Semana de arte moderna

8,498 views

Published on

Tudo sobre o que ocorreu no dia, quadros famosos que veiam depois do modernismo, um bom slide para sé apresenta em um seminário do tipo.

Published in: Education
1 Comment
17 Likes
Statistics
Notes
No Downloads
Views
Total views
8,498
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
5
Actions
Shares
0
Downloads
1,016
Comments
1
Likes
17
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Semana de arte moderna

  1. 1. Introdução A Semana de Arte Moderna, também chamada de Semana de 22, ocorreu em São Paulo no ano de 1922, entre os dias 11 a 18 de fevereiro, no Teatro Municipal da cidade.
  2. 2. Movimento O governador de SP na época, Washington Luís, apoiou o movimento, especialmente por meio de René Thiollier, que solicitou patrocínio para trazer os artistas do Rio de Janeiro: Plínio Salgado e Menotti Del Picchia, membros de seu partido, o Partido Republicano Paulista.
  3. 3. Vanguardas A nova intelectualidade brasileira dos anos 10 e 20 viu- se em um momento de necessidade de abandono dos antigos ideais estéticos do século XIX ainda em moda no país, mas ainda não se tinha certeza do que estava acontecendo e quais seriam os rumos a se tomar.
  4. 4. Divisão Apesar do designativo "semana", o evento ocorreu em cinco dias. Cada dia da semana trabalhou um aspecto cultural: pintura , escultura, poesia, literatura e música. O evento marcou o início do modernismo no Brasil e tornou-se referência cultural do século XX.
  5. 5. 13 de fevereiro (Segunda-feira) - Casa cheia, abertura oficial do evento. Espalhadas pelo saguão do Teatro Municipal de São Paulo, várias pinturas e esculturas provocam reações de espanto e repúdio por parte do público.
  6. 6. 15 de fevereiro (Quarta-feira) - Guiomar Novais era para ser a grande atração da noite. Contra a vontade dos demais artistas modernistas, aproveitou um intervalo do espetáculo para tocar alguns clássicos consagrados, iniciativa aplaudida pelo público.
  7. 7. 17 de fevereiro (Sexta-feira) - O dia mais tranquilo da semana, apresentações musicais de Villa-Lobos, com participação de vários músicos. O público em número reduzido, portava-se com mais respeito.
  8. 8. Representação A Semana de Arte Moderna representou uma verdadeira renovação de linguagem, na busca de experimentação, na liberdade criadora da ruptura com o passado e até corporal, pois a arte passou então da vanguarda, para o modernismo. O evento marcou época ao apresentar novas ideias e conceitos artísticos.
  9. 9. Conservadores Na época boa parte da mídia reagiu de forma conservadora ao Movimento da Semana de Arte de 1922 referindo-se aos vanguardistas como "subversores da arte", "espíritos cretinos e débeis" ou "futuristas endiabrados".
  10. 10. Participações Mário de Andrade, Oswald de Andrade, Víctor Brecheret, Plínio Salgado, Anita Malfatti, Menotti Del Pichia, Guilherme de Almeida, Sérgio Milliet, Heitor Villa-Lobos,Tácito de Almeida, Di Cavalcanti entre outros,Pago, e como um dos organizadores o intelectual Rubens Borba de Moraes.

×