Brandbook Tóizini web

5,077 views

Published on

Projeto de branding desenvolvido da disciplina TVU da pós-graduação em branding da Unochapecó.

Reponsáveis pelo projeto:
Ana Carolina Colla
Bruno de Moura Poma
Esther da Veiga
Pablo Eduardo Frandoloso
Paulo Lima Filho
Sabrina Fernanda Pedrassani

Coordenador:
Luiz Salomão Ribas Gomez, PhD

Brandbook Tóizini web

  1. 1. brandb brandbook
  2. 2. coordenador Luiz Salomão Ribas Gomez, PhD responsáveis pelo projeto Ana Carolina Colla Bruno de Moura Poma Esther da Veiga Pablo Eduardo Frandoloso Paulo Lima Filho Sabrina Fernanda Pedrassani Especializandos em Branding da turma 2012/2 Unochapecó. Membros do Grupo 4 da disciplina “Think, View and Use”
  3. 3. índice I. etapathink...............................4 brand dna process...........................................................5 análise swot..........................................................................6 forças/fraquezas....................................................7 ameaças/oportunidades................................8 vantagens competitivas..................................9 capacidades de defesa.....................................9 índice II. etapaview............................28 apresentação....................................................................29 workshop..............................................................................30 cores...........................................................................................31 formas.....................................................................................32 tipografia..............................................................................33 assinatura visual...........................................................34 necessidades de orientação........................10 vulnerabilidades..................................................10 construção de dna..........................................................11 mapa semântico..................................................12 painel semântico.................................................13 benchmarking...................................................................14 conceito integrador.............................................15 conceito técnico.....................................................16 conceito emocional.............................................17 conceito resiliente................................................18 conceito mercadológico...................................19 análise de concorrência...........................................20 concorrentes diretos.........................................21 concorrentes indiretos....................................22 cores institucionais.......................................................35 malha construtiva........................................................36 margem segura...............................................................36 tipografia padrão...........................................................37 padrões de aplicação..................................................38 aplicação incorreta.......................................................39 papelaria institucional..............................................40 aplicação digital...............................................................41 frota...........................................................................................42 targets.....................................................................................23 Gustavo Pazzini...................................................24 Carolina Hentz.....................................................25 posicionamento..............................................................26 naming...................................................................................27 III. etapause..............................43 direcionamentos............................................................44 estratégias de marca..................................................45 estratégias de preço....................................................46 estratégias de canais..................................................47
  4. 4. think I etapathink
  5. 5. Como nos seres vivos, o DNA irá carregar todas as características da marca, refletindo cada posição, conceito, reação, ou mesmo a imagem que ela tem perante a sociedade. De forma resumida, o que o DNA da marca descreve é sua distinção, inovação e seus atributos. No Brand DNA Process® são definidos cinco componentes que estruturam o DNA da Marca. São eles: técnico, resiliente, emocional, mercadológico e integrador. Os conceitos são apresentados em mapa e painel semânticos de modo integrado. O conceito técnico diz respeito ao que a marca entrega; o de resiliência à capacidade de adaptação da marca; o emocional à experiência do cliente com a marca; o conceito mercadológico trata de que forma a marca “se vende” e, por fim; o conceito integrador conecta todos esses elementos, refletindo o diferencial da marca e sua vantagem competitiva. brandbook O Brand DNA Process® é a primeira parte do TVU, onde é identificado e validado o DNA da marca. É uma metodologia de integração de ferramentas, consagradas internacionalmente nas áreas de Marketing, Design e Publicidade, que permite um processo de cocriação de relevância para as empresas. Na etapa, os envolvidos no processo de construção e gestão da marca são ouvidos continuamente e auxiliam na tradução dos resultados da metodologia em ações específicas de Branding. etapathink branddnaprocess® 5
  6. 6. • Listar as questões e características declaradas pelos diversos grupos de stakeholders; • Avaliar as questões pela perspectiva dos stakeholders; • Situá-las no tempo e no espaço; • Verificar a existência de complementaridade ou contradição entre os problemas declarados; • Identificar os fatos que evidenciem problemas; • Levantar suas causas e consequências; • brandbook etapathink swot análiseswot Essa análise é uma ferramenta de marketing amplamente aplicada durante o planejamento estratégico das empresas, que mapeia seus aspectos internos e externos auxiliando no posicionamento das mesmas. A chamada Análise SWOT traz uma sigla vinda do inglês que se refere às Forças (Strenghts), Fraquezas (Weaknesses), Oportunidades (Opportunities) e Ameaças (Threats) da marca. Seus objetivos são: Selecionar as causas críticas passíveis de intervenção. 6
  7. 7. • Cocriação; • 3 produtos carro-chefe (cadeira, mesa e rack); • Mente aberta do proprietário na gestão – empresa flexível; • Por se tratar de uma empresa com venda on line torna-se global; • Empresa é nova não possui mercado definido; • Valor alto do produto no âmbito regional; • Dificuldade na distribuição dos produtos; • Número reduzido de peças para o lançamentos pode prejudicar a venda dos produtos a médio prazo, principalmente para venda online; • O Nome “Salomão” não é conhecido no mercado de móveis; • Distância dos grandes centros dificulta a visibilidade principalmente no lançamento de novos produtos; • Produção fabril interna. • Pouco tempo entre a abertura da empresa até o lançamento dos produtos. análiseswot etapathink • Conhecimento em design e estratégias; As fraquezas representam os pontos negativos internos existentes na empresa em relação às empresas concorrentes. São deficiências que afetam o gerenciamento e dificultam o cumprimento das estratégias previamente escolhidas, portando devem ser constantemente monitoradas e futuramente eliminadas, para que não dificultem a competitividade da empresa. brandbook • Design/exclusividade das peças; fraquezas forças As Forças são vantagens internas e controláveis pela empresa em relação às empresas concorrentes que propiciam condições favoráveis para a organização. São fatores que devem ser explorados ao máximo, de modo que a empresa mantenha um bom posicionamento de mercado, obtendo seus principais retornos, financeiros ou não, e diminuindo suas fraquezas. As principais forças da marca são: 7
  8. 8. • Valorização deste tipo de produto; • Sistema e-commerce tanto pela abrangência como pelo perfil do público consumidor; • Parcerias com universidades, centros de pesquisas e designers e arquitetos renomados; • Cotação de bolsa de valores (importação); etapathink As ameaças são situações ou fenômenos externos negativos que tem o poder de diminuir o potencial da empresa no mercado e não podem ser controlados. Podem comprometer até mesmo os pontos fortes da empresa, inviabilizando-os ou destruindo-os. Estão ligados aos concorrentes e novos cenários. São importantes para nortear a empresa sobre o que pode prejudicar seu desenvolvimento e acarretar em perda de posicionamento de mercado. • Risco Brasil; • Logística com empresa de entregas/recepção (rapidez); • Fornecedores – qualidade; • Concorrência de marcas mais consolidadas; • Exportação – facilidade para exportar; • Desconfiança de compras pela internet; • Customeirização; • China. • Participação em eventos. análiseswot brandbook • Crescimento do mercado; ameaças oportunidades As oportunidades são situações, tendências ou fenômenos externos, presentes ou futuros, que tem a possibilidade de afetar positivamente a empresa. Com o estudo das oportunidades é possível traçar estratégias com o objetivo de aproveitá-las, potencializando a vantagem competitiva da empresa. As oportunidades oferecem à empresa chances de lucratividade a partir da identificação de novos mercados e clientes. 8
  9. 9. • A empresa pode, através do sistema de e-commerce, oferecer a possibilidade de customização das peças com objetivo de movimentar líderes de opinião e redes sociais. • A empresa pode, aliada a venda pela internet, acelerar o reconhecimento da marca e dos profissionais associados a ela. análiseswot • O conhecimento técnico e a flexibilidade da gestão possibilitam a criação de estratégias voltadas a segmentação do público alvo. A empresa nascerá organizada, preparada para enfrentar a concorrência. • A estrutura financeira sólida com capacidade de investimentos e capital de giro, pode neutralizar os riscos de mercado, principalmente na importação de matéria prima, variação do dólar e o baixo investimento público no setor. • O processo de cocriação em parceria com profissionais renomados e os crescimento do comércio eletrônico no país superam o índice de desconfiança dos consumidores com relação as compras pela internet. etapathink • Arquitetos para produtos inovadores e exclusivos. As Capacidades de Defesa definem a utilização das forças para diminuir o potencial das ameaças pertinentes ao desempenho da empresa. Demonstra as vulnerabilidades que devem ser resolvidas rapidamente. brandbook • A empresa pode usar do conhecimento de seus gestores em cocriação para estabelecer parcerias com Universidades, Centros de Pesquisa, Designer e capacidadesdedefesa vantagenscompetitiva As Vantagens Competitivas são as combinações mais importantes e eficazes. Elas podem demonstrar estratégias que visam maximizar as forças para aproveitar de forma completa as oportunidades detectadas. 9
  10. 10. • Através do sistema de e-commerce, associação com franquias e aliado com o crescimento da renda do consumidor, facilita a distribuição e aumenta a área de abrangência da empresa. Também abrindo possibilidade de mercado externo. análiseswot • Nome desconhecido no mercado pode perder espaço para marcas já consolidadas. • O preço do produto de valor agregado em desvantagem com o mercado externo, a exemplo do mercado chinês. etapathink • Sistema de e-commerce, participação em eventos e feiras, a associação com profissionais renomados torna a empresa e proprietário reconhecidos, ampliando a visibilidade no mercado. As Vulnerabilidades são fatores de risco para continuidade e crescimento da empresa, já que a ocorrência de ameaças ganha mais força por causa das suas fraquezas. Resultam em estratégias defensivas que possibilitem a redução de perdas. • O prazo para construção da marca e fabricação do produto até o lançamento pode gerar transtorno pois depende de importação de matéria-prima, contratação de mão de obra qualificada e estoque do produto. brandbook • Criação de maior mix de produtos e a possibilidade de customeirização aumentam o número de peças e diminuem o tempo de lançamento de novas linhas de produtos levando em consideração as características regionais e econômicas do país. vulnerabilidades necessidades de orientação As Necessidades de Orientação resultam em estratégias de fortalecimento da empresa, minimizando os efeitos negativos dos seus pontos fracos enquanto aproveita as oportunidades que se conhece. 10
  11. 11. etapathink dna brandbook construçãodedna 11
  12. 12. construçãodedna 12 brandbook etapathink mapasemântico
  13. 13. construçãodedna 13 brandbook etapathink painelsemântico
  14. 14. etapathink bench brandbook benchmarking 14
  15. 15. conceito A marca promove a criatividade e imaginação das pessoas. Isso está expresso em seus produtos e comunicação, através de uma abordagem divertida e artística ao segmento, assim como Lego e Nescau. Criada por um habilidoso carpinteiro dinamarquês que produzia artesanalmente para sustentar a família, a Lego é lúdica em sua essência: explora o lado construtivo das crianças, com brinquedos desmontáveis e alternativas de criações. O achocolatado preferido e mais vendido do Brasil desde 1972, Nescau tornou-se um costume passado de geração em geração. Desde seu lançamento se posiciona como o gerador da energia que seus consumidores precisam em todas as etapas da vida. Tornou-se sucesso mundial explorando a imaginação de quem comprava seus produtos. Além de divertido, também teve papel educativo, presente nas escolas desde os anos 60 pelo potencial de estímulo à criatividade e aprendizado. Se adaptando às situações que seu público enfrenta, sua linha de produtos se direciona a fazer parte do desenvolvimento das pessoas, da infância à carreira profissional. Sua sede e lojas-conceito oferecem aos visitantes a experiência de um mundo mágico, com milhares de possibilidades de ser remontado, encantando crianças e adultos. benchmarking Para reforçar esse conceito, a marca faz ações ligadas ao esporte e investe em sua fórmula para suprir as necessidades vitamínicas dos pequenos e grandes fãs. brandbook LÚDICO etapathink integrador 15
  16. 16. conceito Uma marca versátil se vira com facilidade, se adapta em várias circunstâncias procurando o melhor caminho. É inconstante e dinâmica, assim como Apple e Havaianas. Em 1976, Steve Jobs e Steve Wozniak, dois jovens apaixonados por inovação, faziam parte de um grupo que montava seus próprios computadores de forma artesanal. Foi em um dormitório de faculdade que a Apple Computers Inc. surgiu, trazendo à tona o Apple I, projeto de computador bastante avançado para a época, mas que foi recusado por empresas já consolidadas, como a Atari e HP. Foi quando apostou num design revolucionário e na convergência em seus produtos, que alcançou sucesso absoluto, tornandose referência em inovação e um ícone de mercado. Como uma marca versátil, oferece produtos de custo elevado até propostas mais acessíveis, sempre com lançamentos que são eventos internacionais transmitidos para todo planeta. benchmarking A primeira Havaianas surgiu em 1962. Foi inspirada em uma típica sandália japonesa chamada Zori, feita com tiras em tecido e solado de palha de arroz. Por essa razão, o solado de borracha de Havaianas possui textura que reproduz grãos de arroz, um dos detalhes que a torna inconfundível. Em 1980 já eram vendidos mais de 80 milhões de pares de Havaianas por ano. Eram tão fundamentais na vida do brasileiro que, na década de 80, foram consideradas como um dos itens da cesta básica. Na década de 90 não paravam de criar estampas, cores, modelos, até para quem mal tinha começado a andar: as Havaianas Baby. brandbook VERSÁTIL etapathink técnico A marca reúne uma linha completa de sandálias, transformando o que eram produtos populares em moda. Tudo numa loja moderna e colorida, com a cara de Havaianas. 16
  17. 17. conceito Aguça os sentidos e apetite dos consumidores. Seus conceitos transparecem leveza e inspiram voluptuosidade. Atributos evidentes em marcas como Victoria’s Secret e Devassa. Fundada em 1977 por Roy Raymond em Ohio, Estados Unidos, a marca é uma das mais desejadas do mundo e veio da ideia de um consumidor que sentia-se desconfortável ao entrar em uma loja e comprar roupas íntimas para a esposa. A cerveja artesanal produzida em pequena quantidade no Rio de Janeiro logo chamou a atenção de um grande grupo. Em 2010, de propriedade do Grupo Schincariol, recebeu um investimento de R$ 100 milhões para seu lançamento. Recentemente se reposicionou pois, segundo o presidente da empresa, a sensualidade exagerada nas campanhas publicitárias afastava as clientes mais conservadoras e, para outras, deixava a percepção de que estava distante da realidade ou inacessível. Desde o início seu posicionamento causou polêmica e conquistou muitos fãs. Estrelas como Paris Hilton, Sandy e Aline Moraes demonstraram o lado Devassa de toda mulher, fazendo dela tudo que as outras marcas querem ser, mas não tem coragem. Nasceu uma nova Victoria’s Secret, mais comportada, sexy na dose certa e consagrada por oferecer fantasia e sedução aliadas a um estilo ousado para mulheres que inspiram mistério e poder. “Devassa é o escracho, uma gostosa maneira de você tirar uma onda. É um estado de espírito, uma certa dose de segundas intenções, azaração, descompromisso. Quem bebe procura liberdade. Nada de fazer tipo, caras e bocas, fingir ser o que não é. Deboche, escracho, carioquice e boa dose de sem-vergonhice, um tesão de cerveja”. benchmarking brandbook SENSUAL etapathink emocional 17
  18. 18. conceito A marca se renova e mantém no mercado através da coragem de ousar, o potencial inovador e a constante atualização das tendências em produtos e o relacionamento com o consumidor, assim como New Holland e Chilli Beans. A New Holland é líder mundial em máquinas agrícolas e equipamentos pesados para construção civil. Se tornou sinônimo de inovação e dinamismo na maneira de atuar no segmento. A Chilli Beans é ousada desde sua origem. Fundada por um jovem empreendedor que vendia óculos com design diferenciado e preços acessíveis na rua, a marca cresceu muito em pouco tempo de vida. A marca investe intensamente em pesquisa e desenvolvimento a cada novo lançamento, sempre buscando suprir as necessidades dos negócios de seus clientes, aumentar o desempenho e colaborar com a preservação do meio ambiente. Seu DNA jovem percorre os produtos frequentemente atualizados, os pontos de venda alternativos, a comunicação picante e o atendimento muito bem caracterizado com empregados que incorporam o espírito da marca. Por tudo isso se mantém referência em tecnologia, produtividade e eficiência. A capacidade de mudar e manter-se inovador em meio a um público tão dinâmico faz da Chilli Beans um grande exemplo. benchmarking brandbook ARROJADO etapathink resiliente 18
  19. 19. conceito A marca é divertida no formato que se apresenta ao público, através de uma postura descolada perante o mercado, trazendo elementos de alegria e bom humor para a vida das pessoas, assim como Disney e Imaginarium. A Imaginarium se consolidou como referência em fun design no segmento de presentes e decoração, criando produtos que emocionem e levem diversão para o dia a dia dos consumidores. Surgiu na década de 80, a partir da necessidade de uma arquiteta e um médico passarem mais tempo com as filhas. O casal começou a trabalhar em casa, produzindo artesanalmente enfeites de Natal para vender na vizinhança. A demanda foi tão grande que a produção teve que se profissionalizar e, em pouco tempo, já era comercializada em lojas de departamento. A fuga do tradicional permitiu à marca focar o design como referência maior, onde mais que uma função, representa emoção. A cada mês são 30 novos produtos nas prateleiras da rede. É uma marca que se preocupa em traduzir um jeito mais divertido, leve e irreverente de ver o mundo. benchmarking É o maior conglomerado de mídia e entretenimento do mundo, com onze parques temáticos e várias redes de TV. Em 1928 Walt Disney criou o personagem Mickey Mouse, o mascote da companhia. Outros personagens também fizeram sucesso, como Pato Donald e Popeye, e releituras de contos de fadas, como Branca de Neve. Disneyland Resort foi o primeiro complexo de turismo Disney no mundo. Aberto em 17 de Julho de 1955, é constituído por 2 parques temáticos. Tempos depois foi inaugurado o Walt Disney World Resort, com 4 parques. Com o tempo a Disney transformou-se em referência no universo do imaginário infantil, atraindo consumidores de diferentes gerações e levando diversão e entretenimento a todas as famílias através de mundos fantásticos e um encantamento natural em todas as gerações. brandbook DIVERTIDO etapathink mercadológico 19
  20. 20. brandbook etapathink orrênc análisede concorrência 20
  21. 21. Assim como nossa marca, foca no design dos produtos e tenta aliar um preço acessível para os consumidores. Possui como diferencial uma pegada mais nostálgica em seus produtos. Busca móveis de diferentes lugares do mundo que reúnam um design inspirador e atemporal. Apesar de ser uma concorrente direta, sua apresentação da marca não é tão bem definida quanto a dos outros, talvez por ainda não ter se adaptado totalmente ao novo meio em que se inseriu. Preza mais pela qualidade dos produtos do que pelo fator branding. análisedeconcorrência A Etna tem uma linha bastante variada no quesito design para decoração. Possui grandes lojas físicas em todo país e tenta repassar o bom atendimento em seu ambiente virtual. etapathink A Mobi foca no comércio de móveis contemporâneos de alto padrão e está no mercado mais tempo que a Oppa. Porém, migrou para o e-commerce há pouco tempo. brandbook diretos concorrentes Provavelmente o principal concorrente pela forte presença da marca, especialmente no meio digital. A Oppa tem pouco mais de um ano de atuação e se destaca no mercado, já possuindo dois showrooms físicos também. 21
  22. 22. O principal atrativo são preços mais baixos em relação à concorrência. Desta forma se estabelece em um segmento mais popular do comércio online, porém ainda enfrenta certa desconfiança de consumidores mais exigentes por esse fato. etapathink Como o nome sugere, é voltada à decoração e presentes com uma toque de modernidade. A loja é muito bem recomendada em sites especializados e pode ganhar potenciais consumidores com sua linha de móveis. brandbook indiretos concorrentes Seu visual lembra muito a Oppa, porém foca em móveis planejados. Através de uma linguagem jovem, relembra o lado bom de ficar em casa e como ter uma bem decorada faz a diferença nesses momentos. 22
  23. 23. arget brandbook etapathink target 23
  24. 24. personas Gustavo Pazzini etapathink tem 23 anos e cursa Design. É filho de Ana, arquiteta e seu pai Clóvis é um Engenheiro conceituado. Trabalha em uma produtora de audiovisual. É um rapaz saudável, frequenta academia, gosta de tecnologia, faz as suas compras online, tem iMac, iPhone, iPad, usa as redes socias. Gosta de Kites, modelismo, do Benfica, conviver com os amigos, boas jantaradas e viagens à Tunísia, Costa Rica, México ou Londres. Apreciador de Cinema e artigos de marca. Alugou seu apartamento recentemente e quer mobiliá-lo com um ambiente totalmente ligado ao seu estilo de vida, moderno e que chamem a atenção. Objetivos pessoais: viajar, apreciar novos restaurantes e boas comidas, gosta de ter objetos e móveis que fazem a diferença. brandbook Descrição do dia-a-dia: Tem horários irregulares, não tem horas para sair ou para comer, gosta de ter chegar a casa e observar os objetos que compra está permanentemente em contacto para resolver qualquer problema de última hora. Acaba o dia a ver TV enquanto navega online ou joga console. Objetivos Profissionais: Coordenar a Produção da Benfica TV Segmento: Masculino Jovem comportamental – lifestyle target 24
  25. 25. personas Objetivos pessoais: Ser feliz, aproveitar a vida saciando pequenos caprichos, continuar a impressionar pelo estilo particular, viajar muito, conhecer culturas e casar com o Henrique Telles, 28 anos, seu noivo. O apartamento deles deve ficar pronto 6 meses antes do casamento e precisam de móveis modernos, versáteis, que ocupem pouco espaço, com design elegante, combinação de cores e durabilidade. Objetivos profissionais: Ocupar um cargo de chefia na sede da empresa nos EUA, ser convidada para integrar os quadros executivos da empresa concorrente. Segmento: self-made women, mulheres independentes, bem sucedidas, muito preocupadas com a imagem, uma vez que esta constitui uma exigência da sociedade em que se movimentam; acérrimas consumidoras de moda e de cultura, com um apetite voraz pelo novo. 6:45 - Acorda, toma um banho, prepara criteriosamente a roupa que vai vestir e acessórios que vai usar, após, prepara o café da manhã para ela e seu noivo, antes de sair de casa 8:30 - Chega ao escritório e verifica os e-mails. 9:00 – 12:00 - Prepara reunião de apresentação de proposta de marketing e liga-se uma vídeo conferência com co -partners. etapathink tem 25 anos, mora em SP. É formada em Gestão de Empresas, com um MBA em marketing. Ela é CEO de uma grande empresa de marketing multinível e de vendas diretas, a Forever Living Products. Apesar de a maior parte do seu trabalho ser desenvolvido online, estando permanentemente em contato por email e nas redes sociais, Flávia não dispensa reuniões presenciais, onde se faz valer da sua imagem sofisticada. O cuidado com a imagem é uma constante, pelo que Carol procura fidelizar-se a marcas de qualidade e total inovação de mercado, estando sempre atenta a novas tendências, sobretudo através da internet. É uma mulher muito exigente, difícil de satisfazer. Descrição do dia-a-dia: 12:00 - 12:30 - Pequena pausa para reunião com a sua secretária e rever agenda de compromissos. 12:30 - 14:00 - Almoço com potenciais clientes em restaurante de luxo de S.Paulo. 14:00 - Reunião com clientes para apresentação de propostas na sede da empresa 16:00 - 17:00 - Preparação da agenda para o dia seguinte; contatos via redes sociais 17:00 - Vai ao ginásio para 20 minutos de exercício seguida de sessão de spa e massagem. Aproveita também para arranjar o cabelo e tratar das unhas brandbook Carolina Hentz 19:00 - Já em casa, prepara a toilette para o evento social para o qual foi convidada a participar nessa noite. Marcas preferidas: Calvin Klein, Victória Secrets, SCA, Carmen Steffens. target 25
  26. 26. Após a análise dos principais concorrentes, é possível constatar um determinado padrão entre as marcas citadas, principalmente em sua apresentação aos consumidores. Em meio a isso nota-se que nenhuma possui uma ligação mais forte com a fabricação de seus produtos. Nisso surge uma oportunidade interessante de assumir a posição de uma venda direta com esse público, prezando pelo domínio de tudo que vende e a proximidade com o target nesse processo de construção da marca. a única que permite a personalização direto de fábrica do acabamento de seus produtos e o contato direto com quem os produz etapathink brandbook posiciona-& mento posicionamento a primeira fábrica de móveis do Brasil especializada em madeira com foco no design que vende exclusivamente online 26
  27. 27. aming Com as constantes transformações no cenário mercadológico e consumidores cada vez mais exigentes e participativos no processo de criação, uma fábrica de móveis precisa se adaptar às tendências e transmitir dinamismo, transformação, multiplicidade. Ao unir os conceitos Versátil e Divertido, chegou-se ao nome: Tóizini - Online Furniture Factory Tói é apropriação do inglês Toy, “brinquedo”. A utilização da grafia “aportuguesada” remonta o lúdico de unir coisas diferentes. Sua sonoridade é simples onomatopaica. Já Zini vem de Fanzine (Fanatic Magazine). São grandes aliados da criatividade e diversão. Usados para escrever, desenhar ou rabiscar ficção-científica, música, literatura, poesias, quadrinhos. O lugar ideal para a imaginação fluir. brandbook naming O target não tem um perfil conservador, gosta do novo, de cores, estilos e design diferenciado. Diverte-se criando e renovando o espaço onde mora. Assim, o nome também precisa estar afinado à criação e diversão. etapathink A partir do DNA da marca, identificou-se dois atributos principais ao nome para a indústria de móveis. Um deles está na versatilidade. O complemento Online Furniture Factory reforça o posicionamento e a diferencia dos concorrentes, criando um formato único no segmento. Assim temos um naming plural em significados e sonoridade. Descomplicado, criativo e mutável como seu consumidor. 27
  28. 28. view II etapaview
  29. 29. apresentação Esta é a assinatura visual da marca tóizini. Ela foi concebida após um longo processo de pesquisa de imagens, formatos, cores e tipografia. Na sequência deste manual de aplicação, apresentaremos um resumo da pesquisa feita com imagens. Esta assinatura visual carrega o DNA da marca e a reprodução ordenada/padronizada dela é o que tornará a marca forte e reconhecida. Leia atentamente este manual. Este brandbook pode ser modificado, reordenado ou alterado a qualquer momento, visando atender novas necessidades não previstas nesse manual. Consulte sempre o designer responsável em caso de dúvidas. 29
  30. 30. 30 orks workshop
  31. 31. cores ore 31
  32. 32. 32 rma formas
  33. 33. tipografia pografi 33
  34. 34. assinaturavisual Visando a flexibilidade de aplicação, a assinatura visual da marca tóizini pode ser reproduzida em qualquer um dos formatos abaixo, dando-se preferência para as coloridas. Na opção com fundo escuro, pode-se alterar a tonalidade do mesmo desde que mantenha-se o contraste. 34
  35. 35. coresinstitucionais Pantone® Solid Coated 192C C 000 :: M 093 :: Y 056 :: K 000 R 230 :: G 040 :: b 078 3M Vermelho Performance 00620 (adesivo vinil) Coral Vermelho Cardinal 356/88 (tinta) Pantone® Solid Coated 7546C C 082 :: M 053 :: Y 053 :: K 053 R 037 :: G 064 :: B 068 3M Azul Escuro 09004 (adesivo vinil) Coral Rendez-Vous Azul 50BG 10/175 (tinta) Em caso de total impossibilidade da reprodução das cores listadas nesse manual, a tonalidade deve ser obtida por aproximação. Solicite sempre provas de cor antes da produção de qualquer material. 35
  36. 36. malhaconstrutiva margemsegura Em caso de total impossibilidade da reprodução do logo por meios digitais, a grade abaixo servirá como guia para que o mesmo seja reproduzido da forma mais fiel possivel. A margem de segurança visa manter uma distância segura mínima entre o logo e qualquer outro elemento do layout. 36
  37. 37. tipografiapadrão Nexa Slab Black Italic abcdefghijklmnopqrstuvwxyz ABCDEFGHIJKLMNOPQRSTUVWXYZ 0123456789!@#$%¨&*()_+{}`^:?> Nexa Slab Light abcdefghijklmnopqrstuvwxyz ABCDEFGHIJKLMNOPQRSTUVWXYZ 0123456789!@#$%¨&*()_+{}`^:?> 37
  38. 38. padrõesdeaplicação A cor do logo padrão não poderá ser alterada em hipótese alguma, porém a versão monocor permite o uso de qualquer tom. Isso visa facilitar a aplicação do logo em diversos materiais com cores e texturas variadas, desde que mantenha-se o contraste e legibilidade. 38
  39. 39. aplicaçãoincorreta As cores foram alteradas. Os elementos foram achatados. Um ou mais elementos foram retirados. Um ou mais elementos foram retirados. Um ou mais elementos foram retirados. O logo foi inclinado. O logo foi aplicado de maneira que não gera contraste/leitura. Foi aplicada sombra. 39
  40. 40. papelariainstitucional 40
  41. 41. aplicaçãodigital 41
  42. 42. frota 42
  43. 43. use III etapause
  44. 44. As recomendações nesta etapa auxiliarão na construção e no fortalecimento da marca: etapause diredirecionacionamentos mentos • Difundir a missão, valores e conceitos que representam a marca; • Difundir os conceitos de única e de primeira que a marca representa. • Promover o DNA em todas as ações que envolvam a marca; brandbook • Apresentar, de forma estratégica, a marca ao target e stakeholders; 44
  45. 45. estratégias • Ser confiável: fazer por merecer. Buscar meios que possibilitem o cumprimento de prazos, a funcionalidade, durabilidade e a originalidade nos produtos; • Priorizar total controle de qualidade da marca, incluindo a seletiva escolha de fornecedores, matéria-prima e mão de obra especializada. • Acompanhar as tendências e novidades do segmento, com a participação em feiras, eventos acadêmicos, workshops, visando à atualização constante dos equipamentos, sistemas, usando a tecnologia e novas pesquisas como importantes aliados ao crescimento e expansão da marca; • Criar um espaço para que o cliente participe de forma cocriativa na finalização dos produtos, proporcionando uma experiência única com a marca; O cliente precisa se sentir único, não apenas mais um. • Estabelecer canais de relacionamento com o cliente, especialmente no pós-venda, como meio de avaliar o resultado final do processo. • Implantar programa de fidelidade, possibilitando que o cliente substitua/troque produtos, mas não a marca; • O cliente precisa se sentir único, não apenas mais um. Criar sistema de cadastro para envio de correspondência pessoal, avisos de novos produtos de interesse sugerido pelo cliente e espaço e/ou concursos para que envie ideias, seja através de texto ou imagens/desenhos. • Apoiar eventos culturais, especialmente voltados à arte, educação criativa e design para reforçar os valores da marca ligados à criatividade e ludicidade. brandbook • Se destacar no mercado pelos diferenciais de design, criatividade e diversão, além de acessibilidade à empresa, buscando a excelência na qualidade dos produtos; etapause estratégiasdamarca • Construir parcerias com designers de renome para assinar as peças das coleções, visando agregar valor à marca. 45
  46. 46. • Não oferecer o produto mais barato, mas aquele de melhor custo-benefício: bens duráveis, divertidos, originais, com um toque especial de cada cliente na escolha do produto, etc; • Promoções somente na troca de lançamentos, com um espaço voltado a este item e informações claras de que se trata de produtos da linha já comercializada. Priorizar o valor emocional nas campanhas de divulgação da marca e não o preço. brandbook estratégias depreço etapause stratégias epreço • Agregar valor à marca e associá-la indiretamente a outras marcas já consumidas pelo target; 46
  47. 47. canais • Manter meios regulares de pesquisas de satisfação com o cliente, utilizando redes sociais, e-mail, telefone e também avaliação das lojas parceiras sobre este índice; • Construir bom relacionamento com fornecedores reconhecidos no mercado, visando o acesso indireto aos clientes que preferem estas marcas; • Permitir a customização dos produtos no site, possibilitando optar por diferentes cores, elementos ou peças que compõem os produtos; Responder a todas as sugestões e críticas vindas de consumidores. • Ter efetivos canais de entrega de produtos, seja através de transportadoras terceirizadas, correios ou as lojas especializadas; • Responder a todas as sugestões e críticas vindas de consumidores. Certificar-se de que atendeu às expectativas; • Aproveitar o crescimento das compras pela internet e marcar presença nas redes sociais e blogs, através de opinion makers, por meio de anúncios pagos e também pela geração de conteúdo. • Permitir ao cliente a customização da marca com novas cores enquanto estiver navegando no site, como representação do posicionamento e do DNA da marca. brandbook • Estabelecer como canal principal de contato o comércio eletrônico, por meio do site da empresa; em segundo, selecionar lojas especializadas em móveis e decoração já consolidadas no mercado, de acordo com o foco do negócio por regiões e perfil de consumidores; etapause estratégiasdecanais 47
  48. 48. UNOCHAPECÓ Branding: Design e Gestão de Marca II Edição Material desenvolvido para a matéria “Pensar, Ver e Usar a marca”. Luiz Salomão Ribas Gomez, PhD

×