Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.
Controlo natural de espécies invasoras| NATIVA/MONTIS| 11 Julho 2017
Controlo natural de plantas invasoras
- acácias em Po...
Controlo natural de espécies invasoras| NATIVA/MONTIS| 11 Julho 2017
1) resumo muito breve do que tem sido feito
2) o que ...
Controlo natural de espécies invasoras| NATIVA/MONTIS| 11 Julho 2017
Sucesso baixo devido a rápida re-invasão  banco-de-s...
Controlo natural de espécies invasoras| NATIVA/MONTIS| 11 Julho 2017
Controlo mecânico e químico disponíveis
Demasiado dis...
Controlo natural de espécies invasoras| NATIVA/MONTIS| 11 Julho 2017
Controlo natural de Acacia longifolia em Portugal
Nov...
Controlo natural de espécies invasoras| NATIVA/MONTIS| 11 Julho 2017
• Hymenoptera: Pteromalidae Australiano; África do Su...
Controlo natural de espécies invasoras| NATIVA/MONTIS| 11 Julho 2017
Trichilogaster acaciaelongifoliae
Curto | Médio prazo...
Controlo natural de espécies invasoras| NATIVA/MONTIS| 11 Julho 2017
Como foi o processo que levou à
autorização de libert...
Controlo natural de espécies invasoras| NATIVA/MONTIS| 11 Julho 2017
2003. Pedido de
autorização introdução
em espaço conf...
Controlo natural de espécies invasoras| NATIVA/MONTIS| 11 Julho 2017
2015 (8+1 locais de libertação)
4 (+1) locais com gal...
Controlo natural de espécies invasoras| NATIVA/MONTIS| 11 Julho 2017
Ponto da situação
Galhas em 5 locais ao longo da costa
Controlo natural de espécies invasoras| NATIVA/MONTIS| 11 Julho 2017
2016 (19+1 locais de libertação)
Controlo natural de espécies invasoras| NATIVA/MONTIS| 11 Julho 2017
2017 (5 locais com galhas
de 2ª geração)
Controlo natural de espécies invasoras| NATIVA/MONTIS| 11 Julho 2017
E outras espécies?
Controlo natural de espécies invasoras| NATIVA/MONTIS| 11 Julho 2017
Controlo natural de mimosa (A. dealbata) Portugal
201...
Controlo natural de espécies invasoras| NATIVA/MONTIS| 11 Julho 2017
Controlo natural de austrália (A. melanoxylon) Portug...
Controlo natural de espécies invasoras| NATIVA/MONTIS| 11 Julho 2017
1) resumo muito breve do que tem sido feito
2) o que ...
Controlo natural de espécies invasoras| NATIVA/MONTIS| 11 Julho 2017
- Quando se seleccionam agentes específicos  metodol...
Controlo natural de espécies invasoras| NATIVA/MONTIS| 11 Julho 2017
1) resumo muito breve do que tem sido feito
2) o que ...
Controlo natural de espécies invasoras| NATIVA/MONTIS| 11 Julho 2017
- Tempo que demora(ou) até a aplicação
- Resultados e...
Controlo natural de espécies invasoras| NATIVA/MONTIS| 11 Julho 2017
1) resumo muito breve do que tem sido feito
2) o que ...
Controlo natural de espécies invasoras| NATIVA/MONTIS| 11 Julho 2017
- Agilização dos procedimentos que conduzem à autoriz...
Controlo natural de espécies invasoras| NATIVA/MONTIS| 11 Julho 2017
1) resumo muito breve do que tem sido feito
2) o que ...
Controlo natural de espécies invasoras| NATIVA/MONTIS| 11 Julho 2017
- Maior fundamentação/ conhecimento de terreno e de i...
Controlo natural de espécies invasoras| NATIVA/MONTIS| 11 Julho 2017
OBRIGADA
Controlo natural de espécies invasoras| NATIVA/MONTIS| 11 Julho 2017
Agradecimentos
INVADER -- INVADER-IV - INnoVating App...
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Controlo Natural de plantas invasoras

363 views

Published on

Apresentação por Hélia Marchante da ESAC/IPC & CEF/UC, no Workshop MONTIS - NATIVA "Gestão de espécies invasoras em Portugal: onde estamos e para onde queremos ir?" realizado em Coimbra, na Escola Superior Agrária no dia 11 de Julho de 2017.

Mais informação em: http://invasoras.pt/workshop_montis_nativa/

Siga invasoras.pt e https://www.facebook.com/InvasorasPt/

Published in: Environment
  • Be the first to comment

Controlo Natural de plantas invasoras

  1. 1. Controlo natural de espécies invasoras| NATIVA/MONTIS| 11 Julho 2017 Controlo natural de plantas invasoras - acácias em Portugal Hélia Marchante
  2. 2. Controlo natural de espécies invasoras| NATIVA/MONTIS| 11 Julho 2017 1) resumo muito breve do que tem sido feito 2) o que correu bem e/ ou vantagens 3) o que correu mal e/ ou desvantagens ou dificuldades 4) o que faria de diferente/ sugestões de melhoria 5) em que é que o trabalho em rede poderia melhorar a intervenção
  3. 3. Controlo natural de espécies invasoras| NATIVA/MONTIS| 11 Julho 2017 Sucesso baixo devido a rápida re-invasão  banco-de-sementes numerosos e viáveis por muitos anos Controlo mecânico e químico disponíveis Demasiado dispendioso Controlo de acácias - solução até há muito pouco tempo…
  4. 4. Controlo natural de espécies invasoras| NATIVA/MONTIS| 11 Julho 2017 Controlo mecânico e químico disponíveis Demasiado dispendioso Controlo natural? Alternativas sustentáveis são necessárias Controlo de acácias - solução até há muito pouco tempo… Sucesso baixo devido a rápida re-invasão  banco-de-sementes numerosos e viáveis por muitos anos
  5. 5. Controlo natural de espécies invasoras| NATIVA/MONTIS| 11 Julho 2017 Controlo natural de Acacia longifolia em Portugal Nov. 2015: primeiras largadas de Trichilogaster acaciaelongifoliae para controlar A. longifolia (acácia-de-espigas) [imagem à lupa] 1mm
  6. 6. Controlo natural de espécies invasoras| NATIVA/MONTIS| 11 Julho 2017 • Hymenoptera: Pteromalidae Australiano; África do Sul: 1982 • insecto específico, formador de galhas; ca. 3mm • ♀: oviposição em gemas florais (e vegetativas)  galha • ciclo de vida anual - 362 dias dentro das galhas Trichilogaster acaciaelongifoliae
  7. 7. Controlo natural de espécies invasoras| NATIVA/MONTIS| 11 Julho 2017 Trichilogaster acaciaelongifoliae Curto | Médio prazo: • Reduz produção sementes e taxa dispersão • África do Sul: reduziu produção de sementes 85% até 100% • Diminui adição de sementes ao banco-de-sementes Longo prazo: • Reduz germinação (pós-fogo / outra perturbação / controlo) • Galhas nas gemas vegetativas  redução da folhada; planta fica mais susceptível/ debilitada • condições de stress – pode matar plantas
  8. 8. Controlo natural de espécies invasoras| NATIVA/MONTIS| 11 Julho 2017 Como foi o processo que levou à autorização de libertação?
  9. 9. Controlo natural de espécies invasoras| NATIVA/MONTIS| 11 Julho 2017 2003. Pedido de autorização introdução em espaço confinado (ICN) 2004. Autorização (do ICN) para importação → testes em espaço confinado 2005-2010. testes especificidade (na ESAC) 2011-12. Pedido libertação: ICNF  DGAV 2013. Comité Fitossanitário Permanente (CE), Estados Membros 2014-15. Análise de Risco - EFSA 2015. CFP OK; DGAV – ICNF OK 2015 - … Libertação >12 anos Campo A | AS
  10. 10. Controlo natural de espécies invasoras| NATIVA/MONTIS| 11 Julho 2017 2015 (8+1 locais de libertação) 4 (+1) locais com galhas
  11. 11. Controlo natural de espécies invasoras| NATIVA/MONTIS| 11 Julho 2017 Ponto da situação Galhas em 5 locais ao longo da costa
  12. 12. Controlo natural de espécies invasoras| NATIVA/MONTIS| 11 Julho 2017 2016 (19+1 locais de libertação)
  13. 13. Controlo natural de espécies invasoras| NATIVA/MONTIS| 11 Julho 2017 2017 (5 locais com galhas de 2ª geração)
  14. 14. Controlo natural de espécies invasoras| NATIVA/MONTIS| 11 Julho 2017 E outras espécies?
  15. 15. Controlo natural de espécies invasoras| NATIVA/MONTIS| 11 Julho 2017 Controlo natural de mimosa (A. dealbata) Portugal 2017: início de testes de Melanterius maculatus - gorgulho • Coleoptera: Curculionidae Australiano • Insecto específico do género Acacia (A. mearnsii, A. dealbata, A. decurrens, A. baileyana e A. pycnantha) • África do Sul: 2001, A. dealbata • Alimenta-se e coloca ovos nas sementes imaturas reduzindo a sua viabilidade
  16. 16. Controlo natural de espécies invasoras| NATIVA/MONTIS| 11 Julho 2017 Controlo natural de austrália (A. melanoxylon) Portugal 2017: início de testes de Melanterius acaciae - gorgulho • Coleoptera: Curculionidae Australiano • Insecto específico do género Acacia (A. saligna, A. melanoxylon, A. cyclops) • África do Sul: 1986 para controlo de A. melanoxylon • Alimenta-se e coloca ovos nas sementes imaturas reduzindo a sua viabilidade (por vezes, 100%)
  17. 17. Controlo natural de espécies invasoras| NATIVA/MONTIS| 11 Julho 2017 1) resumo muito breve do que tem sido feito 2) o que correu bem e/ ou vantagens 3) o que correu mal e/ ou desvantagens ou dificuldades 4) o que faria de diferente/ sugestões de melhoria 5) em que é que o trabalho em rede poderia melhorar a intervenção
  18. 18. Controlo natural de espécies invasoras| NATIVA/MONTIS| 11 Julho 2017 - Quando se seleccionam agentes específicos  metodologia muito específica e “amiga do ambiente” - Contributo chave para diminuir ameaça de bancos de sementes (…) permitindo (também) maior sustentabilidade de outras metodologias - Potencialidade para aplicação em áreas muito extensas - Método menos dispendioso e mais sustentável a longo prazo - Historial de sucesso a nível Mundial - …
  19. 19. Controlo natural de espécies invasoras| NATIVA/MONTIS| 11 Julho 2017 1) resumo muito breve do que tem sido feito 2) o que correu bem e/ ou vantagens 3) o que correu mal e/ ou desvantagens ou dificuldades 4) o que faria de diferente/ sugestões de melhoria 5) em que é que o trabalho em rede poderia melhorar a intervenção
  20. 20. Controlo natural de espécies invasoras| NATIVA/MONTIS| 11 Julho 2017 - Tempo que demora(ou) até a aplicação - Resultados em campo  médio/ longo prazo - Polémica associada à metodologia, nova no país  sensibilização/ esclarecimento é crucial - …
  21. 21. Controlo natural de espécies invasoras| NATIVA/MONTIS| 11 Julho 2017 1) resumo muito breve do que tem sido feito 2) o que correu bem e/ ou vantagens 3) o que correu mal e/ ou desvantagens ou dificuldades 4) o que faria de diferente/ sugestões de melhoria 5) em que é que o trabalho em rede poderia melhorar a intervenção
  22. 22. Controlo natural de espécies invasoras| NATIVA/MONTIS| 11 Julho 2017 - Agilização dos procedimentos que conduzem à autorização para libertação - Consulta pública mais alargada/ estruturada - …
  23. 23. Controlo natural de espécies invasoras| NATIVA/MONTIS| 11 Julho 2017 1) resumo muito breve do que tem sido feito 2) o que correu bem e/ ou vantagens 3) o que correu mal e/ ou desvantagens ou dificuldades 4) o que faria de diferente/ sugestões de melhoria 5) em que é que o trabalho em rede poderia melhorar a intervenção
  24. 24. Controlo natural de espécies invasoras| NATIVA/MONTIS| 11 Julho 2017 - Maior fundamentação/ conhecimento de terreno e de impactes para priorização de novas espécies a seleccionar para controlo natural - Capacidade de intervenção mais rápida e em áreas mais extensas (trabalho em parceria) - Partilha de know-how, infraestruturas e ideias - …
  25. 25. Controlo natural de espécies invasoras| NATIVA/MONTIS| 11 Julho 2017 OBRIGADA
  26. 26. Controlo natural de espécies invasoras| NATIVA/MONTIS| 11 Julho 2017 Agradecimentos INVADER -- INVADER-IV - INnoVating Approaches to Detect invasive spEcies and biocontRol agents (PTDC/AAGREC/4896/2014) • Estudo, testes, 1ª largadas e monitorização de Trichilogaster acaciaelongifoliae POSEUR: GANHA - Gestão sustentável de Acacia spp.: controlo Natural e outras metodologias para recuperação de Habitats em Áreas classificadas (POSEUR-03-2215-FC-000052) Univ. Coimbra, CM Figueiró-dos-Vinhos, CM Vagos, Instituto RAIZ • Libertação e monitorização de Trichilogaster acaciaelongifoliae ao longo da costa • Testes de especificidade para Melanterius acaciae e M. maculatus Mais informação: www.invasoras.pt | hmarchante@gmail.com https://www.facebook.com/InvasorasPt

×