDESTE 6,9milhões NÚMERO DE PEQUENOS NEGÓCIOS INSCRITOS NO REGIME TRIBUTÁRIO DO SIMPLES NACIONAL
  9. 9. Divisão dos pequenos negócios por setores Indicadores das MPEs 1 de cada 2 pequenos negócios são do ComércioMICRO E PEQUENAS EMPRESAS POR SETOR: Industria 15% Construção 5% Comércio 49% Serviços 31% (fonte: Receita Federal)
  10. 10. 3º. país Em número de empreendedores 27 milhões Mais do que a população de muitos países no Mundo 1º China 373,5 million 2º USA 41,3 million 3º BRASIL 27 million 7º Japão 10.592.000 9º México 8.154.986 12º Argentina 6.732.000 15º Alemanha 5.866.000 16º Reino Unido 5.824.000 19º Uruguai 4.095.000 22º França 3.006.000 27 milhões de adultos estão envolvidos com pequenos negócios no Brasil Perfil do empreendedor Fonte: GEM Survey 2011 - Global Entrepreneurship Monitor (Sebrae / IBQP) 1 de cada 4 brasileiros tem o seu próprio negócio ou estão envolvidos com sua ideia de negócio
  11. 11. CLASSE C A maior parte do empreendedores é da Perfil do empreendedor AB C DE CLASSES 37,5% 55,2% 7,3% 28.8% 48.7% 22.4% Até 30 anos de 31 a 49 anos Mais de 50 anos IDADE Idade média 30 anos
  12. 12. 15 milhões de novos empreendedores Perfil das empresas Estabelecidas 45% Novas entrantes 15% Novas 40% 55% Novas Fonte: Research GEM - Global Entrepreneurship Monitor (Sebrae / IBQP) Tempo de negócio Estimativa Novas Novas entrantesr: até 3 meses 4 milhões Novas: de 3 meses a 3,5 anos 11 milhões Estabelecidas Acima de 3,5 anos 12 milhões TOTAL 27 milhões
  13. 13. Salário cresce mais nas MPEs Ocupações e salários Salários reais melhoraram mais de 2 vezes em relação às grandes empresas Tamanho 2000 2010 Variação acumulada Fonte: INPC/IBGE 27,9% 16,7% US$ 647US$ 506 US$ 1,050US$ 900 Micro e pequenas Médias e grandes
  14. 14. 2 primeiros anos Taxa de sobrevivência Sudeste BRASIL Sul Nordeste Centro Oeste Norte 76,4% 71,7% 69,1% 68,3% 66,0% 73,1% BRASIL 10 anos atrás: 50% Atualmente: 73%
  15. 15. Principais causas-morte de empresas: Causas PRINCIPAIS RECOMENDAÇÕES 1. Entrepreneurial Behavior’s lack Knowledge, skills and atitudes need to be improved. 2. Absence of Preplanning Before openning planning must be improved. 3. Bad Business management Deficiencies in management after opening must to be address (ex. product improvement, cash flow, advertising and publishing, management costs and seeking help) 4. Absence of support policies Policy support must be improved (weight of taxes, bureaucracy, credits and government procurement policy). 5. Economic conditions Economic growth, price stability and recovery of income need to be maintained 6. Personal problems Problems about: health, individual, with partners succession and crime.
  16. 16. Negócios de Impacto Social Passo a passo Por onde devo começar?
  17. 17. Meu negócio Passo 1 - Ideia Desenvolver ideias inovadoras!
  18. 18. Meu negócio Passo 1 - Ideia Desenvolver ideias inovadoras!
  19. 19. Meu negócio Passo 2a – Modelo de Negócios “Um modelo de negócios descreve a lógica de como a organização cria, entrega e captura valor” Alexander Osterwalder MODELO CANVAS
  20. 20. Meu negócio Passo 2a – Modelo de Negócios MODELO DE NEGÓCIO versus PLANO DE NEGÓCIO Um simple diagrama de seu negócio que todos olham Um documento detalhado, mas que ninguém olha, só você.
  21. 21. Meu negócio Passo 2 – Modelo de Negócios
  22. 22. Meu negócio Passo 2a – Modelo de Negócios CANVAS permite a geração de modelos de negócios em um formato rápido e colaborativo. Nos fornece um diagnóstico inicial de um negócio.
  23. 23. Meu negócio Passo 2 – Modelo de Negócios
  24. 24. Meu negócio Passo 2 – Modelo de Negócios
  25. 25. O modelo de negócio ajuda o empreendedor a entender como ela irá gerar e transferir valor aos seus clientes Meu negócio Passo 2a – Modelo de Negócios
  26. 26. Meu negócio Passo 2a – Modelo de Negócios
  27. 27. Meu negócio Passo 2a – Modelo de Negócios
  28. 28. Meu negócio Passo 2b – Plano de Negócios
  29. 29. * Adaptado: Claudia Pavani – Plano de Negócios: um guia para vôo da sua empresa Um plano de negócio é um documento que descreve por escrito os objetivos de um negócio e quais os passos devem ser dados para que esses objetivos sejam alcançados, diminuindo os riscos e as incertezas. Um plano de negócio permite identificar e restringir seus erros no papel, ao invés de cometê-los no mercado. Meu negócio Passo 2b – Plano de Negócios
  30. 30. O que deve conter? * Adaptado: Marcelo Nakagawa – Empreenderismo: elabore seu plano de negócio e faça a diferença Apresentação da oportunidade de negócio Descrição clara da estratégia para realizá-la Estimativa dos ganhos desta realização Meu negócio Passo 2b – Plano de Negócios
  31. 31. Quais as partes? Sumário executivo Análise de mercado Estratégia comercial (Marketing e Vendas) Planejamento operacional Planejamento financeiro Construção de cenários Avaliação estratégica Meu negócio Passo 2b – Plano de Negócios
  32. 32. Meu negócio Passo 3 – Planejamento • Perceber a realidade. • Avaliar o caminho a ser seguido. • Construir um horizonte, um referencial de futuro. • Organizar o passo a passo para executar as metas dentro dos parâmetros adequados • Poder e ter como reavaliar todo o processo quando perceber que o caminho está fora das metas traçadas Planejamento é uma ferramenta administrativa que possibilita:
  33. 33. Meu negócio Passo 3 – Planejamento 1. Estabelecimento de objetivos: Onde queremos chegar? 2.Estabelecimento das metas: Quais o valores que deveremos alcançar? 3. Definições de métodos (ação): Como chegaremos ao objetivo e às metas? 4. Atribuição de responsabilidades: Quem irá efetuar as ações? 5. Atribuição de tempo: Quanto tempo levaremos para executar os objetivos e as metas? Planejamento é um processo contínuo que envolve 5 fases:
  34. 34. Meu negócio Passo 3 – Planejamento Planejamento na Palma de Mão Disponível no site: www.sebraesp.com.br
  35. 35. Meu negócio Passo 3 – Planejamento
  36. 36. Meu negócio Passo 4 – Execução FOCO + EXECUÇÃO + COMRPOMETIMENTO
  37. 37. Meu negócio Passo 4 – Execução FOCO + EXECUÇÃO + COMPROMETIMENTO
  38. 38. Meu negócio Passo 4 – Execução
  39. 39. Meu negócio Passo 5 – Controlar  A função controlar consiste em averiguar se as atividades (projetos) efetivas estão de acordo com seus projetos originais, com a finalidade de corrigi-las se necessário. • Só é possível controlar aquilo que se pode medir, e um controle eficaz pressupõe que se saiba bem que tipo de resultados está se esperando
  40. 40. Meu negócio Casos de sucesso Plano B: empreendi na maturidade
  41. 41. Case RJ, Brasil: Galette Chocolates Fonte: Revista PEGN. Março de 2013: http://revistapegn.globo.com/Como-comecar/noticia/2014/09/negocios- Idade: 40 anos Profissão: biólogo
  42. 42. • No local, há infraestrutura para o ciclista que não tem onde guardar a bicicleta de forma segura ou tomar um banho antes do expediente ou da aula. • O local (multifuncional) vende bicicletas, acessórios e equipamentos para uso urbano, e oferece oficina, café e park n’ shower. • Novidade em São Paulo a partir de 2013, o Bike Café “Aro 27” é um conceito multifuncional de loja e serviço que fica a 50 metros da Estação Pinheiros do Metrô e CPTM. Aro 27 Tendências em Serviços - 2015
  43. 43. Um serviço exclusivo pensado para o ciclista garante a fidelização de um público cativo. As bicicletas voltaram à rotina dos paulistanos • O Brasil é o 3º maior fabricante e o 5º maior mercado consumidor de bikes no mundo. • Nossa produção nacional de bikes dos últimos 10 anos se manteve nos 4,5 milhões de unidades e o consumo está um pouco acima das 5 milhões de bicicletas. Uso das bikes no Brasil 50% 32% 17% 1% Transporte e locomoção Infantis Recreação Competição Fonte: ABRACICLO Aro 27 Pensado para um público cativo Tendências em Serviços - 2015
  44. 44. Aro 27 Modelo Multifuncional Tendências em Serviços - 2015
  45. 45. • “Vejo a bicicleta quase como um instrumento social, capaz de modificar a visão das pessoas em relação ao meio ambiente que estão inseridas”. • “Na Aro 27 o ambiente e os serviços foram pensados para atender ao público ciclista” • “Trabalho com o que eu amo e estou vendo uma ideia minha crescer, se concretizar e dar muito certo. Ponha seu sonho em prática: você irá trabalhar se divertindo e certamente será bem sucedido” Fábio Samori Fundador e Proprietário Fonte: Blog Empreenda ou Enlouqueça, 15/10/2013 Tendências em Serviços - 2015
  46. 46. Galette Chocolates Fonte: Revista Exame. Setembro de 2013: http://exame.abril.com.br/pme/noticias/limelocker-lanca-servico-de- Idade: + 50 Profissão: engenheiros
  47. 47. • Lime locker veio para revolucionar a forma que os serviços são feitos. • Lançada em 2013, a empresa oferece serviço de lavanderia com armário e app. • A ideia veio de três sócios que acharam o conceito curioso e a desenvolveram. Lime locker Tendências em Serviços - 2015
  48. 48. Lime locker Tecnologia e comodidade Tendências em Serviços - 2015
  49. 49. Lime locker Tecnologia e comodidade Tendências em Serviços - 2015
  50. 50. “A plataforma é uma combinação de armários, software e logística. A gente vai instalar em prédios comerciais, residenciais, hospitais, universidades, academias. O negócio é estar em um lugar que seja conveniente acima de qualquer coisa”. “A plataforma permite uma série de outras prestações de serviço. Se você precisa de uma xerox autenticada, poderia colocar no armário, usar o aplicativo, a gente faz e põe de volta no armário. É uma ideia de outros serviços que poderiam ser feitos” Luis Mario Bilenky Fundador e Sócio Fonte: Exame.com, 18/09/2013 Tendências em Serviços - 2015
  51. 51. Galette Chocolates Fonte: Estadão PME. Junho de 2015: http://pme.estadao.com.br/noticias/noticias,engenheira-trocou-emprego-em- Idade: 40 anos Profissão: Eng. eletricista
  52. 52. Inspirações Sebrae-SP
  53. 53. Rodrigo Hisgail Nogueira – consultor de negócios (UAIT) rodrigohan@sebraesp.com.br Fone: (11) 3177-4827 “Mesmo sendo difícil cruzar os oceanos, tudo se torna possível se houver compromisso e atitude, não importa a idade. Siga em frente e nunca desista do seu sonho” Obrigado e bons negócios!

×