Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.
Avaliação de História
Nome:__________ Turma:________
1 – O período que durou de 1831 a 1840
é conhecido na história políti...
prerrogativas políticas das
províncias.
6 – Foi uma rebelião deflagrada no norte,
na província do Grão-Pará, que teve
sign...
c) Policiar a Corte, isto é, a cidade
do Rio de Janeiro, mantendo-a
segura.
d) Zelar pela segurança das
fronteiras naciona...
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Avaliação período regencial

7,228 views

Published on

O período regencial (1831-1840)

Published in: Education
  • Dating for everyone is here: ♥♥♥ http://bit.ly/36cXjBY ♥♥♥
       Reply 
    Are you sure you want to  Yes  No
    Your message goes here
  • Dating direct: ♥♥♥ http://bit.ly/36cXjBY ♥♥♥
       Reply 
    Are you sure you want to  Yes  No
    Your message goes here

Avaliação período regencial

  1. 1. Avaliação de História Nome:__________ Turma:________ 1 – O período que durou de 1831 a 1840 é conhecido na história política brasileira como: a) Monárquico. b) Colonial. c) Regencial. d) Restauração. e) Imperial. 2 – Em qual opção está expresso um dos efeitos decorrentes do Ato Adicional de 1834? a) Centralizou o poder político do governo. b) Fortaleceu o poder central em detrimento do poder regional. c) Concedeu mais autonomia para as províncias. d) Reduziu a participação das elites regionais no poder. 3 – Assinale a opção que expõe, respectivamente, a principal unidade produtiva e o tipo de mão de obra utilizada no período Imperial. a) Latifúndio; mão de obra escrava. b) Pequenas propriedades; mão de obra escrava. c) Mão de obra escrava; latifúndio. d) Latifúndio. Trabalho livre. e) Grandes propriedades rurais; Mão de obra indígena. 4 – A Revolta dos Malês (1835) teve uma característica singular. Em qual opção ela está expressa? a) Tratou-se de uma rebelião promovida por homens brancos livres. b) Foi uma revolta que pretendia proclamar uma república no Brasil. c) A rebelião foi liderada, em sua maioria, por escravos que seguiam o islamismo. d) Foi uma revolta que atingiu os seus objetivos e aboliu a escravidão na província. Observe o mapa e responda as questões de 5 a 8. 5 – Um fator que explica as inúmeras revoltas que ocorreram no Brasil no período pós-abdicação de D. Pedro I é: a) A existência de um governo central forte, o qual assegurava a ordem no Império. b) A ausência da figura do monarca que abalou a estabilidade política do reino. c) A insatisfação geral com a sujeição da economia aos interesses dos comerciantes lusos. d) A revogação do Ato Adicional de 1834 que subtraiu as
  2. 2. prerrogativas políticas das províncias. 6 – Foi uma rebelião deflagrada no norte, na província do Grão-Pará, que teve significativa participação popular e terminou com forte repressão do governo... a) Balaiada. b) Sabinada. c) Revolta dos Malês. d) Cabanagem. e) Farroupilha ou Farrapos. 7 – A respeito do forma com a qual o Governo lidava com os grupos sociais revoltosos, assinale a opção que explicite como se dava essa relação: a) O governo buscava pacificar as províncias revoltadas por meio da celebração de acordos. b) A regra adotada pelos políticos da Corte passava pela via do diálogo e a busca da paz. c) Dentre as medidas usadas para conter as rebeliões estava a busca do consenso através da diplomacia. d) O governo procurou atender as reivindicações dos revoltosos, conseguindo, desse modo, colocar fim nos levantes locais. e) A política do governo foi marcada pelo uso do aparato militar para reprimir os revoltos e abortar movimentos separatistas. 8 – A respeito da Revolta dos Farrapos, uma das razões que causou o levante foi... a) O descontentamento dos estancieiros com a política tributária do governo que prejudicava a produção de charque. b) O aumento que o governo aplicou nos impostos sobre o charque importado dos países platinos. c) O predomínio do charque argentino e uruguaio no mercado nacional, cuja qualidade era inferior ao similar rio-grandense. d) A política econômica do governo que dificultava a entrada de produtos platinos no mercado nacional e impedia a livre concorrência. Analise as imagens a seguir e responda as questões de 9 a 10. 9 – Uma das atribuições da Guarda Nacional, criada em 1831, tinha como atribuição: a) Realizar a segurança do príncipe herdeiro do trono brasileiro. b) Assegurar a ordem a integridade do império e a obediência às leis.
  3. 3. c) Policiar a Corte, isto é, a cidade do Rio de Janeiro, mantendo-a segura. d) Zelar pela segurança das fronteiras nacionais, sobretudo, na região platina (fronteira com Uruguai e Argentina). 10 – Quando o governo criou a Guara Nacional ele atendeu aos interesses de um grupo social, fortalecendo ainda mais sua posição em nível regional/local. Integrantes desse grupo também ocupavam postos de comando na Guarda. Que grupo foi esse? a) Os povos indígenas. b) Os pequenos comerciantes. c) Os tropeiros. d) Os fazendeiros. e) Os traficantes de escravos. 11 – No período regencial havia vários grupos políticos que defendiam posições divergentes e, às vezes, contrárias, seja na imprensa (jornais) ou no Parlamento. Associe corretamente os grupos com as ideias que eles defendiam, depois assinale a sequência exata. 1 – Liberais exaltados; 2 – Restauradores; 3 – Liberais moderados. ( ) defendiam a volta de D. Pedro I e representava os comerciantes portugueses, militares conservadores e altos funcionários públicos. ( ) pediam a descentralização do poder e autonomia das províncias e o sistema federalista e, alguns, republicanos. Representavam os profissionais liberais, pequenos comerciantes e funcionários públicos modestos e militares de baixa patente. ( ) defendiam a preservação da unidade territorial e a monarquia, porém, sem absolutismo. A manutenção da escravidão também era defendida por esses grupos que representavam os grandes proprietários rurais de São Paulo, Minas Gerais e do nordeste. a) 1, 2, 3. b) 2, 1, 3. c) 3, 2, 2. d) 2, 1, 3. 12 – Após o retorno de D. Pedro I para Portugal, em 1831, o trono ficou vago, pois seu filho ainda era menor de idade. Pedro de Alcântara, o sucessor do trono brasileiro, aos quatro anos de idade, alguns meses antes da abdicaçãodo pai. Óleo sobre tela de Arnaud Julien Pallière, 1830. Museu Imperial. Que medida a Constituição de 1824 previa nessa situação? a) Uma mudança no regime do governo para a República, abandonando a Monarquia. b) O fim da independência e o retorno do Brasil à condição de colônia de Portugal. c) Previa que o príncipe deveria assumir o trono depois que fosse alfabetizado. d) Enquanto o príncipe não atingisse a maioridade o governo seria exercido por um conselho de três regentes. e) O poder central ficaria a cargo das Assembleias legislativas provinciais criadas em 1834.

×