Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

A morte do wolverine #01

303 views

Published on

Nº1

Published in: Entertainment & Humor
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

A morte do wolverine #01

  1. 1. I| _fi1i§IiE“*1lI- [HARIES Sllllli STEVE IIIIIIIIIEII _lIlY LEISTEII , IllSTlllPllIlSflR IIIIIIEIIIIII SITH III _, (? T-I; I| I“TVITIl1‘_‘:
  2. 2. CO) IDG) L‘; /‘E N E A W@ [Z I JIISITIN FIIIISIIII IJIIVERRII IIEIIEIIIIIJOS on
  3. 3. 4"’. -1 ‘ I“/ ‘“: ‘°lI5 / .
  4. 4. /.7 -. . ' L 4 1 ,5: , ,_, {TIT/ ‘I II ITITI, -_ ; _ , - "? !I, III": I.I: I_: v'e‘-' --A
  5. 5. en cl a an as u. - 2 u. - use
  6. 6. 1 ARIANTE T - _ _ "xii . isHllRlE. ;if, illl| )l‘E? -A 2: I ; §§I£vs1IfiIIjIv£n I T I _IIlY‘| ;ElSTEll. .. I , . « II A JllSilIl. PllIlSllR t IIIIVEIIRII ~. gee . ‘ SIIII . I , _, {Ti ‘I_I‘I_ITI‘II. , _ _ ‘ ~ . a.II, III‘: iI:1:'-‘ ‘/
  7. 7. IIIIIIIIIIJOS I EA-= iAL+E I EIIHHMITM [ITEM um Pllllillll flllVElIlllI M ‘T7 : "r~ A 3.”; gy§i. ;Ili'; |;§. } * ' nos » / I . r§= - ‘ § V I , - / ;
  8. 8. A M D_r’~’_I"L' D D I )/ /(L)/ BRIT I. 'I’I7ITl7I'T III 1 VARIANTE ' §/ ' 2:. ’ CI/ 2; . 8 T . _ ‘am 51 . _ ‘ §P«. ./ _. ,,, .,iV. .u‘I= z_, , mo. .. E ‘ °I_T: ,gIé= :.I. II. ‘-. -‘.1 I _ 2», / I .
  9. 9. VARIANT EDITION . T V , . T 2.°. __§_, .w, __ 1!
  10. 10. 0 CWEIRO N0 VENTO. .. POLVORA. SAN . _J~‘ . . V , l{” “ I V I . 1. « . .15. ‘ 3‘ ‘ ( ‘ 5 . I I N Gt/ E. S0/14.. . Q NENHUM ‘K T . y y ‘ — - A . . - ' ‘ '~ ‘A ‘ —, . -4 . t.: __ . . '- - ‘. - _ » " , .. r_ ' -r. :5// y}? / F" L %. j..
  11. 11. // AI', : .1.‘ , I 1 M - VI . ~ I 4; :7, , I I, _"~ V ‘'‘'K m . ',- , , ___ ‘ ' l/ /A. ’ / w 1: . ».. x.axaa; ‘. ma& s‘ ~
  12. 12. 2 EARTE 4U .1‘: h‘ . I . C‘; / I ' OLIVERRA SITH , ; I F » 4-. , TRADUQAO LETRAS « i. _ Q: . ‘TE! -IA‘~ES IS EVE JAY JUSTIN STEVE MC ITAY LEIST SEIILE) M AI, V‘I-Its! LEISTEN PONSOR &JUTINI3Ol‘ISOR ESCRITOR DESENHOS TE-FINAL corms A‘R'1‘«E~DA‘CAPA MIKE AXEL JOE DAN “1 ALAN DER KATIE ‘ JAR WEY‘a, KUBER‘-r ASSISTANT EDITOR FONSULTING EDITOR K I MARTS ALON S EDITOR EDITOR IN CHIEF QUESADA BUCKLE CHIEF CREATIVE OFFICER PUBLISHER
  13. 13. ‘ A NINGUEM CHMMRIA ESSAS COISAS DE M/ LAGRES ss FOSSEM FACEIS, LOGAN. A V‘ AazAoE¢AADEus - POR NAO 162 1190 um co~cussAo MAIS azAve. o PROCEDIMENTO NORMAL PEDE rem REMOCAO pa LIMA PEGUENA seccAo D0 azA~: o PARA Auvwz A PRESSAO, MAS com ESSE ' - I I , H u ‘ , $"”: ‘%}? s~'%c§IEEa 1§A<%‘E‘i? tII§ F “1’1n: o}3g ‘,1: QILAIR, FA TOE DE CUBA. O PROBLEMA E QUE TUDO QUE VOCE FAZ- SUA ESTYUTIJEA FISICA ! NTEIRA—- ESTA ATADA A0 FATO DE QUE VOCE PODE RAPIDAMENTE CURAR-SE DE PRATICAMENTE OUALOLIER FERIMENTO. VOCE AINDA POSSUI SIJA FORM FISICA, SUA AGILIDADE. E ISSO E 0TIMO-- CASO CONTRARIO V0¢ NAO SEEM CAPA2 DE SE MOVER COM ESSE TANTO DE METAL DENTRO PE VOCE. MAS ESSA E A u/ v/CA " BOA NOTICIA. SEUS OSSOS ESTAO MODERADAMENTE RADIOATIVOS DEPOIS DE VARIAS EXPOSICOES A0 LONGO DAS DECADAS. NAO ME DI6A QUE VOCE ESTAVA PRE- SENTE NA EXPLOSAO EM _
  14. 14. MUITO BEM. VOCE E UM CANDIDATO PRIMAIZIO PARA REALIZAR TESTES QUE DETECTEM LEL/ $MIA. SE VOCE NAO FOR ACOMETIDO DE ENDOCARDITE DE- POIS DE TODA A BATERIA DE EXAMES, VOCE VAI CONSEGUIR ADIANTAR A COISA CADA VEZ QUE USAR AS SUAS GARRAS. EU POSSO RESOLVER ISSO PEA VOCE. E POSSO FALAR COM STARK E HANK MCCOY. NOS PODEMOS. .. JA FALEI COM ELES. VOCE E O ULTIMO GENIO DA MINHA LISTA, BOIZRACHA. SEM OFENSAS. EU ENTENDO. ESSE QUE E 0 PROBLEMA. E SO EU BOTAR 0 PE NA IZUA. NAO SEI COMO, NAO SEI QIJEM, MAS VAI ACONTFCEE. E ENTAO ELES VIRAO ME CACAR. ABRINDO A MAS ISSO NAO SIGVIFICA QUE EU QUERO VER VOCE MORREE. VOCE E / MPOKTANTE, LOGAN. AS COISAS QUE VOCE JA REALIZOU EM SUA VIDA. .. O MUNDO NECESSITA DE VOCE. EU POSSO REATIVAR O SEU FATOR DE CURA. EU SEI QUE POSSO. MAS EU PRECISO DE TEMPO. VO& TEM QUE PARAR COM AS BEIGAS. FICAR QUIET 0 EM ALGUM MNTO. MUITO BEM. MAS VOCE NAO TEM QUE DAR MOLE PEA ISSO. E PELO AMOE DE DEUS, LOGAN, POE FAVOR. ..
  15. 15. . . . I . .x . . . . .. .. y_. §.x. .. .“ II’, ‘T - , 9.. _ W. . r bh . . ss%~ssv&suW. an. n. .. /9’ . //Im/ «:15 iii an? / Ir. . .. A . . _ _, ,,m/ wmmwé
  16. 16. --UM TEMPINHO DESDE QUE ESTEVE AQUI. QUEIZ UMA BEBIDA? CLARO. POPE ME ' , TRAZEE UMA GARRAFA sam ~" I CHEIA, NADA DE CANECA, E DOI rrwos DE PANO umpos. .. 5 um mesons. mzece aus nave UMA mzvs DAQUELAS. CHEGA MAIS. DESAPAEECIDO (JREEEANDO OS ATLETAS OL/ MPICOS FMNCESE5 E APENAS 0 MA/ S PECENTE EM [MM CA/ DA DE DESAPAREC/ MEVTOS DE ATLETAS DE PE/ ME/ I?/ I UTE-GORIA, A ESSA ALTLll? A--
  17. 17. LOGAN. ’ MEN DEU5. EU ESTAVA PENSANDO EM VOCE AHAM. CONHECE O ESTRELA NEGRA? / SSO. 0 ESCL/ DO DELE F01 ROUBADO. E FE/ TO DE ADAMANT/ UM. ME FEZ PENSAR EM VOCE. EU NAO TENHO NADA A VER COM ISSO. SO PORQUE E FEITO DE ADAMANTIUM-- Eu SEI D1550. OLHA so, LOGAN, E NORMAL As PESSOAS PENSAREM EM vocs. E NORMAL As PES50/15 SE PREOCLIPAREM com VOCE. ESTOU CONTENTE QUE LIGOU. FAZ ERAS QUE NINGLIEM OLIVE FALAR DE VOCE. TA TUDO BEM? ONDE VOCE ESTA? TO DE BOA. SO PRECISAVA ESCUT AR UMA V02 AMIGA- VEL. EI, XARA. VE SE ME ARRUMA UM COPO MESMO. PRA ESTRADA. E TENHO MAIS UM FAVOR MIM. As CHANCES PENDEM . PEA 51.55 VIREM AQUI EM ‘*3 PRIMEIRO LUGAR. :4
  18. 18. A W . m M _ FOR FAVOR.
  19. 19. TA NA MAO. O BOM E VELHO DOLAR -W. . AMERICANO, DO BAZU- 1- - EU DISSE DEZESSEIS. PRA QUE TANTA GRANA? DA MARCA AMERICANA REMINGTON, SERV3 CALMWHA AI-- NAO PRECISA DISSO. ESPERO QUE SIM, AMIGO. A5 CER- VA5 CI. I$TAM DEZE5’ ‘ CAPITALISMO MODE ON. EU ADORO --DESDE QUE SEJA AMERICANA POR SORTE TENHO UM POUCO BEM AQUI. . ,m“j_? ,§u‘-
  20. 20. ESTA/ M05 PROCURANDO UM BAIXINHO E MEIO FILHO DA PUTA “MA 75550A- QUE SE CHAMA LOGAN. SABEMOS QUE ELE ESTEVE AQUI NA CIDADE E EM UM LUGAR DO TIPO DESSE. HA CHANCES DE TER VISTO SIM, EU VI. MAS ELE SE FOI. MAS ANTES DISSE QUE VIRIAM. H0NESc‘I'EM/ IEEJTE, - AMIGO, S T O UM Eu Ndo ME POR I550. ”°”‘° “T""“5A‘7°5- / MPORTO. ELE M msse AL60 MAIS? CE REALMENTE CURTE TOCAR NAS ARMAS DE OUTROS HOMENS, NE? EU VOU PERGUNTAR _ MAIS UMA VEZ ANTES DE COMECAR A ARRANCAR DEDOS. O QL/ E LOGAN ELE NAO DISSE NADA. ELE SO DEIXOU / SSO.
  21. 21. SIM, HENRY. VA L060 CHECAR 0 54360 SPENCER E HYNE5 VAO DAR COBERTURA DAQUI. AMB05 SAO EX*SNlPEE5 DE PRIMEIRA. VOCE NAO TEM NADA COM QUE SE PREOCUPAR. A6024, QLIER IR L060 CHECAR 0 MALDITO BARCO, OH QUEIE QUE EU TE ARREMESSE PEA FORA D0 NOSSO BARCO PEA PODER IR NADANDO? CE VAI DE GUALGLIER JEITO. NAO VEJO AMDA, EAZLICA. TLIDO/1011/ PARECE M£Il7'0--
  22. 22. E POR ISSO QUE 50 SE ENVIA HM CARA PEA - ELE TA A01./ I.’ CON/ -{ECO ESSE CARA. E CHEGUEM A
  23. 23. SEU FILHO ‘ DE MUITO BEM, LOGAN. ESSA FOI UMA. .. g BOA JOGADA.
  24. 24. MET ADE DAQUELES CARAS ACABARAM UM COM 0 OM70 TENTANDO ME PEGAR. E 0 RES- TANTE. .. DECIDIU QUE ELES PRE- FERIAM LUTARDO QUE TER UMA BOA CONVERSA. CEFVEJA. CHAEUTO. FE/ Tl/ RAS.
  25. 25. EU NAO, LOGAN. CE ME CONHECE. SEM- Ao. so me TO A FIM / vws DE N “M m, E_A_mE re~rA: u:<‘: D§A~HA2 SEI DISSO. ESSE E 0 SEN CONTRATO? VOCE IGNORA A OR- DEM DE MATAR? TENSAO MUSCULAE.
  26. 26. I . '.’I): i.'1/‘ 1/1// I; NAO E MEU CONTRATO, MAS EU VOU FICAR FELJZ EM TE PEGAR DE JEITO. O PAGAMENTO E DOS BONS. A MAIOR BOLADA QUE JA VI. A NOT ICIA COEREU A0 REDO2 D0 6LOB0. TODO MUNDO TA FAMNDO DISSO. MAS Ell TE PEGUEL O BOM E VELHO BAZUCA. ESSE E 0 SON/40 AMERICANO, FILHOTE. UMA QRANINHA ALTA DESSA5 E ELI ATOLADO EM GULOSEIMAS E NUMA POPOZUDA ATE DIZER GIEGA.
  27. 27. DEIXA DISSO, MANO, [S50 NAO FOI NADA. NAO PEA VOCE. EU VOU FICAR MUITO CONTENTE COM TUA MOFTE, SEU ANAO DUMA Fl6A-- CE NAO TA FIN6/NDO, TA? ELI ODE/ O I550. CE TA’ FINGINDO, LOGAN? VAMOS TER AQUELE 7?7'E-A- TETE. -’ CE ACHA QUE O VELHO BAZUCA E RETAKPADO? TE CONHECO. CE VA! MOS- TRAR TUAS GAREAS E MANDAR VER COM ELAS BEM NA MINHA CARA. EU AINDA TENHO UMAS PERGUNTAS.
  28. 28. T . a.x. a. Fa. ... .«. aw. J.. .vlA. ..»; . 1.1+. ..»
  29. 29. SONHO AMERICANO, MEL! RABO. AQUI E 0 CANADA’! QUEM TE CONTRATOU? QUEM QLIER ME MA- TAR? ! SEGUNDA COISA. ME ' . DIGA. .. A6ORA MESMO. QUEM? ' O CONTRATO VEIO DE. .. MAPRIPOOR. CONTINUAR VINDO. PRA . QUALQUER LUGAR QUE CARAS COMO VOCE QUE NAO SE IMPORTAM COM QUEM TA NO CAMINHO, COM QUEM SE FERE, COM QUEM MORRE. NAO MORTO. SO PAG-AM SE TNER VIVO. C-CAPTLJRAR, ~Ao mwz. m we GRANA VALE sum ANDANDO E FALANDO. ms A Recom- PENSA VA! DIM/ NU/ NDO aumro MAIS o TEMPO PASSA. e um cone/ DA V SE QUISER SAIR DESSA VIVO, BAZUM, VAI FAZER DIJAS C0/5A5. PRIMEIRO, ESPALHE A NOTICIA. DIGA PRA TODOS OS MALDITOS ASSASSINOS FILHOS DA PUTA QUE NAO SOU UM MALDITO PREMIO. SE VIEREM ME PEGAR, MORREM. MATAREM QUAL- QUER UM PROXIMO A MIM, MOR- REM. CE E O ULTIMO CARA QUE DEIXO SAIR COM VIDA. ULT/ M0. FACA COM QUE ELES ENTEN- DAM. TOPOS ELES AQUELA CIPAX VEAE- NOSA TODA. AQUELA QUE POSSUI TUDO QUE TEM POR LA. QUE NAO PRECISA DE NADA“ EXCETO O WOLVERINE.
  30. 30. 2 , A/ ¢(/ /gfj‘/ ;§"§%r' _, -- yjr ' ‘Z4 - xv’ A‘: (%1I! fiI! R:{Kql‘3iRiIIB, ' I -V f‘ I‘ l 1: ' Wit. '1'‘ I A L .1 I A ‘. , .. . I r , _., ' I ‘A I - — . —.<"' /7’ ' ’ .1, 1,@‘‘.1 . ""'( A
  31. 31. EXCLUSIVO A MORTE DO WOLVERIN E MATERIAL BONUS
  32. 32. ESBOCOS DE ICAPA PARA A EDICAO #1, COM COMENTARIOS DE STEVE MCNIVEN Esbogos de Capa 1 e 2: Essas 550 as ideias iniciais para a capa da edigéo #1. A segunda verséio realmente n5o pegou, mas a primeira tinha alguns elementos, como a ilha e o sangue na a’gua, que eu usaria mais tarde na verséio final.
  33. 33. Arte-final de A Morte do Wolverine #1 Capa colorida finalizada de A Morte do Wolverine #1.
  34. 34. ESBOCOS INTERIORES PARA A EDICAO #1, COM COMENTARIOS DE STEVE MCNIVEN Pégina 3: Aqui esté o que é para mim a ideia inicial de uma pégina. Muitos rabiscos que provavelmente parecem ser uma bagunga, mas hé um plano para se desenvolver. “Essa pode ser uma tarefa a'rdua, mas eu acho que seria belo pontapé pra tentar tornar isso quase elegante. E sim, essa é uma cena terrivel e sangrenta, Wolverine é um artista da morte. Ele n50 estripa as pessoas duas vezes assim que ele comega”. -—ExtraI'do do roteiro de A Morte do Wolverine #01, Charles Soule Pégina 3: Esse é o préximo estégio depois da ideia inicial, martelando esse terceiro painel pra dar forma.
  35. 35. ESBOCOS INTEI-', {IORES PARA A EDICAO #1, COM COMENTARIOS DE STEVE MCNIVEN Pa'ginas 4-5: Estudo inicial para a pa'gina dupla que incluiré o titulo e os créditos. Eu queria um espago bem amplo para o titulo flutuar, por isso pensei que as costas do Logan serviriam adequadamente. . ._ _‘ “Todos os personagens de quadrinhos sao como tubaroes. .. efes tém que ser movimentar ou morrem”.
  36. 36. ESBOCOS INTERIORES PARA A EDICAO #1 I pelo fato do fator de cura ter se perdido, abrem uma bela duma ferida. Eu nas maos do Wolverine, e eu realmente queria criar algo no estilo. 50 da face furiosa por isso eu sua ffiria. Pa'gina 8: Um belo de um close das garras sempre adorava quando Barry Windsor Smith criava aqueles maravilhosos closes Pégina 8: Mais uma aparig do Logan. Ele esté Iiberando suas garras, o que Ihe traz grande dor agora, queria tentar demonstrar que essa dor aflora com as quais, COM COMENTARIOS DE STEVE MCNIVEN r. E. .g@. ,._: ... ... ._ . :.. . idiu. bii. . ___w%. _ . i , .. _ , u . . . I in , .. :.. : . . i . . 2 . . . _ _ . .. y . , . , n_, . : _ _ m u. . . . . . _ . , . ., . . . . i . .1 5 . . . . . . . . » inf. _. .: .: i . _ . L .1 . s : .i . . C _ . . , ,.. . : ., .. . ., I . ., .. . . . , . : ,, ., .. V . .. 2,. : : _ : ,1». _, .. .. .; .. : : . L _ , . ‘MVAI _ . .. .. .., . : , <ic. .a . , . . . . . w. .. :. . . L . . . ._, ,.. .. A, . x . . . . . _. s _. A. . : 4: _ . ; . . , . : . _ ~» _ , _. . . ..r . r . 3:, !, gm .1. i. L . . . .: i , , i. -7. . hi . . . . : . . . m E ‘ i i 11‘ i ‘ i i «,2 ‘ ‘ i i ‘ ‘ ‘ m . , . V , &. .1¢. «Ui, ;—nE. fi%%: .. 1.
  37. 37. EsBoc_; os INTERIORES PARA A EDIc; Ao #1, COM COMENTARIOS DE STEVE MCNIVEN Pagina 10: Logan com uma garrafa de whisky canadense. O que mais poderia ser? Eu tive que realizar extensiva pesquisa pra bolar essa : ) Pagina 12: Minha primeira cena com o Bazuca. Charles teve uma étima ideia do cara como um lutador de MMA, entao eu segui em frente. Pensei que como ele tem algum tipo de polimero pléstico na pele talvez, como uma velho tapete, isso causou a queda do seu cabelo. Sem sobrancelha, sem cabelos de qualquer tipo. Em qualquer parte do corpo. Adicione a isso o aspecto de barriguinha de cerveja e alguma gordura no tronco e pronto. .. um cara sem escrupulos pronto pra uma briga.
  38. 38. EsBo<; os INTERIORES PARA A EDI<; Ao #1, COM COMENTARIOS DE STEVE MCNIVEN Pégina 20: Esse é um ponto importante na estéria onde Bazuca confronta Logan depois de ar- remessa-Io contras as rochas. Eu queria aproveitar todo 0 visual enorme feito uma monta- nha ameagadora do Bazuca, que acredita estar no controle da situagao. Pégina 13: Foco na raiva do Bazuca. Embora ele tenha pegado leve, ele ainda é ameagador individualmente.
  39. 39. ESBOCOS INTERIORES PARA A EDICAO #1, COM COMENTARIOS DE STEVE MCNIVEN Pégina 22: Um Logan sem pa- 3 ciéncia com o velho e pobre ‘ Bazuca. Sempre sinto pena do Jay (meu arte-finalista) 7*; quando eu cubro Logan com seu cabelo. Pégina 23: Aqui esté um layout inicial ; ,« A para a pégina final da edigao, bastan- ll = V T P g_ te impactante so esperando fina| iza- _f it 950 e andncio da edigao seguinte. 0 j , ’ L ' que eu fiz e tenho feito antes de en- y cerrar e iniciar outra foi fazer uns acertos, pois eu senti que o Dentes- de—Sabre estava muito pequeno em 9 l _y relagao a Vibora. Isso acontece, so que nao com frequéncia! Mas vocé : - tem que voltareconsertar, nao impor- - ta 0 quanto tempo vocé tenha que levar para desfazer o erro.
  40. 40. ESBOCOS DE gAPA PARA A EDICAO #1, COM COMENTARIOS DE STEVE MCNIVEN Pa’gina 21: Bazuca recebendo uma bela cabegada no fim do quadrinho. Uma batalha realmen- te brutal que tem Logan usando sua cabega ao invés das suas garras para botar o Bazuca no seu devido lugar. “Digo, vocé dé a Vida, vocé tentar guiar a crian— ga na diregao em que acredita que qualquer pessoa de bem deve seguir, e entéio eles simples- mente V50 pelos malditos caminhos que eles querem, infe| izmente”.
  41. 41. :’! €—. —§—, F,'; _ «, -§— 7:. — PAGINA nous ; Inicio: Estamos na Columbia Briténica, nas montanhas perto da costa. Olhamos uma cabana em uma montanha isolada construida A nos rochedos. Sentado na frente da cabana, vemos Logan. Sua cabega esta’ curvada, e suas garras :1 mostra. Ele esta’ empapado com ‘, sangue, muito do qual é dele. Essa é a pose de um homem que passou por muita coisa recentemente no que parece ser um fim de l uma interminével série de confrontos. Queremos transmitir que ele é um guerreiro, um lutador, mas um que esta’ encarando a realidade que isso pode ser tudo que ele de 9 verdade é. 2 . ... l, ... T_. l.l, .|llIllI Vocé pode escolher prestar atengéo no que quiser, mas eu vejo isso quase como uma silhueta, olhando o passado do Logan, para que possamos ver 0 mar prologando-se distante. Em outras palavras, Logan esta’ em sua varanda da frente no pos—batalha, olhando para 0 mar, ruminando, e nos 0 colocamos assim para que tenhamos 0 mar visivel. Se preferir olhar diretamente, é maneiro também-- seja la’ o que estiver pensando. Ele veste roupas normais, trajes campestres. Eu também adoro a ideialdo sol estar se pondo, so porque isso cria uma metafora adorével. E quase como se fosse o comego do Ultimo dia do Logan na Terra. E mais, nos dé todo um aspecto de cor san- grento para trabalhar. . LEGENDA (| oca| iza(;5o): COLUMBIA BRITANICA. . LEGENDA (tempo): AGORA. I . LEGENDA SENSORIAL (cheiro): POLVORA . LEGENDA SENSORIAL (cheiro): S/ _NGUE . LEGENDA SENSORIAL (som): s_1LENc1o V , . LEGENDA SENSORIAL (dor): MAOS "" 1Z? a&s II : ‘.s! ..= .-—. _.A . T E’
  42. 42. PAGINA TRES Painel 1: Wolverine esta’ de pé de frente da varanda. Um pouco de paisagem bem ampla, mas ainda assim n50 podemos ver muito ao redor dele. SEM DIALOGOS. Painel 2: Wolverine esté andando pela montanha, longe da cabana. N50 se vé muito ao redor dele. Contudo, podemos ver pogas e respingos de sangue pelo caminho, talvez até mesmo um membro amputado segurando uma arma, alguma coisa desse tipo. Essa é a parte de uma lenta revelagao que se dara na pagina seguinte -- captamos uma sensagao de que Logan esteve envolvido em alguma coisa bastante violenta. Nota: as garras ainda estao pra fora daqui. Sangue esta escorrendo delas, muito dele do Logan. SEM DIALOGO. Painel 3: Logan prossegue pela caminhada, e nos ganhamos visao ampliada, construindo a revelagao da pa'gina seguinte. SEM DIALOGO.
  43. 43. Memns auxrno E cmco Pagina Dupla: Nela temos a revelagao -- finalmente percebemos que Wolverine teve uma dura ba- talha do Iado de fora da sua cabana. Corpos (e partes de corpos) estao espalhados por todo 0 local. Parecem com um grupo paramilitar -- trajes de saltos pretos, rifles e coisas desse tipo. Essa pode ser uma tarefa a'rdua, mas eu acho que seria belo pontapé pra tentar tornar isso quase elegante. E sim, essa é uma cena terrivel e sangrenta, Wolverine é um artista da morte. Ele nao es- » tripa as pessoas duas vezes assim que ele comega. Wolverine nao olha para o outro Iado. Ele so segue em frente em seu caminho. ' . Também precisaremos de um ENORME tratamento no titulo. A MORTE DO WOLVERINE, PARTE 1. : Eu visualizo isso em Ietras garrafais que compoem toda a cena, talvez até mesmo integradas de - uma manelra bem bacana. Precisamos de algo que possa deixar essa péginas fantéstica, algo do ‘ tipo que foi feito em Origem II #1. 1. LEGENDA (Logan): Parece que cé n50 me encontrou aquele milagre. . ' D, ;' mu, “ ‘5 gr '_§L. ‘ §V. In| -*«| '.wr‘ <-A - ‘ - .
  44. 44. —‘- -« - $5.; .. _.-—_. -__. —_: _»v—— -—-7‘. -.—. -:—~». /.-. ,. a-->~-'-«. -—'- ' . ,._7 ‘z'. '_ ; ..__5« 7 4;: -_1~. g_. =s_. * Paine! 1: vemos Reed Richards -- estamos agora no Edificio Baxter na Cidade de Nova York. 0 Senhor Fanta'stico esta’ olhando um i PAGINA SEIS Raio X da cabega do Logan contra uma luz. Ambos os bragos, como pescogo est5o Ievemente esticados para que ele possa colocar os Raio X mais proximos da luz, e seus olhos mais proximos do Raio X. Atra‘s dele esté Wolverine encostado em um equipamento -- ; uma mesa ou algo do tipo. Ele n50 esta uniformizado -- esté com trajes civis. Reed parece preocupado -- seja la’ o que o Raio X o } mostra, ele nao gosta nada. . 1. LEGENDA (loca| izag5o): CIDADE DE NOVA YORK. O EDIFiCIO BAXTER. O LAR DO QUARTETO FANTASTICO. 2. LEGENDA (localizag§o): ANTES. ‘ 3. REED: Ninguém chamaria essas coisas de MILAGRES se fpssem fa'ceis, Logan. 4. REED: Agradega a deus por n50 ter tido uma CONCUSSAO mais grave. O precedi- mento normal pede pela remo<;5o de uma pequena sec(;5o do crénio para aliviar a pres- s5o, mas com esse adamantium. .. S. LOGAN: Eu tomo conta de mim mesmo, Reed. l V53!’ . ~ ‘ V7 I V , _ 2; . i i 7 - _ 11 iii fig‘, __. 1; ‘- Y , . , . Paine! 2: Logan segura uma de suas m5os, parece que ela esta doendo um pouco. 6. LOGAN: So tira isso de mim. . i ii E in , Paine! 3: Reed, discretamente parece chatea- . _ _ ; do. Derrotado seria melhor. ' V _ I — , SEM DIALoGo. Paine! 4: Reed vira-se para Logan, olhando-o diretamente. 9. REED: Muito bem. ouga 10. REED: Vocé perdeu seu FATOR DE CURA. O problema é que tudo que mente curar-se de praticamente QUALQUER ferimento 11: REED: Ou. .. vocé PODIA. Paine! 5: Reed segura um Raio X de corpo inteiro do Wolvie e esta mostrando para ele -- creio que V seja uma boa oportunidade para uma amostra dos poderes do Reed de novo —- ele esté esticando Logan é bem visivel. 12. REED: Vocé ainda possui sua forga fisica, sua agilidade. E isso é otimo-- caso contra- rio vocé n50 seria capaz de se move_r com esse tanto de METAL dentro de vocé. ‘ 13: REED: Mas essa é a UNICA boa noticia. 14: REED: Seus ossos est5o moderadamente radioativos depois de varias exposigées ao J longo das décadas. N50 me diga que vocé estava presente na exp| os5o em NAGASAKI? vocé faz-- sua ESTRUTURA fisica inteira-- esta atada ao fato de que vocé pode rapida- ' seu brago através da sala um pouco para mostrar o Raio X ao Wolverine. 0 metal no esqueleto do 3 ' 1
  45. 45. —, _.. 'x'. uhi. iin1-2" -i-"'” in PAGINA SETE Paine! 1: Painel do Logan sendo incinerado -- a ideia é lembrar de Nagasaki, quando ele sobreviveu ao ataque na segunda Guerra Mundial. Se quiser criar uma coisa ampla, mostre a nuvem _da exploséo, o porto, etecetera, eu gostaria de algo assim. E nossa chance de referenciar Logan com a historia da Se- gunda Guerra Mundial. SEM DIALOGO. _i Paine! 2: Metade do rosto do j Logan. T50 legal quanto uma » crianga. P‘ . L, :2‘-.11. Mais uma vis§o ampla. 1. LOGAN: Estava. ‘5 J1’: ' ' . '¥,1,v’. n.: u;: ;_. ,_. , .3 J Paine! 3: 2. REED: Muito bem. vocé é um candidato primario para rea- lizar testes que detectem LEUCEMIA. 3. REED: SE vocé n50 for acometido de endocardite depois de toda a bateria de exames, vocé vai conseguir adiantar a coisa _cada vez ue usar as suas arras. 5‘. Painel 4: Reed. 6. REED: Tudo bem. Nunca fomos proximos. 7. REED: Mas isso n5o signiflca que eu quero ver vocé MORRER. vocé é IMPORTANTE, logan. As coisas que vocé ja' realizou em sua vida. .. o mundo NECESSITA de vocé. 4. REED: Eu posso resolver isso pra vocé. E posso falar com stark e hank mccoy. nos pode- mos. .. 8. REED: Eu posso reativar o seu fator de cura. Eu SEI que posso. Mas eu preciso de TEMPO. Vocé tem , que parar com as BRIGAS. Ficar quieto em algum canto. 5. LOGAN: J5 falei com eles. vocé é o filtimo génio da minha lista, borracha. Sem ofensas. D _ ' . . " Paine! 5: Logan. 9. LOGAN: Eu entendo. Esse que é o problema. E so eu botar o pé na rua. N50 sei COMO, n50 sei QUEM, mas VAI ACONTECER. I. -, Paine! 6: Mesma dinémica do painel 5, mas com um zoom na 1, m5o do Logan. 11. REED: N50 ha nada que possa fazer sobre isso. Tudo que pode fazer é ficar escondido o ma'xlmo que puder. 12. REED: E pelo amor de deus, logan, por favor. ..
  46. 46. Paine! 1: Enorme, com close nas m5os do Wolverine pelas costas, que parecem horrivelmente laceradas. Elas parecem . _ PAGINA orro SEM DIALOGO. Paine! 3: Mostrar o rosto do Wolverine ou so sua mandibula -- sua boca e seu rosto est5o cerradas -- queremos sugerir que ele sente dor. Que esta’ vulnera'veI. Passaremos essa ideia ind- <l. Vi 7 /2.»: ‘. .. ... . .2 . - . .2, 2 9 . .IWou'| u.~z. _. / /J” H . !.. ..§ . .. . ,,2//6 . ... ,/x. M W 4 . a . .. . ..i. .. / _ » E. . . .. . _. . . A . . .2. . . . i.Jan. .du. ... ., f - . -l_. ... _:_-.1_. , I Paine! 2: Wolverine esté retraindo suas garras. O sangue se espalha -— parece doloroso, 1. LEGENDA SENSORIAL (Dor): MAOS (vamos deixar maior e mais intenso do ideia é transmitir que isso doi pra burro). com as m5os . , .i L . . 5, . .,~w_. ., . m.mm M equ. ma 5 emu M r. | oeom m D. HMC. % % ill“ EASC . a % VA _ d. |a .9. r ammm e m . dams 9 K a . Of a 8 K . CaD. S d S . _ smog m m o w m . . V d S t mpom : S we v. A. U . a. a a a r a SdC. a C 9 F n D. .I S . I / , ana n e n / e. mus 5 s a W / .i u mm . .u U S D. ,. , qfitmn r 0 e roe B . a I a 3»: m n 3 n oac a N t e SGa. n . l . U S E b an U e. m¢I m . P b O. Psu d mom m e / aame 0 e . l/ . mfl S C R lull ix, uams ( / o a A / . esa. a D . y/ J ft dabm a .5 . :v« . m E S .5 % NM > mra P G : M A Aaeu E IPS S L 666 O . dsd m 1 . l LL afio 3 . S W l pa'gina 1. l l
  47. 47. I-AGINA NOVE Paine! 1: Wolverine chegou em uma pequena cidade de pescadores na costa. Pequena, so uma rua principal, poucas ruas, muito pequena. Logan esta entrando em um bar na rua principal, que combina bastante com um cara como Logan. Ele deve ter trapos enrolados em suas m5os-- pedagos rasgados de camisas como bandagens temporarias. SEM DIALOGO. -——, ~—-—. _, ;. _{~/ -, Paine! 2: Estamos agora dentro do bar que Logan escolheu. Pulamos para -. ‘ fii’‘'. i- H ' ‘ j um flashback de, digamos, anos 80 anos atrés. 0 bar deve aparentar ser - ~. . [lb . §u]I, ;1- como um dos anos 30 e deve ser colorido diferentemente desse dos dias 1. i_! l K ‘ atuais. Alguns beberroes est5o sentados pelo bar, mas n50 muitos. Nova- -' 1 "ii mente, todos vestidos com algo que lembre os anos 30. . t.i, ;;». <: , __-_>: V 41, L1 .7,; rlr; . O bartender, um cara robusto e forte com costeletas acinzentadas esta’ po- _* - lindo um copo e fala com Logan, 1. BARTENDER: Fala, logan. jé tem-- L I! ‘ Paine! 3: A mesma coisa do anterior, porém agora s5o os dias atuais -- o flashback acabou. O bartender esta’ no mesmo local, fazendo a ; . mesma coisa, mas é mais jovem -- esse é o bisneto do bartender ori- ginal. Ainda incluiria alguns beberrées, mas os deixando em locais di- " ferentes. Uma te| evis5'o esta’ ligada no bar, onde ha uma transmisséo do noticié- ' _ rio. Um pequeno destaque para a tela da TV onde aparece a cabega .5 —' de um homem dando a noticia. 1. LEGENDA SENSORIAL (cheiro): BAR 2. BARTENDER: --um tempinho desde que esteve aqui. quer uma bebida? ‘ W‘ P 3. LOGAN: Claro. Pode me trazer uma garrafa bem cheia, l nada de caneca, e dois trapos de pano limpos. .. e um telefone. ___: l 4. BARTENDER: Parece que teve uma tarde daquelas. chega mais. 5. TV (ba|5o de radio): --o avi5o desaparecido carregando os atletas olimpicos franceses é apenas o mais recente em uma onda de : . desaparecimentos de atletas de primeira categoria. a essa altura-- *- Paine! 4: Logan esta sentado no bar. Ele tem uma garrafa de whisky em uma m5o e alguns trapos rasgados na outra. Ele esta’ umedecendo os trapos com whisky. Ha’ um telefone do ’ , i bar proximo a ele, com o cabo estendendo por tra's do balc5o. § «_ Ele removeu as bandagens temporarias sujas de suas m5os i ' ‘ -- elas parecem péssimas. ‘ ' . x. ‘-‘sf? 1 Paine! 5: Logan esté enfaixando suas m5os com as banda- gens. Ele estremece, rangendo os dentes um pouco -- até para Logan, isso doi. vocé poderia fazer como um tiro nas : I : L 1 _, I , —_. g I 7.2,, ‘ m5os dele, se preferir -- algo parecido funciona. 7. LEGENDA SENSORIAL (dor) MAOS
  48. 48. PAGINA DEZ Paine! 1: Logan esta’ agora falando ao telefone. Suas m5os estéo com as bandagens, mais 0U menos. De forma sutil, vamos arruma- —| as em um formato que lembre um “X” na parte posterior das m5os. 1. TELEFONE (ba|5o de radio): Logan! Meu deus. Eu estava PENSANDO em vocé. 2. LOGAN: Sério? 3. TELEFONE: Aham. Conhece o ESTRELA NEGRA? 4. LOGAN: Estrela Ne-- o cara do cap? 5. TELEFONE: Isso. O ESCUDO dele foi roubado. E feito de ADAMANTIUM. Me fez pensar em vocé. 6. LOGAN: Eu n5o tenho nada a ver com isso. so porque é feito " de adamantium-- 1 7. TELEFONE: Eu SEI disso. Olha so, logan, é normal as pessoas -— — pensarem em vocé. E normal as pessoas se PREOCUPAREM com vocé. _ 8. TELEFONE: Estou contente que ligou. faz eras que ninguém ouve falar de vocé. Ta’ tudo bem? Onde vocé ESTA? 9. LOGAN: To de boa. So precisava escutar uma voz amigével. l0. LOGAN: 10. TELEFONE: Tudo bem ent5o, mas—— EFEITO ESPECIAL: <c| ic> _ 11. LOGAN: Ei, xaré. vé se me arruma um copo mesrno. Pra estrada. E tenho mais um favor pra te -' pedir. 12. BARTENDER: O que seria? 13. LOGAN: Algumas pessoas podem pintar aqui procurando por mim. As chances pendem pra eles virem aqui em primeiro lugar. 14. BARTENDER: Amigos? 15. LOGAN: Provavel que n5o.
  49. 49. 4. —-- -- - ' — * -~ 7' -v ~— — — -- - - =1-3-39---— -an PAGINA ONZE (0 momento desta pégina sugars que algum tempo passou — 6 basicamente o mesmo cenério, mas vocé pode organizar como quiser. ) Paine! 1: A cena mostra o bartender olhando para a porta da frente. Wolverine esta’ indo embora. Ainda durante 0 dia, visivel através da janela. SEM DIALOGO. / flu, l) ’ / gldcfz -. :‘¢l Paine! 3: 0 bar esta’ bem vazio de novo -- é de dia (0 dia seguinte, talvez). O bartender esta’ limpando 0 bar com um pano ou alguma . coisa desse tipo. SEM DIALOG0. I ll 1 , ..r 5 I am El‘: MR3 3} Paine! 4: O bartender esta’ olhando -- sombras estranhas chegando no bar -— uma delas parece bem grande. O bartender n5o olha particular- mente agitado para avistar esses novos clientes, so um pouco assusta- 1. VOZ: Fala, chefia. quatro brejas, por favor. 2. BARTENDER: Vocé. .. vocé quer alguma marca em particu- 3. VOZ: Isso pouco importa-—
  50. 50. Aqui, ele deve parecer que é um pouco mais cla'ssico, como um lutador que esteve usando esteroides em excesso para manter . seus niveis de force. vocé fez urn trabalho t5o excelente atualizando os aspectos das personagens de Velho Logan que sei que ' cicatriz na bandeira dele -- algo que sugira que ele passou por maus bocados desde que o vimos pela Ciltima vez. i~/ ,,‘/ », _—: .‘ T" i i E 1*’ PAGINA DOZE .7 Paine! 1: Painel grande -- vemos que o visitante é. .. BAZUCA! Ele é um mercena'rio pirado com a bandeira americana tatuada ', em seu rosto. Ele era c| a'ssico nas estorias do Demolidor do Miller, e deu as caras infimeras vezes desde ent5o. tirara esse de letra. Bazuca n5o é la grandes coisas naquela estoria, mas ele é definitivamente divertido. Poderia até ter uma ; Hé OLItI’OS trés mercenérios com BBZUCB. EIES S50 menores -- caras normais, mas parecem assustadores. Bazuca esta’ sorrindo -- ele é do tipo bem humorado e cativante. i . 1. BAZUCA: -- desde que seja AMERICANA. Paine! 2: O bartender esta’ com as duas m5os na parte inferior do balc5o. Poderia ser apenas levando os bragos para alcangar a arma, para poupar espago na pa’gina. 2. BARTENDER: Por sorte tenho um pouco bem aqui. Paine! 3: O bartender agora tem uma arma em um dos bragos, segurando-a ca- sualmente, e algumas garras de cerveja na outra m5o. Ele entrega as cerveja para Bazuca e sua equipe. Bazuca ainda esté sorrindo, mas ele mantem suas . m5os tipo “uh-oh. .." tipo flngindo estar assustado, sabe? 3. BARTENDER: Da marca americana remington, serve? 4. BAZUCA: Calminha ai-- n50 precisa DISSO. 5. BARTENDER: Espero que sim, amigo. As cervas custam dezesseis 6. BAZUCA: Capitalismo mode on. Eu adoro isso. Paine! 4: Bazuca esté colocando duzentos dolares em cima do ba| c5o, que precisa ser moeda americana corrente. 7. BAZUCA: Ta’ na m5o. O bom e velho dolar americano, do BAZUCA pra VOCE. 8. BARTENDER: Eu disse DEZESSEIS. Pra que tanta grana?
  51. 51. EM BREVE A MORTE DO WOLVERINE #2 ~‘ W O 2014 Marvel characters, Inc. All rights reserved. All characters featured in this issue and the distinctive names and likenesses thereof, and all related lndicia are trademarks of Marvel characters, Inc. No similarity between any at the names, characters. persons, andlor institutions in this magazine with those of any living or dead person or institution is Intended, and any such similarity which may exist is purely coincidental. www. MARl! EL. c0M

×