Os Gregos no Século V a. C.

68,829 views

Published on

Published in: Education
8 Comments
33 Likes
Statistics
Notes
No Downloads
Views
Total views
68,829
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2,028
Actions
Shares
0
Downloads
1,332
Comments
8
Likes
33
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Os Gregos no Século V a. C.

  1. 1. Os Gregos no século V a.C. Autoria: Prof.ª Cristina Romba
  2. 2. Localização temporal <ul><li>A Grécia tem um passado muito remoto. </li></ul><ul><li>O período que vamos estudar é o período clássico ou civilização clássica: 482 a.C até 323 a.C. </li></ul>
  3. 3. Localização espacial <ul><li>A Grécia localiza-se na Península Balcânica; </li></ul><ul><li>É banhada a ocidente pelo Mar Jónico e a oriente pelo Mar Egeu; </li></ul><ul><li>Na Antiguidade, o Mundo Grego era constituído por vários territórios: </li></ul><ul><ul><li>A Grécia continental; </li></ul></ul><ul><ul><li>A costa da Ásia Menor; </li></ul></ul><ul><ul><li>Grécia insular: milhares de ilhas no Mar Jónico e no Mar Egeu. </li></ul></ul>
  4. 4. Condicionalismos geográficos Clima Mediterrânico: Invernos amenos e pouco chuvosos; Verões longos, quentes e secos. Relevo montanhoso: vales profundos; colinas áridas; poucas planícies férteis; costa muito recortada. Território compartimentado: milhares de ilhas.
  5. 5. A formação das cidades-estado <ul><li>Os condicionalismos geográficos da Grécia determinaram a formação de cidades-estado , porque: </li></ul><ul><ul><li>Dificultavam a comunicação e a entreajuda; </li></ul></ul><ul><ul><li>Provocavam o isolamento das populações. </li></ul></ul>Esquema de uma cidade-estado grega
  6. 6. A polis é um agrupamento político, económico e militar que tem um templo para a divindade, uma acrópole para a defesa, uma ágora para as trocas e as assembleias e, quase sempre, um porto para as relações com o exterior: eis os elementos vitais da cidade. G. Glotz, Histoire Grecque , vol. I
  7. 7. <ul><li>Uma cidade-estado é constituída por vários espaços: </li></ul><ul><ul><li>Um núcleo urbano amuralhado (cidadela), que por sua vez é constituído pela acrópole , pela ágora e pela área residencial; </li></ul></ul><ul><ul><li>Uma área rural , com campos de cultivo e algumas aldeias; </li></ul></ul><ul><ul><li>Geralmente, um porto marítimo . </li></ul></ul><ul><li>Uma cidade-estado é uma cidade independente, com um governo e leis próprias, um exército próprio e auto-suficiente (produz tudo o que necessita para sobreviver). </li></ul>
  8. 8. A expansão grega: fundação de colónias
  9. 9. Os terrenos agrícolas eram pobres, produzindo pouco, a população das cidades tendia a crescer. Assim, as cidades gregas tiveram de encontrar meios de se abastecerem de produtos em falta e resolver o problema do excesso de população. As montanhas isolavam as cidades umas das outras e impelia-as em direcção ao mar. Os Gregos optaram, então, por se dedicar às actividades marítimas: pesca, comércio e, até, a pirataria. Causas da expansão helénica <ul><li>A expansão helénica teve várias causas. Foram elas: </li></ul><ul><li>A pobreza dos solos; </li></ul><ul><li>O aumento da população; </li></ul><ul><li>A carência de produtos (alimentares e outros); </li></ul><ul><li>O isolamento das cidades. </li></ul>
  10. 10. <ul><li>Os Gregos fundaram muitas colónias ao longo do Mar Mediterrâneo e do Mar Negro. </li></ul><ul><li>Colónias são cidades novas, habitadas e governadas por gregos, onde se falava a mesma língua, se praticavam os mesmos cultos, jogos e festas que na cidade-mãe. </li></ul>As colónias
  11. 11. Uma economia marítima, comercial e monetária O porto de Pireu (na actualidade) O dracma Uma trirreme: navio de comércio e de guerra Mercado de peixe na ágora
  12. 12. A Liga de Delos Entre 490 e 479 a. C., a Pérsia invadiu a Grécia. Para se defenderem dos inimigos, Atenas e outras cidades-estado fundaram a Liga de Delos . Todas as cidades pagavam tributos, que constituíam o tesouro de Delos e que, ao mesmo tempo, servia para o apetrechamento naval e militar da Liga. Alexandre Honrado, O Desafio da História 7 , Porto, Areal Editores, 2002, p 76.
  13. 13. Principais rotas comerciais e produtos
  14. 14. <ul><li>Nas poucas planícies férteis, os Gregos praticavam a agricultura : vinha, olival, cereais, árvores de fruto (figueira, pereira). </li></ul><ul><li>Nas encostas áridas, criava-se gado caprino ; </li></ul><ul><li>As matérias-primas obtidas na Grécia e nas várias colónias permitiam o desenvolvimento das actividades artesanais (fabrico de armas, construção naval, cerâmica, produção de vinho e azeite); </li></ul><ul><li>O mar oferecia abundância e variedade de peixes e permitia o comércio marítimo . Este tornou-se a actividade mais importante e lucrativa, na qual já se usava a moeda: o dracma . </li></ul>Actividades económicas Por isso se diz que a economia ateniense era marítima, mercantil e monetária.
  15. 15. A sociedade ateniense no século V a. C <ul><li>No século V a.C., a sociedade ateniense era constituída por três grupos sociais: </li></ul><ul><ul><li>Cidadãos; </li></ul></ul><ul><ul><li>Metecos; </li></ul></ul><ul><ul><li>Escravos. </li></ul></ul><ul><li>As mulheres e crianças, familiares dos cidadãos, não eram consideradas grupo social. </li></ul>
  16. 16. <ul><li>Só eram considerados cidadãos em Atenas: </li></ul><ul><ul><li>Os indivíduos do sexo masculino; </li></ul></ul><ul><ul><li>Com mais de 18 anos; </li></ul></ul><ul><ul><li>Filhos de pai e mãe atenienses; </li></ul></ul><ul><ul><li>Nascidos em Atenas; </li></ul></ul><ul><ul><li>Com o serviço militar cumprido. </li></ul></ul><ul><li>Só eles podiam possuir terras e participar no governo da cidade (direitos cívicos). </li></ul>Cidadãos
  17. 17. <ul><li>Eram estrangeiros que tinham licença para viver em Atenas em troca de um tributo; </li></ul><ul><li>Não tinham direitos cívicos; </li></ul><ul><li>Não podiam possuir terras, mas podiam dedicar-se a actividades artesanais; </li></ul><ul><li>Pagavam impostos e tinham que combater em tempo de guerra. </li></ul>Metecos
  18. 18. <ul><li>Geralmente, eram prisioneiros de guerra; </li></ul><ul><li>Mas também podiam ser cidadãos endividados, que perdiam todos os seus bens; </li></ul><ul><li>Não tinham liberdade; </li></ul><ul><li>Não tinham quaisquer direitos; </li></ul><ul><li>Faziam os trabalhos mais pesados: nas minas, na construção, na agricultura, etc. Mas também havia escravos cultos que eram professores dos filhos dos cidadãos, secretários.... </li></ul>Escravos
  19. 19. A democracia <ul><li>No século V a.C., em Atenas, nasceu a democracia. </li></ul><ul><li>Clístenes e Péricles foram os seus fundadores e criaram condições para que todos os cidadãos pudessem participar: </li></ul><ul><ul><li>Liberdade; </li></ul></ul><ul><ul><li>Propriedade; </li></ul></ul><ul><ul><li>Isonomia (igualdade perante a lei); </li></ul></ul><ul><ul><li>Isocracia (igualdade de acesso a cargos públicos); </li></ul></ul><ul><ul><li>Isegoria (igual direito ao uso da palavra). </li></ul></ul>
  20. 20. Órgãos da democracia ateniense <ul><li>Assembleias : </li></ul><ul><ul><li>Eclésia (assembleia de todos os cidadãos); </li></ul></ul><ul><ul><li>Bulé (conselho dos 500); </li></ul></ul><ul><li>Tribunais : </li></ul><ul><ul><li>Areópago (supremo tribunal); </li></ul></ul><ul><ul><li>Helieu (tribunal de 600 juizes); </li></ul></ul><ul><li>Magistraturas : </li></ul><ul><ul><li>Estrategos (poder executivo); </li></ul></ul><ul><ul><li>Arcontes (poder religioso); </li></ul></ul>
  21. 21. Características da democracia ateniense <ul><li>Era uma democracia directa , porque todos os cidadãos participavam no governo da pólis; </li></ul><ul><li>Os cidadãos participavam desempenhando cargos; </li></ul><ul><li>O acesso aos cargos era feito através da eleição e do sorteio; </li></ul><ul><li>Os cargos eram rotativos e de duração limitada (apenas um ano). </li></ul>
  22. 22. Limitações da democracia ateniense <ul><li>Só os cidadãos participavam no governo da cidade </li></ul><ul><li>Os cidadãos representavam apenas 10% da população; </li></ul><ul><li>As mulheres e os metecos não possuíam direitos políticos nem alguns direitos civis; </li></ul><ul><li>A democracia ateniense e o pensamento grego foram concordantes com a escravatura; </li></ul><ul><li>Praticava-se o ostracismo (expulsão da cidade de todos aqueles que pusessem em causa o governo ou os governantes). </li></ul>
  23. 23. A formação do cidadão ateniense <ul><li>Os rapazes atenienses recebiam uma educação que os preparasse para serem cidadãos. </li></ul><ul><li>A sua formação tinha várias etapas e consistia em: </li></ul><ul><ul><li>1.ª Etapa : Até aos 7 anos- eram educados pelas mães no GINECEU ; </li></ul></ul><ul><ul><li>2.ª Etapa : dos 7 aos 12 anos- passavam a frequentar a ESCOLA onde aprendiam a ler, escrever, contar, aritmética, música e a recitar poemas de Homero; </li></ul></ul>
  24. 24. <ul><ul><li>3.ª Etapa : dos 12 aos 15 anos- passavam a frequentar o GINÁSIO , onde praticavam várias modalidades desportivas e se preparavam para os jogos olímpicos; </li></ul></ul><ul><ul><li>4.ª Etapa : dos 15 aos 18 anos: aprendiam a falar em público (oratória) e a convencer os outros (retórica); </li></ul></ul><ul><ul><li>5.ª Etapa : cumpriam o serviço militar. </li></ul></ul>
  25. 25. Uma arte à medida do Homem <ul><li>A arte grega clássica (século V a.C.) serviu de exemplo a toda a arte europeia posterior. </li></ul><ul><li>É uma arte à medida do Homem : leve e equilibrada. </li></ul><ul><li>Divide-se em: </li></ul><ul><ul><li>Arquitectura; </li></ul></ul><ul><ul><li>Escultura; </li></ul></ul><ul><ul><li>Pintura. </li></ul></ul>
  26. 26. <ul><li>A- ARQUITECTURA </li></ul><ul><li>Principal tipo de edifícios: </li></ul><ul><ul><li>Templos. </li></ul></ul><ul><li>Ordens arquitectónicas (= estilos): </li></ul>Ordem Dórica Ordem Jónica Ordem Coríntia
  27. 27. Acrópole de Atenas
  28. 28. Ordem Dórica Pártenon, Acrópole de Atenas Os templos da ordem dórica têm colunas a toda a volta, as colunas são robustas, não têm base e o capitel é simples.
  29. 29. Ordem Jónica Templo de Atena Niké, Atenas A coluna jónica é decorada com volutas, tem base e o fuste é mais fino e elegante. Galeria de cariátides, Erecteion, Acrópole de Atenas
  30. 30. Ordem Coríntia Olympeion, Atenas A grande diferença está no capitel. Este é decorado com folhas de acanto.
  31. 31. Diferenças entre a ordem dórica e a ordem jónica 1- Frontão 2- Tímpano 3- Cornija 6- Capitel 7- Fuste 8- Base 4- Friso 5- Arquitrave
  32. 32. <ul><li>B- ESCULTURA </li></ul><ul><ul><li>Tipologia : Estátuas e baixos-relevos. </li></ul></ul><ul><ul><li>Destacam-se três épocas com estilos diferentes: </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Época Arcaica (de 776 a.C. até 480 a.C.); </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Época Clássica (de 480 a.C. até 359 a.C.); </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Época Helenística (de 359 a.C. em diante). </li></ul></ul></ul>Características da escultura da Época Arcaica : - Total simetria; - Rigorosa posição frontal; - Peso distribuído igualmente sobre dois pés. Temas da escultura : Homem, deuses, heróis.
  33. 33. <ul><li>Época clássica </li></ul>Discóbulo, Míron Hermes com Dioniso menino, Praxíteles Atena ou Vitória de Samotrácia (Fídias?)
  34. 34. <ul><li>Características da escultura da Época Clássica: </li></ul><ul><ul><li>Movimento : visível na contracção dos músculos, nas pregas das roupas, na posição do corpo; </li></ul></ul><ul><ul><li>Proporção/ harmonia/ equilíbrio : visível na distribuição dos volumes, no uso da racionalidade; </li></ul></ul><ul><ul><li>Perfeição ideal/ procura da beleza : ocultação de defeitos físicos, representação da pessoa como deveria ser; </li></ul></ul><ul><ul><li>Racionalismo : recurso a medidas rigorosas (cânone) e matemáticas para atingir o equilíbrio (Ex: a cabeça deveria medir 1/7 da altura total). </li></ul></ul>
  35. 35. Baixos-relevos Niké ajustando a sandália, Fídias Pormenor do tímpano do Pártenon, Fídias Panateneias
  36. 36. Época Helenística <ul><li>Características da escultura da época helenística: </li></ul><ul><li>Maior realismo : representação das pessoas como elas são, não como deveriam ser; </li></ul><ul><li>Expressividade : captação dos sentimentos, sinais da idade, etc; </li></ul><ul><li>Movimento, proporção/ harmonia/ equilíbrio ; </li></ul><ul><li>Predominância de grupos escultóricos . </li></ul>
  37. 37. <ul><li>C- PINTURA </li></ul><ul><ul><li>Da pintura grega restam-nos vestígios de frescos e de vasos de cerâmica . </li></ul></ul><ul><ul><li>Frescos são pinturas feitas nas paredes com o reboco ainda fresco. Os temas eram naturalistas e os Gregos ainda não conheciam a perspectiva. </li></ul></ul>As Três Graças
  38. 38. <ul><li>1.ª Fase: Época Antiga </li></ul><ul><li>Figuras escuras em fundo branco. </li></ul><ul><li>Temas naturalistas (plantas, animais) ou geométricos. </li></ul>Pintura em vasos de cerâmica <ul><ul><li>Distinguem-se três épocas: </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Época Antiga (anterior a 776 a.C.); </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Época Arcaica (de 776 a.C. até 480 a.C.); </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Época Clássica (de 480 a.C. ate´359 a.C.). </li></ul></ul></ul>
  39. 39. <ul><li>2.ª Fase: Época Arcaica </li></ul><ul><li>Figuras Negras em fundo vermelho. </li></ul><ul><li>Temas naturalistas/ humanistas </li></ul><ul><li>(Homem, deuses, heróis). </li></ul>
  40. 40. <ul><li>3.ª Fase: Época Clássica </li></ul><ul><li>Figuras vermelhas em fundo negro. </li></ul><ul><li>Temas naturalistas/ humanistas (Homem, deuses, heróis). </li></ul>
  41. 41. Deuses e cultos <ul><li>Os Gregos eram politeístas , pois acreditavam em muitos deuses. </li></ul><ul><li>Para os Gregos, os deuses: </li></ul><ul><ul><li>tinham forma humana ( antropomorfismo ) e características humanas (qualidades e defeitos tal como as pessoas); </li></ul></ul><ul><ul><li>podiam mudar de forma ( metamorfose ) e tornar-se invisíveis; </li></ul></ul><ul><ul><li>geralmente, eram imortais. </li></ul></ul>
  42. 42. <ul><li>Os Gregos prestavam culto aos deuses de muitas formas: </li></ul><ul><ul><li>Através de libações de leite, mel e vinho (beber em homenagem a); </li></ul></ul><ul><ul><li>Através de procissões; </li></ul></ul><ul><ul><li>Através de jogos (por exemplo, os jogos olímpicos, os jogos pícticos, etc.); </li></ul></ul><ul><ul><li>De sacrifícios de animais; </li></ul></ul><ul><ul><li>De concursos de poesia e de música (dos quais nasceu o teatro); </li></ul></ul><ul><ul><li>De festas; </li></ul></ul><ul><ul><li>De oferendas aos templos. </li></ul></ul>
  43. 43. <ul><li>Havia os cultos domésticos (chama sagrada, protectora do lar; culto dos antepassados); </li></ul><ul><li>E os cultos públicos : </li></ul><ul><ul><li>Cultos cívicos (cultos aos deuses nos templos da cidade); </li></ul></ul><ul><ul><li>Cultos pan-helénicos (juntavam várias cidades gregas, ex: jogos olímpicos). </li></ul></ul><ul><li>Eis alguns dos deuses gregos: </li></ul>
  44. 44. Os jogos olímpicos <ul><li>Os primeiros Jogos Olímpicos realizaram-se em 776 a.C.. </li></ul><ul><li>Realizavam-se de quatro em quatro anos, em Olímpia, em honra de Zeus. </li></ul><ul><li>Neles participavam jovens de todo o Mundo Grego. </li></ul><ul><li>Algumas das provas desportivas eram as seguintes: luta, pentatlo, lançamento do dardo, do disco, salto em altura e em comprimento, corrida de bigas ou quadrigas. </li></ul>
  45. 45. O Estádio de Olímpia, na actualidade Reconstituição do Estádio de Olímpia Templo de Zeus, em Olímpia (maqueta) A chama olímpica
  46. 46. O teatro <ul><li>O teatro foi inventado na Grécia. Era uma forma de prestar culto ao deus Dioniso. </li></ul><ul><li>Os Gregos criaram vários géneros de teatro: </li></ul><ul><ul><ul><li>A tragédia (teatro sério, que tencionava comover os espectadores); </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>A comédia (peças em que se criticavam </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>as personalidades ou situações, provocando o riso); </li></ul></ul></ul><ul><li>Nas representações, os Gregos usavam máscaras . </li></ul><ul><li>Os Gregos inventaram também o espaço onde se realizavam as peças: o anfiteatro . </li></ul>
  47. 47. <ul><li>Houve vários dramaturgos (autores de peças de teatro) gregos que ainda hoje são um exemplo: </li></ul><ul><li>Na tragédia : </li></ul><ul><ul><li>Eurípedes : Medeia , As Suplicantes ; </li></ul></ul><ul><ul><li>Sófocles : Ájax , Édipo Rei , Antígona ; </li></ul></ul><ul><ul><li>Ésquilo : Oresteia , Prometeu Agrilhoado ; </li></ul></ul><ul><li>Na comédia : </li></ul><ul><ul><li>Aristófanes : As Rãs , As Mulheres no Parlamento , As Nuvens . </li></ul></ul>Eurípedes Sófocles Ésquilo Aristófanes
  48. 48. Anfiteatro do Epidauro Planta de um anfiteatro
  49. 49. As Ciências <ul><li>Os Gregos foram humanistas e também desenvolveram várias ciências para servir o Homem. </li></ul><ul><ul><li>Filosofia : ciência que nasceu em Atenas e procura aprofundar a sabedoria, o conhecimento, desenvolver o raciocínio, a dedução, etc. Sócrates, Aristóteles, Platão ; </li></ul></ul>Aristóteles Platão
  50. 50. <ul><ul><li>História : o primeiro historiador de que há memória era grego, chamava-se Heródoto e Tucidides . </li></ul></ul><ul><ul><li>Matemática/ Geometria : Pitágoras, Euclides foram apenas alguns dos matemáticos que se destacaram. </li></ul></ul><ul><ul><li>Medicina : destaque para Hipócrates (ainda hoje os médicos fazem o juramento de Hipócrates). </li></ul></ul>Heródoto
  51. 51. <ul><ul><li>Literatura : destaque para Homero e para os seus poemas épicos – a Ilíada e a Odisseia; e para Heraclito e para as suas Teogonias (história dos deuses e dos heróis, mitologia). </li></ul></ul>Homero

×