DETERMINAÇÃO DE INVESTIMENTO INICIAL


        Vamos analisar alguns aspectos financeiros imprescindíveis para o planejame...
DETERMINAÇÃO DE INVESTIMENTO INICIAL



       Reforçando:

       Custo Fixo: são aqueles cuja variação não é afetada pel...
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Contabil Como Determinar Investimento Inicial

10,335 views

Published on

Published in: Technology, Business
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
10,335
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
87
Actions
Shares
0
Downloads
89
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Contabil Como Determinar Investimento Inicial

  1. 1. DETERMINAÇÃO DE INVESTIMENTO INICIAL Vamos analisar alguns aspectos financeiros imprescindíveis para o planejamento de abertura e gerenciamento de um negócio! Os investimentos iniciais englobam todos os itens necessários para abertura de um negócio. Para isto, você deverá estimar o mais real possível a quantia de capital exigira pra iniciar e manter seu empreendimento durante os primeiros meses de atividades. Vale lembrar, que devemos considerar que demora um certo tempo para que as entradas sejam maiores ou iguais as saídas. Devamos fazer o seguinte levantamento: investimento físico e investimento financeiro, e outros gastos. Investimentos físicos: - móveis - utensílios - imóvel - veículos - máquinas e equipamentos - terrenos Capital de giro (investimento financeiro): - estoque inicial de matéria-prima (indústria) ou mercadorias (comércio) - mão-de-obra - despesas fixas Outros gastos: - Despesas com propaganda inicial - Despesas com registro - Outros Segue tabela: 1. INVESTIMENTO FÍSICO VALOR (R$) 1.1 Móveis e utensílio 1.2 Imóveis 1.3 Veículos 1.4 Etc 2.SUBTOTAL 1 3.CAPITAL DE GIRO 3.1 Estoque inicial 3.2 Mão-de-obra 3.3 Despesas fixas 4.SUBTOTAL 2 5.OUTROS GASTOS 5.1 Despesas com propaganda inicial 5.2 Outros gastos 6.SUBTOTAL 3 7.TOTAL (2+4+6)
  2. 2. DETERMINAÇÃO DE INVESTIMENTO INICIAL Reforçando: Custo Fixo: são aqueles cuja variação não é afetada pelo volume total de produção ou de vendas da empresa. Isso significa que , não importa se aa empresa está vendendo pouco ou muito, eles permanecem os mesmos. Custos fixos tendem a manter-se constantes, não importa a variação sofrida pelas receitas da empresa. Vale ressaltar também alguns componentes de custo fixo, que tem que ser lembrados: - Depreciação: parcela de custos destinadas à proteção do investimento físico proveniente do envelhecimento e utilização dos bens no processo produtivo da empresa. - Manutenção: parcela de custos referente a manutenção preventiva (revisões, troca de óleo, etc..) - Seguros: parcela de custos destinada ao pagamento do seguro anual dos bens. - Mão-de-obra indireta: aquela que não atua diretamente na produção, mas na administração da empresa. Lembrado dos encargos sociais, que totalizam alguns benefícios concedidos aos empregados, devendo ser igualmente contabilizados. Custos Variáveis: são aqueles que variam com a venda de produtos e, por conseqüência, com as receitas. Eles costumam ser representados pelos seguintes itens: - mão-de-obra direta (comissão) - matéria-prima (industria) - custo da mercadoria vendida (comércio) - embalagens - tributos (ICMS, ISS, PIS, COFINS) - demais gastos que ocorrem mensalmente, cuja variação se dá em função do volume de vendas.

×