Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.
Encerrou-se o Ano Santo da Mise-
ricórdia, esses meses em que tanto
ouvimos como falamos dessa virtude
divina. Leituras, r...
Com as letras I (Impavidez e prontidão) eA(FiAbili-
dade e sobriedade), Francisco oferece-nos a oportunida-
de de refletir...
ADORAÇÃO AO SANTÍSSIMO SACRAMENTO: 1.º de
dezembro, às 11h, na Igreja de São Raimundo, sob a
responsabilidadedaParóquiadeS...
FORMAÇÃO MISSIONÁRIA
Com o objetivo de organizar uma Equipe Missionária
na nossa Paróquia, foram realizadas duas palestras...
ao Santíssimo Sacramento, presidida pelo nosso Arce-
bispo e Primaz do Brasil, Dom Murilo Krieger.
FESTA DO BOM JESUS DA P...
01-ELOÍSA ELIAS DA SILVA PORTELLA
01-JOSÉ NILTON CARDOSO
01-MARLENE RODRIGUES MACIEL
01-TELMA CONCEIÇÃO OLIVEIRA MENDES
02...
Repetimos sempre que não são os anos que identificam a
idade do homem, porém sua mentalidade, seu jeito de pensar
e viver....
Informativo da Paróquia de São Pedro
Praça da Piedade, 11 - São Pedro - CEP: 40.060-300 - Salvador - Bahia - Brasil - Fone...
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Folha de São Pedro - O Jornal da Paróquia de São Pedro (Salvador-BA) - Dezembro de 2016

141 views

Published on

Edição de Dezembro de 2016 do Jornal Folha de São Pedro, o Jornal da Paróquia

Published in: Spiritual
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Folha de São Pedro - O Jornal da Paróquia de São Pedro (Salvador-BA) - Dezembro de 2016

  1. 1. Encerrou-se o Ano Santo da Mise- ricórdia, esses meses em que tanto ouvimos como falamos dessa virtude divina. Leituras, reflexões, orações e outras iniciativas aconteceram na Igre- ja a fim de abrirmos o coração e nele a Misericórdia de Deus atuar, renovar e fazer-nos mais parecidos com Jesus. Em Roma e em todas as dioceses do mundo, foi aberta uma Por- ta. Passando sob ela e cum- prindo determinadas condi- ções, receberíamos mais sementes do magnífico carisma, selo do infinito amor do Pai. Isso aconteceu no ano passado e agora ela foifechada,indicandoacon- clusão desse ano privilegia- do. Mas ela se cerrou nas igrejas para se abrir bem larga no coração de cada cristão. O mundo atual tem mui- tas carências de natureza humana, social e religiosa. Nenhuma, porém, mais comprometedora do que a carência de amor na vida da humanida- de. É triste escutarmos as informações da mídia: só se ouvem relatos desagra- dáveis, acontecimentos dolorosos, ações que nos predispõem ao pessi- mismo e medo perante o futuro. Per- guntamo-nos: como será o amanhã? E nada se antevê com clareza porque o presenteapontaparaumfuturodeapre- ensões: cada pessoa com sua própria história, numa aventura que poderá ser tragédiaparatodos. Todavia uma restrição se faz: a estrada está difícil, cheia de obstácu- los, mas ainda há um atalho para per- corrermos e atravessarmos a porta da paz: o caminho da misericórdia, que se revela em compreensão, acolhimento, partilha e perdão. O sangue dos cruci- ficadosdo nosso tempoécapazdecom- pletar o cálice de Jesus que nos convo- couacumprirmoso mandamentoeuca- rístico: “Fazei isto em memória de mim”. Qual é o 'isto' que fez Jesus? Deu o seu Sangue por toda a humani- dade, até a última gota, para que nova- mente pudéssemos chamar Deus de Pai. Atitude de infinito amor que só podemos agradecer, amando o irmão, cumprindo o mandamento da fraterni- dade. E nisso Jesus foi objetivo: amar o próximo como a nós mesmos. O que desejamos para nós devemos promo- ver para ele, como fez o bom samarita- no. Somente quando as pessoas reci- procamentesesentiremacolhidaseres- peitadas, entenderão que o mundo só se salvará pelo amor. Para reforçar a lição do Mestre, o Papa Francisco anunciou o Ano Santo da Misericór- dia, um tempo de graça que nos motivasse para o mandamento do amor, síntese da prática cristã, o único formulado pelo Senhor Jesus: “Eu dou a vocês um mandamento novo: amem-se uns aos outros. Assim como eu amei vocês... Se vocês tiverem amor uns para comos outros, todos reco- nhecerão que vocês são meus discípulos” (Jo 13, 34-35). Para que os frutos do Ano Santo e do Natal não se percam aniquiladospelamaldadehumana,pre- paremo-nos para acolher o Menino de Belém com o coração de porta aberta para Ele e para o irmão, sobretudo para os pequenos e pobres que tanto preci- sam da nossa solidariedade. Para vocês, meus amigos e amigas, compa- nheiros meus no caminho da esperan- ça,umSantoeFelizNatal! Padre Aderbal Galvão de Sousa Zélia Vianna fala sobre impavidez, prontidão, fidelidade e sobriedade, virtudes que o Papa Francisco nos recomenda ter. Página 2 Yvette Amaral sugere que celebremos o Natal com entusiasmo e busquemos a realização da nossa vocação em 2017. Página 7 Na sua mensagem de Natal, nosso pároco nos aconselha descobrir a lição que o presépio nos oferece. Página 8
  2. 2. Com as letras I (Impavidez e prontidão) eA(FiAbili- dade e sobriedade), Francisco oferece-nos a oportunida- de de refletir sobre as últimas virtudes que compõem seu Acróstico,cujotemaéapalavraMisericórdia. Impavidezéavirtudequenos impeleaagircomousa- dia e determinação mesmo diante das maiores dificulda- des. Prontidão é a virtude que nos permite estar sempre emposiçãodesaídaparaevangelizar, com“cintosnacin- tura,sandáliasnos pés ecajadonamão”(Cf. Ex.12,11). O Livro dos Números narra que, chegando às portas de Canaã, Moisés enviou doze homens – um de cada tribo – para espionar a terra que deveriam ocupar. Ao lado das notícias alvissareiras de que a terra produzia bons frutos e era uma terra onde corria leite e mel, veio a notícia que, apesar da excelência da terra, o povo que a habitava era grande e forte, e, perto deles, os hebreus eram como gafanhotos. Dos doze enviados, apesar da missão parecer impossível, dois não se acovardaram: Josué e Calebe. Este tomou a palavra e disse: “Temos que subir e tomar posse dessa terra; nós podemos fazer isso” (Cf Nm 13, 1-33). Embora aparentemente pudes- sem ser facilmente esmagados, sabiam que podiam ven- cê-los não por suas próprias capacidades, mas porque o Senhor estava com eles. E foi o que realmente aconte- ceu. A Bíblia oferece-nos também o exemplo de Rebeca que, colocada diante de uma grande mudança de vida, prontamente decide-se porque estava certa de que era aquelaavontadedo Senhor(Cf. Gn 24,58). Em Paulo, encontramos um exemplo do missionário que conhece suas potencialidades, mas também seus limites: “Nós também somos homens como vós, sujeitos às mesmas paixões” (Atos 14,15). Sua coragem e pronti- dão em enfrentar terras desconhecidas para anunciar Jesus aos que não O conheciam se firmavam na promes- sa daquele que garantira estar conosco até o fim dos tem- pos (Cf. Mt 28,20). A tal ponto Paulo tinha consciência de sua condição de mensageiro do Evangelho e embai- xador de Cristo, que, em suas cartas, por mais de 70 vezes,declara-seapenasumservo do“SenhorJesus Cris- to”. Fiabilidade ou Fidelidade é uma das características de Deus. Fiável ou fiel é aquele que é franco e sincero e jamais atraiçoa. Foi assim com Abraão, um pagão semi- nômade, já velho e estéril. Deus vai ao encontro dos seus mais caros sonhos, fala-lhe ao coração e promete-lhe aquilo que ele mais deseja: uma terra e uma descendên- cia.Abraão confia. E porque confia, obedece. Sai de sua terra natal, deixa para trás parte de sua parentela e uma vida estável e, à frente de seu clã, vai em busca de uma terra que sequer sabe onde fica. Leva consigo uma única certeza:Deus éfiel. Do Antigo Testamento passamos para o Novo com a pessoa de Maria, a Virgem fiel, a criatura que mais per- feita e prontamente acolheu na vida o mistério de Deus. DócilàvozdoEspíritoSanto–oEspíritodafirmeza,per- severança, lealdade e obediência –, não precisou de explicação para dizer Sim ao pedido de Deus que a havia escolhidoparacolaborarcomElenasalvaçãodo mundo. No batismo, todos somos chamados a viver a fideli- dadeaCristo.Enadamelhorparaisso queseguiroexem- plo dessa mulher extraordinária que, em meio às dificul- dades e angústias, nunca deixou de confiar no seu Deus, mesmo quando a espada de dor profetizada por Simeão lheatravessouaalmaelhecortouocoração. A última virtude do Acróstico de Francisco é Sobrie- dade, que deve ser entendida como um estilo de vida. Quem é sóbrio vive mais e consome menos; não essenci- aliza o acidental nem acidentaliza o essencial. É a virtu- de que leva o discípulo missionário a contemplar as pes- soas e as coisas do mundo “com os olhos de Deus e com oolhardos pobres, edoladodos pobres”. Sobriedade rima com Maria, que mais que qualquer outra pessoa soube viver com naturalidade, simplicida- de, discrição, prudência e equilíbrio.Antes de morrer na cruz, Jesus no-la deu como mãe para que nos educasse e nos guiassenocaminhodoseu Evangelho. A misericórdia, diz Francisco, é a síntese da Boa Nova. É a opção de quem quer ter os mesmos sentimen- tos do “Coração de Jesus”, de quem quer seguir o Senhor, que nos pede: SEDE MISERICORDIOSOS COMO O PAI DE VOCÊS É MISERICORDIOSO (Lc6,36). zelia.vianna@yahoo.com.br Zélia Vianna
  3. 3. ADORAÇÃO AO SANTÍSSIMO SACRAMENTO: 1.º de dezembro, às 11h, na Igreja de São Raimundo, sob a responsabilidadedaParóquiadeSão Pedro. HORA SANTA E MISSA DO SAGRADO CORAÇÃO DE JESUS: 2 de dezembro. Hora Santa, às 9h; e Missa às 10h, na IgrejadeSão Pedro. ANIVERSÁRIO DA NOSSA PARÓQUIA: 2 de dezembro – 337 anos. MISSA FESTIVA PELO ANIVERSÁRIO DA NOSSA PARÓQUIA E CRISMA: 3 de dezembro, às 16h, na Igreja de São Pedro, presidida pelo Bispo Auxiliar da nossa Arquidiocese,Dom GilsonAndrade. UNÇÃO DOS ENFERMOS: 3 de dezembro, na missa das 15h, na Igreja de São Pedro. Inscrições com antecedência na secretariaparoquial. PREPARAÇÃO DE PAIS E PADRINHOS PARA O BATISMO DE CRIANÇAS: 3 e 17 de dezembro, das 14h às 18h, naIgrejaNossa SenhoradaConceiçãodaLapa. BATISMO DE CRIANÇAS: 4 e 18 de dezembro, às 8h30, naIgrejadeSão Pedro. GRUPO DE ORAÇÃO NOSSA SENHORA DO CENÁCULO: 7, 14, 21 e 28 de dezembro, às 8h, na Igreja Nossa SenhoradaConceiçãodaLapa. FESTA DA IMACULADA CONCEIÇÃO: 8 de dezembro, missaàs 7h30, 9h30 e11h30, naIgrejadeSão Pedro. R E U N I Ã O D A E Q U I P E D E R E C E P Ç Ã O E ATENDIMENTO: 10 de dezembro, às 9h, na Igreja Nossa SenhoradoRosário. DIA DE NOSSA SENHORA DE GUADALUPE: 12 de dezembro. REUNIÃO DA PASTORAL DA VISITAÇÃO AOS DOENTES E IDOSOS: 13 de dezembro, às 16h, na Igreja Nossa SenhoradaConceiçãodaLapa. REUNIÃO DOS MONITORES DAS COMUNIDADES BÍBLICAS: 15 de dezembro, às 17h30, na Igreja de São Pedro. REUNIÃO DO APOSTOLADO DA ORAÇÃO: 16 de dezembro, às 14h30, na Igreja Nossa Senhora da Conceição daLapa. ANIVERSÁRIO DE NASCIMENTO DO PAPA FRANCISCO: 17dedezembro. MISSA EM AÇÃO DE GRAÇAS PELOS DOADORES DO BAZAR DA SOLIDARIEDADE DA PARÓQUIA: 18 de dezembro, às 7h30, 9h30 e 11h30, na Igreja de São Pedro. REUNIÃO DOS ANUNCIADORES DA PALAVRA: 27 dedezembro,às 15h30, naIgrejadeSão Pedro. FESTA DA SAGRADA FAMÍLIA – JESUS, MARIA E JOSÉ: 30dedezembro. A nossa Paróquia mantém três espaços com o Bazar da Solidariedade, que são frutos de doações de roupas, sapatos, objetos de decoração, móveis e utensílios domésticos em bom uso que são postos à venda com o objetivo de ajudar no trabalho social que a paróquia desenvolve. Neste final de ano, faça uma arrumação na sua casa, no seu guarda-roupa! Doe o que você não precisa mais para o nosso Bazar! Visite os espaços do nosso Bazar da Solidariedade, onde também podem ser feitas as doações. Informações pelo telefone: 2137-8666 PROGRAMAÇÃO PARA O NATAL CONFRATERNIZAÇÃO DE NATAL DA PARÓQUIA: 17 de dezembro, das 17h às 21h, no Espaço Cultural da Igreja Nossa Senhora da Conceição da Lapa. MISSA DA VIGÍLIA DO NATAL: 24 de dezembro, às 17h, na Igreja de São Pedro. NATAL DE JESUS E MISSA EM AÇÃO DE GRAÇAS PELOS DIZIMISTAS: 25 de dezembro, missa às 7h30, 9h30 e 11h30, na Igreja de São Pedro.
  4. 4. FORMAÇÃO MISSIONÁRIA Com o objetivo de organizar uma Equipe Missionária na nossa Paróquia, foram realizadas duas palestras de formaçãomissionáriadirigidasaosparoquianos,naIgre- jaNossa SenhoradaConceiçãodaLapa.Aprimeiraocor- reu em 22 de outubro passado, com o tema: “Igreja, esta- do permanente de missão”, proferida pelo padre Moussa Serge Traore, mestre em Estudos de Religiões e Cultu- ras; a segunda palestra aconteceu em 19 de novembro últimoe teve como tema:“Igreja,casa de iniciaçãoà vida cristã”, ministrada pelo diácono do Conselho Missio- nário Diocesano (Comidi) da nossa Arquidiocese, WashingtonSouza. ESPIRITUALIDADE MARIANA Estamos vivendo oAno Nacional Mariano, declarado pela CNBB para celebrar os 300 anos do encontro da imagem de Nossa Senhora da Conceição Aparecida no Rio Paraíba do Sul. Para marcar o evento, a nossa Paró- quia convocou todos os grupos marianos existentes na Paróquia e demais pessoas que tivessem interesse em participar desses grupos ou mesmo se aprofundar na espiritualidade mariana para uma reunião. Muitas pesso- as compareceram em 5 de novembro passado, na Igreja Nossa Senhora da Conceição da Lapa. O nosso pároco, padre Aderbal Galvão de Sousa, conduziu a reunião e salientou a importância do aprofundamento sobre a vida de Nossa Senhora. Os grupos marianos presentes apre- sentaram o seu carisma e missão. No final, foi sugerida a organização de um momento de oração e formação sobre a importância de Maria na vida de Jesus e na nossa, fican- do determinado que os encontros seriam todos os sába- dos, de 9h às 11h, na Igreja de Nossa Senhora da Concei- çãodaLapa. ENCONTRÃO DA FAMÍLIA EXCELSIOR No último dia 6 de novembro, foi realizado o 15.º Encontrão da Família Excelsior, das 14h às 18h, na Coli- na Sagrada, em frente ao Santuário do Senhor Bom Jesus do Bonfim. Foi um momento privilegiado para rezar e agradecer a Deus por toda a Rede Excelsior de Comuni- cação. Após o acolhimento e oração inicial feitos por padre Aderbal, houve acolhida das imagens de Nossa SenhoraAparecida e do Senhor Bom Jesus do Bonfim, e em seguida foi rezado o Terço da Misericórdia, conduzi- do pelo reitor da Basílica do Senhor do Bonfim, cônego Edson Menezes. A animação musical foi liderada por Paulinho Sá. No decorrer da tarde, houve muita anima- ção com cantos de louvor diversos e adoração ao Santís- simo Sacramento, finalizando com a Santa Missa, presi- dida pelo bispo auxiliar da nossa Arquidiocese, Dom Gilson Andrade. Muitos paroquianos de São Pedro se fizerampresentes. ROUBO E PROFANAÇÃO NA IGREJA DA LAPA Em 7 de novembro último, a comunidade baiana ficou chocada com a invasão por ladrões, durante a madrugada, da Igreja Nossa Senhora da Conceição da Lapa.Além de roubarem objetos de culto, arrombaram o sacrário que possuía uma porta de prata, profanando o Santíssimo Sacramento, despejando as partículas consa- gradas para levarem os utensílios sacros. Em vista desse ato de profanação, houve suspensão de missas na igreja. No último dia 16 de novembro, foi realizado em toda a Paróquia um dia deAdoração ao Santíssimo Sacramento como ato de reparação à profanação religiosa. À tarde foi realizada uma Procissão Eucarística desde a Igreja Matriz de São Pedro até a Igreja Nossa Senhora da Con- ceiçãodaLapa,ondeocorreuumamissaemdesagravo
  5. 5. ao Santíssimo Sacramento, presidida pelo nosso Arce- bispo e Primaz do Brasil, Dom Murilo Krieger. FESTA DO BOM JESUS DA PACIÊNCIA Em 13 de novembro passado, em todas as missas na Igreja de São Pedro, aconteceu a Festa do Senhor Bom Jesus da Paciência, tradição de mais de dois séculos na nossa Paróquia. FECHAMENTO DA PORTA SANTA NA BASILICA DO BONFIM Desde que foi proclamado o Ano Santo Jubilar da Misericórdia, de 8 de dezembro de 2015 a 20 de novem- bro de 2016, o Papa Francisco autorizou que cada diocese ou arquidiocese designasse igrejas para que fosse aberta uma Porta Santa. Na nossa Arquidiocese, dois santuários foram escolhidos: o Santuário de SantoAntônio de Santa- na Galvão, em Belém, município de Cachoeira, e a Basíli- ca Santuário do Senhor do Bonfim. Na noite de 12 para 13 de novembro último, algumas comunidades aqui da nossa cidade permaneceram em vigília. Ao amanhecer, todas essas comunidades em vigília se dirigiram à Colina Sagrada, onde o nosso Arcebispo e Primaz do Brasil, Dom Murilo Krieger, presidiu a missa campal para o encerramento do Ano Santo na nossa Arquidiocese e fechamentodaPortaSanta. BATISMO DE ADULTOS Em 13 de novembro passado, na missa das 11h30, na Igreja de São Pedro, o nosso pároco, padre Aderbal, ministrou os sacramentos do Batismo e da Primeira Euca- ristia a nove jovens e adultos que percorreram o itinerário da iniciação cristã, através do pré-catecumenato (tempo da primeira evangelização, anúncio), catecumenato (co- nhecimento dos Evangelhos, prática da vida cristã, cele- brações e testemunhos de fé). Na homilia, padre Aderbal ressaltou que, ao receberem o sacramento do Batismo, “vocês estão identificados com o próprio Cristo, na sua tríplice missão: sacerdote, profeta e rei”. Os catecúmenos foram preparados pelos catequistas da nossa Paróquia, pelas irmãs do Instituto Nossa Senhora da Salette e do InstitutoNossa SenhoradaAssunção. NOVOS HORÁRIOS DE MISSA A partir de janeiro de 2017, haverá modificações nos horários de missa na Igreja Matriz de São Pedro. Confira abaixo: De segunda-feira a sábado: 7h, 8h, 10h, 12h, 13h, 15h e 17h Domingos e feriados: 7h30, 9h30 e 11h30
  6. 6. 01-ELOÍSA ELIAS DA SILVA PORTELLA 01-JOSÉ NILTON CARDOSO 01-MARLENE RODRIGUES MACIEL 01-TELMA CONCEIÇÃO OLIVEIRA MENDES 02-HELIOMAR GOMES DE SOUZA 02-NIVALDO BISPO DE JESUS 03-IVANEIDE MARIA DOS SANTOS 04-BÁRBARA RIBEIRO GRANJA 04-GEORGINA DA SILVAARCANJO 05-HAMILTON LIMA ROCHA 05-JESUS NUNES FREIRE 05-VALDETE DOS SANTOS DE SÃO MIGUEL 06-LEONES SILVA CARILO 07-SÔNIA S. VASCONCELOS 07-VICTÓRIA GAMA MOURA 08-ANTÔNIO MARTINS ESPÍNOLA 08-HELIJANDRO SILVA DOS SANTOS 08-M.ª MACHADO 08-NATHALIAALVES DE SOUZA 08-NILSON NERE DOS SANTOS 09-ALEX DE JESUS SILVA 09-HAYSE LYRA MACHADO 09-JAIR CRAVO 09-M.ª CÁSSIA DE ANDRADE 09-MINERVINAAFONSO RAMOS 10-HELENA PALMAAZEVEDO DE SANTANA 10-IZAURINA PASSOS DE SOUZA 10-M.ª DAS GRAÇAS DA SILVA 10-M.ª EMÍLIA DA SILVA NOVA 11-ANA PAULA LIMA SANTOS 11-CÉLIA MARIA GUEDES 11-JAQUES RODRIGUES DA CRUZ 11-SARAADRIANE DOS SANTOS 11-TÂNIA CONCEIÇÃO S. DE M. ESPÍNOLA 12-MATEUS MENDONÇA VALE 13-ANÍSIAALVES DA SILVA 13-LUZIA BARROS CERQUEIRA SANTOS 13-LUZIA MARIA DA COSTA PINTO 14-GISÉLIA BASTOS LEITE BATINGA 14-M.ª DAS GRAÇAS SANTOS BOTTAS 15-ANTONIETA MARQUES M. DE LIMA 15-EDNA PEREIRA BATISTA 15-FRANCISCO MARTINS FERRAZ 15-MÁRCIA MEDEIROS DOS S. SIMÕES 16-CORÁLIA DE O. BRAGA MACEDO 16-M.ª PIRES SANTOS 16-NEIDE OLINDA CARDOSO SOUZA 16-NORMA TERESA FERREIRA VITÓRIO 16-PAULO CÉSAR SILVA DE MATOS 17-JORGE ANTÔNIO SOUZA ZUZA 17-JOSÉ ALMIR BATISTA DOS SANTOS 17-MARLENE TEREZINHA DACROCE 18-CELINA NASCIMENTO DE JESUS 18-HONORATA BORBA DA TRINDADE 18-JOSÉ OTÁVIO CORDEIRO DE OLIVEIRA 18-MOACIR DOS SANTOS FERREIRA 19-EDINEI ROBERTO PEREIRAATAÍDE 19-JOSÉ MURICY 19-VIVIANE ARAÚJO DOS SANTOS 20-ALBÉRICO LEÔNCIO E FRANÇA 20-JANETE SILVAALMEIDA 20-NADNALVAARAÚJO LEITE 20-PALMIRO PINTO DA SILVA 20-VANILDA LEITE LAGO 21-ELOÁ DE JESUS DOS SANTOS 21-HELENA LIMA PALMA 21-UDILÃ SALES CORTÊS UMBELINO 22-GUANACY OLIVEIRA DE SANTANA 22-JOÃO CARLOS SANTANA DA CRUZ 22-M.ª CONCEIÇÃO MORAES 22-M.ª JÚLIA DA R. CAMPOS MARINHO 22-RITA CERQUEIRA LIMA 22-ROMÁRIO PEREIRA DE SOUZA 22-SANDRA FERREIRA BARBARINO 23-ALOÍSIA CRISPINA DE JESUS SALES 23-AMÉLIA SANTOS DA SILVA 23-MARGARIDA G. LOPES DE MORAES 24-LEONARDO ALESSANDRO L. MENDES 24-PATRÍCIA MARIA OLIVEIRA PRADO 24-SULIMAR SAMPAIO DA SILVA 25-CLOTILDES SILVA SOUZA 25-M.ª DA GLÓRIA SILVA COSTA 25-M.ª DE LOURDES F. SANTANA 25-MANOEL N. QUEIROZ JESUS 25-NATALICE BARBOSA PESTANA 25-TELMA IRACEMAALVES ARAÚJO 26-ESTEFÂNIA DO ESPÍRITO SANTO DIAS 26-MARILENE DOS ANJOS DE FREITAS 26-TEREZA NERI REIS 27-VANDA SANTOS LIMA 28-SIOMARA BISPO DOS SANTOS 29-ALEXANDRO SALES FERREIRA 29-JAILTON JOSÉ TEIXEIRA 29-M.ª JOSÉ DE SANTANA OLIVEIRA 29-RICARDO JORGE ALMEIDA SILVA 29-URANITA MARIA DO NASCIMENTO 30-ANA RAFAELA DO S. FREIRE 30-LEONARDO VENTURA MACEDO 30-MANELITA S.DO NASCIMENTO 31-ELIENE SANTOS RODRIGUES 31-JOSENALVA BORGES SANTOS 31-JURACY PITA FERREIRA 31-LEONARDO ALVES DOS SANTOS 31-M.ª DE FÁTIMA M. GROSSO DE JESUS 31-MARTA LÚCIA R. MACIEL DE SOUZA 31-SILVIO GOMES DE SOUZA A você, meu irmão, minha irmã, que assume esta Paróquia como dizimista e se compromete com o trabalho pastoral, parabéns! Como presente do seu aniversário, a comunidade paroquial estará unida a você, seus amigos e familiares, nesse dia tão especial, para celebrar esta data. Venha participar, nesse dia, da Santa Missa, às 8h, na Igreja de São Pedro. Caso a data seja no Domingo ou Dia Santo, a missa começa às 7h30. PARÓQUIA DE SÃO PEDRO MOVIMENTO FINANCEIRO OUTUBRO/2016 RECEITAS Espórtulas de missas ................................4.906,00 Espórtulas de batizados ...............................755,00 Espórtulas de matrimônios ........................1.200,00 Dízimos .................................................. 37.122,15 Coletas ordinárias .................................. 8.501,25 Coleta para as Santas Missões ............... 1.686,00 Taxas de certidões ...................................... 250,00 Donativos ............................................... 4.200,00 Rendimento do bazar ............................. 7.335,00 Rendimento do restaurante .................... 7.373,75 Aluguéis ................................................ 1.200,00 Rendimento de aplicações bancárias ..... 1.222,79 TOTAL ............................................... 75.751,94 DESPESAS Manutenção e conservação .................. 4.278,24 Material litúrgico ...................................... 5.260,59 Promoção humana/formação ...................1.380,00 Ajuda pastoral a moradores de rua ..........1.000,00 Ajuda pastoral a mulheres marginalizadas 880,00 Ajuda social ............................................. 1.000,00 Salários ................................................. 19.439,59 Vale refeição ......................................... 7.948,56 Vale transporte ......................................... 1.933,80 Encargos sociais .................................... 10.961,92 Côngrua ao pároco .............................. 2.800,00 Material de expediente ......................... 332,62 Material de informática ............................ 506,00 Correios .................................................. 1.897,45 Água, energia e telefonia ......................... 3.321,33 Serviços contábeis .................................... 775,78 Tarifa bancária ............................................... 64,80 Taxa do programa SGCP ....................... 97,50 Repasse de taxa à Cúria ........................ 4.398,32 Repasse da coleta para as missões à Cúria .... 1.686,00 Doação para as vítimas do furacão no Haiti .. 3.000,00 Despesas com apartamentos da Paróquia ...... 1.116,47 TOTAL ............................................. 74.078,97 SALDO DO MÊS 1.672,97 Dízimo é gratuidade! Um coração que recebe gratuitamente dons e presentes do Criador, movido por tal desdobrar de amor do Pai, é capaz de dar aquilo que de graça recebe. SEJA DIZIMISTA INSCREVA-SE NA SECRETARIA PAROQUIAL
  7. 7. Repetimos sempre que não são os anos que identificam a idade do homem, porém sua mentalidade, seu jeito de pensar e viver. Procurando distinguir a juventude da velhice, pode- mos dizer com segurança que o jovem é o que caminha, o velho é o que se estrutura.Aquele é o que busca, este é que se sentedono daverdade. Estamos em dezembro, dois acontecimentos de natureza diversa: um essencialmente religioso, o Natal; outro criado pela sociedade: 1.º de janeiro, o novo ano. O nascimento de Jesus foi a grande revolução da história. Com ele o mundo mudou, e os homens despertam para uma diferente ideia de Deus. Não é mais uma entidade superior que mora acima do que é criado, porém um ser amoroso que se faz igual a nós para nos revelar o mistério da divindade.Apartir dele se ini- cia a era cristã, apresentando princípios de um novo estilo de viver, de um Deus diferente de amar: Jesus Cristo. Ele é a Palavra do Pai, o primogênito da Criação, modelo que se apresenta a nós como “o Caminho, a Verdade e a Vida” (Jo 14, 6). Quando o apóstolo Felipe lhe pede que mostrasse o Pai, Ele responde: “Quem me viu, viu o Pai” (Jo 14, 9) que tudo fez, ativo e dinâmico. Por isso o cristão não pode permanecer imóvel de braços cruzados, presenciando o “circo pegar fogo”; se não agir, não identificar e anunciar a novidade de cada dia, envelhece, transformando a vida em rotina e mono- tonia. Deve enxergá-la através de um caleidoscópio, cujas imagens interiores se modificam a cada movimento. Formas e luzes variadas se harmonizam, imagens maravilhosas sur- preendem e pedem que continuemos brincando com ele, comoumacriançaquese encantacomtudo. Sucessivamente ao Natal, comemoramos a chegada de um novo ano que nos convoca a renovar nossa espiritualida- de. São Paulo propõe aos efésios: “Vocês devem deixar de viver, como viviam antes, como homem velho... É preciso que se renovem pela transformação espiritual da inteligência e se revistam do homem novo...” (Ef 4,22-23). Que o nasci- mentodeJesus celebradocomentusiasmoepiedadesejasan- gue mais oxigenado e nos impeça de nos instalar em qual- quer situação da vida; que cada experiência vitoriosa ou frus- trada de 2017 seja um sinal de Deus em nossa caminhada para Ele e na realização da nossa vocação humana. Recome- cemos sempre estimulados pela esperança cristã se quere- mos ser agentes transformadores da história e conservar em nós a beleza de uma perene juventude.Avida não é valoriza- da pelos janeiros emplacados, mas pelos testemunhos de ale- griaeesperança,dedisponibilidadeeserviço. Desejamos, aos que nos acompanharam em Fé e Cidada- niadurante2016, queo próximoanosejaumrecomeçarsem- pre nas tarefas do Reino que o Senhor Menino anunciou. Boas surpresas emuitapaz! Yvette Amaral yvettealemosmaral@gmail.com Os principais elementos do sangue humano são os glóbulos vermelhos (eritrócitos), os glóbulos brancos (leucócitos)easplaquetas.Aanemiaéoresultadodaredu- ção significativa do número de glóbulos vermelhos circu- lantes, que são responsáveis pelo transporte de oxigênio para as células do organismo. Com a redução dos glóbulos vermelhos, há consequentemente diminuição da oxigena- ção das células, levando ao mau funcionamento dos órgãos vitais. Quando começa a ocorrer o sofrimento celular pela baixa da oxigenação, as células do organismo emitem um estímulo para produção do hormônio eritro- poietina que estimula a produção de glóbulos vermelhos pelamedulaóssea. As causas básicas da anemia são: falta de produção dos glóbulos vermelhos pela medula óssea, sangramentos e destruição anormal dos glóbulos vermelhos. A anemia que ocorre nas doenças crônicas é associada a doenças gerais do organismo (doenças sistêmicas) e doenças infla- matórias, por exemplo, tuberculose, endocardite bacteria- na subaguda, pielonefrite e osteomielite. A anemia de doença crônica pode também estar associada a neoplasi- as, doenças do tecido conjuntivo e doenças inflamatórias não ligadas à infecção ou neoplasia, por exemplo, artrite reumatoide, polimialgia reumática e arterite temporal. Neoplasias podem-se comportar como doenças inflama- tórias devido ao processo de necrose celular, acarretando anemia. Em algumas doenças crônicas, o processo da anemia tem outros mecanismos de natureza autoimune, como no caso do lúpus eritematoso sistêmico, linfoma e leucemia linfocítica crônica. Em outras vezes, a anemia deve-se ao processo da insuficiência renal causada por doenças crô- nicas. Na anemia crônica, o ferro circulante também dimi- nui, fato que confunde o diagnóstico com outras doenças quetambémbaixamaproduçãodo ferro. O tratamento da anemia de doença crônica depende essencialmente do tratamento da doença básica, por isso é importante um bom diagnóstico. A transfusão sanguínea só deve ser usada em pessoas com anemia severa com risco cardiocirculatório. O uso de medicamentos deve ser orientadopelomédicoassistente. ANEMIA CRÔNICA Dr. Getúlio Tanajura Machado gemachado@bol.com.br - tel. 71-3328-5633
  8. 8. Informativo da Paróquia de São Pedro Praça da Piedade, 11 - São Pedro - CEP: 40.060-300 - Salvador - Bahia - Brasil - Fone: (55)(0*71) 3329-3280 Site: www.paroquiadesaopedro.org - E-mail: padreaderbal@bol.com.br Direção e Coordenação: Padre Aderbal Galvão de Sousa Diagramação e Revisão: Equipe da Pastoral da Comunicação Colaboração: Getúlio Machado, Yvette Amaral e Zélia Vianna Ilustrações: Getúlio Machado, Rivelino Silva e internet Impressão: Pubgraf - E-mail: atendimentopubgraf@gmail.com Jornalista responsável: Maria Alcina Pipolo - MTb/DRT/BA 915 Tiragem: 10 mil exemplares Distribuição Gratuita Arquidiocese de São Salvador da Bahia - Brasil Há mais de dois mil anos, em Belém, num cenário de paz e singeleza, ao redor do Menino Jesus deitado num presépio, fizeram- se presentes todos os elementos da unidade cósmica: Deus, na pessoa do Menino Jesus; Maria e José – a família humana –; os pastores, representantes dos pobres e marginalizados; a estrela, sinal da presença do universo no grande acontecimento; os três reis magos, apontando para a diversidade de raças; o boi, o burro e a palha, simbolizando os elementos da natureza. Hoje, ante um mundo em conflito, uma natureza agredida e espoliada, uma sociedade em que as pessoas não se sentem irmãs, Deus nos convida a nos deter diante de um presépio – em casa ou numa igreja – e descobrir a lição que ele nos oferece: Porque é Natal podemos reabastecer o coração de esperança e lutar por um mundo onde, como naquele primeiro presépio vivo, nada e ninguém fiquem fora da presença e do abraço do Deus que por nós se fez uma criança frágil e indefesa. Porque é Natal de Jesus a paz é possível e a vida tem futuro. Feliz e Santo Natal! Abençoado Ano Novo! Padre Aderbal Galvão de Sousa – Pároco Expediente:

×