Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Educacao superior abordagem historico critica

1,191 views

Published on

Conceitos relevantes para a Educação e Docência no Ensino Superior e forma de aprendizado.

Published in: Education
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Educacao superior abordagem historico critica

  1. 1. EDUCAÇÃO SUPERIOR UMA ABORDAGEM HISTÓRICO CRÍTICA CONCEITOS SOBRE EDUCAÇÃO E APRENDIZADO Jorge Purgly jorgepurgly@gmail.com
  2. 2. O mundo é feito de mudanças  Tipos de mudanças  Partilhadas – Genética  Comuns - Culturais  Individuais - Experiências  Principais conceitos de Vigotsky  Internalização – Brinquedo como aprendizado  ZPD = Zona de Desenvolvimento Proximal  Nível de desenvolvimento real em relação ao  Nível de desenvolvimento potencial
  3. 3. Psicologia Evolutiva  Modelo Mecanicista – Experiências e Aprendizagem  1- Filogênese – Espécie humana  2- Ontogênese – Etapa de vida  3- Sociogênese – Sociedade  4- Microgênese - Indivíduo
  4. 4. Jean Piaget  Mecanismos mentais da criança e esquemas.  4 Estágios da Epistemologia Genética da assimilação e da acomodação.  1- Sensório motor (6 sub-estágios) - Início da imaginação.  2- Pré-operatório – Egocentrismo infantil  3- Operatório concreto – 7 a 12 anos – Lógica  4- Operatório formal – Maturação, experiência e ambiente social.
  5. 5. Psicanálise – William Reich  As 6 fases do desenvolvimento  1- Oral  2- Anal  3- Fálica  4- Latência  5- Genital e Maturidade Emocional
  6. 6. Mecanismos de defesa  Na escolha profissional  - Social – Herança ocupacional  Psicológica – Individual  Avaliação tradicional  Exercícios  Provas  Exames
  7. 7. Método Jesuita de aprendizagem  1- Preleção = Pesquisa = Compreender  2- Debates = Pergunta = Compreender  3- Memorização = Leia = Reter  4- Expressão = Recite = Reter  5- Imitação = Reveja = Praticar Método Beneditino= Pesquisa, pergunta, leia, recite e reveja. Comênio – Didática Magna – Compreender, reter e praticar. Francis Bacon – Ensinar coisas úteis.
  8. 8. Comênio  Aprendizado pela Natureza e pelos sentidos.  Escola única a cargo do Estado.  A ideologia liberal foge dos objetivos da escola pública ( versão atual adaptada de Comênio)  Ensinar tudo a todos.  Adicione os resultados aqui Desde o ano de 1500 existe a contínua busca de uma nova forma de ensinar: Michel de Montaigne
  9. 9. CNE – Conselho Nacional de Educação  Atividade  Normativa  Deliberativa  Fiscalização da legislação.
  10. 10. Pesquisador Institucional -2004  Atividades:  Censo da Educação Superior  ENADE – Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes.  Cadastro Nacional de Docentes do Ensino Superior.  CAPES – Avaliação strictu-sensu.
  11. 11. Avaliação  Cursos de iniciação, extensão, qualificação, requalificação e livres.  IES – Instituição de Ensino Superior, começa a ser avaliada pelo MEC – Ministério da Educação e Cultura desde o credenciamento.  Avaliação: Busca da qualidade e da melhoria contínua.  LDB – Lei de Diretrizes e Bases da Educação 1996 – Inclui a educação infantil.
  12. 12. SINAES – Sistema Nacional de Avaliação na Educação Superior  Substituiu o Provão em 2004.  Avalia a Instituição de Ensino Superior – IES  Avalia os cursos  Avalia o desempenho dos estudantes no ENADE  Instrumento de primeira geração- Busca pela Nota x Quanto o aluno aprendeu.  Reflexão do aluno x Pós modernismo
  13. 13. Pensadores  Paulo Freire: “Pesquiso para constatar.” – Professor- Conhecimento – Aluno  Montesquieu: Construir o Eu como Cidadão.  Platão: Educação para guardar a Pólis (Cidade).  Marconi e Lakatos: A ciência e o acumular de conhecimentos. A ciência é falível. É necessário o confronto da teoria de prática.  A atividade científica busca o controle sobre os elementos da Natureza.
  14. 14. PNE- Plano Nacional de Extensão Universitária  Universidade- Ensino, Pesquisa, Extensão e Sociedade.  Ensino – Para além da sala de aula.  Pesquisa – Curiosidade e conhecimentos para a sociedade.  Extensão – Ajudar a resolver problemas
  15. 15. O compromisso da escola  A Escola como Instituição tem um compromisso com a sociedade apresentando um conhecimento elaborado, sistematizado e erudito.  Proposta de docência no ensino superior:  Uso da Didática através da Pedagogia Histórico Crítica.  Práxis.
  16. 16. Tecnologia móvel na Educação  Impactos nos cursos de EAD  MOOCs – Massive Open Online Courses  APPs são a tendência tecnológica (Applications for Mobiles).  Mobile Learning.  Desafio: Capacitar educadores, professores docentes, pesquisadores, com as novas tecnologias disponíveis do mercado e incentivar o seu uso na Educação.
  17. 17. Educação Por Competências  Transmissão sistemática do senso comum para o preparo para o mercado de trabalho.  Conhecimento de Geração em Geração = Senso Comum.  Críticas: Pragmático e limitado ao senso comum. Foco em habilidades e competências para o mercado de trabalho.  Educação tecnicista- Metodologia importada do exterior para passar conhecimentos práticos para atender ao Mercado.
  18. 18. Educação Contemporânea  Demerval Saviani e João Luiz Gasparin – Pedagogia Histórico-Crítica.  Gramsci (2005) – O trabalho humaniza.  Peter Drucker – Sociedade do Conhecimento. Sociedade pós-industrial: Mercado, Sociedade e Política.  Chauí (2005)- Racionalismo: Capacidade de distinguir a aparência da realidade.
  19. 19. Pedagogia Histórico Crítica  - Nível de Desenvolvimento Atual  1- Introdução  2- Prática Social Inicial  Zona de Desenvolvimento Imediato  3- Problematização  4- Instrumentalização  5- Catarse  Novo Nível de Desenvolvimento atual  Prática Social Final. Pesquisa Pergunta Leia Recite Reveja
  20. 20. Conclusão  “Ninguém é melhor do que todos nós juntos” jorgepurgly@gmail.com Indaial, 13 de março de 2014

×