Anapolis GO Apresentação

721 views

Published on

Apresentação feita em evento organizado em Anápolis pela GAP na UEG em 10 de setembro de 2009

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
721
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
8
Actions
Shares
0
Downloads
9
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide
  • A look at the current discourse on sustainability
  • Innovation cluster Direct support Policy framework (for business opportunities) Subsidy schemes (market development)
  • Public relation campaigns Subsidy schemes Energy agency (for consultancy) Roof space for investment funds (citizens as shareholders) Public discourse (local pride, identity)
  • Tourism promotion: „Green City“ label City marketing Support of specialist visitor groups (experts, journalists, political delegations) Cooperation with tourist operators (hotels, specialised tour guides) Solar landmark projects
  • Anapolis GO Apresentação

    1. 1. Ro adshow de Ricardo Neves 10 de setembro de 2009 Anápolis GO
    2. 3. 2020
    3. 5. Ricardo Neves, Colunista
    4. 6. Ricardo Neves, Autor 2004 2006 2007
    5. 7. Expedições de Ricardo Neves em Busca de Inovações & Mudanças de Ruptura
    6. 8. <ul><li>TEMAS </li></ul><ul><li>Mudanças de comportamento </li></ul><ul><li>Novos estilos de vida </li></ul><ul><li>Inovação tecnológica </li></ul><ul><li>Empreendedorismo </li></ul><ul><li>Mudanças de gestão </li></ul><ul><li>Políticas inovadoras </li></ul><ul><li>Cidades, etc </li></ul>Expedições de Ricardo Neves em Busca de Inovações e Mudanças de Ruptura
    7. 9. ISRAEL Expedições de Ricardo Neves em Busca de Inovações & Mudanças de Ruptura
    8. 11. NASDAQ 2007 328 empresas não sediadas nos EUA Israel: país com o maior número de empresas (77) ‏
    9. 15.
    10. 16.
    11. 17. 2020
    12. 18. ALEMANHA O país na vanguarda das energias renováveis Expedições de Ricardo Neves em Busca de Inovações & Mudanças de Ruptura
    13. 19. <ul><ul><li>5 o. Consumidor mundial de energia elétrica </li></ul></ul><ul><ul><li>600 bilhões KWH </li></ul></ul><ul><ul><li>1/3 produzido por nukes </li></ul></ul><ul><ul><li>19 usinas em 2000  0 em 2021 </li></ul></ul>
    14. 23. adopted 1986
    15. 29. Vauban
    16. 30. &quot;Heliotrop&quot; by solar architect Rolf Disch
    17. 32. www.solarregion.freiburg.de
    18. 34. Video da Expedição à Alemanha
    19. 35. “ A dificuldade não está nas novas idéias, mas em escapar das velhas, que se enraizam por todos os cantos de nossa mente.” John Maynard Keynes
    20. 36. Renascença Digit@l
    21. 37. Ondas de Inovação 1785 1845 1900 1950 1990 2020 1 a. onda 2 a. onda 3 a. onda 4 a. onda 5 a. onda Caldeira vapor Estrada ferro Aço Algodão Eletricidade Química Motor combustão interna Tecnologia da Informação Biotecnologia Petro química Eletrônica Aviação Espaço Ferro Energia hidráulica Mecanização da indústria textil Comércio
    22. 38. 6 a. Onda de Inovação …
    23. 39. <ul><li>Ecologia industrial </li></ul><ul><li>Energias renováveis </li></ul><ul><li>Biomímica </li></ul><ul><li>Nanotecnologia </li></ul><ul><li>Química ambiental </li></ul><ul><li>Design de sistemas sustentáveis </li></ul>6 a. Onda de Inovação Sustentabilidade Elevar de forma radical a produtividade dos recursos físicos
    24. 40. <ul><li>Educação Permanente </li></ul><ul><li>Mudança nos Paradigmas da Educação de Jovens </li></ul><ul><li>Troca da mobilidade física por acessibilidade digital e intensificação da capacidade de networking </li></ul><ul><li>Integrações multidisciplinares (Ciências da vida, psicologia, economia, antropologia, etc. etc.) </li></ul>6 a. Onda de Inovação Sociedade do Conhecimento Elevar de forma radical a capacidade produtiva das Pessoas
    25. 41. <ul><li>Como a Tecnologia da Informação mudou tudo... </li></ul>
    26. 42. Setor Bancário <ul><li>1 a onda (1987/1996) </li></ul><ul><li> Caixas eletrônicos </li></ul>870 mil - 1987 Empregos 410 mil - 1996 382 mil - 2003 2 a onda (1997/2005)  Internet banking 3 a onda (2006/...)  Mobile banking R$0,64 Custo/transação por clientes em agência = R$3,19 R$0,15 R$0,15
    27. 43. Setor automobilístico <ul><li>1986  157 mil empregados  um milhãos de veículos </li></ul><ul><li>2004  101 mil empregados  2,1 milhões de veiculos </li></ul>
    28. 44. Produtividade Empregos 2000, 2005, 2010, 2015, 2020, 2025, 2030,...........
    29. 45. Pessoas e Empresas do Século XXI Trabalho em Arranjos em Rede (Clusters) Produtivos
    30. 46. Crise
    31. 47. É agora que a CRIATIVIDADE se torna mais importante que o CONHECIMENTO
    32. 48. A Grande Transformação A d igitalização da S ociedade Pós -I ndustrial
    33. 49. Sociedade Digital Global Conhecimento Produção econômica Cultura Estilos de vida Educação Relações sociais Entretenimento e Lazer Política Governo TI
    34. 50. Sociedade Pós Industrial ?
    35. 51. “ Necessitamos de uma teoria econômica que coloque o CONHECIMENTO no centro de processo de produção de riqueza.” Peter Drucker, 1993
    36. 52. NOVA ECONOMIA
    37. 53. Setor Primário: agricultura e extrativismo Setor Secundário: indústria e produtos manufaturados Setor Terciário: comércio e serviços Economia do final do Século XX Sociedade Pós-industrial
    38. 54. Setor Primário: agricultura e extrativismo Setor Secundário: indústria e produtos manufaturados Setor Terciário: comércio e serviços Economia do do Século XXI Sociedade do Conhecimento Setor Quaternário Setor Quinário
    39. 55. Quaternário: A sociedade informatizada <ul><li>Tecnologia de Informação (TI) ‏ </li></ul><ul><li>Software </li></ul><ul><li>Hardware </li></ul><ul><li>Telecom </li></ul><ul><li>Serviços de alto valor agregado que são fortes usuários de TI </li></ul>
    40. 56. Quinário: Conhecimento, Criatividade & Inovação
    41. 57. Quinário: = Patentes Copyright Trade Mark
    42. 58. <ul><li>PRODUÇÃO DE PATENTES & PROPRIEDADE INTELECTUAL </li></ul><ul><li>Internet, </li></ul><ul><li>Modas, </li></ul><ul><li>Design </li></ul><ul><li>Robótica, </li></ul><ul><li>Biotecnologia </li></ul><ul><li>Engenharia genética </li></ul><ul><li>Nanotecnologia </li></ul><ul><li>Universidades </li></ul><ul><li>Serviços de saúde high-tech </li></ul><ul><li>Consultoria de alto nível </li></ul>
    43. 59. Quinário: Conhecimento, Criatividade e Inovação <ul><li>Entretenimento </li></ul><ul><li>Livros </li></ul><ul><li>Filmes </li></ul><ul><li>Produções culturais </li></ul><ul><li>Artes plásticas </li></ul><ul><li>Artes cênicas </li></ul><ul><li>Artes musicais </li></ul><ul><li>Eventos, </li></ul><ul><li>Feiras, </li></ul><ul><li>Exibições </li></ul><ul><li>Esportes </li></ul><ul><li>ONGs </li></ul>
    44. 60. O progresso e o desenvolvimento tem duas avenidas A Velha economia: países que seguem a receita do mais-do-mesmo A Nova Economia: países que buscam inovação
    45. 61. “ A imaginação é mais importante que o conhecimento”   Albert Einstein, F í sico alemão (1879-1955) ‏
    46. 62. INOVAÇÃO MUDANÇA TRADICIONALISTAS GAME-CHANGERS REATIVAS CRIATIVAS
    47. 63. “ Os impérios do futuro serão os impérios da mente.” Winston Churchill, 1942
    48. 64. Como se faz GAMECHANGER ?
    49. 65. O círculo virtuoso do desafio de uma organização GAMECHANGER Atração e Permanência de Talentos Criativos Gestão da Mudança Gestão da Inovação
    50. 66. O triplo desafio das organizações na evolução rumo à economia do conhecimento <ul><li>Atrair os talentos criativos </li></ul><ul><li>Incentivar o espírito de inovação </li></ul><ul><li>Buscar evoluir de forma proativa </li></ul>
    51. 67. Há dois tipos de pessoas que não interessam à uma boa empresa: <ul><li>as que não fazem o que se manda </li></ul><ul><li>as que só fazem o que se manda </li></ul>- Henry Ford -
    52. 68. <ul><li>FUNCIONÁRIOS </li></ul>Travados, Enrolados, Enroladores e Sabotadores…. Talentos Criativos e Inovadores Gameplayers Gameblockers Game-changers
    53. 69. <ul><li>A gestão da inovação </li></ul>
    54. 70. Prioridades da Gestão de Inovação em Organizações Empresariais Criação de Diferencial Neutralização de Concorrência Aumento de Produtividade Inovações de Descarte (não criam valor econômico)
    55. 71. <ul><li>A gestão da mudança </li></ul>
    56. 76. Comando e Controle versus Conselhos e Comitês
    57. 77. Comando & Controle (“Exércitos”) Conselhos e Comitês (“Comandos”) Hierárquico Orientado por missão Burocrático Aberto Programado Inovador Homogêneo Heterogêneo Quantitativo Qualitativo Seguro Incerto Qualidade mais dependente do controle de processos Qualidade fortemente dependente do talento criativo individual
    58. 78. SOCIEDADEDIGITAL GLOBAL
    59. 79. Admirável Novo Mundo Digital <ul><li>Mais globalizado, </li></ul><ul><li>Mais complexo </li></ul><ul><li>Mais interdependente </li></ul>
    60. 80. Muito Obrigado!
    61. 81. www.ricardoneves.com.br

    ×