Sistema digestivo

2,505 views

Published on

0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
2,505
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
648
Actions
Shares
0
Downloads
39
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Sistema digestivo

  1. 1. SISTEMA DIGESTIVO Fotos retiradas do livro Histologia Básica, Junqueira e Carneiro. 10ª Ed.
  2. 2. HISTOFISIOLOGIA • DIGESTÃO PROCESSO QUE UMIDECE E TRITURA OS ALIMENTOS, TORNANDO-OS PASSÍVEIS DE ABSORÇÃO E ELIMINA SUBSTÂNCIAS
  3. 3. ►GLÂNDULAS ACESSÓRIAS: PÂNCREAS, FÍGADO, GLÂNDULAS SALIVARES, VESÍCULA BILIAR ►TUBO DIGESTIVO: CAVIDADE ORAL ESÔFAGO ESTÔMAGO INTESTINO DELGADO INTESTINO GROSSO ÂNUS
  4. 4. CAVIDADE ORALPORÇÃO DILATADA DO TUBO CARACTERÍSTICAS • REVESTIDA POR EPITÉLIO ESTRATIFICADO PLANO QUERATINIZADO OU NÃO (VARIÁVEL) • ABRIGA TECIDO LINFÓIDE (TONSILAS) • PAPILAS GUSTATIVAS COM FUNÇÃO SENSORIAL E MECÂNICA
  5. 5. LÍNGUA PAPILAS FILIFORMES (MECÂNICAS) PAPILAS FUNGIFORMES PAPILAS CIRCUNVALADAS
  6. 6. CORPÚSCULOS GUSTATIVOS
  7. 7. Odontoblastos Cementócitos
  8. 8. ESTRUTURA HISTOLÓGICA DO TUBO (PLANO GERAL) • MUCOSA EPITÉLIO, LÂMINA PRÓPRIA E MUSCULAR DA MUCOSA • SUBMUCOSA TECIDO CONJUNTIVO - PLEXO DE MEISSNER • MUSCULAR CIRCULAR INTERNA E LONGITUDINAL EXTERNA - PLEXO DE AUERBACH • SEROSA/ADVENTÍCIA TECIDO CONJUNTIVO E MESOTÉLIO (PERITÔNEO VISCERAL E PARIETAL) / FUSÃO DO TECIDO CONJUNTIVO
  9. 9. PLANO GERAL
  10. 10. FUNÇÕES DO REVESTIMENTO EPITELIAL-MUCOSA GRADUALMENTE O REVESTIMENTO SE SIMPLIFICA PARA O ATRITO E SE ESPECIALIZA PARA DIGESTÃO • BARREIRA SELETIVA (Z.O.) • ABSORÇÃO • SÍNTESE DE HORMÔNIOS • SÍNTESE DE MUCO • SÍNTESE DE ENZIMAS (DISSACARIDASES, PEPTIDASES,...) • SÍNTESE DA PEÇA SECRETORA (S-IgA) • DEFESA - CÉLULAS “M” - SÍNTESE DA PORÇÃO SECRETORA (SIgA) - LISOZIMA
  11. 11. LÂMINA PRÓPRIA • SUSTENTAÇÃO DO EPITÉLIO • NUTRIÇÃO • PROTEÇÃO: -PRESENÇA DE NÓDULOS LINFÓIDES -CÉLULAS CONJUNTIVAS -PRODUÇÃO DE ANTICORPOS • MUSCULAR DA MUCOSA -MOTILIDADE DA MUCOSA
  12. 12. SUBMUCOSA • PRESENÇA DE NÓDULOS LINFÓIDES • PRESENÇA, OU NÃO, DE GLÂNDULAS • PLEXO SUBMUCOSO DE MEISSNER MOTILIDADE DA MUSCULAR DA MUCOSA
  13. 13. MUSCULAR • MOVIMENTOS PERISTÁLTICOS, MOTILIDADE DA PAREDE DO TUBO • PLEXO DE AUERBACH OBS: MEGACÓLON CONGÊNITO OU DOENÇA DE CHAGAS (TRYPANOSSOMA CRUZI)
  14. 14. SEROSA • TECIDO CONJUNTIVO REVESTIDO POR MESOTÉLIO RICO EM: - FIBRAS COLÁGENAS - TECIDO ADIPOSO - VASOS SANGUÍNEOS - NERVOS - PERITÔNEO VISCERAL: MEMBRANA CONTÍNUA COM O MESENTÉRIO - PERITÔNEO PARIETAL: REVESTE A PAREDE DA CAVIDADE ABDOMINAL
  15. 15. ESÔFAGO TRANSPORTAR O BOLO ALIMENTAR • MUCOSA ,EPITÉLIO ESTRATIFICADO PLANO + LÂMINA PRÓPRIA COM GLÂNDULAS MUCOSAS • SUBMUCOSA CONTENDO GLÂNDULAS MUCOSAS ESOFÁGICAS • MUSCULAR: TERÇO PROXIMAL: MÚSCULO ESTRIADO ESQUELÉTICO TERÇO MÉDIO: MÚSCULO ESTRIADO ESQUELÉTICO E LISO TERÇO DISTAL: MÚSCULO LISO • SEROSA (ABDOMEM) /ADVENTÍCIA (TÓRAX)
  16. 16. (Saladin, Anatomy and Physiology, Cap. 24, 2002, McGraw Hill)
  17. 17. ESÔFAGO EPITÉLIO LÂMINA PRÓPRIA MUSCULAR DA MUCOSA GLÂNDULAS ESOFÁGICAS (SUBMUCOSA) MUSCULAR
  18. 18. ESTÔMAGO FUNÇÕES EXÓCRINAS E ENDÓCRINAS • CONTINUAR A DIGESTÃO DOS CARBOIDRATOS • PRODUÇÃO DE HCL • FATOR ANTIANÊMICO • INICIAR A DIGESTÃO DAS PROTEÍNAS (PEPSINA) • PRODUÇÃO DE LIPASE GÁSTRICA
  19. 19. HISTOLÓGICAMENTE 3 REGIÕES • REGIÃO CÁRDICA • REGIÃO DO CORPO E DO FUNDO • REGIÃO PILÓRICA
  20. 20. MUCOSA GÁSTRICA INVAGINAÇÕES-FOSSETAS GÁSTRICAS • EPITÉLIO CILÍNDRICO SIMPLES SECRETOR DE MUCO (FOSSETAS) • GLÂNDULAS NA LÂMINA PRÓPRIA: CÁRDICAS, FÚNDICAS E PILÓRICAS (GLS. TUBULARES RAMIFICADAS ABREM-SE NAS FOSSETAS) • MUSCULAR DA MUCOSA
  21. 21. (Saladin, Anatomy and Physiology, Cap. 24, 2002, McGraw Hill)
  22. 22. BARREIRA GÁSTRICA INTEGRIDADE DA MUCOSA • CAMADA DE MUCO CONTRA ACIDEZ • ZÔNULAS DE OCLUSÃO NAS CÉLULAS QUE REVESTEM AS FOSSETAS • FLUXO SANGÜINEO ADEQUADO ULCERAÇÕES: FATORES EXÓGENOS -ESTRESSE EMOCIONAL -DROGAS: ANTIINFLAMATÓRIOS, ETANOL, ASPIRINAS... FATORES ENDÓGENOS -EXCESSO DE HCL E ENZIMAS
  23. 23. REGIÃO CÁRDICA GLÂNDULAS CURTAS • GLÂNDULAS SIMPLES OU RAMIFICADAS • PRODUÇÃO DE MUCO E LISOZIMA (MUCOSAS) • BAIXA PRODUÇÃO DE HCL (PARIETAIS)
  24. 24. REGIÃO FÚNDICA CORPO E FUNDO GLÂNDULAS FÚNDICAS BEM DESENVOLVIDAS E RAMIFICADAS POSSUEM 3 REGIÕES: -ISTMO: CÉLULAS MUCOSAS SUPERFICIAIS EM DIFERENCIAÇÃO -COLO: MUCOSAS DO COLO , PARIETAIS,E ENTEROENDÓCRINAS -BASE: PARIETAIS (HCL E FATOR ANTIANÊMICO), ZIMOGÊNEAS (PEPSINA) E ENTEROENDÓCRINAS CÉLULAS FONTE: ISTMO E COLO RENOVAÇÃO DA SUPERFÍCIE: 4-7 DIAS
  25. 25. GLÂNDULAS GÁSTRICAS
  26. 26. CÉLULA PARIETAL HCL E FATOR ANTIANÊMICO
  27. 27. REGIÃO PILÓRICA FOSSETAS PROFUNDAS E GLÂNDULAS CURTAS GLÂNDULAS SECRETORAS DE MUCO, LIOSOZIMA, GASTRINA E SOMATOSTATINA
  28. 28. REGIÃO PILÓRICA FOSSETA LONGA
  29. 29. MUSCULAR COM 3 CAMADAS: INTERNA OBLÍQUA MÉDIA CIRCULAR EXTERNA LONGITUDINAL NO PILORO A CAMADA MÉDIA (ESPESSADA) FORMA O ESFÍNCTER PILÓRICO
  30. 30. (Saladin, Anatomy and Physiology, Cap. 24, 2002, McGraw Hill)
  31. 31. INTESTINO DELGADO (6m) DUODENO, JEJUNO E ÍLEO SÍTIO DE ABSORÇÃO E PRODUÇÃO DE HORMÔNIOS MECANISMOS PARA AUMENTAR A SUPERFÍCIE DE ABSORÇÃO (600X): -MICROVILOSIDADES (20X) -VILOSIDADES (10X) -PREGAS (3X) (MAIS DESENVOLVIDAS NO JEJUNO)
  32. 32. MUCOSA VILOSIDADES (FOLHADAS NO DUODENO E DIGITIFORMES NO ÍLEO) REVESTIDAS POR CÉLULAS ABSORTIVAS PRODUTORAS DE DISSACARIDASES E PEPTIDASES ▼ MONOSSACARÍDEOS E AMINOÁCIDOS ABSORVIDOS POR TRANSPORTE ATIVO
  33. 33. DUODENO
  34. 34. POPULAÇÃO CELULAR DAS GLÂNDULAS DE LIEBERKÜHN: -CÉLULAS FONTE -CÉLULAS ABSORTIVAS -CÉLULAS CALICIFORMES (MUCINA) -CÉLULAS DE PANETH (LISOZIMA) -CÉLULAS ENTEROENDÓCRINAS (SECRETINA, COLECISTOQUININA, SOMATOSTATINA,...)
  35. 35. O tubo digestivo e suas principais estruturas Digestive System (Vander, Sherman & Luciano, Human Physiology, Cap. 17, 2002, McGraw Hill
  36. 36. ABSORÇÃO LIPÍDICA
  37. 37. QUILÍFEROS MUSCULATURA DE BRUCKE
  38. 38. VILOSIDADES
  39. 39. PLACA DE PEYER VARREDURA DA SUPERFÍCIE DO ÍLEO SEM EPITÉLIO
  40. 40. CÉLULAS “M”
  41. 41. MUSCULAR
  42. 42. PLEXO MIOENTÉRICO-AUERBACH
  43. 43. RENOVAÇÃO ESTÔMAGO-INTESTINO DELGADO
  44. 44. RENOVAÇÃO DO EPITÉLIO DO TUBO DIGESTIVO • ESÔFAGO: BASE DOS EXTRATOS EPITELIAIS • ESTÔMAGO: ISTMO E COLO DAS GLÂNDULAS • INTESTINO: BASE DAS GLÂNDULAS DROGAS ANTIMITÓTICAS UTILIZADAS EM TRATAMENTOS DE CÂNCER AFETAM BRUSCAMENTE A RENOVAÇÃO DOS EPITÉLIOS
  45. 45. (Saladin, Anatomy and Physiology, Cap. 24, 2002, McGraw Hill)
  46. 46. INTESTINO GROSSO (1,5m) ABSORÇÃO DE ÁGUA E PRODUÇÃO DE MUCO -MUCOSA SEM PREGAS COM EXCEÇÃO DO RETO (COLUNAS RETAIS DE MORGAGNI) -LÂMINA PRÓPRIA E SUBMUCOSA RICAS EM TECIDO LINFÓIDE
  47. 47. INTESTINO GROSSO • MUSCULAR TÍPICA LONGITUDINAL EXTERNA MAIS DESENVOLVIDA: TÊNIAS DO COLO • SEROSA APÊNDICES EPIPLÓICOS REGIÕES LIVRES DO COLO PEDÚNCULOS DE TECIDO ADIPOSO
  48. 48. INTESTINO GROSSO
  49. 49. APÊNDICE CECAL
  50. 50. CANAL ANAL • TRANSIÇÃO DO EPITÉLIO COLUNAR SIMPLES PARA EPITÉLIO ESTRATIFICADO PAVIMENTOSO

×