Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Plano de Aula

3,763 views

Published on

  • Be the first to comment

Plano de Aula

  1. 1. PLANO DE AULA
  2. 2. Situação de aprendizagem: Olfato e Paladar Público alvo: 6º ano
  3. 3. Objetivo Trabalhar com os alunos os sentidos do paladar e do olfato e seus respectivos órgãos, e a relação entre esses dois sentidos com a percepção de sabores.
  4. 4. Expectativas de Aprendizagem Relacionar a percepção de sabores com o paladar e também com o olfato. Entender que o olfato é muito mais sensível que o paladar. Saber quais são os sabores e quais regiões da língua os percebe com mais intensidade.
  5. 5. Habilidade Identificar e explicar os mecanismos básicos pelos quais os cheiros são percebidos e os gostos são sentidos com base em textos e procedimentos experimentais.
  6. 6. Sondagem inicial Você já sentiu um aroma que fez recordar-se de algo do passado? E um aroma que evitou uma situação de risco, como um vazamento de gás? Você acha importante entender como funciona o olfato? Por quê?
  7. 7. Problematização Experimento: Degustação de alimentos (azedo, amargo, salgado, doce) com os olhos vendados e nariz tapados.
  8. 8. Contextualização 1. É possível identificar os sabores a partir do cheiro? 2. Como é possível perceber os diferentes sabores? 3. Como e onde nós percebemos estas diferenças? 4. Quais órgãos estão envolvidos?
  9. 9. 5. Identifique no desenho abaixo o sabor que cada região da língua percebe com maior intensidade.
  10. 10. Texto: A) Troca de Sentidos Giselda batia a massa do bolo enquanto Tina preparava uma deliciosa cobertura de chocolate. Rex tentava dar um jeito na cozinha que estava pra lá de bagunçada! Mas todo o esforço valeu a pena: Giselda e Tina lamberam os beiços após o lanche. Renato, porém, não aproveitou quase nada da comilança. Ele estava gripado e, com o nariz entupido, quase não conseguiu sentir o gosto dos alimentos. Por que será? Porque o paladar depende muito do olfato. Se uma pessoa com os olhos vendados cheirar um pedaço de batata e comer cebola ou vice-versa, ela confundirá os sabores. É natural que ela se confunda, pois o sentido do olfato é mais forte do que o do paladar. Os seres humanos conseguem diferenciar cerca de 20 mil tipos de odores diferentes (cada um deles em dez diferentes intensidades), mas apenas 100 tipos de gostos! E por essa informação você não esperava: cerca de 80% do que nossos sentidos percebem como o gosto de um alimento é na realidade o seu aroma! Assim, quando você tem uma gripe ou um resfriado e o seu nariz fica entupido, os alimentos perdem grande parte do sabor porque você não pode sentir cheiros - como aconteceu com o Renato! Saiba logo, então, que o sabor de um alimento é o resultado da interação dos estímulos percebidos pelos sentidos do paladar e do olfato. Outros estímulos, como as sensações de ardor e calor produzidas pela pimenta, a sensação do frio produzido pela menta, assim como a textura e a temperatura também contribuem para o sabor dos alimentos.
  11. 11. Texto: B) O sabor Umami  Umami (palavra de origem japonesa que significa "delicioso e apetitoso") é o nome do quinto sabor básico descoberto pelo pesquisador japonês Kikunae Ikeda, no ano de 1908.  O umami complementa os outros quatro gostos básicos do paladar humano: amargo, doce, azedo, salgado.  O sabor umami é composto por três principais substâncias presentes em diversos alimentos: glutamato, inosinato e guanilato.
  12. 12. Ilustração das estruturas do corpo ligadas ao olfato
  13. 13. Questões sobre os textos e a imagem 1) Relacione as colunas abaixo: a)Umami b)Língua c) Bulbo olfativo d)Olfato e paladar ( )Capta as substâncias químicas do ar e as sensações gustativas. ( )Órgão que percebe os sabores. ( )Sentidos que trabalham juntos informando as características do alimento. ( )Complementa os outros quatro sabores básicos do paladar humano.
  14. 14. 2) Quando estamos gripados não conseguimos sentir os sabores direito. Por quê? 3) Descreva a relação entre o olfato e o paladar. 4) Por que, às vezes, tapamos o nariz para tomarmos um remédio amargo? 5) Se misturarmos vários sabores e odores ao mesmo tempo, podemos confundir sabores. Explique por quê.
  15. 15. Avaliação A avaliação dos produtos desta situação de aprendizagem pode ser um meio de perceber se os alunos são capazes de:  Ler e interpretar textos e imagens;  Realizar procedimento experimental;  Interpretar dados experimentais;  Produzir textos.

×