Successfully reported this slideshow.

03.02.2014 Prefeito reinaugurou centro de saúde do bairro Ilhéus II.

1,732 views

Published on

Published in: News & Politics
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

03.02.2014 Prefeito reinaugurou centro de saúde do bairro Ilhéus II.

  1. 1. Prefeito reinaugurou Centro de Saúde do Bairro Ilhéus II Fechado desde o governo passado, o centro de saúde contará com os serviços da médica cubana Liliana Leticia Fernandéz Rosales, do programa Mais Médicos. O prefeito ainda autorizou a implantação de um gabinete odontológico no local. O prefeito Jabes Ribeiro reinaugurou na manhã desta segunda-feira, dia 3 de fevereiro, o Centro de Saúde do Bairro Ilhéus II, localizado na zona sul da cidade, que foi desativado na administração anterior. Na solenidade, foi apresentada a cubana Liliana Leticia Fernandéz Rosales, do programa Mais Médicos, que vai atender ao PSF da unidade. Na ocasião, o prefeito anunciou que, no próximo dia 12, realizará a reinauguração do posto de saúde do Banco da Vitória. Na semana passada, foi reaberta a Unidade de Saúde do Alto do Basílio, onde atuam duas equipes do Programa de Saúde da Família (PSF I e II). “Se há uma coisa que me alegra – e à nossa equipe – é toda vez que vamos entregar à população mais uma obra ligada à área da saúde, um setor que lida diretamente com as pessoas. Nossa prioridade são as pessoas, muito mais que as obras físicas”, declarou Jabes Ribeiro. O centro de Saúde, que vai beneficiar mais de 4.500 pessoas, estará aberto à população a partir desta terça-feira, dia 4, composto de salas de recepção, de triagem, de reunião, de consulta médica, de enfermagem, de vacina, de curativo, copa e dois banheiros. Serão oferecidos serviços dos programas PréNatal, Planejamento Familiar, CD (Crescimento e Desenvolvimento da Criança), Preventivo de Câncer Ginecológico, de Saúde do Homem e do Adolescente, Hiperdia (hipertensos e diabéticos), de Imunização, além do apoio do NASF – Núcleo de Apoio à Saúde da Família, que viabiliza atendimentos de fisioterapia, psiquiatria, psicologia, de nutrição, de serviço social, entre outros. No ato de reinauguração, o prefeito Jabes Ribeiro determinou também providências imediatas para a implantação do consultório odontológico no posto, visando ampliar os serviços oferecidos à comunidade. Ele pediu à nova coordenadora de Saúde Bucal da Sesau, Denise Soares, que viabilize a aquisição do gabinete odontológico no menor espaço de tempo possível. Estavam presentes na solenidade, o vice-prefeito e secretário de Indústria e Comércio, Carlos Machado (Cacá), os secretários de Saúde e de Agricultura e Pesca, José Antônio Ocké e Sebastião Vivas, os vereadores Roque Cavalcante (Roque do Sesp –PSC) e Luiz Carlos dos Santos (Escuta – PP), o presidente da Associação de Moradores local, Silvio Roberto Pinheiro, servidores da saúde e diversas lideranças comunitárias do bairro. O secretário de Saúde, José Antônio Ocké, lembrou que o prefeito recebeu o posto desativado e que a inauguração deveria ter ocorrido no último mês de
  2. 2. dezembro, o que não ocorreu porque a unidade foi invadida por vândalos que destruíram equipamentos, sujaram paredes e rasgaram papeis referentes ao PSF. Nesse sentido, o prefeito fez um apelo à comunidade para que ajudem a cuidar do centro de saúde. Vandalismo - “Gente, isso aqui não é meu. Isso aqui é de vocês. Ajudem a tomar conta e a preservar. Cada dinheiro que é investido aqui é de vocês. Se os vândalos destroem, o prejuízo é de todos, da sociedade”, conclamou o prefeito, que mostrou as grades colocadas nas portas e janelas para dificultar a invasão dos arruaceiros. Jabes Ribeiro ainda determinou à Secretaria de Saúde (Sesau) a realização de licitação para implantar o serviço de vigilância eletrônica em todos os postos de saúde da cidade. O presidente da Associação de Moradores do Bairro Ilhéus II, Silvio Roberto Pinheiro, agradeceu o cumprimento da promessa do prefeito de reinaugurar, no início deste ano, o centro de saúde do bairro. “Estamos muito felizes – disse emocionado – porque foi um sofrimento o que passamos nesses hum ano e seis meses, nos quais tivemos que ir procurar médico em outros bairros e muitas não conseguir”, acrescentou. Secretaria de Comunicação Social (Secom) Ilhéus – 03.02.2014

×