Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.
Desenvolvimento, implantação e análise de
um sistema (web) informatizado de registro
do atendimento ao trauma em dois hosp...
REDE DE ATENÇÃO À SAÚDE (RAS)
Prevenção
Diagnóstico
Tratamento
Reabilitação
Atenção
SecundáriaAtenção
Básica
Atenção
Quate...
FASES DO ATENDIMENTO ÀS URGÊNCIAS E EMERGÊNCIAS
- PREVENÇÃO
- ATENDIMENTO PRÉ-HOSPITALAR/REGULAÇÃO MÉDICA
- FIXO
- MÓVEL (...
COMPARAÇÃO DE DOIS DIFERENTES
MODELOS HOSPITALARES
 Hospital universitário, atendimento nível
terciário.
 Demanda regulada
 Cobertura: 1,5 milhões de habitantes
UE – HC/R...
Objetivo Geral
Desenvolver, implantar e avaliar a efetividade do
Registro Informatizado do Atendimento ao Trauma
(RIAT) co...
Objetivos Específicos
• Avaliar a utilização do RIAT em relação à integração da assistência prestada
aos pacientes de trau...
PRINCÍPIOS
6) Preparo para sistema de apoio à decisão
4) Seguimento longitudinal do paciente
9) Uso de indicadores e filtr...
Tecnologias utilizadas
• Linguagens de Programação:
– PHP
– Javascript
• Banco de dados:
– MySQL
• Frameworks:
– Codeigniter (framework php)
– Bootstrap (framework front-end)
• Modelo de desenvolvimento MVC
Tecnologias ...
http://ehealth.fmrp.usp.br/pet2014_dev/
1) Domínio na Nuvem USP
ESTRUTURA
http://ehealth.fmrp.usp.br/btdb_dev/
2) Uso em d...
SITUAÇÃO ATUAL
4) Teste e uso no Mandaqui/SP
2) Finalização do desenvolvimento
3) Aquisição de equipamentos
1) Prorrogação...
Obrigado ! ! !
Prof. Dr. Gerson Alves Pereira Júnior
gersonapj@fmrp.usp.br
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Desenvolvimento, implantação e análise de um sistema (web) informatizado de registro do atendimento ao trauma em dois hospitais públicos: unidade de emergência do HCFMRP - USP Ribeirão Preto e complexo hospitalar do Mandaqui - SP.

464 views

Published on

Apresentação feita no Seminário de Discussão de Avaliações de Tecnologias em Saúde de projetos financiados pelo Departamento de Ciência e Tecnologia - DECIT do Ministério da Saúde.

Published in: Healthcare
  • Be the first to comment

Desenvolvimento, implantação e análise de um sistema (web) informatizado de registro do atendimento ao trauma em dois hospitais públicos: unidade de emergência do HCFMRP - USP Ribeirão Preto e complexo hospitalar do Mandaqui - SP.

  1. 1. Desenvolvimento, implantação e análise de um sistema (web) informatizado de registro do atendimento ao trauma em dois hospitais públicos: unidade de emergência do HCFMRP- USP Ribeirão Preto - SP e complexo hospitalar do Mandaqui - São Paulo-SP Prof. Dr. Gerson Alves Pereira Júnior Cirurgia de Urgência e do Trauma Unidade de Emergência FMRP-USP Brasília, 12 de novembro de 2015
  2. 2. REDE DE ATENÇÃO À SAÚDE (RAS) Prevenção Diagnóstico Tratamento Reabilitação Atenção SecundáriaAtenção Básica Atenção QuaternáriaAtenção Terciária Promoção
  3. 3. FASES DO ATENDIMENTO ÀS URGÊNCIAS E EMERGÊNCIAS - PREVENÇÃO - ATENDIMENTO PRÉ-HOSPITALAR/REGULAÇÃO MÉDICA - FIXO - MÓVEL (USB e USA) - ATENDIMENTO INTRA-HOSPITALAR - SETOR DE ATENDIMENTO/ADMISSÃO - SALAS DE ESTABILIZAÇÃO - SALAS DE OBSERVAÇÃO - SETOR DE APOIO DIAGNÓSTICO - RADIOLOGIA (simples, US, CT, arteriografia) - LABORATÓRIOS (análises clínicas, microbiologia, toxicologia) - OUTROS EXAMES (ecocardiografia, ECG, EEG, doppler transcraniano) - SETOR CIRÚRGICO - CENTRAL DE MATERIAIS - CENTRO CIRÚRGICO - SALA DE RECUPERAÇÃO PÓS-ANESTÉSICA - SETOR DE INTERNAÇÃO - TERAPIA INTENSIVA - ENFERMARIAS* - REABILITAÇÃO/SEGUIMENTO AMBULATORIAL * Assistência domiciliar (internação, home-care)
  4. 4. COMPARAÇÃO DE DOIS DIFERENTES MODELOS HOSPITALARES
  5. 5.  Hospital universitário, atendimento nível terciário.  Demanda regulada  Cobertura: 1,5 milhões de habitantes UE – HC/RP Inauguração – 1956  Hospital geral, atendimento nível terciário.  Demanda não regulada  Cobertura: 4 milhões de habitantes MANDAQUI/SP Inauguração – 1939
  6. 6. Objetivo Geral Desenvolver, implantar e avaliar a efetividade do Registro Informatizado do Atendimento ao Trauma (RIAT) como ação inovadora para analisar os dados epidemiológicos e clínicos, bem como a evolução dos pacientes vítimas de trauma admitidos em dois hospitais de referência terciária do Estado de São Paulo: a Unidade de Emergência do Hospital das Clínicas de Ribeirão Preto e o Hospital do Mandaqui na zona norte da cidade de São Paulo.
  7. 7. Objetivos Específicos • Avaliar a utilização do RIAT em relação à integração da assistência prestada aos pacientes de trauma; • Analisar a utilização do RIAT como registro de dados para a integração de ações e serviços prestados aos pacientes de trauma; • Analisar os atributos (simplicidade, aceitabilidade, qualidade dos dados) do RIAT antes e após a implantação do sistema; • Analisar a completude dos registros no RIAT antes e após a implantação do Sistema. • Fazer uma análise epidemiológica do trauma ao identificar e caracterizar o perfil dos pacientes, calcular as medidas de frequência de trauma, descrever a evolução do trauma, verificar a existência de relação entre mecanismo e gravidade, descrever os vários tipos de condição de alta dos pacientes e descrever a letalidade, local e causa do óbito e o tipo de transporte pré- hospitalar utilizado pelos pacientes; • Definir a gravidade dos traumas por meio da utilização dos índices RTS, ISS e TRISS, caracterizando os segmentos corpóreos mais lesados e individualizando os casos. • Comparar os dados epidemiológicos e clínicos de dois serviços assistenciais de trauma com características diferentes do ponto de vista da classificação como hospital de ensino, tipo de regulação médica dos casos, estrutura física dedicada somente às emergências ou inserido conjuntamente em hospital de casos eletivos e o tipo de gerência clínica do atendimento.
  8. 8. PRINCÍPIOS 6) Preparo para sistema de apoio à decisão 4) Seguimento longitudinal do paciente 9) Uso de indicadores e filtros de auditoria 2) Ferramenta didática para graduação e residência 3) Integração ensino-serviço 1) Parceria entre docentes - FMRP 8) Planejamento de alta e ambulatorial 7) Gerenciamento médico – valores críticos de alerta 5) Desenvolvimento em múltiplas plataformas
  9. 9. Tecnologias utilizadas • Linguagens de Programação: – PHP – Javascript • Banco de dados: – MySQL
  10. 10. • Frameworks: – Codeigniter (framework php) – Bootstrap (framework front-end) • Modelo de desenvolvimento MVC Tecnologias utilizadas
  11. 11. http://ehealth.fmrp.usp.br/pet2014_dev/ 1) Domínio na Nuvem USP ESTRUTURA http://ehealth.fmrp.usp.br/btdb_dev/ 2) Uso em desktop, tablets e celulares
  12. 12. SITUAÇÃO ATUAL 4) Teste e uso no Mandaqui/SP 2) Finalização do desenvolvimento 3) Aquisição de equipamentos 1) Prorrogação por mais um ano (Dezembro/2016) 5) Desenvolvimento do registro informatizado de emergências não traumáticas
  13. 13. Obrigado ! ! ! Prof. Dr. Gerson Alves Pereira Júnior gersonapj@fmrp.usp.br

×