Identidade Visual

1,763 views

Published on

Tudo sobre identidade, desde pequisa e planejamento até a criação de materiais e suas aplicações.

Published in: Design
0 Comments
8 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
1,763
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
5
Actions
Shares
0
Downloads
208
Comments
0
Likes
8
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Identidade Visual

  1. 1. LOGOS E SÍMBOLOS RENATO MELO – 2015
  2. 2. LOGOS E SÍMBOLOS RENATO MELO – 2015
  3. 3. Poder de Síntese Deixe sempre sua mensagem bem clara. É comum acrescentar selos e caixas atrás para reforçar a tipologia e mensagem.
  4. 4. PROPORÇÃO ÁUREA
  5. 5. Pitágoras “O universo é tão lógico quanto a matemática e gira em torno do número 4”
  6. 6. O número 4: É o número representado pelo quadrado. Porém, nada na natureza é simétrico como o quadrado.
  7. 7. Retângulo Áureo ou Espiral Áurea Foi ai que Pitágoras inventou um espiral dentro do quadrado. E, até hoje, ele é utilizado tanto pela natureza quanto pelo homem.
  8. 8. Fique tranquilo O retângulo áureo ou espiral áurea serve para agilizar o nosso trabalho, nos fornecendo a proporção exata. Várias vezes nós já chegamos neste resultado de maneira irracional.
  9. 9. Há várias empresas que adotam a proporção áurea para construir o logo perfeito.
  10. 10. INTRODUÇÃO AO BRANDING RENATO MELO – 2015
  11. 11. MAS, AFINAL... O QUE É BRANDING?
  12. 12. Branding é: O conjunto do posicionamento e do valor agregado.
  13. 13. Branding em 2015 Cada vez mais difícil. As pessoas não são mais tão ingênuas...
  14. 14. FELICIDADE!!! O BRANDING DA COCA
  15. 15. Felicidade No Porto Rico, a Coca Cola substituiu o url do site por um emoji feliz.
  16. 16. Felicidade
  17. 17. Felicidade
  18. 18. Felicidade
  19. 19. Felicidade
  20. 20. COMO AS MARCAS MANIPULAM VOCÊ RENATO MELO – 2015
  21. 21. ELEMENTOS DO BRANDING #1 O MEDO QUE VENDE...
  22. 22. Álcool em gel US$ 402 mi de faturamento em 5 anos Gripe suína e Gripe Asiática
  23. 23. Victoria Secret = Proteção + Acessório Moda
  24. 24. Mas... CDC nunca falou que o álcool em gel auxilia na prevenção... E mais: Álcool = uso nas mãos Gripe = transmissão pelo ar
  25. 25. Klenex lança linha de lenços antivirais, capaz de matar 99,9% dos vírus do resfriado e da gripe em 15 minutos.
  26. 26. Empresas como Wallmart e Target utilizam uma empresa especial para auxiliá-los no ajuste dos estoques para lucrar com previsões de furacões, incêndios, nevascas, etc
  27. 27. Por que isso é Branding? 1 – As autoridades levaram dias para reagir após a catástrofe do Kattrina 2 – Wallmart trabalhou sem parar e deixou lojas abastecidas com água, lanterna, pilhas, sopas e carnes em conserva
  28. 28. Wallmart = Super Herói Você pode confiar Preocupação com clientes Valor agregado para a marca
  29. 29. ELEMENTOS DO BRANDING #2 O FRESCOR...
  30. 30. Whole Foods Market: Tudo é colocado para que você se sinta seguro em comprar produtos frescos e naturais.
  31. 31. McDonald’s! Fast Food Clássico, utilizando vermelho e amarelo. Dá para mexer?
  32. 32. Sim! O trabalho realizado para o McDonald’s: -Ketchup com aparência de gelado/conservado -Folhas verdes pintadas no interior de luminárias -Exposição de tomates e legumes na vitrine
  33. 33. Mudanças por causa de resultados!
  34. 34. Outro símbolo de pureza e frescor: Frutas! -Quanto mais frutas aparecem na embalagem, maior a percepção de frescor -Naturais = Coca Cola? Esses são sucos do grupo.
  35. 35. - Identidade e + Storytelling -O suco é do bem mesmo? -A empresa diz que as laranjas são fresquinhas e vêm, por exemplo, da fazenda do senhor Francesco, do interior de São Paulo. Muitos consumidores se identificam com o lado "orgânico" e "familiar" da marca. "Eco-friendly".
  36. 36. - A identidade visual é aplicada até na banana! -Plantações são adaptadas para produzir a cor certa -Cientistas, inclusive, detectaram o pantone para chegar no resultado final. Pantone 13-0858 Pantone 12-0752
  37. 37. - As maçãs de supermercado possuem mais de um ano de vida! -Para chegar neste estágio “vendedor” e parecerem “frescas”
  38. 38. O “frescor” e “natural” vende, não importa o produto. É um elemento poderoso da identidade visual.
  39. 39. ELEMENTOS DO BRANDING #3 O DESEJO...
  40. 40. Executivos da Coca-Cola debatem horas e horas sobre quantas bolhas tem no copo e quantos gelos são utilizados na arte.
  41. 41. Existe até uma fórmula mágica, por parte da própria Coca Cola, de quantas bolhas são necessárias para criar a sensação de desejo.
  42. 42. Foi então que o 3º principal refrigerante dos EUA (não é o Dolly tá? :P) teve uma queda de vendas após retirar as bolhas de seus anúncios.
  43. 43. Consumidores de Camel e Marlboro sentem mais desejo de fumar ao ver imagens de camelos e cowboys respectivamente.
  44. 44. No setor alimentício, alimentos gordurosos afetam o cérebro de maneira parecida com cocaína e heroína.
  45. 45. Em testes de laboratório, ratos expostos a cocaína e heroína levavam 2 dias para se recuperar. Já os obesos que consumiram junk food levaram 2 SEMANAS!
  46. 46. Então, quando o McDonald’s lança uma promoção dessas, observem como eles abusam dos elementos “gordurosos” para explorar o sentimento de desejo. Você não quer, você PRECISA!!
  47. 47. Nos Estados Unidos isso fica explícito sobre o DESEJO! Olhem o Mega Mac aqui e nos EUA, onde há o problema da obesidade.
  48. 48. ELEMENTOS DO BRANDING #4 O SEXO VENDE?
  49. 49. Sim! Lógico que vende!
  50. 50. Para reverter a queda de vendas de um veículo, foi realizada uma pesquisa com homens. Eles foram expostos a um baralho com várias imagens de animais.
  51. 51. E o cavalo árabe ativou a imagem de sexo na mente da maioria dos homens. O cavalo árabe é negro, exótico, elegante, possui suavidade feminina e tem “algo a mais avantajado”
  52. 52. Ao construir um carro baseado no cavalo árabe, a montadora teve seu maior pico de vendas da história. Ele demorou 4 anos para ficar pronto e faz com que o motorista se sinta no comando de um animal lindo e vigoroso.
  53. 53. A Axe não vende desodorante. Ela vende uma poção mágica capaz de transformar o homem mais ensebado e esquelético em um macho confiante, atraente e sensual.
  54. 54. A Unilever fez uma pesquisa com 12 mil homens entre 15 e 50 anos para criar suas campanhas. Os resultados encontrados foram surpreendentes: O homem pensa em sexo 32x por dia!
  55. 55. E a conclusão é que a fantasia do homem é estar com várias mulheres ao mesmo tempo, sendo irresistível para todas elas.
  56. 56. A Unilever dividiu os homens em seis categorias: Predador Talentosos Casadouros Amigo Iniciante inseguro e Iniciante entusiasmado
  57. 57. A campanha que mais se beneficiou com a pesquisa foi a do Dark Temptation (ou Axe Chocolate). US$171 milhões em vendas em 2006
  58. 58. Depois, as vendas caíram porque os iniciantes passaram a usar o produto em demasia, tornando-se uma marca de fracassados. Teve escola nos EUA que proibiu a utilização do produto porque os iniciantes se encharcavam com o produto.
  59. 59. Os painéis e anúncios dos jeans da Abercrombie exibem homens sem camisa, corpo musculoso e utilizando jeans justos. Tudo muito, muito sexy. Mas, não há algo errado ai?
  60. 60. Os anúncios da Calvin Klein da década de 90 com Kate Moss e Mark Wahlberg descobriram o fenômeno homoerótico e movimentou muitas cifras tanto com os homens quanto com as mulheres. O aumento de vendas foi de 35%
  61. 61. Depois disso, começaram a usar homens fortes para vender para homens (heterossexuais, principalmente) e mulheres atraentes para vender para mulheres. Tudo com muito sucesso de vendas.
  62. 62. Foi realizado um estudo com 50% de homens heterossexuais e 50% de homens homossexuais para saber como cada um interpretava estes anúncios homoeróticos. Resultado: Ambos se sentiam atraídos pelos modelos. A diferença é que os heteros utilizam uma parte do cérebro para negar este processo.
  63. 63. Porque as animações agradam adultos e crianças? O erotismo é utilizado também em animações infantis de modo que apenas os pais percebam: O vilão de Shrek 1 é chamado de fuckwaad Nos Simpons, um dos episódios relata o banho dourado (fetiche de urofilia) Em Toy Story 2, as asas de Buzz ficam eretas diante de Jessie
  64. 64. A imagem de Justin Biber foi construída para ele ser uma nova versão de Donny Osmond, ícone da década de 70 para conquistar mães e filhas. Donny cantava “Hey, There, Lonely Girl” Biber canta “One Less Lonely Girl”
  65. 65. Depois em uma pesquisa ficou claro que as mulheres maduras se sentem muito atraídas por caras mais novos. No fundo, não é um problema! É apenas elas querem resgatar e provar que por trás de uma armadura de mãe ainda existe aquela garotinha do passado
  66. 66. ELEMENTOS DO BRANDING #5 AS PRÉVIAS E O PASSADO QUE NOS FAZ COMPRAR...
  67. 67. “Antigamente era bem melhor...” Sempre achamos a versão original melhor. Sempre achamos que algo do passado era melhor do que hoje...
  68. 68. “Antigamente era bem melhor...” Você encontra facilmente anúncios que resgatam a nostalgia sendo exibidos no Superbowl. Nostalgia faz bem pro cérebro!
  69. 69. Quando adultos e na meia idade, nós compramos produtos que nos marcaram para nos dar a sensação de ter a idade que gostaríamos e não a que temos de verdade...
  70. 70. Nesquik: “Eles só crescem uma vez” Na hora da formatura do seu filho (Como eles crescem rápido), basta tomar um gole de Nesquik e pronto!
  71. 71. A resenha do Triple Bacon no site Hamburgueiros.com dedica toda a sua introdução à abertura do McDonalds no Gonzaga.
  72. 72. O feijão da Heinz foi considerado o anúncio mais marcante em 30 anos. Em 2009, três décadas depois, ressuscitaram o slogan: Beanz Meanz Heinz.
  73. 73. MARCA E IDENTIDADE RENATO MELO – 2015
  74. 74. VAMOS FALAR DE MARCA DA MANEIRA COMO A ENTENDEMOS
  75. 75. “Branding é como as pessoas entendem uma empresa quanto a Missão, Visão e Valores” “O produto é algo que é feito na fábrica; a marca é algo que é comprado pelo consumidor” “O produto pode ficar ultrapassado rapidamente; a marca bem-sucedida é eterna” “O produto pode ser copiado pelo concorrente; a marca é única” MARCA X PRODUTO
  76. 76. “Branding é como as pessoas entendem uma empresa quanto a Missão, Visão e Valores” Marcas centenárias: Coca-cola: 1886 Gillette: 1902 Shell: 1897 C&A: 1843 Hering: 1880 HISTÓRICO
  77. 77. VALOR
  78. 78. VALOR: ALGO QUE TORNA A SUA MARCA COMO ÚNICA!
  79. 79. ARQUITETURA DA MARCA Existem 3 tipos de arquitetura: Monolítica = Tudo com o nome da sua empresa Endossada = Utilizar o produto carro-chefe Independente = Grupo que detém outras marcas
  80. 80. SERAGINI HABITAT DA MARCA
  81. 81. Seragini Um ícone do Design brasileiro. Membro da Academia Brasileira de Marketing, no portfólio projetos para Perdigão, Pão de Açúcar, Marisol, Omo, Kibon e outras.
  82. 82. HABITAT DA MARCA MARCACONCEITOS EXPRESSÕES ESTRATÉGIAS BRANDING VALOR Autoria: Seragini Farné
  83. 83. HABITAT DA MARCA CONCEITOS Autoria: Seragini Farné Ideia Posicionamento Personalidade Tema Estilo
  84. 84. HABITAT DA MARCA Autoria: Seragini Farné Política da Marca Ciclo de Vida Expansão ESTRATÉGIAS
  85. 85. HABITAT DA MARCA Autoria: Seragini Farné Nome Símbolo Cores Slogan Ambientes EXPRESSÕES
  86. 86. POSICIONAMENTO + MARCA = BRANDING A Harley-Davidson, ganha mais $$ com a venda de blusões de couro e Outros acessórios com sua marca do que com a venda de motocicletas. É mais acessível comprar uma jaqueta e se sentir como um motociclista
  87. 87. POSICIONAMENTO + MARCA = BRANDING Cartier não é relógio, é acessório. Cacau Show não vende chocolate, vende presentes.
  88. 88. Se a empresa muda seu posicionamento, a marca precisa acompanhar essa transformação copiadora Impressoras para casa
  89. 89. “Uma coisa significa ser lembrado, outra coisa significa ser lembrado pelos motivos desejados...” (Imagem faz parte do branding) IDENTIDADE X IMAGEM
  90. 90. IDENTIDADE CORPORATIVA RENATO MELO – 2015
  91. 91. IDENTIDADE CORPORATIVA
  92. 92. Identidade Latim: Identidade •Qualidade do que é idêntico; •Paridade absoluta; •Analogia; •Conjunto de elementos que permitem saber quem uma pessoa é;
  93. 93. Mensagens Visuais Comunicam Projetam
  94. 94. Identidade Corporativa Conjunto de atributos e característica que tornam uma empresa única, especial. Atributos podem ser: •Essenciais •Acidentais
  95. 95. Produto Comunicação Comportamento Ambiente
  96. 96. IDENTIDADE VISUAL CORPORATIVA
  97. 97. É o conjunto de tipografia, cores, ícone e outros elementos que simbolizam a proposta e /ou serviços de uma organização.
  98. 98. Empresa Público Alvo identificar Valores/ repertório Valores/ cultura Identificar
  99. 99. Investigação: Elementos Institucionais •Naming •Logo •Símbolo •Lettering •Persona •Slogan •Jingle •Embalagens
  100. 100. IDENTIDADE VISUAL CORPORATIVA #NOME
  101. 101. É o indicador essencial da marca.
  102. 102. Em alguns casos gera associações que servem para descrever o que a marca faz.
  103. 103. Em outras palavras o NOME pode realmente formar a essência do conceito de MARCA.
  104. 104. Checklist • É inconfundível ? • Tem associações úteis e relevantes ? • Evita más associações ? • É útil na criação de logo ou símbolo ? • Pode ser protegido legalmente ? • É de fácil memorização? •Se a empresa for expandir internacionalmente, o nome é agressivo?
  105. 105. IDENTIDADE VISUAL CORPORATIVA #LOGOTIPO E SÍMBOLO
  106. 106. #1 - Originalidade •Diferenciação das outras marcas •Ser desejável •Não ser mais uma marca •Hoje,com redes sociais, se você plagiar ou se inspirar “muito” em um logotipo, você será descoberto
  107. 107. #2 – Significado Quando um nome influencia o logo
  108. 108. #3 - Lembrança Fácil associação e memorização
  109. 109. #4 - Legibilidade É fácil de ser lido?
  110. 110. #5 - Contemporâneo •Está associado à moda do momento? •O desenho será bom daqui há 3 ou 5 anos?
  111. 111. #6 – Aplicação / Uso É fácil de ser lido quando aplicado? Fica bom em aplicações pequenas (como apoio de eventos) e em P/B?
  112. 112. #7 – Símbolo Ápice: Quando uma empresa é reconhecida só pelo seu símbolo
  113. 113. #7 – Símbolo Sempre mostre para várias pessoas verem a interpretação. Não arrisque seu nome e seu trabalho!
  114. 114. IDENTIDADE VISUAL CORPORATIVA #PERSONA
  115. 115. Persona Alguns símbolos mais interessantes e bem sucedidos costumam evoluir para PERSONAGENS.
  116. 116. Persona Os personagens tendem a ser lembrados, amados e têm associações muito fortes. As pessoas empenham-se na “transferência de sentimentos e afeto”, quer sejam de preferência ou relutância.
  117. 117. Persona Assim todo o sentimento dedicado ao personagem será transferido para os produtos que forem trabalhados por ele.
  118. 118. Persona Pode ser um garoto propaganda
  119. 119. Persona Pode ser uma figura importante da empresa
  120. 120. IDENTIDADE VISUAL CORPORATIVA #SLOGAN
  121. 121. • Estratégia de posicionamento ou reposicionamento, • Propiciar uma associação adicional • Pode remover a ambigüidade do nome e do símbolo. • Reforçar marca e símbolo, • Gerar valor próprio, • Resistir ao tempo. • Sinônimo de expressões populares.
  122. 122. • 1942 a 1950 - A PAUSA QUE REFRESCA 1951 a 1965 - ISTO FAZ UM BEM 1966 a 1971 - TUDO VAI MELHOR COM COCA-COLA 1972 a 1976 - ISSO É QUE É 1977 a 1982 - COCA-COLA DÁ MAIS VIDA 1983 a 1989 - COCA-COLA É ISSO AÍ 1989 a 1992 - EMOÇÃO PRA VALER 1992 a 1999 - SEMPRE COCA-COLA 2000 a 2001- ENJOY (CURTA COCA-COLA) • 2002 a 2006- ESTA É A REAL • 2006 TODOS LOUCOS PELO BRASIL (COPA) • 2011– VIVA O LADO COCA-COLA DA VIDA • Atual – ABRA A FELICIDADE
  123. 123. Quando o slogan remete ao branding ou campanha
  124. 124. Pode remeter ao ramo de atuação
  125. 125. Cuidado quando nem com slogan a gente entende!
  126. 126. RENATO MELO – 2015 PIM – PROCESSO DE INVESTIGAÇÃO DE MARCA
  127. 127. ESTOU COM O MEU CLIENTE E AGORA?
  128. 128. Investigação O trabalho de criação de uma marca se assemelha muito ao de um detetive/investigador. Você deve estar apto a criar o crime perfeito! Você e sua equipe é REPONSÁVEL pela representação visual de uma empresa.
  129. 129. ETAPA#1 BRIEFING INVERSO
  130. 130. Para evitar refações e problemas, você pode fazer o Briefing Inverso, consultando também funcionários e consumidores.
  131. 131. Como o público vê o posicionamento da empresa? Como o público vê o valor da empresa? Que significado o logo tem para eles?
  132. 132. Como os funcionários entendem o posicionamento da empresa? Como os funcionários vêem o valor da empresa? Que significado o logo tem para eles?
  133. 133. Colete as provas: -Qual o histórico da marca? -Qual a hierarquia da empresa? -Quais são suas falhas?
  134. 134. EMPRESA Missão, Visão e Valores Metas e Objetivos Gestão, Produtos e Serviços AMBIENTE COMPETI- TIVO Mercado Concorrentes Tendências Avaliações Variáveis do ambiente PÚBLICO Contato Visual Imagem Valor
  135. 135. ETAPA#2 INVESTIGANDO PÚBLICO
  136. 136. Como o público compra o produto? Emocional ou Racional?
  137. 137. ETAPA#3 JOGO DE PALAVRAS
  138. 138. Cenário: Pizzaria
  139. 139. Cenário: Pizzaria Planejamento Em Ação: Facilitar o trabalho do Designer
  140. 140. Família – Noite – Molho – Sabor – Cerveja – Rodízio Galera – Rápida – Conversa – Massa – Itália – Queijo – Música – Disco – Fatia – Mãos – Azeite – Escolha
  141. 141. RENATO MELO – 2015 APLICAÇÃO DE MATERIAIS
  142. 142. O logo é apenas a primeira etapa dentro do processo de identidade da marca.
  143. 143. Identidade envolve outras áreas além do marketing e comunicação. Envolve: Design Moda Arquitetura Publicidade
  144. 144. ETAPA#1 PALETA DE CORES
  145. 145. A primeira etapa após a construção do logo é elaborar a paleta de cores da empresa. Com isso, você terá uma padronização em todas as áreas que for atuar. Lembre-se: muitas vezes a agência fica de fora (arquitetura, moda, etc)
  146. 146. Mesmo que o logo não apareça, quem conhece a marca já identifica rapidamente a empresa.
  147. 147. Há empresas em que a utilização de uma cor é fator vital
  148. 148. O Branco no segmento de creme dental
  149. 149. ETAPA#2 FOTOGRAFIA E FIGURINO
  150. 150. Dove aposta em mulheres naturais
  151. 151. A Natura EKOS é quase um foto editorial
  152. 152. Um ensaio fotográfico pode receber um padrão de uma campanha. Ensaio para o editorial RIO da Revista Estilo
  153. 153. A arquitetura e o projeto de design de interiores deve estar alinhado com a identidade visual da empresa, mesmo sendo feito por empresas distintas. O ideal é que a agência acompanhe todo o projeto.
  154. 154. RENATO MELO – 2015 IDENTIDADE VISUAL INDO ALÉM DO LOGO
  155. 155. #PARTE 1 TIPOLOGIA
  156. 156. 1 – Fuja das fontes com cara de comum; 2 – Escolha uma fonte de personalidade! 3 – Zele pelo entendimento.
  157. 157. Não há restrição do estilo! Há bom senso e conhecimento dos objetivos e posicionamento da marca. Não precisa usar serifa para banco só para “forçar” uma seriedade.
  158. 158. #PARTE 2 KERNING E TRACKING
  159. 159. O Kerning é uma técnica para você ajustar dois caracteres de uma fonte escolhida. Basicamente, se trata de ajustar os espaços entre os caracteres de maneira que a leitura seja mais funcional e agradável ou visualmente simétrico.
  160. 160. Não utilize sempre a matemática! O visual (óptico) se sobrepõe à matemática e a simetria.
  161. 161. Observe este exemplo!
  162. 162. Está tudo alinhado, mas... O que há de errado com o triângulo e o círculo?
  163. 163. E agora? Alguma mudança?
  164. 164. O círculo e o triângulo foram levemente ampliados, saindo do alinhamento sem causar distorção.
  165. 165. Ao contrário do Kerning (irregular), o Tracking vai alterar o espaçamento por palavras ou blocos, deixando o mesmo espaço entre os caracteres. TRACKING
  166. 166. Qual dos exemplos possui maior espaçamento?
  167. 167. Nenhum! O tracking organiza os blocos a fim de evitar ilusões de ótica.
  168. 168. Eu tenho DNA ESAMC (normal) Eu tenho DNA ESAMC Eu tenho DNA ESAMC Eu tenho DNA ESAMC Eu tenho DNA ESAMC
  169. 169. #PARTE 5 CÓDIGO CROMÁTICO
  170. 170. CÓDIGO CROMÁTICO PRIMÁRIAS O disco de cores é composto por 12 cores SECUNDÁRIAS TERCEÁRIAS
  171. 171. O disco de cores é composto por 12 cores e 96 nuances
  172. 172. frio quente Uma cor pode parecer fria ou quente, dependendo também da relação estabelecida entre ela e as demais cores.
  173. 173. Quente e Frio = imã Os opostos se atraem. Cor quente + Cor quente se esfriam Cor fria + Cor quente se exaltam
  174. 174. Cores Análogas •Analogia significa semelhança; •As cores análogas são semelhantes em sua composição; •É um degradê formado entre uma cor primária e uma secundária.
  175. 175. Cores Complementares •É a cor "negativa" de qualquer cor, como os negativos de fotografia. •No Photoshop, basta dar um Ctrl+I
  176. 176. Você pode também observar no Círculo Cromático
  177. 177. RENATO MELO – 2015 CASES E MANUAL DE IDENTIDADE
  178. 178. Vimos na aula passada que uma empresa pode ter vários fornecedores O manual serve para orientar como cada uma destas empresas irá manter a identidade da marca
  179. 179. A apresentação é essencial para ambientar qualquer fornecedor no mundo da marca
  180. 180. É interessante também ter a Missão, Visão e Valores da Empresa
  181. 181. Também são bem vindas as observações feitas na construção do Habitat da Marca
  182. 182. Um logo pode ter versões diferentes. Por exemplo, um logo na vertical não se encaixa bem em um website, necessitando de uma versão horizontal.Apresentação do logo e suas variações
  183. 183. Depois de apresentar o logo, vamos apresentar a paleta de cores da marca. Ela é composta por paleta principal e paleta auxiliar (quando há outros produtos ou logos envolvidos)
  184. 184. Depois, hora de apresentar a(s) fonte(s) utilizadas, assim como sua família tipográfica (caso tiver).
  185. 185. Um draft do logo é apresentado, dividido em pequenos quadrados, chamados de módulos. Isso determina os tamanhos em que o logo será utilizado.
  186. 186. ESTA AULA ESTÁ DISPONÍVEL EM: renatomelo.com.br/slides ou no grupo do Facebook: bit.ly/gruporenato

×