Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Webinar proqualis setembro Detecção precoce e manejo clínico da Sepse

1,732 views

Published on

Com o Dr. André Luis Negrão Albanez, do Hospital São Luiz do Morumbi.

Published in: Health & Medicine
  • DOWNLOAD FULL BOOKS, INTO AVAILABLE FORMAT ......................................................................................................................... ......................................................................................................................... 1.DOWNLOAD FULL. PDF EBOOK here { https://tinyurl.com/y6a5rkg5 } ......................................................................................................................... 1.DOWNLOAD FULL. EPUB Ebook here { https://tinyurl.com/y6a5rkg5 } ......................................................................................................................... 1.DOWNLOAD FULL. doc Ebook here { https://tinyurl.com/y6a5rkg5 } ......................................................................................................................... 1.DOWNLOAD FULL. PDF EBOOK here { https://tinyurl.com/y6a5rkg5 } ......................................................................................................................... 1.DOWNLOAD FULL. EPUB Ebook here { https://tinyurl.com/y6a5rkg5 } ......................................................................................................................... 1.DOWNLOAD FULL. doc Ebook here { https://tinyurl.com/y6a5rkg5 } ......................................................................................................................... ......................................................................................................................... ......................................................................................................................... .............. Browse by Genre Available eBooks ......................................................................................................................... Art, Biography, Business, Chick Lit, Children's, Christian, Classics, Comics, Contemporary, Cookbooks, Crime, Ebooks, Fantasy, Fiction, Graphic Novels, Historical Fiction, History, Horror, Humor And Comedy, Manga, Memoir, Music, Mystery, Non Fiction, Paranormal, Philosophy, Poetry, Psychology, Religion, Romance, Science, Science Fiction, Self Help, Suspense, Spirituality, Sports, Thriller, Travel, Young Adult,
       Reply 
    Are you sure you want to  Yes  No
    Your message goes here

Webinar proqualis setembro Detecção precoce e manejo clínico da Sepse

  1. 1. Detecção Precoce e Manejo Clínico da Sepse Dr André L. Negrão Albanez Diretor médico Hospital Rede Dor São Luiz- Morumbi
  2. 2. Detecção Precoce e Manejo Clínico da Sepse Sepse, uma Síndrome a se Desvendar
  3. 3. Detecção Precoce e Manejo Clínico da Sepse
  4. 4. Detecção Precoce e Manejo Clínico da Sepse • 25% DE TODOS OS LEITOS DE UTI DO BRASIL
  5. 5. Detecção Precoce e Manejo Clínico da Sepse • 25% DE TODOS OS LEITOS DE UTI DO BRASIL • 28% A 54% DE MORTALIDADE NO BRASIL
  6. 6. Detecção Precoce e Manejo Clínico da Sepse • 25% DE TODOS OS LEITOS DE UTI DO BRASIL • 28% A 54% DE MORTALIDADE NO BRASIL • 20 A 30 MILHÕES DE CASOS NO MUNDO
  7. 7. Detecção Precoce e Manejo Clínico da Sepse • 25% DE TODOS OS LEITOS DE UTI DO BRASIL • 28% A 54% DE MORTALIDADE NO BRASIL • 20 A 30 MILHÕES DE CASOS NO MUNDO • 1000 PESSOAS POR HORA NO MUNDO
  8. 8. Detecção Precoce e Manejo Clínico da Sepse • 25% DE TODOS OS LEITOS DE UTI DO BRASIL • 28% A 54% DE MORTALIDADE NO BRASIL • 20 A 30 MILHÕES DE CASOS NO MUNDO • 1000 PESSOAS POR HORA NO MUNDO • 24 MIL PESSOAS MORREM POR DIA
  9. 9. Detecção Precoce e Manejo Clínico da Sepse • 25% DE TODOS OS LEITOS DE UTI DO BRASIL • 28% A 54% DE MORTALIDADE NO BRASIL • 20 A 30 MILHÕES DE CASOS NO MUNDO • 1000 PESSOAS POR HORA NO MUNDO • 24 MIL PESSOAS MORREM POR DIA • 8 MILHÕES DE VIDA POR ANO
  10. 10. Detecção Precoce e Manejo Clínico da Sepse • 25% DE TODOS OS LEITOS DE UTI DO BRASIL • 28% A 54% DE MORTALIDADE NO BRASIL • 20 A 30 MILHÕES DE CASOS NO MUNDO • 1000 PESSOAS POR HORA NO MUNDO • 24 MIL PESSOAS MORREM POR DIA • 8 MILHÕES DE VIDA POR ANO • 8 A 13% DE AUMENTO TAXA ANUAL
  11. 11. Detecção Precoce e Manejo Clínico da Sepse
  12. 12. Detecção Precoce e Manejo Clínico da Sepse
  13. 13. Classificação antiga Classificação atual (a ser usada) Característica Sepse Infecção sem disfunção Infecção suspeita ou confirmada, sem disfunção orgânica, de forma independente da presença de sinais de SRIS. Sepse Grave Sepse Infecção suspeita ou confirmada com disfunção orgânica, de forma independente da presença de sinais de SRIS. Choque Séptico Choque Séptico Sepse que evoluiu com hipotensão não corrigida com reposição volêmica , com disfunção orgânica de forma independente de alterações de lactato Detecção Precoce e Manejo Clínico da Sepse
  14. 14. Detecção Precoce e Manejo Clínico da Sepse • SRIS – Temperatura corporal > 38°C ou < 36°C – Fc > 90 bpm. – F respiratória > 20 ou Paco2 < 32 mmHg ou VM. – Leucócitos > 12.000/mm3 ou < 4.000 /mm3 ou > 10% de bastonetes
  15. 15. Detecção Precoce e Manejo Clínico da Sepse • DISFUNÇÃO ORGÂNICA i. Lactato Arterial Alterado
  16. 16. Detecção Precoce e Manejo Clínico da Sepse • DISFUNÇÃO ORGÂNICA i. Lactato Arterial Alterado ii. Alteração do nível de consciência
  17. 17. Detecção Precoce e Manejo Clínico da Sepse • DISFUNÇÃO ORGÂNICA i. Lactato Arterial Alterado ii. Alteração do nível de consciência iii. Alteração de pressão arterial P. sistólica <= 90 mmHg ou queda <= 40 mmHg ; PAM <= 65 mmHg
  18. 18. Detecção Precoce e Manejo Clínico da Sepse • DISFUNÇÃO ORGÂNICA i. Lactato Arterial Alterado ii. Alteração do nível de consciência iii. Alteração de pressão arterial P. sistólica <= 90 mmHg ou queda <= 40 mmHg ; PAM <= 65 mmHg iv. PaO2/FIO2 <= 250 sem foco pulmonar; e <= 200 com pneumonia
  19. 19. Detecção Precoce e Manejo Clínico da Sepse • DISFUNÇÃO ORGÂNICA i. Lactato Arterial Alterado ii. Alteração do nível de consciência iii. Alteração de pressão arterial P. sistólica <= 90 mmHg ou queda <= 40 mmHg ; PAM <= 65 mmHg iv. PaO2/FIO2 <= 250 sem foco pulmonar; e <= 200 com pneumonia v. Débito urinário ausente nas ultimas 6 h, ou creatinina isolada >= 2,0 mg/dl, ou oligúria (0,5 ml/Kg/h em 2 h)
  20. 20. Detecção Precoce e Manejo Clínico da Sepse • DISFUNÇÃO ORGÂNICA i. Lactato Arterial Alterado ii. Alteração do nível de consciência iii. Alteração de pressão arterial P. sistólica <= 90 mmHg ou queda <= 40 mmHg ; PAM <= 65 mmHg iv. PaO2/FIO2 <= 250 sem foco pulmonar; e <= 200 com pneumonia v. Débito urinário ausente nas ultimas 6 h, ou creatinina isolada >= 2,0 mg/dl, ou oligúria (0,5 ml/Kg/h em 2 h) vi. Plaquetopenia <= 100.000
  21. 21. Detecção Precoce e Manejo Clínico da Sepse • DISFUNÇÃO ORGÂNICA i. Lactato Arterial Alterado ii. Alteração do nível de consciência iii. Alteração de pressão arterial P. sistólica <= 90 mmHg ou queda <= 40 mmHg ; PAM <= 65 mmHg iv. PaO2/FIO2 <= 250 sem foco pulmonar; e <= 200 com pneumonia v. Débito urinário ausente nas ultimas 6 h, ou creatinina isolada >= 2,0 mg/dl, ou oligúria (0,5 ml/Kg/h em 2 h) vi. Plaquetopenia <= 100.000 vii. Bilirrubinas > 2,0
  22. 22. Detecção Precoce e Manejo Clínico da Sepse • DISFUNÇÃO ORGÂNICA i. Lactato Arterial Alterado ii. Alteração do nível de consciência iii. Alteração de pressão arterial P. sistólica <= 90 mmHg ou queda <= 40 mmHg ; PAM <= 65 mmHg iv. PaO2/FIO2 <= 250 sem foco pulmonar; e <= 200 com pneumonia v. Débito urinário ausente nas ultimas 6 h, ou creatinina isolada >= 2,0 mg/dl, ou oligúria (0,5 ml/Kg/h em 2 h) vi. Plaquetopenia <= 100.000 vii. Bilirrubinas > 2,0 viii. Distúrbio de coagulação INR> 1,5 e/ou TTPA > 60 seg
  23. 23. Detecção Precoce e Manejo Clínico da Sepse
  24. 24. Detecção Precoce e Manejo Clínico da Sepse
  25. 25. DEFINIÇÕES: Sepse: Disfunção orgânica potencialmente fatal causada por uma resposta imune desregulada a uma infecção. Choque Séptico: sepse acompanhada por profundas anormalidades circulatórias e celulares/metabólicas capazes aumentar a mortalidade substancialmente . Detecção Precoce e Manejo Clínico da Sepse
  26. 26. ANTIGO Sepse Infecção + SRIS Sepse grave Sepse + Disfunção Orgânica Choque Séptico Hipotensão persistente (refratária) Detecção Precoce e Manejo Clínico da Sepse
  27. 27. Nova Diretriz: JAMA Sepse Infecção + SRIS Sepse grave Sepse + Disfunção Orgânica Choque Séptico Hipotensão persistente (refratária) Detecção Precoce e Manejo Clínico da Sepse
  28. 28. • Sepse Grave e Choque Séptico Identificação precoce Menor tempo para tomada de decisão Diminuir taxa de mortalidade Redução de Custos Protocolos: Definem Critérios de Elegibilidade Determinam Diretrizes Institucionais Geram Mudanças de Comportamento
  29. 29. Detecção Precoce e Manejo Clínico da Sepse ONTEM HOJE ANTIBIÓTICO E HIDRATAÇÃO VIGOROSA I R S S ALTA SENSIBILIDADE BAIXA ESPECIFICIDADE SEPSE qSOFA ANTIBIOTICO E HIDRATAÇÃO VIGOROSA ALTA ESPECIFICIDADE GATILHO PARA APLICAÇÃO SCORE QSOFA AINDA É SIRS SUSPEITA DE INFECÇÃO
  30. 30. ( ) Descartado pelo médico – HD definido: _____________________________ ( ) Descartado pelo médico – ( ) Internado em apto ( ) Alta ( ) Descartado pelo médico - Outros:___________________________________________________ Assinatura/Carimbo Médico:__________________________________ Assinatura/Carimbo Enfermeiro:________________________________ JUSTIFICATIVA PARA EXCLUSÃO DO PROTOCOLO Protocolo de Sepse
  31. 31. Pacote de 3 horas: •Coleta de lactato sérico; •Coleta da hemocultura antes do início da antibioticoterapia; •Início do antibiótico na primeira hora após o diagnóstico; •Reposição volêmica agressiva precoce nos pacientes com hipotensão ou lactato 2 vezes o valor normal. Detecção Precoce e Manejo Clínico da Sepse
  32. 32. Pacote de 6 horas: • Uso de vasopressores para manter pressão arterial média acima de 65 mmHg; •Reavaliação do status volemico e da perfusão tecidual, usando, por exemplo, mensuração da pressão venosa central ou da saturação venosa central de oxigênio; •Nova mensuração de lactato para pacientes com hiperlactatemia inicial Detecção Precoce e Manejo Clínico da Sepse
  33. 33. Unidade Morumbi – Capacidade Instalada Unidades de Internação 122 UTI Adulto 50 UTI Infantil 10 Semi Intensiva 20 Salas Cirúrgicas 13 Leitos de RA 14 Sala Hemodinâmica 1 Consultórios PSA 11 Consultórios PSI 6 Leitos de Emergência PSA 3 Leitos de emergência PSI 1 Repouso PSA 11 Repouso PSI 7 Salas Tomografia 2 Salas Ultrassonografia 2 Sala Ressonância Magnética 1 Salas de RX 3 Salas de Ecocardiograma 2 Sala de Endoscopia 1 Sala de Colonoscopia 1 Sala de teste ergonométrico 1 UTI Pediátrica – Inaugurada em março/2017
  34. 34. Produção do 1º trimestre 2017 Número de cirurgias 2.924 Atendimento de Pronto Socorro 36.647 Internações 4.219 Pronto Atendimento de Especialidades 2.773 Produção da Unidade Fonte: Tasy
  35. 35. 9,988 10,213 13,103 10,318 9,971 9,999 11,323 11,499 11,533 12,077 11,445 11,088 11,738 11,559 13,350 11,716 13,027 12,257 12,324 12,000 Jan Feb Mar Apr May Jun Jul Aug Sep Oct Nov Dec Número de Atendimentos Pronto Socorro Adulto 2016 2017 Meta Detecção Precoce e Manejo Clínico da Sepse
  36. 36. 100.0% 88.9% 81.8% 78.6% 100.0% 100.0% 91.7% 100% 0% 0% 0% 0% 100% Jan Feb Mar Apr May Jun Jul Aug Sep Oct Nov Dec Tempo porta antibiótico qSofa+ em até 1 hora Protocolo Sepse 2017 Média 2016 Detecção Precoce e Manejo Clínico da Sepse
  37. 37. Detecção Precoce e Manejo Clínico da Sepse Critério qSOFA
  38. 38. Detecção Precoce e Manejo Clínico da Sepse 16.67 16.67 3.57 9.09 20.00 18.75 25.00 28.57 33.33 17.65 37.50 37.50 33.33 Aug-16 Sep-16 Oct-16 Nov-16 Dec-16 Jan-17 Feb-17 Mar-17 Apr-17 May-17 Jun-17 Jul-17 Aug-17 Taxa de Mortalidade da Sepse 2016 - 2017 ago/16 set/16 out/16 nov/16 dez/16 jan/17 fev/17 mar/17 abr/17 mai/17 jun/17 jul/17 ago/17 Denominador (pacientes com sepse grave e choque séptico (antes) / qSOFA + (agora) 36 36 28 11 15 16 16 14 12 17 16 8 9 Número total de protocolos abertos 182 179 147 173 170 139 168 170 190 212 194 118 152
  39. 39. OBRIGADO Dr André L. Negrão Albanez Diretor médico Hospital Rede Dor São Luiz- Morumbi

×