Rio Info 2009 - Redes Sociais - Ações Criativas & Reflexões Críticas - Martha Gabriel

1,749 views

Published on

Published in: Travel, Self Improvement
0 Comments
3 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
1,749
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
39
Actions
Shares
0
Downloads
104
Comments
0
Likes
3
Embeds 0
No embeds

No notes for slide
  • http://www.mindshareworld.com/what-we-do/clients/nike/
  • http://www.brainstorm9.com.br/2009/01/07/burger-king-whopper-sacrifice/ e http://www.brainstorm9.com.br/2009/06/05/cannes-bingo-2009/
  • http://www.techcrunch.com/2009/06/21/layars-augmented-reality-browser-literally-more-than-meets-the-eye/ and http://layar.com/layar-screenshots-images/
  • http://mobile-tagging.blogspot.com/2007/09/what-is-mobile-tagging.html
  • http://en.wikipedia.org/wiki/Mobile_tagging
  • Fonte: http://www.comscore.com/Press_Events/Press_Releases/2007/10/Search_Marketing_for_Consumer_Packaged_Goods_Companies
  • ver: Stanford Guidelines for Web Credibility (http://credibility.stanford.edu/guidelines/index.html )
  • Rio Info 2009 - Redes Sociais - Ações Criativas & Reflexões Críticas - Martha Gabriel

    1. 1. <ul><li>Redes Sociais Ações Criativas & Reflexões Críticas </li></ul><ul><li>Martha Gabriel </li></ul>
    2. 2. Martha Gabriel Graduação em Engenharia , UNICAMP Pós-graduação em Marketing , ESPM Pós-graduação em Design , Belas Artes Mestre em Artes , ECA/USP (interfaces de voz, redes sociais) Autora do livro “ Marketing de Otimização de Buscas ” – 2008, Ed Esfera, e “ SEM e SEO: Dominando o Marketing de Busca ”, Ed. Novatec, lançamento em 25/jun/2009 e Co-autora do livro “ MBA | Executivo ”, Ed. Saraiva. Universidade Anhembi Morumbi , professora MBA e coordenadora de e-learning SENAC , Belas Artes e UFPR , professora MBA Universidade de São Paulo , pesquisadora e doutoranda na ECA NMD New Media Developers , diretora de tecnologia Upgrade! São Paulo , curadora Palestrante Internacional nas áreas de Marketing, Tecnologia, premiada 3 vezes com o “ Best of Track Presentation ” nos USA me, www.martha.com.br/ - martha@martha.com.br follow me, twitter.com/marthagabriel
    3. 3. The Cluetrain Manifesto • A Internet muda tudo . • Mercados começaram como conversas . • A Internet torna o marketing em conversas novamente. • A Internet subverte hierarquias . • Mercados online SÃO MUITO DIFERENTES dos mercados de massa . • Empresas precisam adquirir senso de humor . • Senso de humor envolve HUMILDADE, HONESTIDADE, VALORES e um PONTO DE VISTA. • As empresas estão com medo . • O medo mantém as empresas distantes de seus consumidores. • A Internet força as empresas a adquirir intimidade com seus consumidores.
    4. 4. Estratégias Digitais <ul><li>Presença On-line </li></ul><ul><ul><li>Site & Blog </li></ul></ul><ul><li>E-mail Mkt </li></ul><ul><li>Realidades Mistas </li></ul><ul><ul><li>Realidade Virtual: Second Life </li></ul></ul><ul><ul><li>Virtualidade Aumentada </li></ul></ul><ul><ul><li>Realidade Aumentada </li></ul></ul><ul><ul><li>Realidade Pura (?) </li></ul></ul><ul><li>Mobile Mkt </li></ul><ul><ul><li>Mobile Tagging & QRcodes </li></ul></ul><ul><ul><li>Bluetooth </li></ul></ul><ul><ul><li>GPS / estratégias locativas </li></ul></ul><ul><ul><li>RFID </li></ul></ul><ul><ul><li>SMS </li></ul></ul><ul><li>Social Media </li></ul><ul><ul><li>SMM, SMO & WOMM </li></ul></ul><ul><ul><li>Orkut, MySpace, Facebook, etc. </li></ul></ul><ul><ul><li>SlideShare / YouTube / Del.icio.us </li></ul></ul><ul><ul><li>RSS Feeds </li></ul></ul><ul><ul><li>FlickR </li></ul></ul><ul><ul><li>Twitter </li></ul></ul><ul><ul><li>Digg </li></ul></ul><ul><ul><li>etc.. </li></ul></ul><ul><li>Marketing de Busca </li></ul><ul><ul><li>SEM & SEO </li></ul></ul><ul><li>AdverGames </li></ul><ul><li>Tecnologias Emergentes </li></ul><ul><ul><li>Interfaces de Voz (v-commerce) </li></ul></ul><ul><ul><li>Web TV </li></ul></ul>
    5. 5. Nike – Tênis Zoom na China (Quick is Deadly) <ul><li>Bluetooth </li></ul>
    6. 6. Jornal A Tarde (QRcodes)
    7. 7. Sundown no Second Life <ul><li>Moto com ar-condicionado </li></ul>
    8. 8. MINI Cabrio (Realidade Aumentada)
    9. 9. Burger King | Whopper Sacrifice (Leão de Ouro e Titanium – Cannes 2009) O Burger King lançou no Facebook o Whopper Sacrifice que basicamente pergunta: você estaria disposto a “sacrificar” 10 dos seus amigos para ganhar um Whopper? O jogo funciona de maneira simples: através do aplicativo, basta selecionar 10 pessoas para deixar de ser amigo no Facebook e ser recompensado com um cupom de Whopper grátis. O golpe de mestre está no fato de que a ferramenta torna-se incrivelmente viral, já que, ao contrário do que normalmente acontece, os “amigos” sacrificados por você recebem uma notificação avisando que foram dispensados só por causa de um hambúrguer grátis.
    10. 10. Interfaces de Voz (voiceXML) <ul><li>moZaico de voSes </li></ul><ul><li>Na web - www.mozaico.com.br </li></ul><ul><li>Cada pastilha é gerada por uma ligação telefônica feita para (11) 2122-0203 / código 1155723602 </li></ul><ul><li>3 linguas – Portuguese, English e Spanish </li></ul><ul><li>O mozaico é o resultado de conversar com a web . </li></ul>
    11. 11. Justin.tv <ul><li>http://pt-br.justin.tv/ </li></ul><ul><li>Plataforma para broadcasting de eventos em real time – permite criar canais privados com acesso por senha. </li></ul>
    12. 12. <ul><li>Agenda </li></ul><ul><ul><li>Ação Criativa – Mobilidade </li></ul></ul><ul><ul><li>Reflexões Críticas - Busca </li></ul></ul>
    13. 13. Mobilidade & Ubiquidade
    14. 14. <ul><li>Mobilidade & Ubiquidade </li></ul><ul><ul><li>Realidade Mistas </li></ul></ul><ul><ul><li>Mobile Tagging </li></ul></ul><ul><ul><li>Bluetooth </li></ul></ul><ul><ul><li>GPS / estratégias locativas </li></ul></ul><ul><ul><li>RFID </li></ul></ul><ul><ul><li>SMS </li></ul></ul>
    15. 15. Impacto nas Redes Sociais <ul><li>A mobilidade , associada à ubiquidade computacional em rede, é fator catalisador das relações sociais on-line : </li></ul><ul><ul><li>Cria ambiente favorável para realidades mistas, que por sua vez encorajam a interação entre off e on-line, em qualquer tempo, qualquer lugar. </li></ul></ul><ul><ul><li>Video Nokia Mixed Realities: http://bit.ly/9Albl </li></ul></ul>
    16. 16. <ul><li>“ As pessoas não adotam simplesmente um device móvel, elas se casam com eles” </li></ul><ul><li>-- B.J. Fogg </li></ul>A Web Mobile
    17. 17. Smartphones
    18. 18. <ul><li>Os sites estão preparados para mobile ? </li></ul><ul><li>Design para telas pequenas </li></ul><ul><li>Computação móvel envolve condições imperfeitas </li></ul><ul><li>Compatibilidade de Browsers </li></ul><ul><li>Web Accessibility (Acessibilidade) </li></ul><ul><li>LBS - Location Based Services </li></ul><ul><li>Podemos usar em qualquer lugar, mas provavelmente não para tudo </li></ul>Questões para o Mkt
    19. 19.
    20. 20. <ul><li>Computação ubíqua -- quase imperceptível, mas em tudo ao nosso redor – está rapidamente se tornando realidade. </li></ul><ul><ul><li>Como isso irá nos mudar? Como podemos moldar sua emergência? </li></ul></ul><ul><li>Prédios inteligentes , móveis inteligentes , roupas inteligentes … até mesmo banheiras inteligentes . Sinais de rua em rede e latas de refrigerante auto-descritivas . Interfaces gesturais como as vistas em Minority Report . As etiquetas RFID agora incrustradas em tudo – de cartões de crédito a animais de estimação. </li></ul><ul><li>Todas essas são facetas da computação ubíqua que Adam Greenfield chama de “ everyware ”. </li></ul><ul><li>Everyware já está remodelando nossas vidas , transformando nosso entendimento das cidades em que vivemos, das comunidades a que pertencemos – e o modo como vemos a nós mesmos . </li></ul>Everyware
    21. 21. <ul><li>A Web está se tornando a primeira peça de uma rede maior conforme ela se mistura com novas tecnologias como conexões de banda larga sem fio Wi-Fi , GPS (Global Positioning System) e RFID (Radio Frequency Identification Tags) + Mobile Tags . </li></ul><ul><li>Ao invés de ter que encontrar a informação ou entretenimento, eles encontrarão você – e serão exatamente o que você quer ou precisa naquele momento. </li></ul><ul><li>Ver : “ Next big thing: The Web as your servant” (from USA Today: http://www.usatoday.com/tech/webguide/internetlife/2004-10-01-cover-web_x.htm) </li></ul>A Rede Global
    22. 22. <ul><li>Quais são as implicações conforme mudamos de uma web de pessoas para uma web de coisas ? </li></ul><ul><li>Quais serão as questões morais e éticas da computação ubíqua ? </li></ul>Questões para o Mkt
    23. 23. <ul><li>Mobilidade & Realidades Mistas </li></ul>
    24. 24. <ul><li>Definição </li></ul><ul><ul><li>Realidade Mista (ou Mixed reality) se refere à fusão dos mundos físico e virtual para produzir novos ambientes e visualizações onde objetos físicos e digitais co-existem e interagem em tempo real . </li></ul></ul>Realidade Mista
    25. 25. Realidade Mista : Virtuality Continuum(VC) de Paul Milgram
    26. 26. <ul><li>A realidade mista tem aplicação ilimitada abrangendo as área de artes, entretenimento, educação , manutenção assistida , medicina , publicidade , marketing , etc. Alguns exemplos: </li></ul><ul><ul><li>Realidade virtual, como o caso de caves imersivas, onde o que prevalece é o ambiente virtual. </li></ul></ul><ul><ul><li>Realidade Aumentada: </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>MINI Cabrio (propaganda) </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>SPOILER (game) </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>BMW (manutenção) </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Arcane Technologies (educação– slicer de cabeça) </li></ul></ul></ul>Realidade Mista
    27. 27. Óculos , câmeras , monitores , computadores e dispositivos móveis (PDAs e celulares) podem ser usados como instrumentos de realidade mista. Aparelhos Móveis e Realidades Mistas Imagem: Character on Mobile Phone, by Daniel Wagner
    28. 28. CAVE (VR)
    29. 29. MINI Cabrio (propaganda)
    30. 30. SPOILER game
    31. 31. BMW (manutenção de motor)
    32. 32. Arcane Technologies (slicer de cabeça)
    33. 33. Layar’s Augmented Reality Browser
    34. 34. Torre Eiffel Estadão <ul><li>Impressão do símbolo de Realidade Aumentada - http://www.estadao.com.br/especiais/2009/03/simbolo_ra.pdf </li></ul><ul><li>Acesso ao sistema de Realidade Aumentada - http://www.estadao.com.br/especiais/120-anos-da-torre-eiffel,52836.htm </li></ul>
    35. 35. <ul><li>Mobilidade & </li></ul><ul><li>Mobile Tagging / QRCodes </li></ul>
    36. 36. <ul><li>Definição </li></ul><ul><ul><li>Mobile tagging é o processo de ler um código de barras 2D usando a câmera de um aparelho móvel . </li></ul></ul><ul><ul><li>É possível gravar vários tipos de dados nos códigos , no entanto, em termos de mobile tagging normalmente são gravadas URLs . </li></ul></ul><ul><ul><li>Depois de decodificar os códigos, o usuário pode ser diretamente linkado ao website correspondente à URL. </li></ul></ul>Mobile Tagging
    37. 37. Mobile Tagging – processo de leitura Imagem: fonte - http://mobile-tagging.blogspot.com/2007/09/what-is-mobile-tagging.html
    38. 38. <ul><li>Existem mais de 70 tipos de códigos, no entanto para uso mobile eles se reduzem a 12, como se segue: </li></ul><ul><li>Os mais usados são QRCode e DataMatrix </li></ul>Mobile Tagging – Tipos de códigos Imagem: fonte - http://mobile-tagging.blogspot.com/2007/09/what-is-mobile-tagging.html
    39. 39. BeeTagg (direciona para twitter.com/marthagabriel)
    40. 40. Microsoft Tag
    41. 41. Códigos de Barra Lineares & 2D  Capacidade : 20 dígitos apenas Cpacidade Máxima de um QR Code Numérico 7,089 caracteres Alfanumérico 4,296 caracteres Binário (8 bits) 2,953 bytes Kanji, full-width Kana 1,817 caracteres
    42. 42. Futuro?  Bokode (MIT) Images source: http://news.bbc.co.uk/1/hi/technology/8170027.stm Bokode  Long-distance & higher capacity 2D barcode
    43. 43. <ul><li>Atualmente, o mobile tagging é um sucesso no Japão e está começando a se esparramar no mundo . </li></ul><ul><li>Por detrás do mobile tagging está a idéia de uma convergência absoluta de mídias de informação , pois as tags conectam suportes documentais estáticos com a Internet e encoraja o comportamento interativo das pessoas. </li></ul>Mobile Tagging & Aplicações
    44. 44. <ul><li>Justamente por se um link físico para o mundo on-line digital , as mobile tag são instrumentos de ampliação da realidade , acrescentando um layer de informações a ela. </li></ul><ul><li>Assim, mobile tagging é atualmente um dos meios mais simples e econômico de se criar realidades mistas . </li></ul>Mobile Tagging & Realidade Mista
    45. 45. <ul><li>Entretenimento: Pet Shop Boys (Integral music clip) </li></ul><ul><li>Arte – ROSAdosVENTOS.mobi </li></ul><ul><li>Marketing : </li></ul><ul><ul><li>informações adicionais sobre produtos </li></ul></ul><ul><ul><li>downloads diretos (ringtones, clips ou mobile games) </li></ul></ul><ul><ul><li>link direto para sites de empresa </li></ul></ul><ul><li>Área Pública e Cultural </li></ul><ul><ul><li>informações sobre monumentos, transportes públicos, reviews de consumidores e conselhos não comerciais. Ex: Semapedia </li></ul></ul><ul><li>Área Privada </li></ul><ul><ul><li>link para sites pessoais e inormações de contato. </li></ul></ul>Mobile Tagging
    46. 46. Integral, by Pet Shop Boys (2008)
    47. 47. Semapedia
    48. 48. Sensitive Rose – www.sensitiverose.com by martha gabriel (2008)
    49. 49. Guidelines para criar e ler mobile tags <ul><li>1. Instale um mobile tag reader no seu celular ou smartphone – existem diversos leitores disponíveis no mercado e aqui vão alguns. Para instalar basta acessar pelo browser do celular: </li></ul><ul><li>- i-nigma - www.i-nigma.mobi (lê QR codes e Datamatrix) </li></ul><ul><li>- Beetagg - get.beetagg.com (lê QR codes, Datamatrix e Beetagg) </li></ul><ul><li>- Microsoft - www.microsoft.com/tag (Microsoft Tag) </li></ul><ul><li>2. Crie mobile tags - existem também diversos modos de se criar os códigos (mobile tag). Aqui vão algumas opções na web: </li></ul><ul><li>- i-nigma - www.i-nigma.com (cria QR codes e Datamatrix) </li></ul><ul><li>- Beetagg - generator.beetagg.com (QR codes, Datamatrix e Beetagg) </li></ul><ul><li>- Microsoft - www.microsoft.com/tag (cria Microsoft Tag) </li></ul>
    50. 50. <ul><li>Agenda </li></ul><ul><ul><li>Ação Criativa – Mobilidade </li></ul></ul><ul><ul><li>Reflexões Críticas - Busca </li></ul></ul>
    51. 51. Busca
    52. 52. <ul><li>Busca </li></ul><ul><ul><li>Influência no cotidiano </li></ul></ul><ul><ul><li>Privacidade </li></ul></ul><ul><ul><li>Controle </li></ul></ul><ul><ul><li>Etc. </li></ul></ul>
    53. 53. Inversão do Vetor de Marketing Tudo começou com o controle remoto… UM DEDO
    54. 54. Inversão do Vetor de Marketing … chegamos na Era do Cloud Computing, da Participação, da Web 2.0 …
    55. 55. Inversão do Vetor de Marketing … e vamos para a Internet das Coisas
    56. 56. Busca Universal
    57. 57. <ul><li>Web 2.0  Web Read/Write  Aumento exponencial da quantidade de informação (qualidade? / filtros) </li></ul><ul><li>Economia de Atenção (A Vaca Roxa) </li></ul><ul><li>Mudança de conteúdo estático para dinâmico </li></ul><ul><li>A necessidade da alfabetização em informação </li></ul><ul><li>A Era da Participação – de mídia de massa para “my” mídia  inversão do vetor de marketing </li></ul>A Evolução do Conteúdo
    58. 58.
    59. 59. Long Tail x Paradoxo da Escolha Solução= Busca
    60. 60. <ul><li>“ Findability ” (Econtrabilidade) precede a “ Usability ” (Usabilidade) no alfabeto e na Web </li></ul>Você não consegue usar o que você não consegue encontrar! Solução= Busca
    61. 61. <ul><li>Buscas: </li></ul><ul><ul><li>84% das pessoas online usam search engines </li></ul></ul><ul><ul><li>87% desses usuários declararam que encontraram o que estavam buscando </li></ul></ul><ul><ul><li>17 milhões de americanos usam search engines para escolher a escola dos filhos </li></ul></ul><ul><ul><li>21 milhões de americanos usam search engines para escolher cursos de especialização </li></ul></ul><ul><ul><li>“ Busca&quot; é a 2a atividade mais popular na web </li></ul></ul><ul><ul><li>A tendência é que o uso de buscadores ultrapasse o uso de e-mail em breve. </li></ul></ul>Era da BUSCA
    62. 62. <ul><li>Os sites de busca são as entidades digitais MAIS INFLUENTES atualmente: </li></ul><ul><ul><li>O que não é encontrado , não existe ! (Taxonomia  uma das Top 10 tendências apontadas pela ZDNet.com) </li></ul></ul><ul><ul><li>Teste : tente ficar 1 semana sem usar nenhum buscador (ou sem usar NENHUM produto do Google – busca, blogger, maps, earth, gmail, etc.) </li></ul></ul>O Poder dos Buscadores
    63. 63. Share-of-mind digital
    64. 64. Motiva ção para visitar site de bens de consumo empacotados ( consumer packaged goods - CPG ) Navegação Pesquisa
    65. 65. <ul><li>Hábitos dos usuários de buscadores: </li></ul><ul><ul><li>Raramente vão além da 1a página de resultados </li></ul></ul><ul><ul><li>50% abadonam a busca depois da 2a página </li></ul></ul><ul><ul><li>75% confiam nos resultados de busca obtidos. </li></ul></ul><ul><ul><li>81.7% raramente lêem além da 3a página de resultados . </li></ul></ul>O Poder dos Buscadores
    66. 66. <ul><li>Ditadura dos Top 10 </li></ul><ul><ul><li>Necessidade de estar na 1a página dos resultados , entre os Top 10, para ser encontrado com certeza . </li></ul></ul><ul><ul><li>Provoca uma corrida do ouro entre as empresas para tentar melhorar a posição dos seus websites nos resultados de busca para as palavras-chaves mais importantes para os seus negócios. </li></ul></ul><ul><ul><li>Para melhorar o posicionamento  SEM (Search Engine Marketing) ou MOB (Marketing de Otimização de Buscas) </li></ul></ul>O Poder dos Buscadores
    67. 67. Questionamentos <ul><li>De onde vêm os resultados de busca? </li></ul><ul><li>Controle – quais os critérios para aparecer no topo dos resultados? </li></ul><ul><li>Privacidade? </li></ul>
    68. 68. <ul><li>Conclusões </li></ul>
    69. 69. <ul><li>Validando a credibilidade da informação </li></ul><ul><li>Cedendo controle </li></ul><ul><li>Novos conjuntos de habilidades e competências </li></ul><ul><li>Propaganda Sec XX vs. BUSCA Sec XXI </li></ul>
    70. 70. Martha Gabriel me , www.martha.com.br e-mail me , [email_address] follow me , twitter.com/marthagabriel

    ×