Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Capsulite adesiva Dr Omar Mohamad M. Abdallah

1,634 views

Published on

Capsulite Adesiva

Published in: Education
  • Login to see the comments

Capsulite adesiva Dr Omar Mohamad M. Abdallah

  1. 1. Dr. Omar Mohamad M. Abdallah R2 de Ortopedia e Traumatologia Hospital Santa Rita
  2. 2.  Patologia idiopática  Afeta cerca de 3- 5% da população geral - Superior a 50 anos;  Doença autolimitada – Resolução Completa  Mulheres ;  20% DM – 36 % tipo I;  Doenças Autoimunes;
  3. 3.  O ombro é formado por três articulações  esterno-clavicular  acrômio-clavicular  glenoumeral e uma articulação fisiológica: a escapulo-torácica
  4. 4.  Ocorer alterações histológicas inflamatórias e fibrosas na cápsula articular e no revestimento sinovial;  Gera retrações da cápsula e rigidez articular  Limitando os movimentos tanto ativos quanto passivo .
  5. 5.  É dividida em três fases:  Aguda ou hiperálgica;  Fase de rigidez ou congelamento;  Fase de descongelamento
  6. 6.  É caracterizada pelo aparecimento gradual de dor difusa no ombro.  Mal localizada;  Com perda progressiva de movimentos;  Principal carecterística – Dor .  Dura de 2 – 6 meses.
  7. 7.  Caracterizada pela perda progressiva de movimento.  Diminuição da Adm – Rotação Externa / Elevação  Diminui a dor gradualmente  3 – 12 meses
  8. 8.  Melhora espontânea e gradual da ADM;  Retorno da função do ombro ;  Fase mais longa - 12 – 24 meses .
  9. 9.  Hipoxia local – Acidose  Ocorre liberação de citocinas pelas plaquetas – IL-1 / TNF  Hiperplasia Sinovial + Fibrose Capsular  Ocorre contratura / espessamento do lig. Coracoumeral e da capsula anterior - Ozaki demostrou com a liberação do lig. Restaura a RE.
  10. 10.  Devido a liberação das citocinas – Neovascularização  Liberação de tecido vascular colagênico  Composto por fibroblasto + miofibroblastos  Fibrose dos tecidos - > Restrição de movimento  DM I – glicose -> glicosilação do colágeno  Aumento de fibrose – espessamentoda capsula
  11. 11.  Início de dor gradual ;  Piora a noite ;  AdM diminuída para RE ;  Dificuldade de elevação -120 graus;
  12. 12.  Clínico ;  Radiográfico - Diminuição do espaço articular entre a glenóide e a cabeça do úmero na incidência AP .  O líquido sinovial encontrado na capsulite é normal, porém o volume é diminuido (3 a 15 ml). Normal  20 a 25ml .  USG – Pode identificar espessamento de ligamento, lesão do SMR e tendinopatias .  A artrografia e a artrorresonância - Revelam uma diminuição do espaço articular.  RMN
  13. 13.  Doença autolimitada ;  Analgésico e AINE;  Corticóide por via IM – DM;  Antidepressivo tricíclico ;  Bloqueio semanal do nervo supra-escapular;  Fisioterapia – Passiva ;
  14. 14.  Se não houver melhora da mobilidade nos primeiros 30 dias – Artroscopia  Manipulação anestésica  A seguir realiza-se um movimento de abdução e rotação externa.  O tratamento artroscópico -> Descongelamento  Apenas limitação de movimento.  Ganho de mobilidade com a liberação capsular  Ressecção do Ligamento coracoumeral

×