Revolução Mexicana
      Três fases, a primeira, iniciando-se em 1910 com a derrubada do
ditador que iria para o seu sétim...
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

RevoluçãO Mexicana

2,481 views

Published on

Texto de Eric Hobsbawm sobre as fases da revolução mexicana

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
2,481
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
3
Actions
Shares
0
Downloads
44
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

RevoluçãO Mexicana

  1. 1. Revolução Mexicana Três fases, a primeira, iniciando-se em 1910 com a derrubada do ditador que iria para o seu sétimo mandato, Porfírio Diaz, e a tentativa fracassada do levante do líder do partido anti-reeleccionista Francisco Maderos, marca o que se convenciona chamar do início da fase política da revolução, a revolução maderista. Victoriano Huerta, que traindo o país e a pátria, assassinou o presidente Maderos e seu vice, e assumiu o poder, no episodio que ficou conhecido como la decena trágica.( 9 a 18 de fevereiro de 1913). O governo de Huerta inauguraria a segunda fase da Revolução e contaria de certa forma com o apoio internacional, dos países que não reconheceriam a oficialidade da tomada de poder. As tropas Zapatistas continuaram a luta, ao lado de Villa e Obregón, e mais uma nova força representada pelo Governador Venustiano Carranza, aliado às forças políticas do estado de Sonora. A partir de 1914, inicia-se a terceira fase, a mais problemática do processo revolucionário, com a fragmentação das forças antes conjuntas e a radicalidade das facções camponesas que se opunham aos constitucionalistas. Os conflitos se arrastariam com vitórias e derrotas para todos, levando o Estado Mexicano a exaurir suas economias e paralisar o crescimento e desenvolvimento do país. Assembléia Constituinte em 1917 dá um rumo à política nacional. E certo retorno do México e do crescimento de sua economia. A briga pelo poder causou uma onda de violência que durou De 1918 a 1920 com nova investida da oposição e terminou com a posse de Álvares Obregón. A partir daí, a Revolução seria institucionalizada e o Norte viria a dominar a cena durante um longo período, o que faz com a periodização sobre a Revolução mexicana seja motivo de discórdia na historiografia. Eric HOBSBAWM, Rumo à revolução, In: A era dos impérios, p.396. Ana Maria Martinez CORREA, A Revolução Mexicana, 1910-1917.

×