Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Modelo de evolução técnico de enfermagem

109,498 views

Published on

Um pequeno roteiro para lembrar.

Published in: Healthcare
  • Be the first to comment

Modelo de evolução técnico de enfermagem

  1. 1. MODELO DE EVOLUÇÃO TÉCNICO DE ENFERMAGEM . Paciente............................................... Idade ................... Quarto.......... Leito............. Sexo......... Hora............ Diagnostico.......................................... Data: ......../......./...... folha nº ............... Consciente, confuso;/ Calmo ou agitado;Hidratado ou desidratado;Hipocorado ou corado;Orientado no tempo e espaço, apresenta momentos de confusão Estremidades frias ou aquecidas; Acamado ou em repouso no leito; Deambulando com auxilio, ou em cadeira de roda; Relacionando-se com o meio, ou comunicando-se através de gestos; Acianotico ou cianótico Normotenso, hipotenso ou hipertenso; Eupneico, dispnéico, bradipneico ou taquipneico - Anotar se paciente mantém cateter ou mascara de oxigênio ou está em nebulização continua, ou “eupneico em ar ambiente”; Afebril, pico febril, febril (maior que 37,8 º C); Anotar se houve alguma anormalidade ou se o pacinte refere. Anotar se mantem venoclise – data do acesso venoso, tipo (scalp ou jelco), se salinizado. Anotar se paciente mantém acesso em jugular ou subclávia D ou E. - Anotar se paciente está com Sonda NasogástricA (SNG) ou se estas sondas são para drenagem ou gavagem. Anotar se paciente aceitou ou recusou a dieta, caso seja dieta via oral. - Anotar se paciente está com Sonda vesical de demora (SVD) ou diurese espontânea, anotar aspecto (cor, presença de grumos, quantidade –debito). Anotar presença ou ausência de evacuações (se ausentes anotar há quantos dias). OBS: se paciente estiver evacuando e com eliminações vesicais presentes, anotar apenas “eliminações fisiológicas presentes”. - Anotar se paciente está com curativo, tipo de curativo e secreções presentes (observar se o ferimento está limpo e seco ou contem secreções serosa, sanguinolenta ou purulenta). -Anotar se paciente mantem drenos, anotar região, débito e aspecto das secreções. - Anotar horários e todas as intercorrências do plantão ao longo do dia. - Medicar segundo prescrição medica e checar a medicação no ato de sua administração. - Obs: ao final das evoluções diárias é importante colocar as ações realizadas, exemplo: Realizado banho no leito, mudança de decúbito, curativo, ...etc. - Colocar no final de tudo: sinais vitais. Não esqueça de identificar-se (carimbo com número do COREN e nome, assinar e não deixar espaços). Um modelo: 10/02/2016 – 07h10 – Alerta, orientado em tempo e espaço, calmo, comunica-se verbalmente, em repouso relativo no leito, em posição de fowler, deambula com auxílio de bengala. Apresenta hematoma em região orbital D, escoriação em região escapular E, de aspecto limpo e seco, edema 2+/4+ em perna D. Apresenta cateter venoso central em subclávia E, salinizado, ocluído com película transparente do dia 15/08, com inserção, sem sinais flogísticos. Dieta: mantem SNE em narina D, com dieta instalada 30 ml/hora, com fixação íntegra e limpa. Eliminações: vesical amarelo-clara, 1000 ml em 24h. Evacuações ausentes, há 1 dia. Nega queixas no momento. Conduta: realizado auxílio em banho de aspersão, Nome -COREN-SP ....... (após carimbar e assinar não deixe espaços em branco).

×