Material de ERP

806 views

Published on

Published in: Education
0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
806
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
56
Actions
Shares
0
Downloads
21
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide
  • ZC CRESCIMENTO PROFISSIONAL (OBJETIVOS) IMPORTÂNCIA DO CURSO; ÁREA DA INFORMÁTICA; ADMINISTRAÇÃO E INFORMÁTICA (SISTEMAS) NECESSIDADE DE PESSOAL QUALIFICADO UTILIZAÇÃO DO COMPUTADOR PARA ALGO PRODUTIVO... AVISO: SOMENTE ESTE CURSO NÃO MUDARÁ A VIDA DE NINGUÉM....
  • O computador é capaz de realizar performances sobre-humanas de cálculo, operações lógicas, refutações, raciocínios por tentativa e erro , por retroação, por referência a casos. Ainda mais, como o cérebro humano, o computador compute[ 1 ] procedendo por disjunção e conjunção. Neste sentido, a palavra inteligência não é abusiva: há uma inteligência artificial . Mas a inteligência artificial limita-se à computação , enquanto a mente humana integra a computação cerebral na cogitação, ou seja, no pensamento . O cérebro é uma máquina bio-químico-elétrica. Ao contrário do computador, a mente/cérebro trabalha num jogo combinando precisão e imprecisão, incerteza e rigor, e cruza rememoração, computação, cogitação . Como é extraordinariamente complexo, o espírito/cérebro trabalha com, por e contra o ruído[ 2 ], o que acarreta riscos enorme de erros, de ilusões, de loucura, mas também chances prodigiosas de invenção e de criação . Lado direito: emocional e criativo Lado esquerdo: lógica e razão.
  • O computador é capaz de realizar performances sobre-humanas de cálculo, operações lógicas, refutações, raciocínios por tentativa e erro , por retroação, por referência a casos. Ainda mais, como o cérebro humano, o computador compute[ 1 ] procedendo por disjunção e conjunção. Neste sentido, a palavra inteligência não é abusiva: há uma inteligência artificial . Mas a inteligência artificial limita-se à computação , enquanto a mente humana integra a computação cerebral na cogitação, ou seja, no pensamento . O cérebro é uma máquina bio-químico-elétrica. Ao contrário do computador, a mente/cérebro trabalha num jogo combinando precisão e imprecisão, incerteza e rigor, e cruza rememoração, computação, cogitação . Como é extraordinariamente complexo, o espírito/cérebro trabalha com, por e contra o ruído[ 2 ], o que acarreta riscos enorme de erros, de ilusões, de loucura, mas também chances prodigiosas de invenção e de criação . Lado direito: emocional e criativo Lado esquerdo: lógica e razão.
  • O computador é capaz de realizar performances sobre-humanas de cálculo, operações lógicas, refutações, raciocínios por tentativa e erro , por retroação, por referência a casos. Ainda mais, como o cérebro humano, o computador compute[ 1 ] procedendo por disjunção e conjunção. Neste sentido, a palavra inteligência não é abusiva: há uma inteligência artificial . Mas a inteligência artificial limita-se à computação , enquanto a mente humana integra a computação cerebral na cogitação, ou seja, no pensamento . O cérebro é uma máquina bio-químico-elétrica. Ao contrário do computador, a mente/cérebro trabalha num jogo combinando precisão e imprecisão, incerteza e rigor, e cruza rememoração, computação, cogitação . Como é extraordinariamente complexo, o espírito/cérebro trabalha com, por e contra o ruído[ 2 ], o que acarreta riscos enorme de erros, de ilusões, de loucura, mas também chances prodigiosas de invenção e de criação . Lado direito: emocional e criativo Lado esquerdo: lógica e razão.
  • O computador é capaz de realizar performances sobre-humanas de cálculo, operações lógicas, refutações, raciocínios por tentativa e erro , por retroação, por referência a casos. Ainda mais, como o cérebro humano, o computador compute[ 1 ] procedendo por disjunção e conjunção. Neste sentido, a palavra inteligência não é abusiva: há uma inteligência artificial . Mas a inteligência artificial limita-se à computação , enquanto a mente humana integra a computação cerebral na cogitação, ou seja, no pensamento . O cérebro é uma máquina bio-químico-elétrica. Ao contrário do computador, a mente/cérebro trabalha num jogo combinando precisão e imprecisão, incerteza e rigor, e cruza rememoração, computação, cogitação . Como é extraordinariamente complexo, o espírito/cérebro trabalha com, por e contra o ruído[ 2 ], o que acarreta riscos enorme de erros, de ilusões, de loucura, mas também chances prodigiosas de invenção e de criação . Lado direito: emocional e criativo Lado esquerdo: lógica e razão.
  • O computador é capaz de realizar performances sobre-humanas de cálculo, operações lógicas, refutações, raciocínios por tentativa e erro , por retroação, por referência a casos. Ainda mais, como o cérebro humano, o computador compute[ 1 ] procedendo por disjunção e conjunção. Neste sentido, a palavra inteligência não é abusiva: há uma inteligência artificial . Mas a inteligência artificial limita-se à computação , enquanto a mente humana integra a computação cerebral na cogitação, ou seja, no pensamento . O cérebro é uma máquina bio-químico-elétrica. Ao contrário do computador, a mente/cérebro trabalha num jogo combinando precisão e imprecisão, incerteza e rigor, e cruza rememoração, computação, cogitação . Como é extraordinariamente complexo, o espírito/cérebro trabalha com, por e contra o ruído[ 2 ], o que acarreta riscos enorme de erros, de ilusões, de loucura, mas também chances prodigiosas de invenção e de criação . Lado direito: emocional e criativo Lado esquerdo: lógica e razão.
  • O computador é capaz de realizar performances sobre-humanas de cálculo, operações lógicas, refutações, raciocínios por tentativa e erro , por retroação, por referência a casos. Ainda mais, como o cérebro humano, o computador compute[1] procedendo por disjunção e conjunção. Neste sentido, a palavra inteligência não é abusiva: há uma inteligência artificial . Mas a inteligência artificial limita-se à computação , enquanto a mente humana integra a computação cerebral na cogitação, ou seja, no pensamento . O cérebro é uma máquina bio-químico-elétrica. Ao contrário do computador, a mente/cérebro trabalha num jogo combinando precisão e imprecisão, incerteza e rigor, e cruza rememoração, computação, cogitação . Como é extraordinariamente complexo, o espírito/cérebro trabalha com, por e contra o ruído[2], o que acarreta riscos enorme de erros, de ilusões, de loucura, mas também chances prodigiosas de invenção e de criação . Lado direito: emocional e criativo Lado esquerdo: lógica e razão.
  • O computador é capaz de realizar performances sobre-humanas de cálculo, operações lógicas, refutações, raciocínios por tentativa e erro , por retroação, por referência a casos. Ainda mais, como o cérebro humano, o computador compute[1] procedendo por disjunção e conjunção. Neste sentido, a palavra inteligência não é abusiva: há uma inteligência artificial . Mas a inteligência artificial limita-se à computação , enquanto a mente humana integra a computação cerebral na cogitação, ou seja, no pensamento . O cérebro é uma máquina bio-químico-elétrica. Ao contrário do computador, a mente/cérebro trabalha num jogo combinando precisão e imprecisão, incerteza e rigor, e cruza rememoração, computação, cogitação . Como é extraordinariamente complexo, o espírito/cérebro trabalha com, por e contra o ruído[2], o que acarreta riscos enorme de erros, de ilusões, de loucura, mas também chances prodigiosas de invenção e de criação . Lado direito: emocional e criativo Lado esquerdo: lógica e razão.
  • O computador é capaz de realizar performances sobre-humanas de cálculo, operações lógicas, refutações, raciocínios por tentativa e erro , por retroação, por referência a casos. Ainda mais, como o cérebro humano, o computador compute[1] procedendo por disjunção e conjunção. Neste sentido, a palavra inteligência não é abusiva: há uma inteligência artificial . Mas a inteligência artificial limita-se à computação , enquanto a mente humana integra a computação cerebral na cogitação, ou seja, no pensamento . O cérebro é uma máquina bio-químico-elétrica. Ao contrário do computador, a mente/cérebro trabalha num jogo combinando precisão e imprecisão, incerteza e rigor, e cruza rememoração, computação, cogitação . Como é extraordinariamente complexo, o espírito/cérebro trabalha com, por e contra o ruído[2], o que acarreta riscos enorme de erros, de ilusões, de loucura, mas também chances prodigiosas de invenção e de criação . Lado direito: emocional e criativo Lado esquerdo: lógica e razão.
  • O computador é capaz de realizar performances sobre-humanas de cálculo, operações lógicas, refutações, raciocínios por tentativa e erro , por retroação, por referência a casos. Ainda mais, como o cérebro humano, o computador compute[1] procedendo por disjunção e conjunção. Neste sentido, a palavra inteligência não é abusiva: há uma inteligência artificial . Mas a inteligência artificial limita-se à computação , enquanto a mente humana integra a computação cerebral na cogitação, ou seja, no pensamento . O cérebro é uma máquina bio-químico-elétrica. Ao contrário do computador, a mente/cérebro trabalha num jogo combinando precisão e imprecisão, incerteza e rigor, e cruza rememoração, computação, cogitação . Como é extraordinariamente complexo, o espírito/cérebro trabalha com, por e contra o ruído[2], o que acarreta riscos enorme de erros, de ilusões, de loucura, mas também chances prodigiosas de invenção e de criação . Lado direito: emocional e criativo Lado esquerdo: lógica e razão.
  • O computador é capaz de realizar performances sobre-humanas de cálculo, operações lógicas, refutações, raciocínios por tentativa e erro , por retroação, por referência a casos. Ainda mais, como o cérebro humano, o computador compute[1] procedendo por disjunção e conjunção. Neste sentido, a palavra inteligência não é abusiva: há uma inteligência artificial . Mas a inteligência artificial limita-se à computação , enquanto a mente humana integra a computação cerebral na cogitação, ou seja, no pensamento . O cérebro é uma máquina bio-químico-elétrica. Ao contrário do computador, a mente/cérebro trabalha num jogo combinando precisão e imprecisão, incerteza e rigor, e cruza rememoração, computação, cogitação . Como é extraordinariamente complexo, o espírito/cérebro trabalha com, por e contra o ruído[2], o que acarreta riscos enorme de erros, de ilusões, de loucura, mas também chances prodigiosas de invenção e de criação . Lado direito: emocional e criativo Lado esquerdo: lógica e razão.
  • Material de ERP

    1. 1. Introdução à Informática Rodrigo Castro
    2. 2. ERP – Enterprise Resource Planning(Planejamento de Recursos Empresariais) Introdução à Informática Rodrigo Castro
    3. 3. BASES TECNOLÓGICAS: 1 – Origem; 2 – Conceitos e Objetivos; 3 – Vantagens; 4 – Aplicações. Introdução à Informática Rodrigo Castro
    4. 4. 1 – Origem Introdução à Informática Rodrigo Castro
    5. 5. 1 – OrigemDécada de 70:- Expansão econômica mundial;- Disseminação dos computadores grandes empresas.MRP – Material Requirements Planning (Planejamento deNecessidade de Materiais): sistemas com o objetivo decontrolar as: - necessidades de materiais; - níveis de estoque; - tempo e lotes de fabricação. Introdução à Informática Rodrigo Castro
    6. 6. 1 – OrigemDécada de 80:- Necessidade maior de controle;- Redução de custos e aumento do lucro.MRP II – Manufacturing Resources Planning (Planejamentode Recursos de Manufatura) sistemas com o objetivo decontrolar as: - necessidades de materiais; - níveis de estoque; - tempo e lotes de fabricação; - controle de listas de materiais; - plano mestre de produção; - capacidade de produção, entre outros... Introdução à Informática Rodrigo Castro
    7. 7. 2 – Conceitos e Objetivos MRP e MRP II + Introdução à Informática Rodrigo Castro
    8. 8. 2 – Conceitos e ObjetivosRH Financeiro Contábil Fabricação Introdução à Informática Rodrigo Castro
    9. 9. 2 – Conceitos e Objetivos ERP – Enterprise Resource Planning (Planejamento de Recursos Empresariais) Os sistemas ERP´s agregam vários módulos (integrados deforma natual) que atendem necessidades de diversosdepartamentos de uma empresa. Objetivos: - Automatizar processos administrativos. - Integrar setores em um único ambiente. O ERP pode ser representado por um ciclo infinito de interaçõesatravés dos módulos que se relacionam entre si e com o meioexternos através da entrada e saída de dados e bens. Introdução à Informática Rodrigo Castro
    10. 10. 3 – Vantagens - Promove a redução de custos de informática; - Utiliza os melhores processos; - Atualização tecnológica constante; - Reduz o acumulo de aplicativos; - Elimina a redundância dos dados; - Otimização dos estoques; - Utiliza informações mais consistentes. Introdução à Informática Rodrigo Castro
    11. 11. 4 – Aplicações ERP – Enterprise Resource Planning Aplicação do ERP na fabricação de cadeiras. PCP-PRODUÇÃO COMPRAS ESTOQUE VENDASMATÉRIA-PRIMA PRODUTO CONTAS A FLUXO DE CONTAS A PAGAR CAIXA RECEBER RH & DP CONTABILIDADE Introdução à Informática Rodrigo Castro
    12. 12. 4 – Aplicações ERP – Enterprise Resource Planning Aplicação do ERP na fabricação de cadeiras.PCP-PRODUÇÃO - Previsões de matérias-primas e produtos acabados; - Consumos de energia e planejamento de mão de obra. - Informações sobre os fornecedores; COMPRAS - Controle de preços das matérias-primas. - Quantidades reais disponíveis em estoque; ESTOQUE - Níveis mínimos de cada material X tempo de reposição. - Previsão de entradas e saídas;FLUXO DE CAIXA - Controle de faturamento e emissão de notas fiscais. - Folha de pagamento; RH & DP - Controle de custos trabalhistas para trabalho de horas-extras. - Relatórios de vendas: clientes, produtos e projeções; VENDAS - Definição de políticas de vendas. - Controle contábeis;CONTABILIDADE - Análise estratégica de balanço. Introdução à Informática Rodrigo Castro
    13. 13. ERP – Enterprise Resource Planning(Planejamento de Recursos Empresariais) Introdução à Informática Rodrigo Castro

    ×