Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Estudo de geografia. 1 trimestre

1,391 views

Published on

  • Be the first to comment

Estudo de geografia. 1 trimestre

  1. 1. Estudo de Geografia6°ano – 2012 – 1° TrimestreProf. Ana PaulaConteúdo  Utilizar os diferentes pontos de referências e os pontos cardeais e colaterais (livro p. 6 a 17);  Diferenciar mapas, croquis e plantas cartográficas (livro p. 38 a 54)  Compreender a função das curvas de nível (livro p. 50 e 51);  Construir mapas com os elementos, bem como compreende a importância deles na cartografia (caderno);  Entender como ocorrem os movimentos de rotação e translação, bem como suas consequências para a vida na Terra ( caderno e ficha).  Objetivo: Utilizar os diferentes pontos de referências e os pontos cardeais e colaterais (livro p. 6 a 17) Pontos de referência Ao elaborar um mapa ou planta de ruas ou um trajeto, além dos nomes de ruas e dos números das casas, é importante destacar outros lugares que se localizam nas imediações da nossa casa ou escola (exemplo), que servem como referência para nos orientarmos, a percepção que temos dos lugares está relacionada à maneira como observamos os lugares, identificamos alguns – pontos de referência- que nos orientam no trajeto, ex.: o nome de ruas e avenidas, uma padaria, um banco, uma praça, hospital, semáforos, etc. Os pontos de referência também são úteis no dia-a-dia. Antigamente os astros eram bastante utilizados como pontos de referência, principalmente para os navegadores, aventureiros e viajantes e, assim não se perderem.
  2. 2. As pessoas notaram que o Sol aparece em uma posição no horizonte e, ao entardecer, desaparece no lado oposto. Por tanto, começaram a se orientar pela trajetória aparente do Sol. Esse movimento aparente do Sol está relacionado com o movimento da rotação no sentido oeste-leste. Oeste : de onde surge a luz solar, no Oriente. Leste: onde a luz solar se põe, no Ocidente. A partir do nascente e do poente, determinou-se a direção Leste-Oeste. Considerando-se os polos Norte e Sul, foram estabelecidos os quatro pontos cardeais: Norte, Sul, Leste e Oeste. NO L S Entre os pontos cardeais estão os pontos colaterais: Nordeste (entre Norte e Leste), Sudeste (entre Sul e Leste), Noroeste (entre Norte e Oeste) , Sudoeste (entre Sul e Oeste). NE NO SO SE
  3. 3. Durante o ano é possível notar que a trajetória aparente d Sol vai se modificando. Dessa forma, o nascente e o poente não acontecem sempre no mesmo ponto. O nascer do Sol e o poente não indicam exatamente o Leste e o Oeste, e sim a direção leste - oeste. Podemos usar também os corpos celestes como orientação, era comum naquela época usar também as constelações (conjuntos de estrelas que formam um desenho). Como o Cruzeiro do Sul e a Ursa Maior. Outro meio de orientação é usando instrumentos como a bússola, Que indica a direção norte, esta tem uma agulha magnetizada ou imantada, móvel em torno de um eixo, apontando sempre a direção norte – sul magnético. Isso acontece porque a Terra funciona com um ímã gigantesco e um dos polos desse ímã -o polo magnético do Norte – está localizado próximo ao Norte geográfico. Norte geográfico = ponto mais norte da Terra, exato. Norte magnético = se movimenta e não tem posição exata.  Objetivo: Diferenciar mapas, croquis e plantas cartográficasCroqui: (livro p. 38 a 54). Croqui = não tem escala nem rigor cartográfico. Planta cartográfica= contém mais informações, tem escala, mais detalhes. Podem ser representados espaços como: ruas, avenidas, praças, escolas, monumentos, hospitais, ginásios de esportes, represa e centros comerciais e residenciais. Mapa = representação gráfica de um dado espaço da superfície terrestre, podem estar presentes as informações naturais (como o relevo e a vegetação), os fenômenos e os objetos de diferentes temas, em uma superfície plana e em diferentes escalas, tem todos os elementos cartográficos, estes são: - Escala - Título
  4. 4. - Legenda - Orientação Objetivo: compreender a função das curvas de nível. (livro pág. 50 e 51). Curvas de nível Todo o mapa é desenhado a partir de uma visão denominada vertical, porque é de cima para baixo. Todas as pessoas possuem a visão em terceira dimensão, mas, quando o cartógrafo vai desenhar um mapa, ele o fará sobre um ponto mais central da fotografia usada como referência. Já a visão que temos da janela do prédio ou a que aparece representada em fotografias é denominada oblíqua, ou seja, visão de cima para o lado. Para entender melhor observe as imagens a seguir:
  5. 5. Curvas de nível a partir de A até B Quanto mais próximo são as linhas do mapa mais é íngreme é o relevo. O relevo como apresentado nas imagens, pode ser representado por vários tipos de mapas, entre eles, o mapa hipsométrico e a carta topográfica.  Qual é o nível 0 de altitude?  O que é altitude?  O que é altura?  O que é equidistância?  O que é relevo?
  6. 6. O nível zero de altitude, de onde marcamos a distância da superfície terrestre é em relação ao nível do mar, ou seja, a média entre a maré alta e baixa. Altitude =distância de qualquer ponto da superfície terrestre em relação ao nível do mar. Altura= tamanho de um corpo ou objeto em relação ao solo. Você sabia que...  Quanto maior é um corpo, maior é a sua gravidade e a sua atração por corpos menores.Equidistância= mesma medida, equilíbrio, quando utilizamos a mesmadistância entre as curvas de nível.Relevo= formas que a crosta terrestre apresenta (planalto, planície,depressão, chapadas... etc.). Observe: Vertente VertenteVertente= todas as partes inclinadas deum relevo.Vertente íngreme (abrupta)= maisreta a inclinação. Ex.:Vertente suave: não inclinada, nãoabrupta. Ex.: Quanto mais próximo são aslinhas de um mapa de curvas de nível mais íngreme é o relevo. O que é perfil de relevo? É um esquema gráfico onde observamos diferentes informações,como, características da rocha, do solo, das vertentes, da vegetação, dasaltitudes, etc.  Objetivo: construir mapas com elementos cartográficos, bem como compreende a importância deles na cartografia.
  7. 7. ELEMENTOS CARTOGRÁFICOS QUE NÃO PODEM FALTAR EM UM MAPA: - Escala: serve para termos a ideia do tamanho real da representação cartográfica ( o quanto foi reduzida para caber no papel do mapa), ajuda a calcular distâncias, tamanhos... Escala gráfica: 0____ 10 km. Escala numérica: 1: 1.000.000 . - Título: mostra o que está sendo representado no mapa (assunto) e a data da representação, local, espaço representado no mapa. - Legenda: ajuda a entender os significados LEGENDA dos símbolos no mapa, conjunto de símbolos que apresentam o significado das Contém: representações nos mapas. - Orientação: saber a direção e os pontoso Fenômenos lineares: cardeais e colaterais no mapa. fenômenos representados com uma linha. Ex.: rodovia, ferrovia, rio, etc.o Fenômenos que ocorrem em áreas: representados dentro de retângulos (*hachuras). Ex.: florestas, áreas, urbanas, etc.o Fenômenos pontuais: representados com símbolos (desenhos). Ex.: pico, porto, aeroporto, etc.*Hachuras: modo de representar algo sobreoutro espaço. Ex.: representados por riscos,pontos, traços, etc.  Objetivo: entender como
  8. 8. ocorrem os movimentos de rotação e translação, bem como suas consequências para a vida na Terra (caderno e ficha). Movimento de rotação e de translação da Terra Como ocorre o movimento de rotação?  Ele ocorre quando a Terra gira em torno de seu próprio eixo, isto é, quando a Terra gira em torno de si mesma. Este movimento demora 24 horas para completar seu eixo. Quais são as suas consequências deste movimento para a Terra?  Este movimento origina os dias e as noites. Como ocorre o movimento de translação?  Ele ocorre quando a Terra gira em torno do Sol, para dar uma volta completa no Sol, a Terra demora 365 dias, 6 horas, 8 minutos e 38 segundos. A cada quatro anos, por conta das seis horas, um novo dia é criado, estes anos são chamados de anos bissextos. A Terra na rotação, se movimenta de oeste para leste. Quais são as suas consequências deste movimento para a Terra?  Este movimento tem como consequência as quatro estações do ano (verão, outono, primavera e inverno). Equinócio= equivalência, quando a Terra recebe iluminação por igual, isto é, quando os dois hemisférios recebem a mesma quantidade de energia do Sol, luz do Sol. São apenas de outono e primavera. Solstício= quando a Terra recebe uma iluminação, energia solar diferentemente, quando um hemisfério recebe mais luz solar que outro. São apenas de inverno e verão. Bom estudo!

×