Projeto de sociologia

3,540 views

Published on

0 Comments
2 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
3,540
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
53
Comments
0
Likes
2
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Projeto de sociologia

  1. 1. PROJETO DE SOCIOLOGIA HOMOFOBIA COLÉGIO ANTÔNIO DE CASTRO ALVES Coordenador geral: Lucas Peiter Coordenador do projeto: Bruna Gabriela Turma: 203 Docente: Ridete
  2. 2. 1. O PROJETO OBJETIVOS, METODOLOGIA E JUSTIFICAÇÃO
  3. 3. 1.1 - OBJETIVO GERAL <ul><li>O objetivo geral deste material é identificar os aspectos éticos e metodológicos envolvidos na elaboração e avaliação de um projeto de pesquisa em homofobia. O trabalho apresenta a estrutura básica de um projeto que terá a participação e a colaboração de toda a turma 203 do Colégio Antônio de Castro Alves. </li></ul>
  4. 4. 1.2 - OBJETIVO ESPECÍFICO <ul><li>O objetivo específico desta pesquisa é analisar a intenção de comportamento da comunidade Antônio de Castro Alves em relação a homofobia. As tarefas foram divididas nas fases: </li></ul><ul><ul><li>Questionário; </li></ul></ul><ul><ul><li>Aplicação; </li></ul></ul><ul><ul><li>Contagem; </li></ul></ul><ul><ul><li>Multimídia. </li></ul></ul>
  5. 5. 1.3 - METODOLOGIA <ul><li>O projeto foi estruturado com um gerente geral e um gerente de projeto, sendo dividido em três setores: planejamento, execução e divulgação no estudo da homofobia. Para o desenvolvimento deste projeto utilizou-se de pesquisas bibliográficas, análise dos livros relacionados ao assunto, revistas, entre outros disponíveis em meios impressos e eletrônicos, bem como contatos pessoais. As decisões tomadas no decorrer do projeto foram de comum acordo entre os membros da equipe que o desenvolvia com opiniões que foram obtidas após os resultados advindos de pesquisas populares e bibliografias. </li></ul>
  6. 6. 1.4 - JUSTIFICAÇÃO <ul><li>A pesquisa se justifica em proporcionar aos cidadãos dessa comunidade (Castro Alves) a produzir conhecimentos sobre a discriminação contra homossexuais e promover a cidadania de gays, lésbicas, travestis, transexuais e bissexuais, respeitando a especificidade de cada um desses grupos populacionais. </li></ul>
  7. 7. 2. HOMOSSEXUALISMO DEFINIÇÃO, CAUSAS E CONSEQUÊNCIAS
  8. 8. 2.1 - HOMOSSEXUAL - DEFINIÇÃO <ul><li>Os homossexuais são pessoas que gostam de indivíduos do mesmo sexo, podendo ter relacionamentos instáveis e sentir atração pelo parceiro(a). Normalmente os indícios dessa opção começam a se manifestar na adolescência, quando o jovem começa a notar que suas preferências são diferentes do que a sociedade considera convencional. O processo para o indivíduo aceitar sua condição é demorado, afinal, ele está ciente dos julgamentos que sofrerá e o quanto as pessoas conservadoras veem com maus olhos o homossexualismo. </li></ul>
  9. 9. 2.2 - HOMOSSEXUALISMO - RAÍZES <ul><li>A raiz do comportamento homossexual está nos primórdios da Idade Média, quando a Igreja Católica passou a dominar o mundo e começou a condenar qualquer tipo de relacionamento homossexual. As pessoas que tinham uma opção sexual diferente foram perseguidas pela Santa Inquisição. Depois desse período, não houve paz para a vida dos homossexuais. Eles continuaram a ser marginalizados por uma sociedade hipócrita que atravessou décadas mantendo essa visão ultrapassada. </li></ul>
  10. 10. 2.3 - CONSEQUÊNCIAS <ul><li>Os assassinatos de gays, lésbicas e travestis está crescendo cada vez mais, e os países de terceiro mundo são os que têm maior índice de assassinatos. </li></ul><ul><li>O Brasil ocupa a 1º posição do ranking mundial de assassinatos de homossexuais e provavelmente é o país com maior número de casos de discriminação diárias contra gays, lésbicas e travestis. </li></ul><ul><li>Um exemplo de discriminação é mostrado no caso à seguir: </li></ul>
  11. 11. 2.3 - CONSEQUÊNCIAS <ul><li>Um grupo de três jovens, todos estudantes de classe média, de famílias com pais separados e apreciadores de lutas, atacam outros três jovens que vinham na direção oposta simplismente porque acharam que eram gays. </li></ul>
  12. 12. 2.3 - CONSEQUÊNCIAS <ul><li>A agressão tem início quando um dos agressores atinge Luiz Alberto Betonio na cabeça com uma lâmpada comprida. </li></ul>
  13. 13. 2.3 - CONSEQUÊNCIAS <ul><li>Ainda atordoado pela primeira agressão, o estudante é atingido pela segunda vez enquanto o resto do grupo dá risadas. </li></ul>
  14. 14. 2.3 - CONSEQUÊNCIAS
  15. 15. 2.3 CONSEQUÊNCIAS
  16. 16. 3. APLICAÇÃO DA PESQUISA QUESTIONÁRIO, PORCENTAGEM E CONCLUSÃO
  17. 17. 3.1 QUESTIONÁRIO <ul><li>Na pesquisa foram entrevistados X estudantes da comunidade do colegio Castro Alves através do questionário que segue: </li></ul>
  18. 18. 3.1 QUESTIONÁRIO <ul><li>01 – Qual a sua orientação sexual? </li></ul>HOMENS MULHERES
  19. 19. 3.1 QUESTIONÁRIO <ul><li>02 – Você acha que todo e qualquer cidadão tem direito a ter sua própria orientação sexual? </li></ul>HOMENS MULHERES
  20. 20. 3.1 QUESTIONÁRIO <ul><li>03 – Perante a lei, o homossexual deve ser tratado normalmente. Você concorda? </li></ul>HOMENS MULHERES
  21. 21. 3.1 QUESTIONÁRIO <ul><li>04 – Você concorda com a união religiosa entre homossexuais? </li></ul>HOMENS MULHERES
  22. 22. 3.1 QUESTIONÁRIO <ul><li>05 – Você aceitaria em seu vínculo social alguém com a opção sexual diferente da sua? </li></ul>HOMENS MULHERES
  23. 23. 3.1 QUESTIONÁRIO <ul><li>06 – Como você considera a homofobia? </li></ul>HOMENS MULHERES
  24. 24. 4. CONCLUSÃO
  25. 25. 4. CONCLUSÃO <ul><li>Ao falar da importância da homofobia, as respostas se deram em dois níveis. Houve consenso para responder que é um problema importante, mas não foi tão claro o porquê eles pensam que a homofobia é importante. Alguns expressaram que todo mundo deveria ter os mesmos direitos e que a discriminação é inaceitável. Por outro lado, talvez porque os casos são percebidos como pouco frequentes na escola, ninguém declarou que a homofobia pode interferir ou até interromper os estudos de homossexuais. Os professores não referiram casos específicos de estudantes que deixaram a escola porque eram discriminados por serem homossexuais, mas estudantes lembravam que tinha havido alguns casos de abandono a alguma escola por maus tratos originados na homossexualidade. Houve consenso em que a homofobia é uma das causas de violência no ambiente escolar, mas que existem outras causas mais importantes que explicam a violência nas escolas. Por exemplo, são comuns as brigas por ciúmes ou disputas pelas namoradas, etc. </li></ul>
  26. 26. 4. CONCLUSÃO <ul><li>Pensar que a homofobia exige-nos compreender essas práticas do preconceito não como meramente individuais, mas, sobretudo, como consentimentos das práticas sociais, culturais e econômicas que constituem uma ideologia homofóbica. Sendo assim, a prática da homofobia, nada mais é do que o enraizamento de um sentimento negativo, de repulsa, a qualquer sujeito com conduta sexual diversa daquele individuo. </li></ul>
  27. 27. COLÉGIO ANTÔNIO DE CASTRO ALVES Alvorada, 16 de Novembro de 2011

×