Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

São Paulo no Cenário do Petróleo & Gás

145 views

Published on

Parte da Aula do dia 11/06 aos alunos do Curso de petróleo & Gás do BRSchool

Published in: Business
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

São Paulo no Cenário do Petróleo & Gás

  1. 1. Petróleo & Gás em São Paulo Há Quase Um Século São Paulo Tentava Entrar Para o Cenário Petrolífero, Embora Naquela Época Ainda Não Tivesse Tecnologia e Mão de Obra Adequadas A Exploração Era Onshore (em Terra) em Todo o País e, Com a Descoberta da Bacia de Santos Décadas Depois, o Estado Entrou de Vez Para o Cenário de Petróleo & Gás do País Um Estudo de Viabilidade Técnico- Econômica Aprovou o Primeiro Grande Projeto de Produção de Gás Natural na Bacia de Santos: _ o Polo de Gás de Mexilhão Os Constantes Riscos Políticos e as Ameaças da Bolívia em Relação ao Gás Natural Acelerou o Projeto da Construção da Mega Plataforma de Tratamento de Gás em Caraguatatuba Finalmente Chegou a Vez dos Paulistas Aproveitar as Oportunidades de Empregos e Negócios Que Serão Gerados Pelo Setor
  2. 2. Pela Sua Posição Geográfica, o Complexo de Produção Foi Dimensionado Para Receber o Gás Produzido no Campo de Mexilhão e, no Futuro, de Outras Áreas da Bacia de Santos Essa Bacia Começa em Cabo Frio (RJ) e Termina em Florianópolis (SC), Onde São Desenvolvidos Quatro (4) Polos de Produção e, Por Isso, Fluminenses, Paulistas, Paranaenses e Catarinenses Devem se Beneficiar Com a Exploração da Bacia de Santos O Potencial da Bacia de Santos É Responsável Por Uma Produção Diária de 1 Milhão de m³ de Gás Natural e 1.600 Barris de Petróleo no Campo de Merluza (Descoberto nos Anos 80). Atualmente o Desafio é Dar um Salto na Produção, Pois a Reserva de Mexilhão é o Carro-Chefe Que Reduzirá a Dependência Externa do Brasil em Gás
  3. 3. O Plano Diretor Prevê Cinco (5) Polos de Produção: Merluz a Mexilhão BS-500 SUL CENTR OA Descoberta de Petróleo na Camada de Sal no Campo de Tupi Deverá Agregar U$ 20 Bilhões Nas Exportações Através da Extração Total de Até 8 Bilhões de Barris de Petróleo, Cujos Impactos Promoverão Alterações no Câmbio e Nos Preços A Petrobrás é a Operadora Dessa Área (Com 65 % do Campo) e os Seus Sócios (BG Group e Galp Energia) Detém 25 % e 10 % A Camada de Pré-Sal É Uma Faixa Que se Estende ao Longo de 800 km Entre Espírito Santo e Santa Catarina, Abaixo do Leito do Mar Que Engloba Três (3) Grandes Bacias (Espírito Santo, Campos e Santos), Onde o Petróleo Está Abaixo de 7 Mil Metros
  4. 4. Além de TUPI, Outros Campos de Petróleo Já Foram Descobertos no Pré-Sal Como Guará, Bem-Te-Vi, Carioca, Júpiter, Corcovado e Parati Numa Comparação, as Reservas Totais de Petróleo e Gás Brasileiras (14 Bilhões de Barris, em 2007), TUPI Pode Dobrar Esse Volume e Colocaria o Brasil Entre os Sete (7) Maiores Produtores do Mundo A Bacia do Espírito Santo A História do Petróleo na Bacia Capixaba é Curiosa, Pois as Pesquisas se Iniciaram em 1957 e a Primeira Descoberta Ocorreu Apenas em 1969 Nessa época, os Trabalhos Estavam se Desenvolvendo na Bacia de Campos e, Por Isso, se Subordinavam à Cidade de Vitória (ES). Mas, Com o Sucesso Das Descobertas na Bacia de Campos Esses Distritos se Dividiram em Dois (2): _ Macaé (RJ) e São Mateus (ES) Daí, Todo o Potencial Petrolífero Dessa Área Ficou Desacreditado, Chegando-se Até à Ameaças de Fechamento ou Venda de Campos Pouco Lucrativos
  5. 5. Porém, a Perfuração do 1º Poço em Águas Profundas em 2000 (Campo de Jubarte), Representou a “Grande Virada” no Setor Que Parecia Desacreditado O Trabalho da Petrobrás na Região Capixaba Está em Desenvolvimento Com Atuação em Terra Firme, em Águas Rasas, Profundas e Ultra Profundas, Destacando-se:CAMPO de JUBARTE Plataforma Fixa de Peroá CAMPO de GOLFINHO Unidade de CacimbasTerminal Norte Capixaba Estação de Fazenda Alegre

×