Reprodução humana

1,073 views

Published on

0 Comments
2 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
1,073
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
88
Actions
Shares
0
Downloads
21
Comments
0
Likes
2
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Reprodução humana

  1. 1. Reprodução humana Recapitulando …
  2. 2. O Ciclo Ovárico Fase folicular Ovulação Fase luteínica O ciclo sexual feminino resulta de um conjunto de fenómenos cíclicos, que decorrem quer a nível ovárico quer a nível uterino. O Ciclo Sexual Feminino
  3. 3. O Ciclo Ovárico Ovário OvulaçãoDesenvolvimento do folículo Corpo lúteo 28º dia14º dia5º dia1º dia Fase luteínicaFase Folicular
  4. 4. Evolução do Folículo Ovárico Ovogónia Ovócito I Folículo primordial com células foliculares Ovócito I Ovócito I Ovócito I Folículo terciário Folículo secundário Folículo primário Mitoses sucessivas Início do desenvolvimento do folículo na puberdade Durante a vida fetal Início da meiose I Folículo de Graaf Meiose suspensa
  5. 5. Cavidade folicular Ovócito I Zona pelúcida Tecas Granulosa Ovulação Formação do corpo amarelo ou corpo lúteo Evolução do Folículo Ovárico Folículo de Graaf Ovócito II
  6. 6. Evolução do Folículo Ovárico Corte transversal de um ovário Corpo lúteo em degeneração Folículos primordiais Ligamento do ovário Desenvolvimento do corpo lúteoMedula Folículo secundário Folículos primários Oócito I Granulosa Folículo terciário Oócito II Corona radiata Folículo de Graaf Cavidade folicular Oócito I Teca Zona pelúcida Corpo lúteo
  7. 7. Terminada a foliculogénese resta completar-se a ovogénese Corona radiata Núcleo Citoplasma Zona pelúcida Nucléolo 1º glóbulo polar
  8. 8. O Ciclo Ovárico
  9. 9. O Ciclo Uterino Fase menstrual Fase reparativa Fase progestativa
  10. 10. O Ciclo Uterino Endométrio Fase menstrual 28º dia14º dia1º dia 5º dia Fase reparativa Fase progestativa Fase menstrual
  11. 11. O Ciclo Uterino
  12. 12. Fase folicular/Fase reparativa Fase luteínica / Fase progestativa No decorrer do ciclo menstrual há coincidência entre: Regeneração do endométrio: - Desenvolvimento de glândulas - Desenvolvimento da rede de vasos sanguíneos Fenómenos correlacionados com a reprodução: - Facilita a progressão dos espermatozóides - Asseguram a vida livre do embrião durante os sete primeiros dias de vida
  13. 13. O Ciclo Uterino O Ciclo Ovárico OvulaçãoDesenvolvimento do folículo Corpo lúteo 28º dia14º dia5º dia1º dia Fase luteínicaFase Folicular 28º dia14º dia1º dia 5º dia Fase reparativa Fase progestativa Fase menstrual
  14. 14. Regulação hormonal na mulher SNC Hipótalamo GnRh Hipófise Corpo lúteo FSH LH folículos progesterona Útero Estrogénios Ovários
  15. 15. Fisiologia do Sistema Reprodutor Masculino
  16. 16. Estrutura dos testículosCanais deferentes: cada um dos dois canais que conduzem espermatozóides dos testículos para o exterior, situados um de cada lado do testículo. transportam os espermatozóides do Epidídimo para a uretra. Epidídimo: Parte tubular do aparelho sexual masculino situado entre os cones eferentes que se localizam a seguir aos tubos seminíferos dos testículos e o canal deferente. É, nos seres humanos, um tubo com cerca de seis centímetros de comprimento, enrolado sobre si próprio. O Epidídimo é um canal colector de todos os produtos provenientes do testículo, a que se alia a sua própria secreção produzida pelas células secretoras superficiais. tubos seminíferos: Tubo longo enrolado que se situa nos testículos. A parede destes tubos origina, a partir das espermatogónias, os espermatozóides que são libertados no lúmen do tubo. As espermatogónias têm uma elevada capacidade de multiplicação e são as células base da linha germinal.
  17. 17. Espermatogénese Célula Germinativa Espermatogónias mitose 2n 2n Período de multiplicação 2n Período de crescimento Período de diferenciação Período de maturação Espermatócito I 2n Crescimento sem divisão celular Espermatozóides Espermatídios n n Meiose Espermatócito II nn
  18. 18. Células de Leydig e de Sertoli Células de Leydig: São responsáveis pela produção de testosterona. Células de Sertoli: São responsáveis pela produção de proteínas para a formação de espermatozóides.
  19. 19. Espermatozóide Membrana plasmática: regula as trocas de substâncias e energia entre a célula e o meio externo, constituindo uma barreira selectiva. Flagelo: são filamentos finos e compridos São capazes de movimento vibratório, utilizado na locomoção e alimentação. Centríolo: intervém na divisão celular. Cabeça: encontra-se o Acrossoma e o núcleo haplóide, ou seja, com n cromossomas (23, no caso humano) Acrossoma: Localiza-se na parte interior da cabeça dos espermatozóides É a primeira parte do espermatozóide a penetrar no óvulo. Contem enzimas.
  20. 20. Regulação Hormonal no homem SNC Hipótalamo GnRh Hipófise Células de Leydig FSH LH Células de Sertoli Testosterona Tubo Seminifero

×