Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.
PARCERIA PÚBLICA PRIVADA (Lei n.º 12.234, 13/01/2005)PROPOSTA PRELIMINARANEL RODO-HIODROVIÁRIO METROPOLITANOLOCALIZAÇÃO GE...
PROPOSTA PRELIMINARMACRO CONCEITOCONSTRUÇÃO/AUMENTO DA CAPACIDADE/MANUTENÇÃO/OPERAÇÃO DO SISTEMA
OBJETO     O Anel Rodo-Hidroviário Metropolitano tem como objeto formar um complexo de    vias estruturais interligadas, ...
    PLANO DIRETOR RODOVIÁRIO:   DIRETRIZ BR -116   BR 116 Porto Alegre - Nova Petrópolis (*POLÃO)                     8...
ÁREA DE INFLUÊNCIAMeso região de Porto Alegre   *Mesorregião  é uma subdivisão dos estados brasileiros que congrega diver...
INTERLIGAÇÃO DO ANEL COM O SISTEMA CONCEDIDO/DAER
ÁREA DE INFLUÊNCIA            1.2.-MICRO REGIÃO DE ESTRELA E LAJEADO   1.2.-MICRO REGIÃO DE ESTRELA E LAJEADO   A micror...
Detalhamento-Anel metropolitano
Detalhamento-Polo metropolitano
LIGAÇÃO BR 386/BR116/BR290-ALTERNATIVAS
ALTERNATIVA DE LIGAÇÃO PARALELA A TRAVESSIA REGIS BITENCOURT
PLANO DIRETOR HIDROVIÁRIO COM TERMINAL LOGÍSTICO   SISTEMA HIDROGRÁFICO   BACIA HIDROGRAFICA DA REGIÃO EM    ESTUDO
HIDROVIA DO JACUÍ / TAQUARÍ/ LAGOA DOS PATOS
PORTOS1.-PORTO DE ESTRELAADMINISTRAÇÃO DAS HIDROVIAS DO SUL (AHSUL)Praça Oswaldo Cruz, 15 - 3º andarCEP: 90030-900 - Porto...
PORTOS    2.-PORTO DE CHARQUEADAS   ADMINISTRAÇÃO DAS HIDROVIAS DO SUL (AHSUL)    Praça Oswaldo Cruz, 15 - 3º andar    CE...
PORTOS   3.-TERMINAL SANTA CLARA   Copesul oferece porto privado – composto do Pier 4, instalado no Terminal    Santa Cl...
TERLOG    TERMINAL LOGÍSTICO DO ANEL EM TRIUNFO          PLANTA DA COPESUL
PLANTA GERAL DA ÁREADIRETRIZ BR-386
Lei n.º 12.234, de 13 de janeiro de 2005   Art. 22 - A Secretaria da Coordenação e Planejamento exercerá as atividades  ...
MODELAGEM DA PROPOSTA A PARTIR DA UNIDADE DE PARCERIA PUBLICA       PROPOSTA PRELIMINAR A PARTIR DA SECRETARIA DEPRIVADA  ...
MODELAGEM DE DA UNIDADE DE PARCERIA PUBLICA PRIVADA  No caso do contrato de PPP, a exploração tarifária combina-se com a  ...
MODELAGEM DE DA UNIDADE DE PARCERIA PUBLICA PRIVADA  Os elementos tarifários e a contraprestação pública combinam-se      ...
PLANO DE GOVERNO BOLSONARO:ANEL RODO-METROVIÁRIO-HIDROVIÁRIO DA REGIÃO METROPOLITANA DE PORTO ALEGRE-SUGESTÃO
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

PLANO DE GOVERNO BOLSONARO:ANEL RODO-METROVIÁRIO-HIDROVIÁRIO DA REGIÃO METROPOLITANA DE PORTO ALEGRE-SUGESTÃO

707 views

Published on

ANEL RODO-METROVIÁRIO E HIDROVIÁRIO DA REGIÃO METROPOLITANA DE PORTO ALEGRE COM GESTOR ÚNICO INTERLIGANDO GOVERNOS FEDERAL,ESTADUAL E MUNICIPAIS DA REGIÃO METROPOLITANA.

1.-METROVIÁRIO: O TRENSURB, ALÉM DO TRECHO ATÉ NOVO HAMBURGO, ASSUME O METRO DE PORTO ALEGRE E TORNADO-O SUBTERRÂNEO ATE CANOAS, LIBERANDO A AVENIDA MAUÁ, CASTELO BRANCO E BR. 116 PARA AMPLIAÇÃO DA PLATAFORMA ATUAL, COM TRAJETO EM PORTO ALEGRE ESTRUTURANDO UMA NOVA DIRETRIZ PARA A ZONA NORTE, VIA ESTAÇÃO AEROPORTO E AVENIDA DAS INDÚSTRIAS, ATE A ASSIS BRASIL,

2.-HIDROVIÁRIO: A PARTIR DA NOVA PONTE DO GUAÍBA, MODELAGEM DE UM SISTEMA HIDROVIÁRIO COM TERMINAIS LOGÍSTICOS NA CONPETRO (TRIUNFO -BR 386), E ESTRELA, COM LIGAÇÃO AO PORTO DE RIO GRANDE PELOS RIOS JACUÍ, GUAÍBA, LAGOA DOS PATOS E ELIMINAÇÃO DA ATUAL PONTE PELA LIMITAÇÃO DE PASSAGEM.

3.-RODOVIÁRIO/MOBILIDADE URBANA
O GOVERNO FEDERAL DISPONIBILIZA AS BR-386/116 NORTE E SUL/448/NOVA PONTE/BR290 : NUM RAIO DE 100 KM,INCLUINDO A FREEWAY (SERIA A GRANDE FONTE DE ARRECADAÇÃO INICIAL) E O GESTOR INTEGRA COM A RS 118,, EXECUTA A RS 010 E INTERLIGA COM AO SISTEMA RODOVIÁRIO ESTADUAL ATRAVÉS DE POLOS RODOVIÁRIOS A SEREM CONSOLIDADOS PELA EGR/DAER COM CENTRO DE GEOMÉTRICO EM CAXIAS/TAQUARA/OSÓRIO/LAJEADO, ENGLOBANDO DIVERSAS RODOVIAS, TAIS COMO RS 040/RS 389/RS 472,RS/RST 101/RS 239/RS 115/RS 030/RS 020/RS 240/RS 470/RS 452, ALÉM DE OUTRAS QUE PODEM SER ANEXADAS AOS POLOS, COMO MORRO ALTO CAPÃO, INTER PRAIAS, AVENIDA LITORAL, ERS 010, RS 118 -TRECHO SAPUCAIA - VIAMÃO)

4.-FINANCIAMENTO:: PÚBLICO E PRIVADO VIA CONCESSÃO SIMPLES/ADMINISTRATIVA /PATROCINADA.

Published in: Engineering
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

PLANO DE GOVERNO BOLSONARO:ANEL RODO-METROVIÁRIO-HIDROVIÁRIO DA REGIÃO METROPOLITANA DE PORTO ALEGRE-SUGESTÃO

  1. 1. PARCERIA PÚBLICA PRIVADA (Lei n.º 12.234, 13/01/2005)PROPOSTA PRELIMINARANEL RODO-HIODROVIÁRIO METROPOLITANOLOCALIZAÇÃO GERAL DA PROPOSTA PRELIMINAR
  2. 2. PROPOSTA PRELIMINARMACRO CONCEITOCONSTRUÇÃO/AUMENTO DA CAPACIDADE/MANUTENÇÃO/OPERAÇÃO DO SISTEMA
  3. 3. OBJETO O Anel Rodo-Hidroviário Metropolitano tem como objeto formar um complexo de vias estruturais interligadas, que permitirão elevar a atual capacidade de tráfego e dos movimentos de veículos de carga,coletivos e de passeio, em suas rotinas de entrada e saída dos municípios da MESO REGIÃO DE PORTO ALEGRE E ESTRELA. A PROPOSTA PRELIMINAR e abrangente, porém, pode ser implementado independentemente da readequação de capacidade da diretriz BR-116, no segmento Porto Alegre-Novo Hamburgo (polão ou anel rodoviário da região metrolopolitana de Porto Alegre) e inclui: Diretrizes BR 386, RS 115, RS 239; interligação com os sistemas CONCEPA, UNIVIAS (Convias/Metrovias/Sulvias), SANTA CRUZ, ECOVIAS, BRITA RODOVIAS; Ligação das BRs 386/116/290 (TRIUNFO /CANOAS/ ELDORADO /GUAIBA /CHARQUEADAS /SÃO JERONIMO); a maximização da integração dos portos TAQUARI/ CHARQUEADAS/ SANTACLARA /RIO GRANDE pelo sistema Hidroviário TAQUARI /JACUI/ LAGOA DOS PATOS; a inclusão da CONPETRO, através de um Terminal Logístico de 3.000 hectares em Triunfo junto ao Polo-petroquimico
  4. 4.  PLANO DIRETOR RODOVIÁRIO: DIRETRIZ BR -116 BR 116 Porto Alegre - Nova Petrópolis (*POLÃO) 86,20 RST 386 Entroncamento BR-116 – Entroncamento RS 010 7,60 RS 118 Sapucaia do Sul –Gravatai 22,40 RS 010 BR 290 - RS 118 11,50 Rodovia do Parque lote I BR 116 - BR 386) 12,10 Rodovia do Parque lote II BR 386 - BR 116 8,70 Rodovia Leste 30,00 Rodovia Oeste (*BR-448-POLÃO) 52,00 DIRETRIZ BR 386 BR 386 Porto Alegre - Acesso a Tabaí (*POLÃO) 51,00 BR 386 Tabaí –Estrela/ lajeado : (*POLÃO) 30,00 Interseção BR 386-Polo-petroquimico (*POLÃO) Ligação Capela Santana-BR 386 25,00 Ligação Montenegro-BR 386 25,00 DIRETRIZ RS 122 BR 116 – Portão-Bom Principio 60,00 RS 122 Bom Principio- Interligação DIRETRIZ RS 239-RS115 40,00 DIRETRIZ RS115
  5. 5. ÁREA DE INFLUÊNCIAMeso região de Porto Alegre *Mesorregião é uma subdivisão dos estados brasileiros que congrega diversos municípios de uma área geográfica com similaridades econômicas e sociais. Foi criada pelo IBGE e é utilizada para fins estatísticos e não constitui, portanto, uma entidade política ou administrativa.A mesorregião Metropolitana de Porto Alegre é uma das sete mesorregiões do estado brasileiro do Rio Grande do Sul. É formada pela união de 98 municípios agrupados em seis microrregiões. Microrregiões Camaquã Gramado Montenegro Osório Porto Alegre São Jerônimo
  6. 6. INTERLIGAÇÃO DO ANEL COM O SISTEMA CONCEDIDO/DAER
  7. 7. ÁREA DE INFLUÊNCIA 1.2.-MICRO REGIÃO DE ESTRELA E LAJEADO 1.2.-MICRO REGIÃO DE ESTRELA E LAJEADO A microrregião de Lajeado-Estrela é uma das microrregiões do estado brasileiro do Rio Grande do Sul pertencente à mesorregião Centro Oriental Rio- Grandense. Sua população foi estimada em 2005 pelo IBGE em 297.270 habitantes e está dividida em 31 municípios. Possui uma área total de 4.040,170 km². Municípios Arroio do Meio Bom Retiro do Sul Boqueirão do Leão Canudos do Vale Capitão Colinas Coqueiro Baixo Cruzeiro do Sul Doutor Ricardo Encantado Estrela Fazenda Vilanova Forquetinha Imigrante Lajeado Marques de Souza Muçum Nova Bréscia Paverama Pouso Novo Progresso Relvado Roca Sales Santa Clara do Sul Sério Tabaí Taquari Teutônia Travesseiro Vespasiano Correa Westfalia
  8. 8. Detalhamento-Anel metropolitano
  9. 9. Detalhamento-Polo metropolitano
  10. 10. LIGAÇÃO BR 386/BR116/BR290-ALTERNATIVAS
  11. 11. ALTERNATIVA DE LIGAÇÃO PARALELA A TRAVESSIA REGIS BITENCOURT
  12. 12. PLANO DIRETOR HIDROVIÁRIO COM TERMINAL LOGÍSTICO SISTEMA HIDROGRÁFICO BACIA HIDROGRAFICA DA REGIÃO EM ESTUDO
  13. 13. HIDROVIA DO JACUÍ / TAQUARÍ/ LAGOA DOS PATOS
  14. 14. PORTOS1.-PORTO DE ESTRELAADMINISTRAÇÃO DAS HIDROVIAS DO SUL (AHSUL)Praça Oswaldo Cruz, 15 - 3º andarCEP: 90030-900 - Porto Alegre (RS)ADMINISTRAÇÃO DO PORTO FLUVIAL DE ESTRELA (APFE)Av. Augusto Frederico Markus, s/nCEP: 95890-000 – Estrela (RS)Tel: (51) 712-1700
  15. 15. PORTOS 2.-PORTO DE CHARQUEADAS ADMINISTRAÇÃO DAS HIDROVIAS DO SUL (AHSUL) Praça Oswaldo Cruz, 15 - 3º andar CEP: 90030-900 - Porto Alegre (RS) Tel.: (51) 225-0700 Telefax: (51) 226-9068
  16. 16. PORTOS 3.-TERMINAL SANTA CLARA Copesul oferece porto privado – composto do Pier 4, instalado no Terminal Santa Clara, para escoar sua produção ao porto de Rio Grande. O Pier 4 tem hoje um calado de 17 pés, é interligado ao rio Jacuí por um canal de 7,5 quilômetros de extensão com 90 metros de largura e seis de profundidade. É dotado de quatro piers, dois para cargas líquidas e gasosas, um para carvão e gases e outro para carga geral, este com capacidade para movimentar cerca de 32 mil toneladas por mês.
  17. 17. TERLOG  TERMINAL LOGÍSTICO DO ANEL EM TRIUNFO PLANTA DA COPESUL
  18. 18. PLANTA GERAL DA ÁREADIRETRIZ BR-386
  19. 19. Lei n.º 12.234, de 13 de janeiro de 2005 Art. 22 - A Secretaria da Coordenação e Planejamento exercerá as atividades operacionais e de coordenação executiva do Programa PPP/RS. § 2º - Para a operacionalização e coordenação executiva do Programa PPP/RS, fica criada, vinculada à Secretaria da Coordenação e Planejamento, a Unidade Executiva do PPP/RS. Art. 24 - Os projetos de parceria público-privada propostos pelos órgãos e entidades da Administração Estadual, para inclusão no Programa, deverão ser encaminhados à Unidade Executiva do PPP/RS, que providenciará sua inclusão na agenda do Conselho Gestor.
  20. 20. MODELAGEM DA PROPOSTA A PARTIR DA UNIDADE DE PARCERIA PUBLICA PROPOSTA PRELIMINAR A PARTIR DA SECRETARIA DEPRIVADA ESTADO PROPONENTE COM APORTE DE RECURSOS TÉCNICOS PARA A UNIDADE DE PPP SELEÇÃO/ PROPOSTA PRELIMINAR ANÁLISE/ APROVAÇÃO #SECRETARIA ENCAMINHA GESTOR/ DESENVOLVEMNETO MENTO APORTE TÉC. UNIDADE PPP #COORDENAÇÃO CAIXA RS FINANCIADOR CAIXA RS FINANCIADOR DEFINIÇÃO MODALIDADE: ADMINISTRATIVA OU PATROCINADA
  21. 21. MODELAGEM DE DA UNIDADE DE PARCERIA PUBLICA PRIVADA No caso do contrato de PPP, a exploração tarifária combina-se com a contraprestação paga pela administração pública Estrutura de PPP MODELO DE CONTRATO PPP Autoridades Autoridades Usuários do Usuários do Acionistas e Mercados de Financiadores Públicas Públicas Serviço Serviço Operadores Capitais Privados da Dívida Usuários final do Usuários final do Bancos e outros serviço serviço financiadores SPE Empréstimos Tarifa de longo Sociedade de prazo Propósito Especifico Dívida Autoridade Autoridade Contra- mobiliaria Pública prestação S.A. Pública contratante contratante Pública Capital Investidores Fundo Fiduciário de próprio Institucionais Incentivo as PPP (Fundos de Pensão) Investidores Recursos Orçamentários Construtora em Prestadores Serviços Ativos Não-Financeiros participações  Bens Móveis e Imóveis 13
  22. 22. MODELAGEM DE DA UNIDADE DE PARCERIA PUBLICA PRIVADA Os elementos tarifários e a contraprestação pública combinam-se MODELO PPP PATROCINADA-CONTRAPRESTAÇÃO E como fonte de receita para a SPE, viabilizando a sustentabilidade econômico-financeira do investimento SISTEMAde Receita Modelo TARIFÁRIO Usuários Usuários Cobrança SISTEMA DE serviços de serviços dePedágio usuários transporte de transporte de Operador Comercial tarifária para o uso da infra- REMUNERAÇÃO SPE carga estrutura carga Contraprestação SPE Autoridade Autoridade pública pela Fundo Pública orçamentário Pública Contratante Contratante compra de Sociedade de capacidade Propósito Especifico S.A. Recursos Orçamentários Fundo Garantidor Ativos Não-Financeiros de PPP  Bens Móveis e Imóveis 14

×