Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

IMPACTO AMBIENTAL E RESÍDUOS DA CARCINICULTURA

3,380 views

Published on

  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

IMPACTO AMBIENTAL E RESÍDUOS DA CARCINICULTURA

  1. 1. Gracielle Junkes Priscila Raijche de Oliveira
  2. 2.  Criação racional de camarões em cativeiro (impactos ambientais);  Atividade em crescimento no Brasil Nordeste (97% da produção nacional);  Rio Grande do Norte o maior produtor nacional.
  3. 3.  Baixa densidade (0,5 – 4,0 camarões/m²);  Produção em torno de 450 Kg/ha/ano;  Vantagem: Baixo investimento - Sem alimentação artificial - Sem aeradores Sistema extensivo
  4. 4.  Maior aporte de camarões/m² (6-20 camarões/m²);  Produção muito variável podendo chegar a 10 toneladas/ha/ano;  Alimentação artificial é fundamental junto com alimento natural (zooplancton);  Poucos aeradores (movimentar a água e evitar decomposição anaeróbica). Sistema semi-intensivo
  5. 5.  Pequenos tanques com altas densidades (Sistema intensivo: 20- 100 camarões/m² e super intensivo 120- 500 camarões/m²);  Alimento de alta qualidade;  Pouca importância do alimento natural;  Alta taxa de renovação de água (50-100%/dia);  Necessidade de manejos diários;  Muitos aeradores e geradores. Sistema intensivo e super intensivo
  6. 6.  Materiais calcigênicos (controlar o pH e eliminar ovos de peixes);  Coagulantes (redução de partículas suspensas e turbidez);  Fertilizantes orgânicos e inorgânicos (promover o desenvolvimento de algas)  Desinfetantes utilizados na água e em equipamentos;  Pesticidas (organofosforados, organoclorados e formalinas) utilizados para eliminar parasitas dos animais;  Antibióticos (utilizados em animais doentes);  Outras: Probióticos, anestésicos, esteróides e imunoestimulantes, etc. Substâncias químicas permitidas
  7. 7. Aspecto Ambiental Impacto Ambiental Desmatamento das áreas de mangue Aumento da erosão/ perda da biodiversidade e mudança na paisagem Ocupação de faixa de praia Mudança na paisagem (impacto Visual) Lançamento de efluentes nos cursos d´água. Contaminação dos corpos hídricos (carga orgânica, substâncias químicas e geração de sedimentos)/ Assoreamento, aumento da turbidez, eutrofização e redução da biodiversidade Tratamentos microbiológicos Possíveis alterações nas características físico-químicas e bacteriológicas da água Acasalamento contínuo entre parentes. Maior susceptibilidade do camarão a doenças
  8. 8. Aspecto ambiental Impacto ambiental Desmatamento das áreas de mangue Aumento da erosão e perda da biodiversidade/ mudança na paisagem. Lançamento de efluentes dos viveiros ricos em sedimentos. Contaminação dos corpos (carga orgânica, substâncias químicas e geração de sedimentos)/ Assoreamento, aumento da turbidez, eutrofização e redução da biodiversidade Lançamento de efluentes salinos (aclimatação) em áreas interiores Salinização do solo e/ou de corpos hídricos. Espécies exóticas Risco de entrada de doenças exógenas/ Alteração na cadeia alimentar Consumo de grandes volumes de água Alteração do regime hidrológico de estuários e rios.
  9. 9. Aspecto ambiental Impacto ambiental Retirada da casca do camarão Geração de resíduos sólidos orgânicos Lançamento de efluentes Poluição dos cursos d’água
  10. 10.  Ex: um sistema semi-intensivo de 10 camarões/m² é ofertado em média 10 kg/dia;  É assimilado 16,7% do alimento (peso seco) de PB, sendo que a percentagem de água da ração peletizada é de 10 – 20%, chegando a uma assimilação de 20%, logo 80% voltam em excreta ou não saem do ambiente;
  11. 11. Eliminação ou diminuição das trocas de água ao longo do período de cultivo; Utilização de Mexilhões e Ostras: filtradores e eficazes na remoção de partículas suspensas, ajudando a clarificar a água;
  12. 12. Tanques de sedimentação para reduzir sólidos suspensos; O uso de produtos biológicos contribui para a manutenção da biota saudável através da inoculação com culturas microbianas especialmente desenvolvidas para competir favoravelmente nestes ambientes;
  13. 13. Macrófitas aquáticas também podem ser viáveis para os aqüicultores e ainda minimizam os impactos sobre os ecossistemas aquáticos; Utilizar bioflocos para reduzir a necessidade de suplementos protéicos em até 50%;
  14. 14.  Farinha de subprodutos de camarão (casca e cabeça) – Para animais e Humanos;  Extração de heparina de subprodutos;
  15. 15.  Garantia da sustentabilidade depende do conhecimento e monitoramento dos impactos ambientais da atividade nos ecossistemas brasileiros; do estabelecimento da capacidade de suporte das bacias destinadas à cultura do camarão; e dos investimentos em pesquisas voltadas para o desenvolvimento de tecnologias que neutralizem ou reduzam substancialmente esses impacto  Toda substância, orgânica ou inorgânica após a despesca ou elevação da maré é carregada para os ecossistemas vizinhos, impactando-os – Essencial o controle da qualidade dos efluentes;
  16. 16. Beneficiamento do camarão: Poucas pesquisas na área (estudos para desenvolver novos produtos alimentícios com maior valor nutricional); Detectar alterações e estabelecer parâmetros que permitam avaliar o nível de impacto sofrido pelo ambiente onde essa atividade se instala.
  17. 17. DAMASCENO, Karla; ANDRADE, Samara; STAMFORD, Tânia. APROVEITAMENTO DO RESÍDUO DE CAMARÃO. B.ceppa, Curitiba, v. 27, p.2013-224, 12/2009. DUARTE, Marcos. Carcinocultura: Criação de Camarões. Disponível em: <http://www.infoescola.com/zootecnia/carcinicultura-criacao-de- camaroes/>. Acesso em: 1 dez. 2013. FEITOSA, Rommel. Avaliação da gestão ambiental da carcinocultura marinha no estado do ceará: Estudo de caso. 2005. 155 f. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2005. MAXIMINO, Jones; DOURADO, José. AUMENTO DA PRODUTIVIDADE DA CARCINICULTURA E REDUÇÃO DE LANÇAMENTOS DE RESÍDUOS. In: II CONGRESSO SOBRE PLANEJAMENTO E GESTÃO DAS ZONAS COSTEIRAS DOS PAÍSES DE EXPRESSÃO PORTUGUESA. Disponível em: <http://www.abequa.org.br/trabalhos/dinamica_costeira_335.pdf>. Acesso em: 30 nov. 1013.
  18. 18. OLIVEIRA, Karen. Biodepuração do efluente proveniente da carcinicultura, utilizando a ostra-do-mangue, Crassostrea rizhophorae. 2011. 60 f. Dissertação (Mestrado) - Universidade Estadual de Santa Cruz, Ilhéus, 2011. SANTOS, Gracylenne. Qualidade da água da carcinicultura na grande Aracajú-Sergipe. 2009. 57 f. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal de Sergipe, São Cristóvão, 2009.

×