Lar Assistencial Rubataiana – Centro de Apoio e orientação
Facilitador: Ricardo Plaça medicina.psionica@gmail.com
Apostila...
Lar Assistencial Rubataiana – Centro de Apoio e orientação
Facilitador: Ricardo Plaça medicina.psionica@gmail.com
Apostila...
Lar Assistencial Rubataiana – Centro de Apoio e orientação
Facilitador: Ricardo Plaça medicina.psionica@gmail.com
Apostila...
Lar Assistencial Rubataiana – Centro de Apoio e orientação
Facilitador: Ricardo Plaça medicina.psionica@gmail.com
Apostila...
Lar Assistencial Rubataiana – Centro de Apoio e orientação
Facilitador: Ricardo Plaça medicina.psionica@gmail.com
Apostila...
Lar Assistencial Rubataiana – Centro de Apoio e orientação
Facilitador: Ricardo Plaça medicina.psionica@gmail.com
Apostila...
Lar Assistencial Rubataiana – Centro de Apoio e orientação
Facilitador: Ricardo Plaça medicina.psionica@gmail.com
Apostila...
Lar Assistencial Rubataiana – Centro de Apoio e orientação
Facilitador: Ricardo Plaça medicina.psionica@gmail.com
Apostila...
Lar Assistencial Rubataiana – Centro de Apoio e orientação
Facilitador: Ricardo Plaça medicina.psionica@gmail.com
Apostila...
Lar Assistencial Rubataiana – Centro de Apoio e orientação
Facilitador: Ricardo Plaça medicina.psionica@gmail.com
Apostila...
Lar Assistencial Rubataiana – Centro de Apoio e orientação
Facilitador: Ricardo Plaça medicina.psionica@gmail.com
Apostila...
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Apostila obsessão lar rubataiana -doc - 01 doc

355 views

Published on

0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
355
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
27
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Apostila obsessão lar rubataiana -doc - 01 doc

  1. 1. Lar Assistencial Rubataiana – Centro de Apoio e orientação Facilitador: Ricardo Plaça medicina.psionica@gmail.com Apostila 01 1 1 Com Quem Tu Andas: Obsessão Simples - Complexa e Transtornos Psiquiátricos
  2. 2. Lar Assistencial Rubataiana – Centro de Apoio e orientação Facilitador: Ricardo Plaça medicina.psionica@gmail.com Apostila 01 2 2 Embora seja um trabalho de intensa pesquisa e prática, este não é um trabalho científico. É muito mais um trabalho de compilação e organização de vários conceitos, vivências, hipóteses e fatos, estudados ou trazidos não só por mim, mas também por vários outros autores, pesquisadores, estudiosos da área espiritual e mediúnica. O projeto que deu origem a este material é, por isto e de muitas maneiras, um trabalho inédito, compostos em parceria com irmãos encarnados e desencarnados, dentro e uma perfeita simbiose de ideais e trabalho, sob a coordenação de Jamal, Aton e Ramal, espíritos Universalistas que colaboram com o Lar Assistencial Rubataiana neste exato momento. Inédito pela proposta que não é, como na maioria dos casos, de formar somente médiuns, pois todos somos médiuns independente de aceitar ou não, mas de esclarecer pessoas sobre a mediunidade em si mesma e sobre a mediunidade de cada um. Inédito pelo ambiente em que foi conduzido: universalista, livre de preconceitos, dogmas, fanatismos, radicalismos e ranços de qualquer tipo, e distante das pretensões de grupos, que tentam chamar para si todas as verdades. Inédito pelo conteúdo amplo, diversificado e abrangente, que se permitiu buscar referências nas mais diferentes correntes, doutrinas, técnicas e filosofias, inclusive as mais tradicionais, tentando ser o mais completo e livre possível, sem deixar de estar comprometido com a responsabilidade, o discernimento e o esclarecimento do maior número possível de pessoas. Inédito por vários conceitos nele contemplados, que ainda não constam da literatura considerada oficial sobre o assunto, mas, nem por isso, menos válidos, uma vez que são vivenciados por muitos médiuns, em diversos lugares e situações. Inédito pela abordagem bem humorada, leve e despojada com que foi tratado, desmistificando médiuns e desmistificando a mediunidade. Inédito pela linguagem simples, popular e didática com que os temas foram tratados, permitindo que todas as pessoas pudessem compreendê-los sem rodeios, sem receios e sem meias palavras. Inédito pela pessoa que o idealizou, nosso Amigo e Irmão Espiritual Dr. ZATHUR (médico induchines) que faz parte da falange de Ramatis, que montou e concretizou, sendo eu mesmo médium há tanto tempo e poucas vezes tendo visto os próprios médiuns (irmãos do Mundo Maior – Espírito) falarem e esclarecerem sobre mediunidade. Inédito para mim que, mesmo estando em contato com a mediunidade há mais de 32 anos e envolvido com cursos mediúnicos há alguns anos, nunca tive a oportunidade de tratar do assunto de forma tão aberta e abrangente, para um público tão eclético. É justamente por seu caráter inusitado que este trabalho não tem como nunca teve a pretensão de ser definitivo ou de fechar questão em qualquer dos temas e Considerações Iniciais
  3. 3. Lar Assistencial Rubataiana – Centro de Apoio e orientação Facilitador: Ricardo Plaça medicina.psionica@gmail.com Apostila 01 3 3 conceitos que explora. Muito pelo contrário, é por saber-se inusitado que, acima de tudo, pretende ser apenas mais uma contribuição que mereça ser modificada, aperfeiçoada, complementada, enriquecida, criticada, analisada e posta à prova por aqueles que realmente se interessam pelo assunto, estudando e observando os médiuns e os fenômenos mediúnicos, assim como os aspectos que norteiam os assuntos pertinentes a obsessão, desobsessão e os transtornos psiquiátricos. Se alcançarmos este merecimento da análise séria e da crítica construtiva e responsável, já nos daremos por felizes, pois teremos, com certeza, cumprido o papel original a que nos propusemos: promover o conhecimento da mediunidade por meio de diálogo franco, aberto e universalista. Definição: A palavra „energia‟ vem do grego ENÉRGEIA e significa atividade ou movimento. O prefixo „bio‟ também vem do grego BIOS e significa vida. Assim, energia é movimento ou atividade, e bioenergia é o movimento ou atividade da vida ou de tudo o que é vivo; ou o movimento/atividade que caracteriza tudo o que tem vida. Hoje a Física já reconhece que tudo no universo é energia, em variados graus de condensação. Assim, até a matéria mais grosseira de que é feito o nosso corpo físico é energia e, portanto, é movimento. Se tudo no universo é energia e energia é movimento, tudo possui uma vibração característica, uma pulsação, uma freqüência própria, de acordo com a velocidade com que o seu movimento próprio se repete num determinado espaço de tempo. ENERGIAS e BIOENERGIAS Estudando o “SER”.
  4. 4. Lar Assistencial Rubataiana – Centro de Apoio e orientação Facilitador: Ricardo Plaça medicina.psionica@gmail.com Apostila 01 4 4 A. energia cósmica ou imanente - é o principio vital que interpenetra e nutre a todas as coisas do universo interdimensional. É, aparentemente, onipresente e impessoal, permeando praticamente todos os planos de manifestação. B. energia consciencial ou pessoal - é a energia cósmica que a consciência (espírito) absorve e emprega em todas as suas manifestações. Essa energia consciencial é chamada, em geral, de energia anímica ou magnetismo pessoal. Ao ser metabolizada pela consciência, a energia cósmica deixa de ser impessoal e assume as características pessoais da criatura. As energias que os seres vivos absorvem e metabolizam são oriundas de fontes variadas, tais como o Sol, o espaço infinito, o próprio planeta, a água, os outros astros do universo, e outras fontes básicas como: 1. Ar atmosférico, através do aparelho respiratório e da pele; 2. Alimentação com sólidos e líquidos, através do aparelho digestório; 3. Absorção de energia pelos chacras; 4. Sono, através da descoincidência dos veículos de manifestação da consciência; 5. Projeção da consciência, através da absorção energética no plano astral. Os ocultistas orientais dividiram essas energias em três grupos principais distintos: A. Fohat (eletricidade): energia conversível em calor, luz, som, movimento, etc.; B. Prana (vitalidade): energia integrante que coordena as moléculas e células físicas e as reúne num organismo definido. O prana, por sua vez, divide-se em cinco tipos: 1. Prana - concentra-se no cérebro e move-se para baixo governando a respiração. Está ligado à inteligência, à sensibilidade, às funções motoras principais. Penetra no corpo sutil pelo chacra da coroa ou coronário, situado no alto da cabeça, e pela inspiração do ar passando pelas narinas. É o principal tipo de energia cósmica. 2. Vyana - concentra-se no coração. Age no corpo inteiro governando o sistema circulatório, as articulações e os músculos. É captado do ar inspirado nos pulmões e da energia dos alimentos. Tipos e Fontes de Energias
  5. 5. Lar Assistencial Rubataiana – Centro de Apoio e orientação Facilitador: Ricardo Plaça medicina.psionica@gmail.com Apostila 01 5 5 3. Samana - concentra-se no intestino delgado, governa o aparelho digestivo e é captado principalmente pela energia vital doa alimentos vivos (sementes, frutas, etc.). 4. Udhana - concentra-se na região da garganta e governa a fala, o teor da voz, a força vital, a força de vontade, o esforço, a memória e a exalação do ar. É captado sobretudo da energia que advém do chacra da garganta. 5. Apana - concentra-se no baixo ventre, governa a evacuação e a micção, a potência sexual, o fluxo menstrual e o processo de parto. É captado pelo chacra localizado na base da coluna, básico, e pelo dos órgãos genitais (chacra sexual ou genésico). C. Kundalini (fogo serpentino): energia primária, violenta, estruturadora das formas. É oriunda do centro do planeta, também captada pelo chacra básico. Uma vez que, depois de absorvida, a energia cósmica se transforma em energia consciencial ou pessoal, assumindo as características vibratórias pessoais da criatura que a absorveu, natural que falemos da relação entre energias, pensamentos e sentimentos. Pensamentos e sentimentos são atividades pessoais dinâmicas e contínuas de cada consciência. Todos as criaturas pensam e sentem 24 horas por dia, acordadas ou adormecidas. E são os seus pensamentos e sentimentos que as identificam espiritual e energeticamente no universo. Por serem atividades muito dinâmicas, pensamentos e sentimentos agem facilmente nas energias ambientes e de outras criaturas, atuando diretamente sobre elas, interferindo em suas características, intensificando-as ou anulando-as, ao mesmo tempo em que sofrem a ação de todas elas. Natural, portanto, que pensamentos e sentimentos sejam captadores, transformadores e emissores ou irradiadores de energias, de consciência para consciência, entre consciência e ambiente, da consciência para si mesma, etc. Vejamos o que diz Ricardo Di Bernardi, médico homeopata, espírita, presidente da Associação Médica Espírita de Santa Catarina: “Nós, médicos homeopatas e espíritas, procuramos esclarecer que a origem das doenças costuma estar numa causa ou fator de origem espiritual. Ou seja, quem adoece Energias, Pensamentos e Sentimentos
  6. 6. Lar Assistencial Rubataiana – Centro de Apoio e orientação Facilitador: Ricardo Plaça medicina.psionica@gmail.com Apostila 01 6 6 inicialmente é a alma do indivíduo. Seus sentimentos e pensamentos fragilizam-no, permitindo que adoeça.” “Adoecemos, quase sempre, pelo desequilíbrio psíquico, o qual provoca uma alteração energética (fluídica), que irá repercutir depois no corpo físico.” Daí a importância do conselho de Jesus quando disse “orai e vigiai”. Não se trata de algo místico, misterioso ou religioso, mas de regra básica de bem estar físico, espiritual e energético, pois quando vigiamos nossos pensamentos, alinhando-os cosmoeticamente, e mantemos nossos sentimentos em “oração”, ou seja, voltados para o amor incondicional e irrestrito que, em essência, é o próprio Deus ou o que quer que entendamos como o ser supremo do universo, não há como não estarmos em sintonia com o bem maior, o bem universal, o bem de tudo e de todos, inclusive o nosso próprio. Assim como as pessoas, os alimentos também têm energias e características próprias. Há os mais densos e os mais leves, os mais excitantes e os mais calmantes, os mais e os menos gordurosos, os de mais difícil digestão, os mais ricos em vitaminas, em proteínas, em água, etc. Cada uma dessas características físicas tem o seu correspondente energético, ou seja, de acordo com as características materiais de um determinado alimento é possível determinar algumas de suas características bioenergéticas. E essas características devem ser sempre consideradas pela pessoa em sua alimentação, de acordo com suas próprias características, necessidades e atividades, físicas ou espirituais. No entanto, não há receita, não há regra, não há certo e errado, não há melhor ou pior, pois as qualidades morais/espirituais/energéticas de uma consciência só são determinadas por seus pensamentos e sentimentos, não por sua alimentação, muito embora os alimentos possam INTERFERIR em suas energias. Assim, RECOMENDA-SE, SUGERE-SE, que o consumo excessivo de determinados alimentos seja EVITADO por médiuns e pessoas com atividades espirituais e energéticas regulares, especialmente nos dias de trabalho. Com base nas características materiais, fica fácil determinar quais são alguns destes alimentos: Carnes, principalmente as vermelhas, por serem de mais difícil digestão, sobrecarregando o sistema digestório, além de, muitas vezes, estarem carregadas das energias de medo e angústia porque passou o animal no momento do abate. Os animais de carne vermelha, em geral, são mamíferos e têm já uma consciência primitiva mais individualizada que lhes permite imprimir em seu corpo físico as energias dessas emoções mais densas. Já os animais de carne branca têm um nível de consciência mais Energias e Alimentação
  7. 7. Lar Assistencial Rubataiana – Centro de Apoio e orientação Facilitador: Ricardo Plaça medicina.psionica@gmail.com Apostila 01 7 7 primitivo e mais grupal, e não conseguem ter essa percepção de si mesmos e do momento do abate. Sobre o efeito da carne vermelha para o médium, vejamos também o que diz o Dr. Ricardo Di Bernardi em sua coluna: “Os amigos espirituais nos falam que é bom evitar carne vermelha nos dias de sessão mediúnica. Dizem eles que a carne dos mamíferos possui energia vital de densidade muito semelhante à nossa, o que leva a uma aderência maior desta energia ("fluido vital”) ao nosso campo de energia vital. “Vamos emitir uma hipótese como exercício de raciocínio, e não como “verdade doutrinária”. “Lembramos que o mamífero foi morto precocemente, portanto cheio de vida, ou seja, de energia vital em seus tecidos para uma encarnação de muitos anos ainda. Sua carne, portanto, encontrava-se plena de energia vital ("fluido vital"). Parte deste fluido vital permanece nos matadouros e costuma ser vampirizada pelos espíritos enfermos e desequilibrados que tenham o corpo astral (perispírito) muito denso. Outra parte desta energia vital, não sendo vampirizada, e não retornando à massa de energia do universo, como ocorre nas mortes naturais, fica impregnada na carne”. “Ao ingerirmos a carne (nos referimos, em especial, aos mamíferos), há uma decomposição ou fragmentação de seus subcomponentes (aminoácidos, etc.), os quais serão absorvidos pelo nosso sangue. A energia vital é também absorvida, encaminhando-se para o nosso corpo vital (denominação de Kardec), ou corpo etérico, que é o campo de energia fixadora do perispírito ao corpo biológico. Este corpo vital (corpo etérico), ao absorver esta energia vital do mamífero, torna-se mais denso, mais "oleoso", dificultando o trânsito das energias do corpo biológico para o corpo espiritual (perispírito)” Esta dificuldade acarretaria: 1. Maior dificuldade no desdobramento mediúnico 2. Maior dificuldade na captação de energias espirituais 3. Maior dificuldade na doação de energias pelo passe 4. Maior dificuldade em receber o passe e, com o passar dos anos, crescente dificuldade nos sentidos mencionados” Conclusão: Os mentores espirituais pedem para não se comer carne vermelha nos dias de sessão (se possível nunca) por uma razão científica (ciência deles), e não por qualquer motivo piegas. Quando disse Jesus: "atirai vossas redes ao mar ", poderíamos entender, também, ser melhor nos alimentarmos de peixes. Brincando, diríamos: Claro, o peixinho é limitado (burrinho), nem pineal desenvolvida tem, quase como um sincício espiritual ou alma-grupo. Não existe uma individualidade bem constituída em peixes, como existe em mamíferos. Portanto, o fluido vital dos peixes não tem a mesma característica dos animais superiores. Seria quase como nos vegetais, onde um conjunto de mudas de
  8. 8. Lar Assistencial Rubataiana – Centro de Apoio e orientação Facilitador: Ricardo Plaça medicina.psionica@gmail.com Apostila 01 8 8 grama é formado por centenas de princípio espirituais que se fundem em um gramado sem individualidade (alma-grupo, uma denominação esotérica, mas o raciocínio é o mesmo dos espíritas). A individualidade, conforme Jorge Andréa e outros autores encarnados e desencarnados, só se atinge nos lacertídeos (embriões de largatos), e os peixes, pela pineal quase inexistente, ainda não têm esta organização. a. Café, alguns chás e chocolate, por serem excitantes e estimulantes reconhecidos; b. Bebidas alcoólicas em geral, por intoxicarem o sangue e o sistema nervoso, interferindo na lucidez, nos reflexos, na memória, na sensibilidade e na capacidade de raciocínio; além de impregnarem o duplo etérico e provocarem um relaxamento artificial de suas energias em relação ao corpo físico. c. Açúcar e frutas secas como nozes, castanhas, amêndoas, etc., por serem altamente energéticos, quentes e/ou oleosos. Estas são apenas SUGESTÕES básicas e cada um deve adaptá-las às suas próprias necessidades e características, acrescentando ou retirando itens desta lista, sempre que julgar conveniente. Além destes alimentos, citaríamos também as drogas, em geral, inclusive o fumo, de qualquer tipo, e os medicamentos que atuam diretamente sobre o sistema nervoso, como que interferem na qualidade de nossas energias vitais e, consequentemente, na qualidade do nosso trabalho espiritual. Limpeza energética é toda e qualquer prática que melhore a qualidade das energias de alguém, eliminando e transformando energias pesadas e prejudiciais, e não precisa, nem deveria, ser promovida de fora para dentro ou por terceiros. Qualquer criatura está habilitada, pela própria natureza, a fazer sua própria limpeza energética, harmonizando-se e mantendo-se equilibrada. Qualquer um é capaz de captar, transformar e emitir energias, bastando para isso disparar pensamentos e sentimentos adequados, por meio da VONTADE. Quando se fala em “força de vontade”, tem-se a idéia de algo puramente filosófico, ou apenas de força de expressão. No entanto, a vontade é, de fato, uma força que, quando acionada por nós, pode muito, especialmente quando associada a pensamentos e sentimentos elevados. Um pensamento alimentado pela vontade pode “mover montanhas” de dificuldades, dores, perseguições, traumas, etc. E é por meio dessa força natural, com Limpeza e Harmonização Energética
  9. 9. Lar Assistencial Rubataiana – Centro de Apoio e orientação Facilitador: Ricardo Plaça medicina.psionica@gmail.com Apostila 01 9 9 que todos estamos equipados, que se pode realizar uma limpeza energética contínua, evitando que influências negativas do ambiente e de outras criaturas possam penetrar nosso campo energético e interferir em nosso bem estar. Além da capacidade natural que todos temos de realizar nossa própria limpeza e harmonização energética, dispomos ainda de alguns métodos que podem ajudar nesse processo, facilitando o fluxo das energias e favorecendo a sua harmonização. Esses métodos são conhecidas por vários nomes como prece, passe, bênção, johrei, benzimento, reiki, cura prânica, homeopatia, acupuntura, yoga, etc. e muitos deles usam, principalmente, as mãos como instrumentos. Isso se explica pelo chamado “poder das pontas” descrito em Física e também aplicável nos meios espiritualistas. Antes de ser irradiada, é nas mãos que a energia se concentra, direcionada, principalmente, pela vontade que, por sua vez, é disparada pelos pensamentos e pelos sentimentos. Definição, funções e nomenclatura: Segundo Wagner Borges, em seu livro Viagem Espiritual II, duplo etérico “é um campo energético bastante densificado, através do qual o psicossoma se une ao corpo físico. É uma zona intermediária, pela qual passam as correntes energéticas que mantêm o corpo humano vivo. Sem essa zona intermediária, a consciência não poderia utilizar as células de seu cérebro físico, pois as emanações emocionais, oriundas do seu psicossoma, não teriam acesso à matéria física.” Já segundo Ricardo Di Bernardi, o “ duplo etérico é um invólucro energético, vibratório, luminoso, vaporoso e provisório que coexiste, estruturalmente, com o corpo físico e o circunvolve. Está ligado à doação ou exteriorização de energias, pois no duplo etérico é que se situam os chakras ou centros de força. O duplo etérico tem importante papel nas terapias energéticas e é muito confundido com o perispírito ou corpo astral. É o veículo e a reserva da nossa energia vital absorve o fluido vital e o distribui pelo corpo humano, além de transformá-lo em fluidos sutis enviando-os ao corpo astral (perispírito). É também o principal responsável pela elaboração do ectoplasma nos processos de irradiação, passes magnéticos e similares, em que há projeção de energia vital do corpo etérico em direção ao paciente. Magos, médiuns, paranormais, feiticeiros, etc, usam (conscientemente ou não), a projeção de seu corpo etérico com finalidade terapêutica ou criminosa.” Duplo Etérico
  10. 10. Lar Assistencial Rubataiana – Centro de Apoio e orientação Facilitador: Ricardo Plaça medicina.psionica@gmail.com Apostila 01 10 10 O duplo é uma camada energética, que varia entre 1 e 5 cm de espessura, mais sutil que o corpo físico e mais densa que o perispírito, composta de fluido vital, uma modificação do fluido cósmico universal (energia cósmica), a qual tem a função de servir de "combustível vibracional" para o corpo físico e elemento de ligação entre o perispírito (ou psicossoma) e o corpo físico durante a encarnação, já que esses dois corpos têm densidades energéticas e padrões vibratórios bastante diferentes. Para se ter uma idéia (bem grosseira), vamos imaginar um aparelho de ultra- som. Para que haja a perfeita integração entre as ondas que o aparelho emite (muito sutis) e o corpo físico do paciente (muito denso em relação às ondas), o médico usa um gel de contato, garantindo que não haverá falhas na transmissão das ondas, que as mesmas chegarão inteiras ao corpo do paciente e serão captadas de volta com perfeição pelo aparelho. Bem, o duplo etérico seria o gel de contato entre o perispírito (muito sutil) e o corpo físico (muito denso em relação ao perispírito), funcionando como uma zona de contato perfeito entre os dois, garantindo perfeita transmissão de energias. Muita gente considera o duplo como um corpo, outros preferem dizer que é apenas a camada energética que emana do corpo físico, e por aí vai. Pessoalmente, pelo que tenho estudado e visto, não considero o duplo etérico um corpo propriamente, mas apenas um elo energético (em FORMATO vaporoso-energético de corpo humano), entre o corpo físico e o perispírito durante a encarnação, funcionando também como uma "bateria", de onde o corpo físico tira as energias mais sutis para o seu funcionamento e onde estão também os chacras ou centros de força de que tanto se fala. É isso também o que diz Dr. Di Bernardi quando afirma que “o duplo etérico traz, em si, a programação do tempo de vida física do indivíduo e possui um “quantum” de energia vital. O corpo etérico não atua como veículo separado, individual, para a manifestação da consciência, nem está apto a captar informações, por não ter paracérebro (ao contrário do corpo astral = perispírito).” De acordo com a linha de pensamento, o duplo etérico pode também receber vários outros nomes como corpo vital, corpo bioplasmático, duplo energético, corpo etérico, corpo energético, holochacra, duplo vital, etc. Características: Em seu livro Viagem Espiritual II, Wagner Borges diz que “o duplo etérico é observado pelos clarividentes como uma distinta massa de neblina cinza-violeta, debilmente luminosa, que interpenetra a parte densa do corpo físico e se estende um pouco mais além deste.
  11. 11. Lar Assistencial Rubataiana – Centro de Apoio e orientação Facilitador: Ricardo Plaça medicina.psionica@gmail.com Apostila 01 11 11 Segundo o parapsicólogo brasileiro Hernani G. Andrade, “o duplo etérico parece ser mais uma matriz energética do que propriamente um corpo. É um campo de força vital que permeia cada parte do corpo físico. Ele é o pano de fundo, a verdadeira substância de base para a matéria física. É constituído de uma trama, ou rede, de nádis de energia, os quais, em suas dezenas de milhares, são entrelaçados e formam, em certas localizações, vários pontos focais, dos quais os mais importantes receberam dos hindus o nome de "chacras". “ Já Barbara Ann Brennan, em seu livro Mãos de Luz, diz que “o corpo etérico (a palavra vem de éter, estado intermediário entre a energia e a matéria), se compõe de minúsculas linhas de energia, “qual teia fulgurante de luz”, parecidas com as linhas numa tela de televisão. Tem a mesma estrutura do corpo físico e inclui todas as partes anatômicas e todos os órgãos. “O corpo etérico consiste numa estrutura definida de linhas de força, ou matriz de energia, sobre a qual se modela e firma a matéria física dos tecidos do corpo.” “A estrutura do corpo etérico, semelhante a uma teia, está em constante movimento. Para a visão clarividente, faíscas de luz branco-azulada se movem ao longo das linhas de energia por todo o denso corpo físico. O corpo etérico se estende de um quarto de polegada (6,34 mm) a duas polegadas (50,78 mm) além do corpo físico e pulsa num ritmo de cerca de 15 a 20 ciclos por minuto.” “A cor do corpo etérico varia do azul-claro ao cinzento. O azul-claro foi ligado a uma forma mais fina que o cinzento. Ou seja, uma pessoa mais sensível, com um corpo sensível, tenderá a ter uma primeira camada azulada, ao passo que um tipo robusto, mais atlético, tenderá a ter um corpo etérico mais acinzentado.”

×