Comércio eletrônico

6,909 views

Published on

Published in: Technology
0 Comments
2 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
6,909
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
80
Actions
Shares
0
Downloads
215
Comments
0
Likes
2
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Comércio eletrônico

  1. 1. Materiais para o Simulado• Conquistando vantagens competitivas com SI• Segurança da Informação – Parte I• Segurança da Informação – Parte II• Pirataria de Software• Auditoria de Sistemas de Informação
  2. 2. Comércio Eletrônico Parte I Prof. Rodrigo Gomes
  3. 3. Comércio Eletrônico • Uma nova forma de conduzir negócios • Oportunidades? • Problemas?
  4. 4. Comércio Eletrônico Atualmente a Internet é vista como uma forma de expressão e um portal de um novo mundo, uma nova forma de relacionamento entre as pessoas e de se fazer negócios.
  5. 5. Comércio Eletrônico O uso da Internet se amplia normalmente a cada dia devido principalmente às suas características de fácil utilização, seu baixo custo, ao grande potencial de comunicação oferecido e a nova forma de comércio.
  6. 6. Comércio Eletrônico A mídia nacional e internacional citam de maneira exaustiva o termo comércio eletrônico. Mas o comércio eletrônico não é um fenômeno novo, na verdade há anos o comércio eletrônico é feito, seja quando uma compra é paga com cartão ou até mesmo através de troca de informações entre empresas através de uma rede de comunicação.
  7. 7. Comércio Eletrônico Comercializar algo nada mais é que a troca de mercadorias ou serviços por moedas ou outras mercadorias e serviços. Desta forma, o que acontece com o comércio eletrônico é comercializar algo através de meios eletrônicos e isso já é feito há muito tempo.
  8. 8. Comércio Eletrônico Entretanto, nos anos 90, com a disseminação da Internet que o termo comércio eletrônico começou a ser difundido mundialmente, merecendo destaque nas mídias já existentes.
  9. 9. Comércio Eletrônico
  10. 10. Comércio Eletrônico Siglas utilizadas em Comércio Eletrônico • Business to Consumer – B2C • Consumer to Consumer – C2C • Business to Business – B2B • Business to Employee – B2E • Consumer to Management – C2M ou E-Gov • Business to Management – B2M ou B2G
  11. 11. Comércio Eletrônico O que o comércio eletrônico oferece • Ampliação/diversificação do mercado consumidor; • Facilidade de obtenção sobre preços e outras características de produtos (acesso a informação) • Aumento da visibilidade • Baixo custo das transações eletrônicas • Possibilidade de integrar a cadeia de produção • Novos serviços e produtos • Redução do custo de transação
  12. 12. Comércio Eletrônico Vantagens • Acessibilidade global e alcance de vendas: as empresas podem expandir sua base de clientes e sua linha de produtos, visto que a Internet pode ser acessada de qualquer lugar do mundo; • Relacionamento mais próximo entre empresa e fornecedores: transações B2B podem gerar relacionamentos mais próximos pela facilidade existente no novo canal de comunicação;
  13. 13. Comércio Eletrônico Vantagens • Mudanças no meio de comunicação: com a internet há uma redução no número de meios de comunicação usada para realização de um pedido • Tempo para comercialização: a Internet está 24 horas on-line, os 7 dias da semana, leva-se um tempo menor para comercializar e o há também um ganho no tempo de resposta em relação às mudanças da demanda • do mercado;
  14. 14. Comércio Eletrônico Vantagens • Lealdade dos clientes: melhoria na lealdade dos clientes e nos serviços uma vez que o site sempre tenha suas informações atualizadas e sempre disponíveis de maneira que seja fácil o entendimento pelo cliente (interface amigável).
  15. 15. Comércio Eletrônico Desvantagens • Competição: da mesma forma que se tem à vantagem de se comercializar em qualquer lugar do mundo, a competição que até então era local agora se torna mundial; • Direitos autorais: uma vez publicada a informação na Internet, torna-se fácil sua cópia; • Aceitação do cliente: as empresas têm receio se os consumidores irão aceitar essa nova forma de negócio; • Lealdade: pelo fato da procura aos produtos ser mais rápida e fácil, os consumidores não garantem lealdade ao seu vendedor;
  16. 16. Comércio Eletrônico Desvantagens • Preço: os preços podem diminuir visto que o custo pode ser reduzido, mas o diferencial são os serviços prestados aos consumidores; • Segurança: a segurança é algo muito importante e pode se tornar uma barreira tanto para consumidores quanto para parceiros. É necessário garantir através de certificados que as informações estão trafegando pela rede sem adulteração dos dados;
  17. 17. Comércio Eletrônico Desvantagens • Serviço: é muito mais fácil e rápido comparar os produtos de uma empresa com a outra. O serviço prestado pela empresa pode ser o grande diferencial e é necessário investir neste ponto; Barreiras do usuário: o lado dos consumidores deve ser considerado, pois o mesmo terá um custo de acesso a essa nova forma de negócio, a tecnologia está em constantes avanços – haverá sempre a aquisição de novas máquinas, e a incerteza sobre a nova economia além do tempo necessário para o aprendizado da nova forma de negócio.
  18. 18. Comércio Eletrônico Comércio Eletrônico x Comércio Tradicional Comércio Tradicional: • Apreciação da Mercadoria: nesta etapa o consumidor busca reunir informações a respeito das especificações do produto e adequação desse produto a suas necessidades; • Negociação: nesta etapa são discutidos os preços, a quantidade de produto que o consumidor deseja, as condições e prazos que a empresa pode oferecer conforme o pedido do consumidor;
  19. 19. Comércio Eletrônico Comércio Eletrônico x Comércio Tradicional Comércio Tradicional: • Pagamento: nesta etapa o consumidor deve escolher a forma de • pagamento desejada, ou seja, à vista ou parcelado, cheque, dinheiro ou cartão de credito; • Entrega: nesta etapa é estabelecido o prazo para o consumidor receber seu produto.
  20. 20. Comércio Eletrônico Comércio Eletrônico x Comércio Tradicional Comércio Eletrônico: • Apreciação da mercadoria: deve estar disponível no site o máximo de informações possíveis sobre o produto, isso inclui imagens do produto e em casos de software, pode-se colocar uma versão demo. No caso específico de marcas conhecidas no mercado, essa etapa é contornada melhor, pois não existe a preocupação com o tipo de mercadoria a ser recebida, já existe a confiabilidade da marca;
  21. 21. Comércio Eletrônico Comércio Eletrônico x Comércio Tradicional Comércio Eletrônico: • Negociação: a etapa de negociação dentro do comércio eletrônico deve ser tratada com tecnologias apropriadas, como por exemplo: tabelas, regras de negócios e agentes inteligentes;
  22. 22. Comércio Eletrônico Comércio Eletrônico x Comércio Tradicional Comércio Eletrônico: • Pagamento: esta etapa deve permitir que os produtos vendidos na web possam ser pagos por telefone 0800-XXXXXX, por fax, por cartão eletrônico ou por pagamento digital. Mas é necessário que qualquer forma de pagamento escolhida pelo consumidor tenha a segurança necessária para que os dados não sejam utilizados por pessoas de má fé. Atualmente ainda existe a desconfiança por parte dos consumidores ao disponibilizar o número do cartão de crédito na rede;
  23. 23. Comércio Eletrônico Comércio Eletrônico x Comércio Tradicional Comércio Eletrônico: • Entrega: a entrega da mercadoria no comércio eletrônico deve ser feita da maneira mais rápida possível, para isso é necessário contar com parceiros nas regiões onde a empresa atua.

×