Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Folha de São Pedro - O Jornal da Paróquia de São Pedro (Salvador-BA) - Abril de 2017

29 views

Published on

Folha de São Pedro - O Jornal da Paróquia de São Pedro (Salvador-BA) - Março de 2017

Published in: Spiritual
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Folha de São Pedro - O Jornal da Paróquia de São Pedro (Salvador-BA) - Abril de 2017

  1. 1. Refletindosobre umamensagemdePáscoaparaos lei- tores do Folha de São Pedro, veio-me à lembrança um texto escrito há trinta anos por Dom Thomaz Murphy, quando bispo auxiliar da nossa Arquidiocese. Como uma homenagem a ele, que já vive a sua Páscoa definitiva e que neste ano celebramos o seu centenário de nascimento, no próximodia10dedezembro,publicoaquiessetexto: “ParaumaPáscoafeliz O mundo moderno é o sepul- cro de Cristo. Frequentemente somos inclinados a ecoar a per- plexidade das mulheres no dia da Páscoa. 'Quem nos irá remover a pedra da porta do sepulcro?' (Mc 16,3), tão pesada são as circuns- tâncias que hoje combatem a res- surreição que ansiosamente espe- ramos. Fé é a nossa necessidade mais urgente e indispensável. Não os sentimentos vazios e as verdades abstratas. Para muitos a palavra 'Fé' perdeuseusignificado.Embo- ra negassem a importância dos sacramentos, declaram que têm fé porque cantam o hino ao Senhor do Bonfim. É preciso uma fé definida por Jesus e assumida no Evangelho que Ele nos dei- xou. Fé que se pode e deve seguir comoummapadevida. Cristo teve fé no ser humano. Ele declarou que o ser humano é sal no mundo (Mt 5,13), e que o mundo sem o ser humano seria insípido. Declarou queEleeraaluzdo mundoequefariaSuamoradanocora- çãodas pessoas. Se julgássemos pelos jornais e noticiários, o cristianis- mo haveria fracassado: fome, ameaças, guerras, violênci- as, crime, medo, corrupção. Isso depois de mais de dois milanos decristianismo. Qual foi a situação do mundo quando Jesus estava no túmulo? Cristo declarou ser a vida do mundo, e Ele mor- reu. Ele prometeu ao povo um reino e foi coroado de espi- nhos. Permaneceu apenas um pequeno grupo de mulheres que deixaram acesa a luz da fé. Elas chegaram ao sepulcro, per- guntando como poderiam tirar a pedra à porta de entrada, e logo descobriram que a pedra tinha sido removida e que Jesus esta- vavivo. A fé que não deixa de buscar Cristo, que acredita n'Ele pre- sente nas pessoas, que unge as Suas feridas nos pobres, doentes e abandonados, confia n'Ele os mártires de hoje e descobre que a vida ressuscitada existe em tudo e todos. Essa fé acredita na Páscoa. No sábado de aleluia uma prece se levanta na liturgia: Lumen Christi – Eis a Luz de Cristo! Ele ressuscitou. Uma nova luz surgiu. A Páscoa não apenasaconteceu,masestáacon- tecendo. Hoje! Agora! Sempre! Confiemos na vida ressuscitada, embora haja um esforço cons- tante de colocar uma gigantesca pedraàportadeentradadotúmulo”. Desejo a vocês, meus irmãos, minhas irmãs, leitores desse jornalumaFelizeSantaPáscoa! Padre Aderbal Galvão de Sousa Zélia Vianna nos fala por que Maria é a mãe da esperança. Página 2 Informe-se sobre o que ocorreu em março e o que haverá em abril na comunidade. Páginas 3, 4, 5 e 8 O Papa Francisco deseja a Igreja aberta e cristãos inseridos no mundo, explica Yvette Amaral na página 7
  2. 2. O Papa Francisco insiste na penetração da Igreja para que ela vibre com as alegrias dos homens e gema com suas dores. Só assim a Esposa de Cristo consegue cumprir a sua missão de ampliar, na terra, as fronteiras do Reino de Deus. Há anos atrás encontrei numa leitura algumas consi- derações do Padre Jean Proulx sobre a presença do cristão no mundo. Visando ao engajamento temporal do batizado, eledestacacincoaspectosnecessáriosparasermosnasoci- edade uma presença significativa. Ei-los com alguns acréscimosnossos: 1. “Santa competência”.Amediocridade é um elemen- to negativo na realização da história porque retarda o ama- durecimento e a evolução da humanidade.Aavançada tec- nologia atual pede pessoas preparadas nas funções que exercem. O que acontecerá com um médico incompetente, transplantando um coração ou abrindo um cérebro? Qual será o destino de um edifício de 40 andares cujos cálculos estruturais foram feitos por um técnico despreparado? Para qualquer profissional cristão a competência é um dever de consciência por causa do seu compromisso com o bemcomum. 2. “Primeiro as pessoas”. Este aspecto merece atenção numa cultura, como a nossa, em que o homem é coisifica- do. Diante de qualquer situação, não se deve esquecer que a medida de qualquer iniciativa nossa é a felicidade do outro.Boméo quecontribuiparaisso. 3. “Valores satélites”. Nesta denominação, o autor incluivalorestemporaisaseremcristianizados,comootra- balho, a cooperação, a honestidade, a constância e a perse- verança. Sem a presença deles, a sociedade assina a sua falência. 4. “Solidariedade dos trabalhadores na construção do mundo e do homem de amanhã”. O tópico sugere uma ação solidária dos que desejam fazer a história, deixando nelamarcasdasuaindividualidade. 5. “Deve vir explícita a palavra do cristianismo, mas não pode vir senão sobre o fundamento do testemunho de vida”. Anúncio dissociado de atitude é palavra vazia que nãoconvence,atérevolta.Afaltadeautenticidadedos cris- tãos prejudica mais o cristianismo do que os ataques dos inimigos, heresias e cismas. Se alguma coisa impede de a Igreja ser mais pura e santa não é carência de teólogos, mas a hipocrisia dos que professam a fé, mas não vivem con- formeo evangelho. Desde o início do seu pontificado, o Papa deseja uma Igreja de porta aberta, de olhos e coração voltados para os que se encontram fora dela. É uma atitude difícil diante da descrença dos homens atuais, impermeáveis à fé e resis- tentes ao projeto de Deus. Mas, sem comunhão com a soci- edade, o nosso processo de conversão não atinge o que Jesus nos pedeser:fermentonamassa. É importante que as dicas do Padre Jean Proulx orien- tem a nossa presença no mundo para não fazermos da nossa ação“remendonovo empanovelho”.Os atuaisdesa- fios da evangelização exigem cristãos que se misturem com os outros, sem medo de sujar as mãos e dispostos “a comercomos publicanosepecadores”. Yvette Amaral yvettealemosmaral@gmail.com A diarreia aguda é uma alteração do hábito intestinal, resultante do movimento rápido do conteúdo do intestino. Na maioria dos casos são eventos autolimitados com dura- ção de dois dias a duas semanas. Define-se diarreia como a presença de três ou mais evacuações intestinais em um dia, de consistência aquosa e com peso total das fezes maior que200gramas. As diarreias são classificadas conforme o tempo de duração em agudas (até duas semanas), agudas prolonga- das (de duas semanas a um mês) e crônicas (acima de um mês de duração). As diarreias agudas têm diversas causas, mas as mais frequentes são as diarreias decorrentes de uma infecção gastrointestinal. Estima-se que 30% dos casos sejam consequentes a algum tipo de contaminação alimen- tar, sendo que os maiores agentes responsáveis são os vírus. Em seguida, vêm as bactérias e suas toxinas e os parasitas (estes mais encontrados em caso de diarreia aguda prolongada). A intolerância à lactose, a ingestão de grande quantidade de doces, efeito colateral de medica- mentos (antibióticos, laxativos, antiácidos, etc.) e doenças inflamatórias intestinais são exemplos de diarreia aguda não-infecciosas. As vias de transmissão podem ser oral ou pelas fezes (oral-fecal), por ingestão de água e alimentos contamina- dos (transmissão indireta). Na transmissão direta há conta- to de uma pessoa doente com uma pessoa sadia, por meio de mãos contaminadas, por exemplo, ou de animais, que funcionam como reservatórios naturais de doenças. Além disso, as moscas, formigas e baratas funcionam como veto- resquepodemcontaminaros alimentoseutensílios. Ao ser instituído o diagnóstico, torna-se necessário o imediato tratamento, tendo como prioridade a reidratação que pode ser oral ou parenteral. Caso seja possível a reidra- tação oral, podem ser usadas as soluções para reidratação oral prontas ou a solução caseira, preconizada pelo Minis- tério da Saúde do Brasil, diluindo-se em um litro de água filtrada ou fervida (já resfriada) uma colher pequena (tipo de café) de sal e uma colher grande (tipo de sopa) de açúcar. Deve-se buscar o atendimento médico para melhor condu- tano tratamentoou investigaçãodiagnóstica. DIARREIAS AGUDAS Dr. Getúlio Tanajura Machado gemachado@bol.com.br - tel. 71-3328-5633
  3. 3. Paroquianos de São Pedro e integrantes da Família Excelsior participaram, em 4 de março último, na Igreja Nossa Senhora da Conceição da Lapa, do Retiro de Preparação para a Quaresma, que teve como tema a CampanhadaFraternidade 2017. O Retiro começou com uma palestra proferida pelo padre Mario Visibelli, de origem italiana, que trouxe como tema um convite para “Voar alto”, partindo de dois textosbíblicos:Gênesis12, 1-15eMateus25, 14-18. O trecho do livro do Gênesis fala sobre o chamado e o envio de Abraão que, já idoso e com estabilidade econômica e familiar, é chamado a deixar sua terra e se dirigir para um lugar totalmente desconhecido, obedecendo única e exclusivamente à palavra de Deus. Padre Mario afirmou “que não nos devemos acomodar, independente da situação e da idade que temos. Assim comoAbraão confiou em Deus e levou toda sua família a caminhar, também nós somos convocados a cada dia a percorrer o caminho da fé e motivar os irmãos a seguir esse caminho, ou seja, a nos desinstalarmos, sair da nossa 'zona de conforto' e nos lançarmos na aventura do desconhecido, motivados pela fé para 'voar cada vez mais alto'”. No trecho do evangelho segundo São Mateus 25, 14- 18, Jesus diz que não está falando de dinheiro, mas de talentos e capacidade que deu a cada um. O palestrante enfatizou que “o sentido da vida está na descoberta dos próprios talentos e no uso que se faz deles a serviço do outro. É preciso viver e não apenas sobreviver. Todos querem mudar o mundo, mas ninguém quer mudar a si mesmo”. Dentro do tempo da Quaresma que nos chama à conversão, padre Mario fez uma observação sobre a experiência de repetição: “Somos acostumados a fazer as coisas sempre iguais, automaticamente, com grande resistência a mudanças. No entanto, Deus nos convoca a fazermos o diferente, assim como fez com Abrão”, assinalou. O pregador disse que, “na nossa caminhada de fé, não podemos imaginar que, se sempre agimos de uma forma, iremos continuar sempre assim. Se a pessoa não quiser mudar, não vai mudar. Deus, através do Seu Espírito, da Sua Palavra, convoca-nos a um crescimento, aumarenovaçãoeàbuscadaperfeição”. Assim sendo, acrescentou padre Mario, todo discípulo de Jesus deve fazer a diferença. “Esse diferencial alcançamos quando saímos da 'zona de conforto' na qual estamos instalados, que é como um círculo, no qual colocamos toda a nossa segurança. É preciso vencer esse círculo do egoísmo e da acomodação. A força para vencer esse círculo é o amor, que nos liberta do medo e nos envolve numa coragem que nos liberta de todos os limites, tal qual a experiência de São Paulo que declara:'Tudoposso n'Aquelequemefortalece'”. “Assim temos sempre a certeza de que Deus não nos pede nada impossível, mas o máximo que eu possa fazer. Importante nesse processo é estar bem consigo mesmo. E só estamos bem quando temos capacidade de perdoar e abrir o nosso coração para a plenitude do amor de Deus. Não termos medo de nos lançar na missão da construção do Reino. Não me importa as dificuldades que me são apresentadas. A minha segurança está n'Aquele que me chamou e me enviou, garantindo que estaria sempre comigoatéofimdos tempos”,concluiuo palestrante. A partir da reflexão do padre Mario, o pároco de São Pedro e diretor da Rádio Excelsior, padreAderbal Galvão de Sousa, juntamente com Zélia Vianna, retomou o tema da Campanha da Fraternidade 2017: “Biomas brasileiros e defesa da vida”, usando a dinâmica do texto-base da Campanha, o métodoVer, Julgar eAgir.Apartir da leitura dos textos sobre a Campanha da Fraternidade publicados nas edições de fevereiro e março último do jornal Folha de São Pedro, houve uma grande participação do público na realidade do Ver, testemunhando as diversas agressões que os biomas brasileiros vêm sofrendo. O Julgar foi a partir da palavra de Deus iluminando a realidade que estamos vivendo. No agir, os paroquianos de São Pedro e integrantes da Família Excelsior foram motivados a levar aos seus ambientes de vida as propostas da Campanha na preservação e recuperação dos biomas brasileiros, em sintonia com as propostas da carta encíclicadoPapaFrancisco'LaudatoSi'. RETIRO DAQUARESMA
  4. 4. FESTA DE SÃO JOÃO DE DEUS E DIA INTERNACIONAL DA MULHER Em 8 de março passado, em todas as missas na Igreja de São Pedro, foram celebrados o Dia Internacional da MulhereaFestadeSãoJoão deDeus. FESTA DE SANTO ANTÔNIO DE CATEGERÓ No último dia 14 de março, foi realizada missa festiva em louvor a Santo Antônio de Categeró, que consagrou sua vida aos pobres e doentes. Ele era africano e viveu na condição de escravo, na Itália no século XVI. Sua devo- ção no Brasil foi introduzida pelos jesuítas no século XVIII, sendo dessa época a devoção na Igreja de São Pedro, que possui uma imagem do santo, datada do século XVIII. CELEBRAÇÃO DOS 35 ANOS DE ORDENAÇÃO SACERDOTAL DE PADRE ÁUREO Em 21 de março último, na missa das 18h30, na Igreja de São Pedro, foi celebrada a missa em ação de graças pelos35 anosdevidasacerdotaldepadreÁureoJosé Sam- paio.Acelebração eucarística foi presidida pelo Bispo de Eunápolis, Dom José Edson Santana de Oliveira, amigo de padre Áureo, e contou com a participação do nosso pároco,padreAderbalGalvão,dodiáconoLourivalAlme- ida, de 20 padres convidados e diáconos de nossaArquidi- ocese.AIgreja de São Pedro esteve lotada de fiéis de vári- as comunidades por onde o padre Áureo José já atuou e atua. A paroquiana Elizabeth Araújo, da Equipe do Aco- lhimento, escreveu um acróstico, transcrito em seguida, emhomenagemaopadreÁureo José. Porescutarochamadodo Senhor entregou-sedecorpoealma; Aquiestáparatestemunharesteamor: Umdesafiomuitogrande... Renunciandoeanunciando, Entrega-seaolouvor! OseucoraçãodePai Entendecadaopressor; Os olhos enxergamasnecessidades Semprecomsuadisponibilidade Seofertapradarvida... Enquantoavidanãoétirada! Umapreceéapresentada: SóDeus sabeoseuclamor; 35anosdevidabemvivida! A Igrejapedraviva Nuncadesanimou. Os paroquianosporondeosenhor passou Sóagradecem!!! Desejam-lheencontrar Escutareabraçar... Vivendoaslembrançasda Igrejaqueosenhorfezcaminhar... DandoaDeus oqueédeDeus, Aos filhos,oqueéamar! Sacerdoteparasempre,segundo A ordemdeMelquisedec, ConstruindoaIgrejaviva Evangelizandocomseujeitodeser: Reconhecendocomsimplicidade Deusquemuitosnãoveem Os anjosalheacompanhar Todos cantandoglórias Aocéusubindo avitória! Louvemosporestarconoscoaquieagora!
  5. 5. PREPARAÇÃO PARA PAIS E PADRINHOS Em 1.º de abril próximo, será realizada a palestra de preparação para pais e padrinhos, das 14h às 18h, na Igre- ja Nossa Senhora da Conceição da Lapa. Nos dias 2 e 16 de abril, acontece o batismo de crianças, às 8h30, na Igre- jadeSãoPedro. ESCOLA DE MARIA Com o objetivo de aprofundar o conhecimento e a espiritualidade mariana, estão sendo realizados encontros chamados de Escola de Maria, aos sábados, das 9h às 11h, na Igreja Nossa Senhora da Conceição da Lapa, aberto à participaçãodacomunidade. MISSA EM AÇÃO DE GRAÇAS PELOS DOADORES DO BAZAR No próximo dia 16 de abril, nas missas das 7h30, 9h30 e 11h30, será realizada a celebração mensal em ação de graçaspelosdoadoresdos bazaresdanossa Paróquia. MISSA EM AÇÃO DE GRAÇAS PELOS DIZIMISTAS Em 23 de abril próximo, nas missas das 7h30, 9h30 e 11h30, ocorrerá a celebraão mensal em ação de graças pelodizimistasdanossa Paróquia. FERIADO DE TIRADENTES No próximo dia 21 de abril, devido ao feriado de Tira- dentes, as igrejas de São Pedro, Senhor Bom Jesus dos Aflitos, Nossa Senhora da Conceição da Lapa e Nossa SenhoradoRosárioestarãofechadas. DIA DOS EMPREGADOS DO LAR Em 27 de abril próximo, em todas as missas na Igreja de São Pedro, será celebrado o Dia dos Empregados Domésticos. PARABÉNS! Parabenizamos o diácono Lourival Almeida, que faz aniversário de nascimento no dia 11 de abril, e o nosso Arcebispo Dom Murilo Krieger, que faz aniversário de ordenaçãoepiscopalno dia28deabrilpróximo. ANIVERSÁRIO DE ORDENAÇÃO SACERDOTAL DE PADRE ADERBAL E ABERTURA DO MÊS DE MARIA No próximo dia 30 de abril, domingo, às 7h30 e às 11h30, será antecipada a celebração dos 34 anos de orde- nação sacerdotal do nosso pároco, padre Aderbal. Neste dia também haverá a abertura do Mês de Maria. No dia 1.o de maio, as igrejas de São Pedro, Senhor Bom Jesus dos Aflitos, Nossa Senhora da Conceição da Lapa e Nossa SenhoradoRosárioestarãofechadas. PERÍODO DE CATEQUESE DO CAMINHO NEOCATECUMENAL 2017 De 9 de maio a 2 de julho próximos, serão realizados anúncios de catequese, na Igreja Matriz de São Pedro, às terças e quintas-feiras, das 19h às 20h, para jovens (a par- tir dos 13 anos de idade) e adultos. Acesso livre sem ins- criçõesprévias. BAZAR DA SOLIDARIEDADE Anossa Paróquia mantém três espaços com o Bazar da Solidariedade, que são frutos de doações de roupas, sapa- tos, objetos de decoração, móveis e utensílios domésticos em bom uso, que são postos à venda com o objetivo de ajudar no trabalho social que a Paróquia desenvolve. Faça uma arrumação na sua casa, no seu guarda-roupa! Doe o que você não precisa mais para o nosso Bazar! Visite os espaços do Bazar da Solidariedade, onde também podem ser feitas as doações. Informações pelo telefone: 2137- 8666. CONVITE PARA ESTUDOS BÍBLICOS Participe dos Grupos de Estudos Bíblicos da nossa Paróquia, que acontecem semanalmente em vários horá- rios.Informe-senasecretariaparoquial.
  6. 6. 01-LUTHGARDES PORTELA DOS SANTOS 01-THIAGO SAMPAIO ALMEIDA 01-VITALINA SANTOS DA CONCEIÇÃO 02-ALEXANDRINA DANTAS DOS SANTOS 02-FERNANDO BASTOS VALENTE 02-FRANCISCA RIBEIRO PASSOS 02-TERESA CRISTINA BONFIM SOUSA 03-ANA RITA FRAGOZO 03-ANTÔNIO JOSÉ DA SILVA BYRNE 03-M.ª BERNADETE DE JESUS SANTANA 04-ALANA PLÁCIDO CAETANO DA SILVA 04-CECÍLIA LEONOR N. L. LEAL RIBEIRO 05-ALFRENA DA COSTA LIMA 05-GERALDO PEDRAL SAMPAIO 05-IRENE RIBEIRO SANTANA 05-LUCIENE LIMA SOUZA 05-M.ª CELUTAALMEIDA BARBOSA 05-WALDELICE CONCEIÇÃO MARTINS 06-ÂNGELA FERNANDA NAPOLI PEIXOTO 06-CLÁUDIA DE ALMEIDA E SILVA 06-CREMILDA VIEIRA DE VILAR 07-ANÁLIA DA SILVA BATISTA 07-HINARACY MARIA DE ARAÚJO DIAS 07-MARINALVA VIEIRA QUEIROZ 08-ANA CLARA OLIVEIRA SILVA 08-CELSITO RIBEIRO DE ARAUJO 08-EVANY CORREA LEAL 10-M.ª DAS GRAÇAS O. DE ARAÚJO 10-M.ª DE LOURDES CANELAS RUBIM 10-REGINA P. AZEVEDO DE SANTANA 11-ALBA REGINA M. DE CARVALHO 11-LOURIVAL CERQUEIRAALMEIDA 12-JOSELINA RIBEIRO DE VASCONCELOS 12-RENATO DE JESUS LIMA 13-BERNADETE Mª DA SILVAALMEIDA 13-JOSÉ CARLOS SÃO PEDRO ACCIOLY 13-M.ª CONCEIÇÃO MELO FILHA 13-VANDA CARDOSO CARVALHO 14-JUREMITA DO CARMO DA SILVA 14-PATRÍCIA LÍLIAN DE JESUS MENEZES 14-SARA MOTA DOS SANTOS 15-BERNADETE SANTOS LIMA 15-CÉLIA MARIA CORREIA NASCIMENTO 15-LÚCIA DE SOUZA 16-BERNADETE DOS SANTOS CERQUEIRA 16-TEREZINHA DO ROSÁRIO 17-EDELZUITA PEREIRA SOUZA 17-INDIRA SILVA DE MATOS 17-ROSELITA SANTOS DE CARVALHO 17-TIAGO SANTOS VIEIRA 18-ALDECIR NUNES TEIXEIRA 18-M.ª MARGARIDA DOS SANTOS 18-VERA LÚCIAABREU 19-CONCEIÇÃO BÁRBARA DOS SANTOS 19-IRACEMA FERREIRA DA SILVA 20-ADELAIDE FRANÇA DOS SANTOS 20-HÉLIA SAMPAIO SANTOS 20-LUIZ CARLOS SOUZA TEIXEIRA 21-RUTH ROCHA DE OLIVEIRA 22-ROBSON DE SANTANA BORGES 22-SIMONE SANTOS RIBEIRO 23-M.ª DA PIEDADE C. BARBOSA 23-MARGARETE ROSE OLIVEIRA NEDER 23-NILZA SILVA HEREDA 24-DAISY LEONOR FERREIRA 24-PEDRO PAULO ROCHA DE ANDRADE 25-ANGELITA DALTRO DOS REIS ALONSO 25-GEORGINA DOS SANTOS ÁVILA 25-IOLANDI SANTOS DE AGUIAR 26-CLÁUDIA MÁRCIA L. DE MORAES LOBO 26-HELOIZA TEIXEIRA DE MELO 26-LOURDETE VILASBOAS CARDOSO 26-M.ª ELIENE DOS SANTOS 26-WALDELICE RIBEIRO DOS SANTOS 27-JAYRA DOS SANTOS 28-JOSÉ MARIA RAMOS DE OLIVEIRA 28-TEREZINHA FERNANDES DE JESUS 28-WALDELICE FIGUEIREDO RIOS 29-CAROLINA MARIA ROXO SILVA 29-EDITH MARIA DE SOUZA 29-KATHERINE DOS SANTOS ZUZA 29-LARISSA GABRIELA B.SANTIAGO 29-ROBERTO EMILIANO DE BRITO 29-YVES WEST BEHRENS 30-M.ª EULINA MANGABEIRA FRANÇA 30-M.ª DA CONCEIÇÃO BISPO DOS SANTOS A você, meu irmão, minha irmã, que assume esta Paróquia como dizimista e se compromete com o trabalho pastoral, parabéns! Como presente do seu aniversário, a comunidade paroquial estará unida a você, seus amigos e familiares, nesse dia tão especial, para celebrar esta data. Venha participar, nesse dia, da Santa Missa, às 8h, na Igreja de São Pedro. Caso a data seja no Domingo ou Dia Santo, a missa começa às 7h30. PARÓQUIA DE SÃO PEDRO MOVIMENTO FINANCEIRO FEVEREIRO/2017 RECEITAS Espórtulas de missas ............................... 4.936,00 Espórtulas de batizados .............................. 360,00 Espórtulas de matrimônios .......................... 190,00 Dízimos .................................................. 27.069,50 Coletas ordinárias .................................. 9.466,70 Taxas de certidões ...................................... 70,00 Donativos ............................................... 7.200,00 Rendimento do bazar ............................. 8.075,00 Rendimento do restaurante .................... 6.089,92 Aluguéis ................................................ 1.200,00 TOTAL ............................................... 64.657,12 DESPESAS Manutenção e conservação .................. 4.370,51 Material litúrgico ...................................... 3.228,97 Promoção humana/formação ................... 1.000,00 Ajuda pastoral a moradores de rua .......... 1.000,00 Ajuda pastoral a mulheres marginalizadas 937,00 Salários ....................................... 19.587,29 Vale refeição ......................................... 8.119,00 Vale transporte ......................................... 2.196,00 Encargos sociais ......................... 10.848,02 Côngrua ao pároco ....................... 3.000,00 Material de expediente ........................ 1.990,00 Material de informática ........................... 1.050,00 Correios .................................................. 1.070,50 Água, energia e telefonia ......................... 3.709,78 Serviços contábeis ................................... 775,78 Tarifa bancária ............................................... 68,40 Taxa do programa SGCP ....................... 97,50 Repasse de taxa à Cúria ........................ 3.255,55 TOTAL ............................................. 66.304,30 SALDO DO MÊS NEGATIVO (1.647,18) Ser dizimista é, sobretudo, tornar seu próprio coração um altar onde se oferece e se doa, a exemplo de Cristo, para que todos tenha vida. SEJA DIZIMISTA INSCREVA-SE NA SECRETARIA PAROQUIAL No Domingo de Ramos, dia 9 de abril, será realizada a Coleta da Solidariedade, em todas as missas na Igreja de São Pedro. O resultado da coleta será enviado para a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) como fundo para os projetos da Igreja relativos à Campanha da Fraternidade.
  7. 7. O Papa Francisco insiste na penetração da Igreja para que ela vibre com as alegrias dos homens e gema com suas dores. Só assim a Esposa de Cristo consegue cumprir a sua missão de ampliar, na terra, as fronteiras do Reino de Deus. Há anos atrás encontrei numa leitura algumas consi- derações do Padre Jean Proulx sobre a presença do cristão no mundo. Visando ao engajamento temporal do batizado, eledestacacincoaspectosnecessáriosparasermosnasoci- edade uma presença significativa. Ei-los com alguns acréscimosnossos: 1. “Santa competência”.Amediocridade é um elemen- to negativo na realização da história porque retarda o ama- durecimento e a evolução da humanidade.Aavançada tec- nologia atual pede pessoas preparadas nas funções que exercem. O que acontecerá com um médico incompetente, transplantando um coração ou abrindo um cérebro? Qual será o destino de um edifício de 40 andares cujos cálculos estruturais foram feitos por um técnico despreparado? Para qualquer profissional cristão a competência é um dever de consciência por causa do seu compromisso com o bemcomum. 2. “Primeiro as pessoas”. Este aspecto merece atenção numa cultura, como a nossa, em que o homem é coisifica- do. Diante de qualquer situação, não se deve esquecer que a medida de qualquer iniciativa nossa é a felicidade do outro.Boméoquecontribuiparaisso. 3. “Valores satélites”. Nesta denominação, o autor incluivalorestemporaisaseremcristianizados,comootra- balho, a cooperação, a honestidade, a constância e a perse- verança. Sem a presença deles, a sociedade assina a sua falência. 4. “Solidariedade dos trabalhadores na construção do mundo e do homem de amanhã”. O tópico sugere uma ação solidária dos que desejam fazer a história, deixando nelamarcasdasua individualidade. 5. “Deve vir explícita a palavra do cristianismo, mas não pode vir senão sobre o fundamento do testemunho de vida”. Anúncio dissociado de atitude é palavra vazia que nãoconvence,atérevolta.Afaltadeautenticidadedos cris- tãos prejudica mais o cristianismo do que os ataques dos inimigos, heresias e cismas. Se alguma coisa impede de a Igreja ser mais pura e santa não é carência de teólogos, mas a hipocrisia dos que professam a fé, mas não vivem con- formeo evangelho. Desde o início do seu pontificado, o Papa deseja uma Igreja de porta aberta, de olhos e coração voltados para os que se encontram fora dela. É uma atitude difícil diante da descrença dos homens atuais, impermeáveis à fé e resis- tentes ao projeto de Deus. Mas, sem comunhão com a soci- edade, o nosso processo de conversão não atinge o que Jesus nos pedeser:fermentonamassa. É importante que as dicas do Padre Jean Proulx orien- tem a nossa presença no mundo para não fazermos da nossa ação“remendonovo empanovelho”.Os atuaisdesa- fios da evangelização exigem cristãos que se misturem com os outros, sem medo de sujar as mãos e dispostos “a comercomos publicanosepecadores”. Yvette Amaral yvettealemosmaral@gmail.com A diarreia aguda é uma alteração do hábito intestinal, resultante do movimento rápido do conteúdo do intestino. Na maioria dos casos são eventos autolimitados com dura- ção de dois dias a duas semanas. Define-se diarreia como a presença de três ou mais evacuações intestinais em um dia, de consistência aquosa e com peso total das fezes maior que200gramas. As diarreias são classificadas conforme o tempo de duração em agudas (até duas semanas), agudas prolonga- das (de duas semanas a um mês) e crônicas (acima de um mês de duração). As diarreias agudas têm diversas causas, mas as mais frequentes são as diarreias decorrentes de uma infecção gastrointestinal. Estima-se que 30% dos casos sejam consequentes a algum tipo de contaminação alimen- tar, sendo que os maiores agentes responsáveis são os vírus. Em seguida, vêm as bactérias e suas toxinas e os parasitas (estes mais encontrados em caso de diarreia aguda prolongada). A intolerância à lactose, a ingestão de grande quantidade de doces, efeito colateral de medica- mentos (antibióticos, laxativos, antiácidos, etc.) e doenças inflamatórias intestinais são exemplos de diarreia aguda não-infecciosas. As vias de transmissão podem ser oral ou pelas fezes (oral-fecal), por ingestão de água e alimentos contamina- dos (transmissão indireta). Na transmissão direta há conta- to de uma pessoa doente com uma pessoa sadia, por meio de mãos contaminadas, por exemplo, ou de animais, que funcionam como reservatórios naturais de doenças. Além disso, as moscas, formigas e baratas funcionam como veto- resquepodemcontaminaros alimentoseutensílios. Ao ser instituído o diagnóstico, torna-se necessário o imediato tratamento, tendo como prioridade a reidratação que pode ser oral ou parenteral. Caso seja possível a reidra- tação oral, podem ser usadas as soluções para reidratação oral prontas ou a solução caseira, preconizada pelo Minis- tério da Saúde do Brasil, diluindo-se em um litro de água filtrada ou fervida (já resfriada) uma colher pequena (tipo de café) de sal e uma colher grande (tipo de sopa) de açúcar. Deve-se buscar o atendimento médico para melhor condu- tanotratamentoou investigaçãodiagnóstica. DIARREIAS AGUDAS Dr. Getúlio Tanajura Machado gemachado@bol.com.br - tel. 71-3328-5633
  8. 8. Informativo da Paróquia de São Pedro Praça da Piedade, 11 - São Pedro - CEP: 40.060-300 - Salvador - Bahia - Brasil Site: www.paroquiadesaopedro.org - E-mail: padreaderbal@bol.com.br Direção e Coordenação: Padre Aderbal Galvão de Sousa Diagramação e Revisão: Equipe da Pastoral da Comunicação Colaboração: Getúlio Machado, Yvette Amaral, Zélia Vianna, Carmélia de Mattos, Maria do Carmo Viana e Elizabeth Araújo Ilustrações: Getúlio Machado, Rivelino Silva e internet Jornalista responsável: Maria Alcina Pipolo - MTb/DRT/BA 915 Tiragem: 5 mil exemplares Distribuição Gratuita Arquidiocese de São Salvador da Bahia - Brasil Integrantes do Conselho Missionário Paroquial (Comi- pa) e demais paroquianos de São Pedro participaram, em 18 de março último, na Igreja da Lapa, de um Encontro de Formação, que enfocou o tema 'Igreja: lugar de animação bíblicadavidaedapastoral'. A primeira etapa do encontro foi conduzida por duas irmãs da Congregação da Sagrada Face, que são represen- tantes do Conselho Missionário Diocesano (Comidi). Irmã Suse explicou que o Comidi tem como objetivo animar as paróquias, por meio do Comipa, para despertar nos paro- quianos o espírito missionário de levar Jesus a todos. Ela frisou que o missionário tem uma meta e um alvo: fazer Jesus conhecido e amado; fazer com que as pessoas se apai- xonemporJesus eaprendamaamá-Lo. Amissionária orante apresentou a dinâmica do abraço e promoveu uma reflexão do Evangelho de Lucas 10,38-42, que narra o encontro de Jesus com as irmãs Marta e Maria. Enfatizando a espiritualidade do texto bíblico, irmã Suse ressaltou que Jesus sabe do trabalho que realizamos e que não condena o serviço de Marta. “AIgreja precisa de Marias e Martas, de oração e missão”, assinalou ela, acrescentando que“aoraçãoverdadeiranos impulsionaparaamissão”. Airmã Isaura conduziu a dinâmica do barco, destacando que um barco precisa de dois remos para seguir em frente – com um remo só, fica à deriva. Tal como o barco, nós preci- samos de dois remos: um remo é a oração, e o outro é o tra- balho,pontuoua missionáriaorante. A segunda etapa foi apresentada pela coordenadora da InfânciaeAdolescênciaMissionária(IAM),AdenilzaRosá- rio Cruz Serra. Ela fez um histórico da Pontifícia Obra da Infância e Adolescência Missionária, destacando seu obje- tivo de salvar crianças da miséria e da morte: batizá-las e educá-las como cristãs; prepará-las para serem apóstolos para outras crianças, orientando-as na vocação e profissão. A missionária convocou os participantes do encontro “a teremardormissionárionocoração”. As orações de abertura e encerramento foram feitas pelo diácono LourivalAlmeida. O encontro foi acompanhado de perto pela coordenadora do Comipa e representante da Paróquia de São Pedro no Comidi, Carmélia Regina de Mattos. Expediente: Fone: (71) 3329-3280 Maria Alcina Pipolo IrmãsdaCongregaçãodaSagradaFace Adenilza Rosário Cruz Serra, coordenadora da Infância e Adolescência Missionária (IAM)

×