Successfully reported this slideshow.
Your SlideShare is downloading. ×

Biblioteca Virtual em Saúde promovendo a bibliodiversidade na América Latina e Caribe

Ad

Biblioteca Virtual em Saúde
promovendo a bibliodiversidade
na América Latina e Caribe
Elisabeth Peres Biruel
Juliana Loure...

Ad

Conceitualmente o que é
Bibliodiversidade?
Contempla as diferentes fontes e os diversos suportes
de informação no atendime...

Ad

Objetivo
Apresentar uma visão geral do modelo da
Biblioteca Virtual em Saúde buscando responder
a questão: A BVS promove a...

Ad

Ad

Ad

Ad

Ad

Ad

Ad

Ad

Ad

Loading in …3
×

Check these out next

1 of 12 Ad
1 of 12 Ad
Advertisement

More Related Content

More from http://bvsalud.org/ (20)

Advertisement

Biblioteca Virtual em Saúde promovendo a bibliodiversidade na América Latina e Caribe

  1. 1. Biblioteca Virtual em Saúde promovendo a bibliodiversidade na América Latina e Caribe Elisabeth Peres Biruel Juliana Lourenço Sousa
  2. 2. Conceitualmente o que é Bibliodiversidade? Contempla as diferentes fontes e os diversos suportes de informação no atendimento às necessidades de diferentes espaços territoriais, possibilitando o acesso, uso, a produção e compartilhamento de novas aprendizagens em um processo de inclusão de todos (Moro; Estabel, 2012).
  3. 3. Objetivo Apresentar uma visão geral do modelo da Biblioteca Virtual em Saúde buscando responder a questão: A BVS promove a bibliodiversidade nos países da América Latina e Caribe?
  4. 4. BVS e a Bibliodiversidade No âmbito do Modelo da BVS, queremos conceituar o termo bibliodiversidade como uma estratégia de acesso aberto, dentro de uma abordagem plural e inclusiva, para o desenvolvimento de bases de dados nacionais de acordo às realidades locais, para o registro, armazenamento, promoção e visibilidade da produção científica e técnica dos países em desenvolvimento da região rumo à democratização do acesso e uso da informação.
  5. 5. A Rede e a Bibliodiversidade
  6. 6. A Rede e a Bibliodiversidade
  7. 7. A Rede e a Bibliodiversidade
  8. 8. Modelo BVS Metodologias Tecnologias Sistemas de informação Portais web
  9. 9. Sobre o Modelo da BVS Fomenta o desenvolvimento de bases de dados, para dar alcance e visibilidade à produção científica e técnica Latino Americana e do Caribe, que estariam excluídas no campo da ciência. As bases de dados das BVS nacionais são desenvolvidas de acordo com as capacidades e realidades locais baseados em critérios de seleção de conteúdos para garantir a qualidade das informações que são registradas. (Guia da BVS, 2011).
  10. 10. CRIAR Centro cooperanteAL&C FORTALECER30 países DESENVOLVER CAPACIDADES ACESSO EQUITATIVO Tratamento da Informação INFRAESTRUTURA
  11. 11. Por ser um modelo de acesso aberto, o modelo da BVS tem em sua essência uma abordagem plural e inclusiva para a promoção e visibilidade da produção cientifica e técnica dos países em desenvolvimento Pode-se reafirmar que o Modelo da BVS promove a bibliodiversidade por meio da inclusão e do trabalho cooperativo em rede para o desenvolvimento de fontes de informação sistemática entre instituições locais, nacionais e globais O aumento expressivo dos indicadores de posicionamento internacional da produção científica da América Latina e Caribe e de acesso aos fluxos globais de informação confirmam o caráter estratégico da BVS para a promoção da equidade em saúde na região Esse caráter coletivo garante que a BVS opere de forma autônoma, estando preservada em relação às variações políticas e institucionais dos diferentes contextos nacionais, constituindo-se então como um bem público BVS e a Bibliodiversidade Conclusões
  12. 12. Referências BIREME/OPAS/OMS. Guia BVS 2011. Disponível em: < http://modelo.bvsalud.org/wp-content/uploads/Guia_da_BVS_2011_pt.pdf>. Acesso em: 03 set. 2018. BIREME/OPAS/OMS. Portal do Modelo da BVS. Disponível em: <http://bvsmodelo.bvsalud.org/>. Acesso em: 05 set. 2018. MORO, Eliane Lourdes da Silva; ESTABEL, Lizandra Brasil. Mediadores de Leitura na Família, na Escola, na Biblioteca, na Bibliodiversidade. In: NEVES, Iara Conceição Bitencourt; MORO, Eliane Lourdes da Silva; ESTABEL, Lizandra Brasil (Orgs.). Mediadores de Leitura na Bibliodiversidade. Porto Alegre: Evangraf, 2012. P. 41-63. Packer, Abel Laerte. A construção coletiva da Biblioteca Virtual em Saúde. Interface comun. saúde educ; 9(17): 249-272, mar.-ago. 2005. ilus. Disponível em: <http://pesquisa.bvsalud.org/regional/resources/lil-413709>. Acesso em: 06 set. 2018.

×