VMI (Vendor Managed Inventory) - Como Determinar os Níveis de Alarme

1,916 views

Published on

Apresentação em como definir os níveis de alarme para um sistema VMI Vendor Managed Inventory.
Informações adicionais em http://www.orbitlog.com.br

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
1,916
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
172
Actions
Shares
0
Downloads
53
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

VMI (Vendor Managed Inventory) - Como Determinar os Níveis de Alarme

  1. 1. ORBIT Brasil VMI - Vendor Managed Inventory SCM – Supply Chain Management Como Determinar os Níveis de Alarmes © ORBIT Logistics Americas, LLC. Dipl.-Ing. Klaus-Peter Jovi 2007
  2. 2. Valores iniciais Passo 1: coletar os seguintes dados ► Capacidade de armazenamento (Nota: quase todos os tanques/silos só podem ser utilizados até 90% ou 95%) ► Consumo médio do seu cliente ► Seu lead time (tempo necessário para levar o produto de seu ponto de carregamento até a entrega no tanque/silo) ► Quantidade entregue pela carreta © ORBIT Logistics Americas, LLC. Dipl.-Ing. Klaus-Peter Jovi 2007
  3. 3. Valores Passo 2: Você deve agora ter uma lista como esta: ► Capacidade (silo/tanque): xxx ton ► Consumo médio: xxx ton/dia ► Lead time xxx dias ► Quantidade entregue xxx ton © ORBIT Logistics Americas, LLC. Dipl.-Ing. Klaus-Peter Jovi 2007
  4. 4. Níveis de Alarme ORBIT Logistics permite a parametrização de 3 diferentes alarmes: Estoque mínimo Ponto de reposição Ponto de planejamento de reposição Estes pontos podem ser calculados da seguinte maneira: © ORBIT Logistics Americas, LLC. Dipl.-Ing. Klaus-Peter Jovi 2007
  5. 5. Cálculo dos Níveis Passo 3: Estoque Mínimo Você e seu cliente acordaram um estoque mínimo que não deve ser ultrapassado. Desta forma, você deve ser capaz de entregar ates de seu cliente ter de parar a produção. Calcule o nível assim: ► Estoque mínimo = Consumo médio * Lead time Se precisar mais, use um fator de segurança de 10%, 20%,… © ORBIT Logistics Americas, LLC. Dipl.-Ing. Klaus-Peter Jovi 2007
  6. 6. Cálculo dos Níveis Passo 4: Ponto de Reposição Como você garantiu ao seu cliente não ultrapassar o Estoque Mínimo, este ponto pode ser calculado assim: ► Ponto de Reposição = Consumo médio * Lead time + Estoque Mínimo Se precisar mais, use um fator de segurança de 10%, 20%,… © ORBIT Logistics Americas, LLC. Dipl.-Ing. Klaus-Peter Jovi 2007
  7. 7. Cálculo dos Níveis Passo 5: Ponto de Planejamento de Reposição Este alarme pode ser usado como um pré-alarme do ponto de pedido ou para informar quando o tanque/silo tiver espaço para uma entrega/carreta. ► Ponto de Planejamento de Reposição = Capacidade de Armazenamento – quantidade de entrega (carreta) © ORBIT Logistics Americas, LLC. Dipl.-Ing. Klaus-Peter Jovi 2007
  8. 8. Exemplo 1 Você coletou os seguintes dados (é só um exemplo!) ► Capacidade: 200 ton ► Consumo médio: 8 ton/dia ► Lead time 5 dias ► Carreta 45 ton © ORBIT Logistics Americas, LLC. Dipl.-Ing. Klaus-Peter Jovi 2007
  9. 9. Exemplo 1 ► Estoque Mínimo = Consumo médio * Lead time ► Ponto de Reposição = Consumo médio * Lead time + Estoque Mínimo ► Ponto de Planejamento = Capacidade de Armazenamento – Carreta Estoque Mínimo = 8 ton/dia * 5 dias = 40 ton Fator de segurança: 10 ton 40 ton + 10 ton = 50 ton © ORBIT Logistics Americas, LLC. Dipl.-Ing. Klaus-Peter Jovi 2007
  10. 10. Exemplo 1 ► Estoque Mínimo = Consumo médio * Lead time ► Ponto de Reposição = Consumo médio * Lead time + Estoque Mínimo ► Ponto de Planejamento = Capacidade de Armazenamento – Carreta Ponto de Reposição = 8 ton/dia * 5 dias + 50 ton = 90 ton Fator de segurança: 5 ton 90 ton + 5 ton = 95 ton © ORBIT Logistics Americas, LLC. Dipl.-Ing. Klaus-Peter Jovi 2007
  11. 11. Exemplo 1 ► Estoque Mínimo = Consumo médio * Lead time ► Ponto de Reposição = Consumo médio * Lead time + Estoque Mínimo ► Ponto de Planejamento = Capacidade de Armazenamento – Carreta Ponto de Planejamento = 200 ton – 45 ton = 155 ton © ORBIT Logistics Americas, LLC. Dipl.-Ing. Klaus-Peter Jovi 2007
  12. 12. Exemplo 1 Estoque 200 ton 150 ton RLT* RLT* 100 ton Entrega (Carreta) 50 ton Pedido 1 Pedido 2 Pedido 3 5 dias 10 dias 15 dias Tempo RLT*…replenishment lead time (ou Lead time da reposição) © ORBIT Logistics Americas, LLC. Dipl.-Ing. Klaus-Peter Jovi 2007
  13. 13. Exemplo 1 Você pode ver que neste exemplo a reposição é só um pouco maior que o consumo de seu cliente, mas nunca se alcança o Estoque Mínimo. Isto significa que você tem um processo de reabastecimento garantido para um nível de estoque mínimo possível. © ORBIT Logistics Americas, LLC. Dipl.-Ing. Klaus-Peter Jovi 2007
  14. 14. Exemplo 2 Imagine agora que você continue atendendo o mesmo cliente, como no exemplo 1, porém agora este cliente consome muito mais. ► Capacidade: 200 ton ► Consumo médio: 12 ton/dia ► Lead time 5 dias ► Carreta 45 ton © ORBIT Logistics Americas, LLC. Dipl.-Ing. Klaus-Peter Jovi 2007
  15. 15. Exemplo 2 ► Estoque Mínimo = Consumo médio * Lead time ► Ponto de Reposição = Consumo médio * Lead time + Estoque Mínimo ► Ponto de Planejamento = Capacidade de Armazenamento – Carreta Estoque Mínimo = 12 ton/dia * 5 dias = 60 ton Fator de segurança: 10 ton 60 ton + 10 ton = 70 ton © ORBIT Logistics Americas, LLC. Dipl.-Ing. Klaus-Peter Jovi 2007
  16. 16. Exemplo 2 ► Estoque Mínimo = Consumo médio * Lead time ► Ponto de Reposição = Consumo médio * Lead time + Estoque Mínimo ► Ponto de Planejamento = Capacidade de Armazenamento – Carreta Ponto de Reposição = 12 ton/dia * 5 dias + 70 ton = 130 ton Fator de segurança: 5 ton 130 ton + 5 ton = 135 ton © ORBIT Logistics Americas, LLC. Dipl.-Ing. Klaus-Peter Jovi 2007
  17. 17. Exemplo 2 ► Estoque Mínimo = Consumo médio * Lead time ► Ponto de Reposição = Consumo médio * Lead time + Estoque Mínimo ► Ponto de Planejamento = Capacidade de Armazenamento – Carreta Ponto de Planejamento = 200 ton – 45 ton = 155 ton © ORBIT Logistics Americas, LLC. Dipl.-Ing. Klaus-Peter Jovi 2007
  18. 18. Exemplo 2 Estoque 200 ton RLT* 150 ton Entrega 100 ton (Carreta) RLT* 50 ton Pedido 1 Pedido 2 5 dias 10 dias 15 dias Tempo RLT*…replenishment lead time (ou Lead time da reposição) © ORBIT Logistics Americas, LLC. Dipl.-Ing. Klaus-Peter Jovi 2007
  19. 19. Exemplo 2 Neste exemplo, o cliente consome muito mais do que é entregue. Se seu cliente consome mais do que você pode entregar em uma vez Consumo médio * RLT > Quantidade entregue Você deve entregar pedidos adicionais ou elevar o nível de Estoque Mínimo. RLT*…replenishment lead time (ou Lead time da reposição) © ORBIT Logistics Americas, LLC. Dipl.-Ing. Klaus-Peter Jovi 2007
  20. 20. Exemplo 2 Estoque 200 ton RLT* Entrega RLT* 150 ton (Carreta) Entrega 100 ton (Carreta) 50 ton Pedido 1 Pedido 2 5 dias 10 dias 15 dias Tempo RLT*…replenishment lead time (ou Lead time da reposição) © ORBIT Logistics Americas, LLC. Dipl.-Ing. Klaus-Peter Jovi 2007
  21. 21. Exemplo 2 Estoque 200 ton RLT* RLT* RLT* RLT* RLT* 150 ton 100 ton 50 ton Pedido 2 Pedido 3 Pedido 5 Pedido 1 Pedido 4 Pedido 6 5 dias 10 dias 15 dias Tempo RLT*…replenishment lead time (ou Lead time da reposição) © ORBIT Logistics Americas, LLC. Dipl.-Ing. Klaus-Peter Jovi 2007
  22. 22. Exemplo 2 Vê-se que o processo precisa de algumas ordens para se estabilizar. Uma vez que isso aconteceu, você pode baixar os níveis de alarme, no entanto, esteja certo de manter a distância entre o nível mínimo e o ponto de pedido (reposição) perto o suficiente para deixar o sistema criar ordens em ambos os níveis. © ORBIT Logistics Americas, LLC. Dipl.-Ing. Klaus-Peter Jovi 2007
  23. 23. CONTATO ORBIT Brasil Rua Santa Arcádio, 91 - Brooklin 04707-110 São Paulo, SP Tel.: (11) 3511-2626 Dante D. Uccio dante@orbitlog.com Cel.: (11) 9947-2417 http://www.orbitlog.com.br/ © ORBIT Logistics Americas, LLC. Dipl.-Ing. Klaus-Peter Jovi 2007

×