Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Banda larga via satelite

1,088 views

Published on

Descrição e funcionamento da Banda larga via satelite

Published in: Technology
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Banda larga via satelite

  1. 1. Renato Cavalcante Banda Larga via Satélite
  2. 2. Tipos de Satélites • GEOestacionários: Satélites de alta órbita. Possuem uma rotação igual a da Terra. Alocação de slots pela ITU. Baixas taxas de erros. Exemplo de uso: VSATS (Very Small Aperture Terminals). • MEO: Satélites de média órbita. Levam 6horas para circular a Terra. Exemplo de uso: GPS (24 satélites Global Positin System). • LEO: Necessita de uma grande quantidade de satélites para compor um sistema. Satélites de baixa órbita. Movimentação rápida. Exemplos: Iridium e Globalstar. 2
  3. 3. Satélites de comunicação • O satélite, do ponto de vista de transmissão é uma simples estação repetidora dos sinais micro-ondas recebidos da Terra que são detectados, deslocados em frequência, amplificados e retransmitidos de volta à Terra. • Os satélites de comunicação são na sua grande maioria do tipo Geoestacionários. • As frequências mais utilizadas para comunicação via satélite são as da banda C e banda Ku, conforme a tabela abaixo. - Banda C Banda Ku Frequência de uplink (estação terrena para satélite) 5,850 a 6,425 GHz 14,0 a 14,5 GHz Frequência de downlink (satélite para estação terrena) 3,625 a 4,200 GHz 11,7 a 12,2 GHz 3
  4. 4. Arquitetura • A estação terrena VSAT é composta de um número de estações VSAT e uma estação principal (“hub station”). • A estação principal dispõe de antena maior e se comunica com todas as estações VSAT remotas, coordenando o tráfego entre elas. A estação “hub” também se presta como ponto de interconexão para outras redes de comunicação. 4
  5. 5. Métodos de acesso • PAMA (Permanent Assignment Multiple Acess) ou acesso múltiplo com alocação permanente. Quando a associação é permanente existe um canal fixo para cada VSAT • DAMA (Demand Assignment Multiple Access) ou acesso múltiplo com alocação por demanda. Alocação dinâmica existe um “pool” de canais administrados pela estação “hub” do qual são alocados os canais para cada VSAT na medida em que sejam solicitados e para o qual são liberados ao término do uso. • Principais métodos de acesso: TDMA (Time Division Multiple Acess) FDMA (Frequency Division Multiple Access) FTDMA (Frequency Time Division Multiple Access) CDMA (Code Division Multiple Access) 5
  6. 6. Banda Larga via Satélite • Motivação Com a grande evolução da internet, e o alto número de usuários, faltou infraestrutura para atender a todos. A princípio nas grandes cidades tudo foi instalado com maior rapidez, enquanto nas regiões mais afastadas não chegou a estrutura para obtenção do sinal. • Solução Criar uma forma de levar o sinal de internet a regiões afastadas dos grandes centros urbanos, que possuíam um baixo número de habitantes. Surge então o serviço de internet via satélite. 6
  7. 7. Equipamentos • Como em qualquer serviço banda larga, a internet via satélite precisa de equipamentos na residência do usuário para converter o sinal analógico da internet em dados digitais que o computador possa interpretar. Antenas parabólicas de aproximadamente 60 a 90 cm; Dois modems (enlace de envio e enlace de recebimento); Cabos coaxiais entre a antena e o modem. 7
  8. 8. Funcionamento • A banda larga via satélite possui uma grande semelhança à ADSL comum. No entanto, os dados são acessados a uma conexão direta com a antena que o usuário tem em casa, alcançando uma velocidade muito maior. • Utilizam o protocolo de internet (IP) e tecnologia multicasting, resultando em mais de 5 mil canais de comunicação que podem se servir de um único satélite. • Empresas que oferecem conexão via satélite, em dupla via: StarBand, Pegasus Express, Teledesic e Tachyon. Os serviços da Tachyon estão disponíveis nos Estados Unidos, Europa Ocidental e México. 8
  9. 9. Passo a passo 1) Você acessa a internet. 2) O Modem2 (envia dados) processa sua requisição e manda a informação para a antena. 3) A antena se encarrega de transmitir os dados para o satélite. 4) O satélite recebe sua requisição. 5) O satélite se comunica com uma antena na Terra que irá retornar os dados que você pediu. 6) A antena Base envia os dados referentes a sua navegação de volta para o satélite. 7) O satélite transmite o site que você requisitou para sua antena. 8) O Modem1 (recebe os dados) aceita os dados da antena e transmite para seu PC. 9
  10. 10. Problemáticas • Custo financeiro – como este serviço requisita alta tecnologia, tanto na residência das pessoas quanto no espaço, o custo da tecnologia ficou muito elevado, impedindo sua popularização. • Interferência – qualquer objeto que passe na frente de sua antena, ou até mesmo quando vai chover, você não consegue mais acessar a internet. • Tecnologia ultrapassada – com o desenvolvimento da tecnologia de banda larga 3G que funciona de maneira semelhante, e com uma velocidade muito maior. 10
  11. 11. Referências • JORDÃO,Fábio - Banda Larga via satélite. Publicado em 19 de fevereiro de 2009, url: http://www.tecmundo.com.br/roteador/1611-banda- larga-via-satelite.htm "HowStuffWorks - Como funciona a Internet via satélite". Publicado em 03 de abril de 2001(atualizado em 27 de dezembro de 2007) http://www.hsw.uol.com.br/questao606.htm (17 de dezembro de 2013) HUGUENEY,Carlindo. Seção: Tutoriais Transmissão: Comunicação Via Satélite. 2003, url: http://www.teleco.com.br/tutoriais/tutorialsatcom/defa ult.asp 11
  12. 12. Fim 12

×