1. AS SETE COLUNAS PARA A FELICIDADE TEXTO BASE: EF. 5:22 ao 33 I PEDRO 3: 1 ao 7 Na época da igreja primitiva, os apóstol...
lar). Ef. 5:23,25,28.MULHER: adjutora, auxiliadora e ajudadora. Ef. 5:22 Prov. 14:1, 31:10 a 30.O CASAMENTO É UMA CONSTRUÇ...
Sem comunicação e diálogo não á relacionamento.A COMUNICAÇÃO PODE SER:1- Verbal: falar o que pensa, sente ou quer.2- Expre...
3-INTIMIDADE – RELACIONAMENTO-COMPATILHARa- Participação mútua nas atividades,lazer, tarefas da casa projetos edecisões: O...
carinho e consideração. Obs.Homem tome uma posição: a mulher ama maisquando admira.Mulher tome uma posição: o homem ama ma...
2,      PAIS E FILHOSTexto sugerido Gl:6:9Textos bases:Ef:6:1-4= Sl:127:3-5Introdução : PAI -A Mais grandiosa ocupação por...
Na antiguidade a esterilidade era um caos para um casal=Como flechas: Sl:127:4Compete aos pais se esforçar para influencia...
Os valores da vida deve ser colocados sobre reflexão.A consciência desses valores facilita a obediência, passa a ser uma q...
Será que há uma saída?3 Dicas Para Você Obter Sucesso na Educação e no relacionamento com seusfilhos.:1 – Qualidades que v...
a) Dê atenção integral-Não fique apenas com o corpo presente e a cabeça pensando em seusproblemas. Esteja atento.b)Não Int...
Todos nós já namoramos na vida, e o ideal na verdade, é ainda estarmosnamorando; quando se namora, existe o desejo de se a...
possuem as características descritas no texto citado, ao contrário são:“ Impacientes, malignos; com tanto ciúme que conduz...
A esposa não “relembra” o tempo em que se assentavam no sofá da sala,trocavam alguns beijinhos, se entreolhavam por alguns...
Assistam à um Filme romântico juntosNamorados vão ao cinema, namoram no cinema, ficam juntinhos, comempipoca... e alguns c...
Quanto tempo você gastava se arrumando para o encontro? Se a horamarcada era às 20hs, de 2 a 3 horas antes para as mulhere...
também irá envelhecer em sua companhia amanhã ... Por isso é muito bomque estejam bem!!! Felizes!!! Abençoados por DEUS!!!...
Aproveitem e sejam felizes!!! 4. PROJETO DE DEUS PARA UM CASAMENTO                EQUILIBRADOO que você entende por “casam...
Com as linhas de comunicação obstruídas, não há entendimento, e o acordonão se estabelece.Inversão de PapéisQuando marido ...
E certamente, isto vai-lhe custar um preço:O preço do seu “ceder” e talvez até, o preço do sue “orgulho”.QUERER = BUSCAR +...
Mas para nós que desejamos o plano de Deus em nosso casamento, podemosnos abraçar a algumas certezas:Temos um Deus restaur...
Não ficar procurando alguém para por a culpa!! Isso não resolve! “se estamosassim a culpa é sua”. Isso não vai ajudar em n...
6. BUSCANDO EQUILIBRIO NO CASAMENTO Não existem casamentos problemáticos, mas sim pessoas com problemas que se casam. E ra...
existem 3 tipos:      1º Divino: através do espírito santo.      2° Satânico: através do diabo e seus demônios.      3º Hu...
CRISTO-ADÃO-HOMEM-NOIVO-IGREJA-CORPO DE CRISTO-EVA- NOIVAMARIDO ESPIRITUAL EM RELAÇÃO AO SEU LAR GOVERNOPrivilégio não é g...
governe bem outros reinos, e se esquece do seu, não vale nada para seu povo.Lc. 12:48 “Ao que é muito dado, muito também l...
CONSEQUÊNCIA QUANDO UM VENTRE ESPIRITUAL NÃO GERA:DESUNIÃO; um ventre não gera sozinho precisa do casal.CONSEQUÊNCIAS QUAN...
No meio do nevoeiro denso Deus se revelou a Jô (cap. 42:2) e tudo o que odiabo tomou de Jô Deus trouxe de volta, os seus b...
casamento vão passando.A diferenças são muitas, biológicas, emocionai, etc..., não existeDENOMINADOR COMUM entre os dois, ...
PASSO A TORNARDivórcio é um assunto complicado e doloroso. Talvez você viva em um larque tenha passado por uma experiência...
repudiar sua mulher, não sendo por causa das relações sexuais ilícitas, ecasar com outra comete adultério”. (Mat. 19:8e9)....
garantem que elas são bíblicas.A primeira razão é o abandono. Paulo fala a respeito disso: “Ora, se alguémnão tem cuidado ...
melhor o tratamento.Existem abusos físicos, sexuais, emocionais, psicológicos, mentais e verbais.Há mesmo exemplos legítim...
Tendo em vista enriquecer nosso próprio casamento bem como dosmembros de nossas igrejas, precisamos melhorar nossa percepç...
Submeter-se: Não é “escravizar-se”- submissão = sub = debaixo de, ou seja,sob a mesma missão, significa estar lado a lado ...
Tem vida com Deus;Possui o fruto do Espírito;É mansa e tranqüila;É capaz de submeter-se, e respeitar ao marido;Ajuda, apói...
Como a esposa se sujeita ao marido? ... como ao Senhor ( parte “b” v.22);Como o marido deve amar a esposa? ... como Cristo...
DEUS TEM A “CURA”PARA O SEU CASAMENTO!!!E não esqueça:FAMÍLIA = PROJETO DE DEUS PARA SER FELIZ!!!
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

As sete colunas para a felicidade

3,681 views

Published on

0 Comments
3 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
3,681
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
8
Actions
Shares
0
Downloads
154
Comments
0
Likes
3
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

As sete colunas para a felicidade

  1. 1. 1. AS SETE COLUNAS PARA A FELICIDADE TEXTO BASE: EF. 5:22 ao 33 I PEDRO 3: 1 ao 7 Na época da igreja primitiva, os apóstolos já encontravam problemas referentes á vida entre casais. Demonstravam preocupações com a família e relacionamentos conjugais. Baseado nestes dois textos acima e outras referências bíblicas não citadas, traçaremos uma reflexão sobre relacionamentos entre marido e mulher. - A FAMÍLIA É UM PROJETO DE DEUS Deus disse a Abrão: “E abençoarei os que te abençoarem e amaldiçoarei os que te abençoarem; e em ti serão benditas todas as famílias da terra.” Gn 12:3 Cada casal possui necessidades emocionais, intelectuais, e muitas delas, Deus planejou que fossem supridas do contexto familiar. A alma do ser humano foi criada para viver em família, em comunhão, em amizade. Somos, por natureza, seres sociais. Ansiamos por intimidade e o casamento, é o lugar mais lógico dela ser encontrada e desenvolvida.Por essa razão Deus disse: Não é bom que o homem esteja só. Gn 2:18 O diabo, nosso inimigo, sabendo disso, quer destruir uma das coisas mais sagradas instituídas por Deus: a família. “O ladrão não vem senão a roubar, a matar e a destruir; eu vim para que tenham vida e a tenham com abundância.” João 10:10. Objetivo do inimigo: Casal destruído, Família destruída, Sociedade e Nação destruída. Mas, Jesus veio para desfazer as obras do diabo. I João 3:8 Compreendemos com toda certeza, que a base de um relacionamento bem sucedido é JESUS CRISTO. “Se o Senhor não edificar a casa, em vão trabalham os que a edificam.” Salmo 127:1. A União (Casamento, Matrimônio) entre homem e mulher é idealização, criação é uma benção de Deus. Gn 2:18 a 25. Considerar que existe, no casamento, o papel definido para o homem e para a mulher: HOMEM: provedor e protetor. Cabeça da família, da mulher (sacerdote do
  2. 2. lar). Ef. 5:23,25,28.MULHER: adjutora, auxiliadora e ajudadora. Ef. 5:22 Prov. 14:1, 31:10 a 30.O CASAMENTO É UMA CONSTRUÇÃO DE VIDA.É um ministério exercido a cada dia e a cada momento. (Somos entregue àmorte todos os dias por amor de ti.) Rm. 8:36Devemos conquistar a pessoa amada todos os dias.Podemos comparar o casamento como um jogo de frescobol e tênis.Frescobol: jogar certo na mão do parceiro.Tênis: jogar de modo que o adversário não consiga pegar a bola.Depois de tudo que aprendemos, chegamos à conclusão: Não existecasamento perfeito, mas com certeza podemos ter um casamento feliz. (Obs.É necessário que haja um desejo, um querer para que as coisas aconteçam. Épreciso colocar a fé em prática.) Tiago 2:14-18.Assim entendemos que só pode ter um casamento feliz, bem sucedido aqueleque busca, se esforça com oração, amor, atitudes, renúncia e doação.Precisamos construir um casamento feliz.Willian James diz que uma das maiores descobertas do ser humano é que elepode alterar a sua vida quando ele altera suas próprias atitudes.Não procure a pessoa certa, seja você a pessoa certa.Parte 2Existem sete pontos principais (colunas) a edificar sobre a base: Amor deDeus (Jesus) João 3:16.QUAIS SÃO ELES?1-COMUNICAÇÃO – DIÁLOGODiálogo e Comunicação se definem: segundo dicionário Aurélio:Comunicação: Participação, informação, aviso e transmissão...Diálogo: discussão, exposição de idéias por perguntas e respostas.DIÁLOGO É O ELO DO RELACIONAMENTO.
  3. 3. Sem comunicação e diálogo não á relacionamento.A COMUNICAÇÃO PODE SER:1- Verbal: falar o que pensa, sente ou quer.2- Expressão: Físicos ou faciais gestos.3- Afetivo: ou com afeto (estar perto, toque, carícias e beijos)Afeto: Afeição,Amor, amizade, simpatia, paixão = AMOR.A comunicação e diálogo é tão forte que Deus precisou confundir a língua deuma nação pagã para conter o progresso de sua maldade (Torre deBabel).Gn. 1Só se conhece o que o outro pensa ou gosta, dialogando, conversando.Diálogo não é monólogo: ouvir também é diálogo, expressa amor.Converse sempre sobre questões de dificuldades. Não fuja dasresponsabilidades.Porém, existe a hora, forma e lugar certo, brigar e gritar não é diálogo.Ef.4:31 e 32.As palavras podem ferir pessoas. Elas se espalham como fogo. Controlar alíngua precisa ser o objetivo constante, porque tudo o que for dito ajuda...ouatrapalha; cura...ou deixa marcas; edifica... ou derruba. Prov. 18:13 Tg. 1:19.d- Não use o “tratamento do silêncio” como forma de evitar a controvérsia.Não use silêncio como arma para controlar, frustrar ou manipular seucônjuge. Se esconder atrás do silêncio é covardia.e- A mulher expressa seu amor por palavras, e espera palavras em troca.Ohomem expressa seu amor por ações (pelo ato sexual, conquista de projeto,etc).2-FIDELIDADE – COMPROMISSO – ALIANÇAa- É uma postura de quem atingiu ou está a caminho da maturidade,equilíbrio.b- Temor de Deus é natural de um coração que ama.c- Não ocultar nada, falar a verdade de forma certa.d- Não queira ter uma vida de solteiro(a), sendo casado(a). Você tem quemdar satisfação, prestar conta.e- Não se deixe levar pelo que se vê ou ouve, fuja das paixões da carne e detoda aparência do mal. I Cor. 6:18 II Tim. 2:22.Não dê ocasião ao diabo I Tim. 5:14. Não dê lugar ao diabo Ef. 4:27. É assimque começa o adultério. Se fiel até a morte Apoc. 2:10.Cuidado com as pequenas concessões!
  4. 4. 3-INTIMIDADE – RELACIONAMENTO-COMPATILHARa- Participação mútua nas atividades,lazer, tarefas da casa projetos edecisões: O homem é um ser feito para viver coletivamente, ou seja,relacionando-se uns com os outros. No que diz respeito à vida conjugal, émais feliz quando o homem e a mulher desfrutam de uma vida íntima, ativa eequilibrada entre si. Gn. 2:18-25b- Procure fazer viagens juntos,se possível algumas vezes a sós(sem osfilhos)c- Dispensar tempo, dar atenção é não ter pressa. Se preocupar com ossentimentos, vontades, anseios do outro. Ouvi-lo (a) sempre.SEXO E SEXUALIDADEc- Cultive a vida sexual de uma maneira correta, divertida e santa. Heb.13:4Rom. 1:26-27. Sexo não começa na cama, termina nela! Pegar gravetos, ouseja, preparar o ambiente com carinhos, elogios, higiene, etc. Lembre-sesempre que foi Deus quem fez a sexualidade do homem e disse: “E viu Deustudo quanto tinha feito, e eis que era muito bom.”Gn. 1:31d- Sexo também é um dever agradável. I Cor.7:1-6 I Pedro 3:7 Feche asbrechas (a alma farta pisa o favo de mel, mas à alma faminta todo amargo édoce. Prov. 27:7).4- COMPREENSÃO – Aceitando um ao outro, fraquezas e limitações.a- Não exigir o que não pode dar. (o tempo passou....)b- Não busque na pessoa o que ela não é.c- Procure descobrir valores e virtudes,e não defeitos Ef. 5:28 Obs. Mulher,Homem, saiba envelhecer. I Pedro 3:3-45- CONFIANÇA: Credibilidade, Acreditar não dar motivo.a- Nas decisões mais difíceis da vida, acreditar na competência do outro.b- Ciúmes “crônico” (pode ser uma doença espiritual).c- O ciúmes faz suspeitar de coisas que não existem.d- Falta de segurança: neurose, chega até ver o que não existe.6- HONRA: Tratar com Dignidade.a- Saber tratar com dignidade e respeito, particularmente e publicamente. IPed.3:7b- Na ausência do cônjuge quando se referir ao outro, fale com respeito,
  5. 5. carinho e consideração. Obs.Homem tome uma posição: a mulher ama maisquando admira.Mulher tome uma posição: o homem ama mais quando é inspirado a liderar.Ef. 5:337- PERDÃO – CEDERa- O perdoar está relacionado diretamente a despir-se do orgulho, davaidade, do ego e do amor próprio.b- Perdoar é esvaziar-se de si mesmo. João 3:16 Fil. 2: 1,11c- Perdoar é ter um coração agradecido a Deus. (Reflexão da oração do PaiNosso)Mat. 6:9-15d- Perdoar é ser segundo o coração de Deus.e- Perdoar é ter misericórdia. Mat. 5:7f- Não alimentar mágoas, mas eliminá-las com o amor de Deus.g- Não cultive raiz de amargura, que é a mágoa. E essa é terrivelmenteprejudicial à saúde física e espiritual. Hebr. 12:15h- O perdão abre as portas do céu. A sua ausência impede nossas orações deserem ouvidas. I Ped.3:7 Então Jesus nos dá um “conselho” à essa questão detão grande importância chamada perdão. Luc. 17:3-6 Mat. 18:21-22SEJA ABENÇOADO E TENHA UM CASAMENTO FELIZ
  6. 6. 2, PAIS E FILHOSTexto sugerido Gl:6:9Textos bases:Ef:6:1-4= Sl:127:3-5Introdução : PAI -A Mais grandiosa ocupação por si, só.Se saibamos ou não, a mais grandiosa ocupação que um ser humano pode teré ser um pai.Isso é mais importante que ser presidente de um pais,ou um rei terreno.Éuma posição alta e exaltada e carrega consigo responsabilidadesextremamente importantes e terríveis.Deus é a figura do grande pai,e não há preço que possamos atribuir ao valorde um pai e de uma mãe.Creio que este seja o maior privilégio que umapessoa possa ter: ser o guarda de uma outra vida humana desde a concepçãoaté a idade adulta.Considerando que dentro da família existe a função especifica do homem eda mulher (homem protetor e provedor ,mulher auxiliadora,adjutora,ajudadora),em relação a educação dos filhos a responsabilidade édos dois .Se o relacionamento entre os pais estiver ajustado eles terão maiscondições de ensinar seus filhos.A igreja e a escola contribuem muito, mais édos pais o dever de formar os filhos no que diz respeito ao caráter e o temordo Senhor.Casal abençoado, filhos abençoados e estruturados, então devemos parar erefletir como está o meu casamento.A conduta dos pais e suas atitudes têm poder de influenciar seus filhos. Poisprojetam nos pais um referencial perfeito. O exemplo dos pais é um espelhopara os filhos. 2 Tim.4:16Os filhos aprendem muitas vezes na igreja, mas vêem maus testemunhos dospais em casa.“ As ações falam mais alto que palavras”Filhos são bençãos, herança do Senhor Sl:127:3
  7. 7. Na antiguidade a esterilidade era um caos para um casal=Como flechas: Sl:127:4Compete aos pais se esforçar para influenciar seus filhos a fim de prepará-lospara o futuro, lançando os como flechas.Não podemos errar o alvo!!!Nos dias atuais tornou-se mais difícil a educação dos filhos pois, competimoscom: televisão, vídeos games, shoppingcenter,internet, amigos e a influenciado mundo.Obs.: Nem sempre a culpa é dos pais quando o filho se desvia dos caminhosdo senhor . Lucas 15:11 ss. O que faltou na casa do filho pródigo?Nos pais temos como desafios, despertar o paladar espiritual em nossosfilhos, dando-lhes assim sabor ao relacionamento com Deus.A palavra de Deus nos orienta a corrigir, ensinar e animá-los.Prov. 13:24 19:18 22:6 23:13 29:15 Ef: 6:4Quando se tem filhos, de outro casamento, e moram juntos o procedimentotem que ser o mesmo. Aceitar ,amar,ensinar, sustentar etc....pois é umaadoção!Ensinar não é criticar.Ensinar requer: Deut. 6:4-9Amor - toda disciplina deve ser aplicada não com irá , mas com amor. Heb.12:6Tempo – é um dos maiores investimentos que podemos fazer em nossafamília. Temos que investir tempo! Só dar presentes não é osuficiente. (O filho quispagar para ter uma hora com o pai)Diálogo – é o elo de um bom relacionamento.Pare para ouvirPersistência – (perseverança) tudo que se tem valor o custo é maior.Oração – Quando a situação está fora do controle e além das nossas forçastemos um Deus que não perde o controle. 2 Cr. 20:12 , Oração é entregar namão de Deus. Sl. 37:3-7 1 Tes. 5-17Para meditar!Alguma coisa não esta certo quando se requer obediência a pulso.
  8. 8. Os valores da vida deve ser colocados sobre reflexão.A consciência desses valores facilita a obediência, passa a ser uma questão dehonra.Não se exige obediência, mas se ensina de forma clara e concisa.Muitas vezes não se obedece, por não entender porque se deve obedecer.O relacionamento saudável trará resultado positivo.Exigência irracional e incompreensível resulta em rebeldia.Lidando com os filhos:Ensinando filhos de uma forma correta.3 Tipos de Pai que você não pode ser:Pais Opressivos: Autoridade déspota , tirania despotismo.Comandam a casa como a um exército, não apenas pelo excesso de disciplina( queremos deixar claro que somos favoráveis aos padrões bíblicos dedisciplina e nunca a algo semelhante a crueldade), mas também pelotratamento ríspido. (áspero, severo e intratável).O pai muitas vezes parece o “general” e a mãe o “sargento”. Os progressos dosfilhos não são elogioados, mas tratados como “ cumprimento do dever”.Pais Super Protetores:“Superproteção “ é a tônica desses pais.Pensando em afastar os filhos dos“males desse mundo”, isolamos de tudo .Quando esses filhos estão na escola ou em algum lugar longe dos pais, sãoenvolvidos facilmente pelo pecado, pois não foram instruídos a identificar,discernir e fugir, quando for o caso. Como se diz: proteção de maisdesprotege.“É saudável ensina-los a se protegerem”Pais Omissos:Infelizmente, estão em maior número entre os três tipos mencionados . Essespais são aqueles que crêem que sua função é apenas colocar dinheiro emcasa. Trabalham muito : educam quase nada, achando que esta função é dosprofessores e pastores.Geralmente, quando aparece a rebeldia, os pais omissos entregam os pontosdizendo: “O mundo vai-lhe ensinar que sua vida não pode continuar assim”.Jogam para os outros a responsabilidade que cabe a eles: ensinar o que écerto e errado aos próprios filhos. Todo pai é um educador. Deus planejouassim (Deut. 6:6-7; pv. 22:6).
  9. 9. Será que há uma saída?3 Dicas Para Você Obter Sucesso na Educação e no relacionamento com seusfilhos.:1 – Qualidades que você deve desenvolver:a ) Saber Ouvir: (Tg.1:19) Mesmo que você tenha de ouvir coisasaparentemente sem importância, seja um bom ouvinte. O adolescente quetem abertura para falar o que é supérfluo tem liberdade para contardificuldades maiores.b) Cordialidade: Ter cuidado, respeito e preocupação sincera, semdemonstrar decepção ou surpresa diante do que é relatado.c) Empatia: Colocar-se na situação do adolescente. Mostrar-lhe compreensão,sem julgamentos apressados.d) Amor: Peça a Deus que o amor ÁGAPE o invada, para derramá-lo sobre oaconselhado. Ágape é o amor disposto a sacrificar-se pelo outro, como Jesus ofez por nós na cruz. Jô 3:16 I I I Cor.13.2- Quando o Problema é um pecado ou um erro grave o que fazer?a) Saiba do que o coração do homem é capaz- (Jr. 17:5-9,10)Por melhor formação que um adolescente ou jovem tenha recebido, ele nãodeixa de ser humano, descendente de Adão e passível de pecados terríveis.Deus não tem ilusões quanto ao coração do homem (é desesperadamentecorrupto).b) Confronte com a verdade bíblica para que haja arrependimento.Falar com amor, mas identificar o pecado e mostrar como sair dele. Apóieseu posicionamento sempre com passagens bíblicas.Rm 6:23 O salário do pecado é a morteIs. 59:1-2 As mãos do Senhor não estão encolhidas, nem os seus ouvidosagravados , mas são os nossos pecados que fazem separação entre nós eDeus.I Jo 1:7,9 Rm 5:20(c) Crer que Deus pode modificar situações –( Mt 19:26; Lc 18:27) Para Deus,não há impossíveis em todos os seus propósitos .3-Base Fundamental de um Aconselhamento:
  10. 10. a) Dê atenção integral-Não fique apenas com o corpo presente e a cabeça pensando em seusproblemas. Esteja atento.b)Não Interrompa o filho enquanto está falando-Pequenas pausas ou um breve momento de choro não quer dizer que apessoa contou tudo o que queria relatar.c) Procure entender a opinião dele-Mesmo que não coincida com a sua. Dê margem a diferenças.Se houver umponto claramente antibíblico, aguarde o final da exposição para, com amor,mostrar ao aconselhado.d) Tente descobrir o Ponto Principal do Problema-Afaste os fatos que não são centrais. Caso Contrário, você se confundirá nassoluções.Mostre que a resolução de qualquer problema passa pela obediência integralà Palavra de Deus.CONCLUSAO:QUERIDOS PAIS DEUS DEU-LHES FILHOS E OS MESMOS SÃO TALENTOS. UMDIA ESSES TALENTOS SERÃO REQUERIDOS POR DEUS.Mt 25:14:30.Conselhos que poderão transformar e abençoar você e sua família-Passe tempo com sua famíliaParticipe: Saiba o que eles estão fazendo e o que eles mais precisam.Seja exemplo, exemplo e exemplo. Um referencial para eles.Ore por eles sem cessar, não desista nunca.Mas,se alguém não tem cuidado dos seus e principalmente dos da suafamília,negou a fé é pior do que o infiel 1 Timóteo 5:8 3. O NAMORO NO CASAMENTOSeguro o dicionário da língua portuguesa, namorar significa: procurarinspirar amor; cortejar; cobiçar; fitar com insistência e afeto; apaixonar-se...
  11. 11. Todos nós já namoramos na vida, e o ideal na verdade, é ainda estarmosnamorando; quando se namora, existe o desejo de se agradar, demonstrar-se afeto, carinho, abraçar, beijar, enfim, o desejo de “simplesmente estarjunto” de que se namora, se quer bem. E isto acontece porquê?Porque é uma fase em que as pessoas buscam se “conhecerem”; “explorar”como é a outra parte; descobrir o que gosta e, às vezes adaptar-se a estapreferência ou não; e à propósito, como eram tratadas as divergências nonamoro mesmo??? Ah, é verdade, existia aquele negócio de CEDER...(lembram deste verbo?).Em l Co 13.7 nos diz a palavra de Deus que:“ O amor tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta”.Entende- se que quando se ama, nada é por demais pesado ou difícil;Vejamos o exemplo de Jacó Gn. 29.18 que por 7 anos serviu a Labão, poramor À Raquel sua filha, em lugar do dote exigido pelos costumes da época; ecomo Lobão, entregou- lhe à Lia (a filha primogênita) por mais outros 7 anos,ele continuou a trabalhar para Labão seu sogro; e nos diz o versículo 20 dotexto:“Assim, por amor Raquel, serviu Jacó 7 anos; e estes lhe pareceram comopoucos dias, pelo muito que a amava.”Você lembra de alguma situação, ou alguma coisa inusitada que você tenhafeito quando eram namorados? O que quê não se fazia para conquistar?Comia o que não gostava; ia aonde não queria ir; às vezes, vestia o queagradava ao outro sem mesmo gostar muito... enfim, tudo era tão lindo...“A excelência do Amor”“O amor é paciente, benigno; o amor não arde em ciúmes, não se ira, não seira, não se ensoberbece; não se conduz inconvenientemente, não procura osseus interesses, não se exaspera; não se ressente do mal; não se alegra com ainjustiça, mas regozija- se com a verdade; todo sofre, tudo crê, tudo espera,tudo suporta.” (l Co 13.4-7).Mas nem todos desfrutam desta realidade bíblica, porque Deus sabia que nosnossos dias haveriam relacionamentos “entitulados” de Amor, mas que não
  12. 12. possuem as características descritas no texto citado, ao contrário são:“ Impacientes, malignos; com tanto ciúme que conduzem à ira, raivaprofunda, ódio; composto por pessoas soberbas, orgulhosas, arrogantes, quepor vezes humilham a outra parte; com comportamentos inconvenientes edesprezíveis; exacerbados; ressentidos e feridos por toda situação; felizesaté com a injustiça em detrimento próprio; mentirosos; intolerantes;descrentes; que não sabem, nem podem esperar; chegando a ser até mesmoinsuportáveis...”Que o senhor nos guarde, de qualquer um dos tópicos elencados, porquefelizmente existem e são reais.Mas se estamos aqui, é porque buscamos no “ Autor da Vida”, melhorarmos eaperfeiçoarmos os nossos relacionamentos, graças à DEUS por isso! Semprehá o que se aprender e aprimorar.E o propósito de Deus para os nossos casamentos, ratificando todas asbênçãos de l Co 13, é que nós continuemos a namorar! E isto é maravilhoso!Vocês tem feito isto? Estão habituados a namorar constantemente? Como évisto o namoro no casamento? Será que existem casais que deixaram denamorar só porque estão casados? Existe ainda a “saudades daqueletempo...” - Ah! Como era bom....” – O coração disparava, dava um “friozinho”no estômago, havia um “ritual” para o encontro... Alguma coisa mudou?Há quem diga que à medida que envelhecemos, ultrapassamos a paixão doinício do relacionamento e nos acomodamos a um amor confortável, estávele seguro. Não é verdade. Ao menos pela definição de DEUS para o casamento,não é esta a proposta apresentada.Não estamos falando de “24hs de paixão alucinante”, mas sim, que é possívelter paixão e apaixonar-se a cada dia. Paixão é parte de um todo ótimo derelacionamento. Se vocês não tiverem paixão no casamento, não tem nada!Nem mesmo têm um casamento. Estão apenas vivendo juntos. “ExistindoJuntos” define melhor a dura verdade. Vocês são sócios de negócios. São pais;dividem talvez, as despesas da casa e a responsabilidade sobre os filhos...Duas pessoas ligadas legalmente, mas por nenhuma outra forma ou razão;“sem sal e sem açúcar”... difícil não é? É isso que você tinha em mente quandocasou? Certamente não.“Andarão dois juntos, se não tiverem de acordo?” (Amós 3.3)Muitas vezes a solução está em nossas mãos, nos pequenos detalhes quefazem parte do dia-a-dia de uma vida a dois.Infelizmente na maioria dos casos, o namoro no casamento assumiu aconotação de sexo; basta o marido falara para a esposa: “Vamos namorar???”
  13. 13. A esposa não “relembra” o tempo em que se assentavam no sofá da sala,trocavam alguns beijinhos, se entreolhavam por alguns minutos, trocavamelogios, demonstravam carinho e afeto sem medida, conversavam sobrequalquer assunto, enfim, namoravam, bastava apenas estarem juntos, e aspreocupações se dissipavam, e tudo era bom demais!!!Alguém pode pensar: “Mas que bobeira de saudosismo!”“Hoje não precisa mais disso, vamos direto ao assunto!”Preste atenção: Para que você vá direto ao assunto, e o assunto seja bemresolvido para ambas as partes, é preciso sim, “relembrarmos” algumas dicasimportantes da época do namoro; precisamos reviver o “romance” entre nós!E se você pensa que romance é bobagem, imaturidade e é desnecessário,tudo bem. Acostume- se com um casamento frio, enfadonho e desapaixonado;mas ao contrário, vamos nos deliciar com cada gota de paixão que DEUS temreservado para nós, não importando o quão ressequido ou sem vida esteja oseu casamento.Nosso namoro hoje, tem que ser melhor do que há alguns anos atrás. E paraisso anotamos a seguir 7 procedimentos que irão despertar o romance quecom certeza, ainda existe entre vocês. Acreditem, valerá a pena!Programem uma saída por mêsJá conhecemos essas desculpas:“Não temos tempo. Somos ocupados demais para... isto”“Não há quem fique com as crianças. Só saímos com elas...”“Corremos muito! E não temos dinheiro...”Não servem ok?! Tempo quando se quer, se arruma; é possível deixarmos ascrianças por algumas horas, sim (às vezes elas já até cresceram, e vocêscontinuam com essa frase); e existem programas baratos e divertidos, algunsaté de graça, que podem ser desfrutados à dois e ser muito 10!Querem ser românticos ou não?! Paguem o preço e vamos lá!Dêem- se as mãosQuando estiverem caminhando juntos, andem de mãos dadas. É o que fazemos namorados! É impressionante o número de casais que andam juntos, semnenhum contato físico! Suas mãos vão apenas balançando livremente... Não!Não é assim. Deus não nos deu frigideiras nas pontas dos braços! Duas mãosse encaixam muito bem; portanto, dêem-se as mãos!“Andar de mãos dadas” pode ser o início da cura...
  14. 14. Assistam à um Filme romântico juntosNamorados vão ao cinema, namoram no cinema, ficam juntinhos, comempipoca... e alguns casados porque não fazem o mesmo? Esta é uma idéiacampeã! Se não há nenhum filme romântico em cartaz, aluguem uma fita. Osclássicos antigos são limpos e bem feitos. São histórias de amor que setransferem para o ambiente onde vocês estão, e a experiência com certeza,lembrará a época em que eram apenas namorados. Mas, um detalheimportante:“ Juntos e à sós ok? Num mesmo sofá, ou tapete da sala, para ficar juntinhos,namorar... Não, um numa poltrona e o outro na outra...Escreva um cartão, ou uma carta de amorLembram das cartinhas de amor e dos recadinhos de namoro? Dos primeirosconvites ansiosos por saírem? Quando foi a última vez que você escreveualgo romântico para ele (a)? Porque pararam de escrever?“Estamos vivendo juntos, agora. Não precisamos mais escrever certo?”ERRADO! Continuar a escrever um ao outro manterá vivo o romance e achama da paixão. Deus nos escreveu uma linda carta de amor, chamada“Bíblia” Se Deus achou que era uma boa idéia, é porque de fato, é uma boaidéia.Para algumas pessoas, às vezes escrever é mais fácil do que falar. Por sinal, éuma ótima oportunidade de se ELOGIAR! Por isso, não a perca de formaalguma! Elogie a menor das ações que ele(a) fizer, será valioso!Atenção homens: Escrevam no cartão!Aquele espaço em branco no cartão é para que você escreva com suaspalavras algo que realmente toque o coração dela; não apenas assine nofinal: “Com amor, Zé.” Essas 3 palavras irão atingi-la com a força de umapena; por mais linda que seja a mensagem impressa, ela sabe que você nãoescreveu aquelas palavras... Por isso faça um bilhete pessoal, romântico,ousado, do jeito que você sabe que irá deixá-la impressionada. Ela vaiadorar!Mulheres, surpreendam aos seus maridos com declarações de amor naagenda, no bolso da camisa, no espelho do banheiro, ou onde sua criatividadealcançar; faça-o sentir-se lembrado, importante, querido, isto fortalecerá oseu romance, e os resultados serão notórios.Cuidem-se um pra o outro
  15. 15. Quanto tempo você gastava se arrumando para o encontro? Se a horamarcada era às 20hs, de 2 a 3 horas antes para as mulheres, e ao menos 1hora e meia antes para os homens, todo mundo já estava aflito! Coloca roupa,tira roupa, aperta daqui, estica de lá! Experimenta este não gosta, pedeopinião, põe o outro... às vezes, na “8 ª” troca resolvia! Era um sufoco! Todosos detalhes em pauta. O teste olhando para o espelho. O perfume, o jeito defalar, tudo minuciosamente observado e conferido... Vai dizer que vocês nãofaziam isto?De repente, casou, e a surpresa: o que é isto???Aquela “coisa” com capacete na cabeça (bobes); se estiver frio e ela estiver desaia, aparecerá o meião de futebol acima do joelho cabeludo; uma camisetade campanha eleitoral escrita: “Vote no Baratão! Só ele é a solução”, tudo istocheirando alho com gordura ... Misericórdia!!! Tem que ter fé!!!E a recíproca também é verdadeira, viu rapazes...Lá está ele, romanticamente sentado com as pernas abertas na poltrona, comum volume arredondado abaixo do tórax que mais parece uma almofada (ena verdade é uma barriga!) com a barba por fazer, seu rosto mais pareceuma lixa de parede; os poucos cabelos que restam estão “arrepiados;” equase sempre cochilando em frente a televisão... Tem que ter fé, ou não tem?!Meus queridos, precisamos no cuidar um para o outro...Parece- nos redundante, mas o “asseio” pessoal, o cuidado com a aparência,estarmos sempre bem limpos e cheirosos um para o outro fazem adiferença...“Goza a vida com a mulher que amas, todos os dias da tua vida fugaz... porqueesta é a tua porção nesta vida” (Ec. 9.9).Mantenham o diálogo e a atenção continuamenteO coração do casamento está na comunicação. Pv 16.24 e 25.11 e Cl 4.6.É “falando” que expressamos nossos sentimentos e ansiedades. Estatísticascomprovam que casais felizes, conversam mais sobre os mais variadosassuntos.Gastem tempo com o diálogo, invistam nisso! Queiram saber um dooutro como foi o seu dia, o que ele(a) fez, se está bem no trabalho, como estáde saúde; procurem conhecer a necessidade um do outro, por mais banal quepareça para você, pode ser que para ele(a) seja importante; deixe-o(a) falar,ouça com atenção; não permita que nada roube esses momentos de diálogo,pois são preciosos! Capazes de curar feridas! É também a chance de se pedirperdão! E vocês não podem imaginar o “quanto” isso é vital para o seucasamento! A dimensão do perdão é imensurável...Demonstre atenção e cuidado com seu cônjuge. Isto é premissa básica em umrelacionamento sólido. Cuide dele(a)! Valorize-o(a) é! Com seus defeitos evirtudes (que você também os tem) afinal é ele que está ao seu lado hoje, quejá passou contigo tantas situações que relatam sua história juntos, e que
  16. 16. também irá envelhecer em sua companhia amanhã ... Por isso é muito bomque estejam bem!!! Felizes!!! Abençoados por DEUS!!! Sem menosprezo ouindiferenças; compartilhando “tudo” em comum com alegria!Cultivem um bom relacionamento sexualSexo tem a aprovação de Deus (Gn. 1.28) é também abençoado por Deus; etodos nós sabemos que não foi criado apenas para procriação, mas quetambém, é o meio pelo qual o casal pode e deve proporcionar prazer físicoum ao outro.Dt. 24.5 e l Co. 7.3-5 dentre outras citações bíblicas, nos revelam apreocupação de Deus com esta área do casamento, e sabem porquê? Porqueainda é uma área de difícil acesso e explanação, repleta de tabus epreconceitos, e onde os próprios cônjuges têm dificuldades de comunicação.Como nós não temos “bola de cristal”, é importante que marido e mulherconversem francamente sobre suas preferências sexuais; não há pecadonisto! Salvo sexo anal e oral, qualquer outro tipo de sexo que não venha aferir seus sentimentos, ou trazer constrangimento a nenhuma das partes,tudo nos é permitido; lembrando- nos da exortação do apóstolo Paulo em lCo 10.23:“Tudo me é lícito, mas nem tudo me convém; todas as coisas são lícitas, masnem todas edificam...”Sabemos que o processo de excitação masculina consiste em estímulo visual;e o processo de excitação feminina (que é mais lento) em estímulo tátil eauditivo. Os homens “esquecem” que a mulher reage muito bem aquela vozmelosa e carinhosa no ouvido dela; e as mulheres, por sua vez, também“esquecem” a estratégia e visão do marido: uma lingerie preta, transparentee insinuante certamente o fará enxergar muito bem... E não há nada deerrado nisto. Façam uso da sua imaginação, ousem inventem, provoquem,seduzam!!!Experimentem conversar sobre o assunto abrindo o coração, e com certeza,toda e qualquer frustração do passado será extirpada, e vocês usufruirão detodos os manjares que o Senhor vos reservou nesta área.Queridos, como o tema é inesgotável, esperamos tê-los ajudado de algumaforma; a nossa oração é para que invistam em vossos relacionamentos,invistam mesmo! Não permitam que nada, nem ninguém roube o eternonamoro que existem entre vocês, e certamente a graça de Deus inundará osvossos corações, e seu casamento gozará de toda a paz e alegria que há muitojá está reservada! É só desfrutar!
  17. 17. Aproveitem e sejam felizes!!! 4. PROJETO DE DEUS PARA UM CASAMENTO EQUILIBRADOO que você entende por “casamento equilibrado”? Um tipo derelacionamento onde não há divergências? Ou, um casamento perfeito, ondetudo é lindo e maravilhoso?Sabemos que este tipo de relacionamento não existe; o que existe, são casaisque permitem a atuação do Espírito Santo de Deus em suas vidas, e que porisso expressam o seu fruto dentro de seu relacionamento, onde são capazesde partilhar a visão de uma só carne.Daí vocês encontrarem o equilíbrio em tudo o que se propuserem a fazer.Vocês têm permitido a livre atuação do espírito em seu casamento?Se alguma área do seu casamento está em “desequilíbrio”, é porque faltouessa permissão dada ao Espírito Santo para agir através do seu fruto.À propósito, quais são mesmo o fruto do Espírito Santo em nossas vidas?“Mas o fruto do espírito é: amor, alegria, paz longanimidade, benignidade,bondade, fidelidade, mansidão e domínio próprio”. (Gl 5.22)“Deixe o espírito de deus agir, e vocês verão a cura e restauração em seucasamento.”Veja abaixo 7 fatores que causam desequilíbrio em um casamento:Jesus não ser o centro do matrimônioSe o Senhor Jesus não estiver no centro, cuidando e coordenando todo orelacionamento, os cônjuges se tornarão egoístas.“O cordão de três dobras não se quebra com facilidade” – Ecl. 4.12bAusência de diálogo
  18. 18. Com as linhas de comunicação obstruídas, não há entendimento, e o acordonão se estabelece.Inversão de PapéisQuando marido e mulher têm dificuldade em compreender o papel de cadaum, dentro da hierarquia de Deus, o casal tem problemas.Falta de PerdãoUma arma poderosa nas mãos do maligno! Onde não há perdão genuíno, oEspírito Santo fica impedido de operar; e na verdade, só ELE pode nos ajudara liberar a culpa do nosso cônjuge.Desrespeito & DesconfiançaNão pode haver equilíbrio onde não há confiança, tão pouco, onde o respeitoe a consideração não mais existam.Falta de unidade de uma só carnePara existir equilíbrio entre o casal, é preciso que dois sejam um.“... e serão os dois uma só carne” – Gn. 2.24bInterferências Familiares e de terceirosO casal precisa desfrutar de sua privacidade em todos os aspectos. Algumasinterferências e opiniões, mesmo com o objeto de “ajudar”. Precisam seremavaliadas pelo casal, a fim de não causarem danos.“Portanto deixará o homem a seu pai e sua mãe...” Gn. 2.24ªEntão surgem algumas questões em nossa mente:Como lidar com cada uma dessas situações?Será que estamos “imunes” a elas?Você já passou, ou tem passado por algo parecido?Como alcançar o tão desejado “equilíbrio no casamento”?Queremos adiantar que não é desta forma!É possível sim, um casal estar em equilíbrio e desfrutar de todas as bênçãosde Deus para uma união saudável, cheia de amor e paz.Mas existe uma premissa básica, que é:O seu livre arbítrio!!! Você precisa querer!!!Precisa estar disposto(a) a permitir atuação do Espírito Santo de Deus nasáreas que precisam de ajustes.
  19. 19. E certamente, isto vai-lhe custar um preço:O preço do seu “ceder” e talvez até, o preço do sue “orgulho”.QUERER = BUSCAR + LUTAR + CEDERE o resultado positivo desta equação, será um casamento equilibrado,restaurado, onde a paz e harmonia serão a tônica da sua união!Vale a pena pagar o preço! Avaliando-se pelo resultado, até que ele não é tãocaro assim, não é mesmo?! Quanto custa a tua paz, a tua alegria, a saúde datua família, tanto física como emocional e espiritual???“Permitam a atuação de Deus na sua vida, no seu casamento, e na sua família.E o resultado será demais!!!”Felizes são aqueles que desfrutam desta dádiva, franqueada a todas asfamílias da terra!No amor de Cristo,Ministério de Casais. 5. VENCENDO AS CRISES E AS TEMPESTADES NO CASAMENTOO que é crise?Manifestação súbita de acidente patológico ou psíquico; fase difícil, grave naevolução das coisas, dos sentimentos, dos fatos; deficiência, penúria; pontode transição entre uma época de prosperidade e outra de depressão, ou vice-versa. ( Dicionário Aurélio).O que são crises no casamento?São tempos de desajustes; de desacordo; de conflitos constantes; de frieza departe a parte etc.São períodos em que muitos casais mal conseguem suportar um ao outro.As vezes estes períodos podem perdurar por semanas, meses e até anos. Atéque alguma providência seja tomada.As crises podem acabar com um casamento?Lamentavelmente muitos casamentos, em fases agudas e intensas de crises,não conseguiram resistir.
  20. 20. Mas para nós que desejamos o plano de Deus em nosso casamento, podemosnos abraçar a algumas certezas:Temos um Deus restaurador, que tem o poder de fazer novas todas as coisas!Nós podemos ser frágeis diante das crises, mas nenhuma delas pode resistiro poder do nosso Deus!Todos os casais que foram restaurados pelo poder de Deus, hoje estão maisfortalecidos, e alicerçados do nunca!As crises são circunstanciais e não necessariamente permanentes.As crises trazem conseqüências; e também deixam seqüelas, quando não sãovencidas.Os fatores que causam crises são diversos: Desemprego, dificuldadefinanceira, falta de objetivos em comum, idéias diferentes, problemas comfilhos, problemas na área sexual; Mas o principal causador de crises semdúvida alguma, é a transgressão de princípios bíblicos. Esta sim é a portaaberta para as crises.Os sintomas de um casal em crise, fatores comportamentais que evidenciamuma crise:Ausência de prazer em estar junto. É melhor trabalhar até mais tarde, ouestar com os amigos(as), com os irmãos da igreja; com a mãe, enfim,qualquer companhia se torna melhor que meu marido (esposa).Diminuição na freqüência sexual. Temos que admitir, Deus criou ocasamento para ser uma festa, e o ponto mais alto desta festa é a relaçãosexual, a crise estraga a festa no casamento.As relações sexuais, além de menos freqüentes, também se tornam menosprazerosas, ou seja, a festa fica sem graça. É como ir a uma festa porobrigação social.Em alguns casos a crise leva o olhar para “o terreno do vizinho”. Na maioriados casos os homens, os alvos deste laço do diabo chamado “adultério”, masalgumas mulheres também se deixaram algumas mulheres também sedeixaram cair nele. Satanás gosta muito das crises, pois os casais em crisesão muito mais vulneráveis as suas propostas sujas de adultério. Mulher- Gn.3:16 “O teu desejo para seu marido.” Marido- Pv. 5:18 e Ec. 9:9.Existem casais que o sintoma da crise é o silêncio, em outros o falatório.A maneira como se fala a respeito do cônjuge para as pessoas, tambémdemonstra se há crise.“Caminhando rumo a vitória sobre a crise”
  21. 21. Não ficar procurando alguém para por a culpa!! Isso não resolve! “se estamosassim a culpa é sua”. Isso não vai ajudar em nada. Mesmo porque nosmomentos de crise de um casal a culpa normalmente será do outro!! Mesmoque se assuma uma parcela de culpa, a maior parcela sempre será do outro!Por isso não adiante. Podemos começar com essa pergunta:O que vamos fazer ou deixar de fazer para vencermos juntos essa crise?Que tal dizer: Errei; Me perdoa; Te amo!!Deixe de ser o(a) dono(a) da razão, aliás, mesmo que se tenha razão!! Émelhor entregar a razão e vencer a crise, do que ficar cheio de razão e comum casamento falido!! Mt. 5:40 e 41.Tire da mente a ilusão do casal perfeito! Deus não criou o casal para ser ocasal 20, mesmo porque o casamento é formado por duas pessoasimperfeitas; mas uma coisa é certa: “Deus criou casal para serem muitofelizes.”Não se envergonhe de pedir ajuda! Existem casais em crise que seconstrangem em pedir ajuda e assumir que a coisa não vai bem, mas não seconstrangem viver em viver um “faz de conta no casamento”! Peça ajuda, ébíblico Rm 12:13 e Tg 5:16!! As vezes o casal até quer vencer, mas nãoconseguem sozinhos. Deus tem levantado pessoas para socorrer, aconselhar,orar, chorar juntos e não descansar até ver seu lar restaurado!! Aleluia!O divórcio não resolve a crise! Nunca resolveu. Aliás, ele é uma fuga que levaa problemas ainda maiores. Não fuja da crise! Crise não se resolve fugindo,crise se resolve vencendo!! Em nome de Jesus!Ofereça a Deus quantas oportunidades forem necessárias, para que vocêpossa vencer a crise! Não é só porque se tentou uma vez ou duas e não deucerto, então vamos desistir. Desistir é sinônimo de fracassar! Deus te trouxeaté aqui para te dizer vamos a luta! Ne 4:14 b – Hb. 10:36 – Lc 18:1 ao 8.Marido: Seu coração disser sim, Deus agirá em seu casamento!Esposa: Se teu coração disser sim, Deus restaurará o seu casamento! Ap.3:20.“Vamos dizer sim! Senhor vem restaurar meu lar!!!”
  22. 22. 6. BUSCANDO EQUILIBRIO NO CASAMENTO Não existem casamentos problemáticos, mas sim pessoas com problemas que se casam. E raiz está no tipo de relacionamento que você tem como Deus. João 7:38 “Quem crê em mim, como diz as escrituras, do seu interior fluirão rios de água viva” não depende de fatores externos. O que é casamento? Pesquisa feita nos Estados Unidos. 95% das mulheres consideram como uma relação de amor. 100% dos homens consideram uma constituição de família O que é casamento para Deus? L Cor. 3:16 – “ Não sabeis vós que sois santuário de Deus e que o Espírito Santo de Deus habita em vós? Gen 2;24 – “Portanto deixará o homem seu pai e sua mãe e unir-se à sua mulher, e serão os dois uma só carne. E ambos estavam NUS, o homem e a mulher, e não se envergonhavam. Hb 13:4 “Digno de honra entre todos seja o matrimônio e o leito sem mácula.” O casal além de ser templo do Espírito Santo é templo um do outro, uma só carne, um ser, unidade. Percebamos que estavam NUS – não enxergavam, ( que é diferente de existir diferenças pois diferenças existiam), diferenças entre eles. UNIDADE: Vamos ler Ec. 4:9 – 12- “Melhor é serem dois do que um, porque têm melhor paga o seu trabalho: Se um cair o outro levanta o companheiro. As ai do que estiver só, pois, caindo, não haverá quem o levante. Também se dois dormirem juntos, eles aquietarão. Mas um só como se aquietará? Se alguém quiser prevalecer contra um, os dois lhe resistirão. O cordão de três dobras não se quebra tão depressa” CORDÃO DE TRÊS DOBRAS no casamento: 1° dobra: templo do Espírito Santo. 2° dobras: templo um do outro. 3º dobras: ventre TEMA: BUSCANDO O EQUILÍBRIO NO ESPÍRITO SANTO O equilíbrio para existir precisa de um ponto de apoio. Nas Escrituras
  23. 23. existem 3 tipos: 1º Divino: através do espírito santo. 2° Satânico: através do diabo e seus demônios. 3º Humano: Filosofia – conhecimento humano.Se é através do Espírito Santo o nosso tema, o nosso ensino será espiritual,melhor dizendo, conforme nos revela esse espírito, a sua palavra, em nossoscorações.Deus criou 2 instituições: FAMÍLIA E IGREJA.No plano de Deus uma faz parte da outra uma é segmento da outra.Na terra a família foi instituída primeiro, mas ambas tem uma finalidadeprincipal:GLORIFICAR E SERVIR A DEUSEntão, chegamos a conclusão, que o propósito primário da família para Deusnão está no campo material, mas sim no Espiritual.Mt. 6:33 “Mas buscai primeiro o seu reino e sua justiça, e todas estas coisasvos serão acrescentadas. Dentro deste plano espiritual de Deus para afamília existem dois tipos de casais; CASAL SEM GRAÇA E CASAIS CHEIO DEGRAÇA, estamos falando da graça de Deus, porque graça é muito mais quefavor imerecido é DEIXAR SER TRANSFORMADO PELO PODER DESTEESPÍRITO SANTO E CRESCER NESTA GRAÇA NO DEUS PAI E NO DEUS FILHO-JESUS CRISTO.Nunca saberemos o que é casamento e a benção que ele traz sem essesprincípios até então citados.Vamos continuar aprendendo de Deus:A INSTITUIÇÃO CASAMENTO É COMPLETA- DEUS A CRIOU.Percebamos que não é invenção, pois invenção tem que ser aprimorada.Quando digo que o casamento é completo e que foi Deus que institui porqueentão tantos fracassos nos casamentos?Porquê com o passar com o passar do tempo e através dos movimentoshumanos e “torpedos malignos”, lançados sobre o matrimônio, foiregredindo a ponto de ser chamado de CONTRATO e não de ALIANÇA. Os casamentos, hoje, estão na relação ALMA- CORPO. Parâmetro ALMA- CORPO: - revistas Play-boy, sexy, etc... Sabemos que Deus criou o homem como Corpo- Alma- Espírito. Espírito; Tem consciência de Deus e das coisas de Deus. Alma; Tem consciência de si mesma. Corpo; Tem consciência das coisas naturais. No princípio de Deus o casamento tem que estar na relação: ESPÍRITO- CORPO, Parâmetro ESPÍRITO-CORPO-CRISTO-IGREJA.
  24. 24. CRISTO-ADÃO-HOMEM-NOIVO-IGREJA-CORPO DE CRISTO-EVA- NOIVAMARIDO ESPIRITUAL EM RELAÇÃO AO SEU LAR GOVERNOPrivilégio não é governar é ser governado, pois governar geraresponsabilidades. A Bíblia ensina o esposo a governar com SABEDORIA EAMOR, pois estando nesta condição, as pessoas a quem governamos tem oprazer de serem governadas.JESUS tem um tríplice ministério; - PROFETA SACERDOTE E REI. Da mesmamaneira o marido em seu lar.MARIDO COMO PROFETAENSINAR; exortar- consolar- edificar- pela PALAVRA DE DEUS l Cor. 14:3.CARACTERÍSTICAS PARA SER PROFETA1º) SER CHEIO DO ESPÍRITO SANTO: sem esta suficiência um marido nãoconsegue governar sua casa. At. 6:3. Cheios do Espírito Santo e sabedoria, aosquais constituamos sobre este importante negócio. Perceba que é Sobre-Visão Panorâmica visão de Cima de Deus.2°) VIGILANTE: qualquer perigo tocar o alarme Ez. 3:17. Filho do homem eute dei por ATALAIA sobre Israel. Deus te pos de atalaia sobre o seu lar.3º) SER FIEL A DEUS: independe de filhos ou de esposas regeneradas. Ez. 2:7.4º) SER SINCERO E VERDADEIRO: governar com verdade- situação financeira,emociona, espiritual, etc. Se está mal, seja em que área for, peça ajuda.COMO SACERDOTEMinistra as coisas consagradas e ser o “mediador” entre Deus e sua família.Orações- Ofertas- Dízimos- ações de graça- culto doméstico- devocional etc...REGENERADO: sacerdócio real URIM E TUMIM. Ex. 28:30 “estejam no peitoral(coração) para entrar diante do Senhor. URIM= LUZES TUMIM= PERFEIÇÃO.COMO REITodo Rei possui um Reino- o Reino do marido é sua Casa. Reinar no trabalhoé bom, na igreja também o é, mas excelente é reinar em casa, pois um rei que
  25. 25. governe bem outros reinos, e se esquece do seu, não vale nada para seu povo.Lc. 12:48 “Ao que é muito dado, muito também lhe é requerido”. Foi dado aopai: primícias, governo e autoridade, mas muito lhe é requerido.ESPOSAPROV. 19:14 “A mulher prudente vem do Senhor Gen. 2:18 “Mulher idônea.”Idônea= alguém que seja segundo o coração de Deus, segundo a sua vontade,alguém de quem não se possa envergonhar.Gen. 2:22 “Costela que tirou dele (Adão) e formou Eva= idônea.EVA+IDÔNEA= VAROA= MULHER.Deus tirou a Igreja de Cristo; Eva tirou de Adão. Deus um dia vai trazer aigreja para Cristo como trouxe Eva para Adão. Como trabalhou na mulherpara entregar ao homem, está trabalhando na igreja para entregá-la a Cristo,este trabalho é ministério do Espírito Santo. Como um quebra cabeça umaparte encaixa na outra. Só Deus pode ajuntar, o homem natural por si só éincapaz. Precisamos do Espírito Santo.AUXILIADORA= auxiliando o marido a ser profeta- sacerdote- rei.SUBMISSÃO= auxiliar o seu marido em sua responsabilidade diante de Deus.Ef5: 23-24 “Assim como a igreja está sujeita a Cristo a mulher a seu marido”Qual a principal função da mulher para com seu marido? Gen. 2:18 SERCOMPANHEIRA E NÃO DEIXAR ELE SÓ.A submissão não é um prejuízo, mas uma benção quando vista do prismadivino.Prov. 31= MULHER VIRTUOSA= aquela que possui virtudes- enxergar coisasque o seu marido não enxerga.Cuidar da casa, de seus filhos, pais e mães, é bom, mas levar em conta que suamaior e mais bem aventurada função é SER COMPANHEIRA DE MEU ESPOSO.Errado falar: tenho meus filhos e minha casa.Correto falar: tenho meu Marido meus filhos e minha casa.MARIDO + ESPOSA- ESPIRITUALVENTRE FISICO E VENTRE ESPIRITUALHá um contraste entre esses dóis ventres, enquanto um envelhece (físico) ooutro se renova a cada dia (espiritual).O casal foi criado por Deus para gerar filhos físicos e filhos espirituais epercebemos que em muitos casais crentes o diabo tem roubado a concepçãono ventre espiritual, e isto é um grande perigo, e vou te mostrar porque:
  26. 26. CONSEQUÊNCIA QUANDO UM VENTRE ESPIRITUAL NÃO GERA:DESUNIÃO; um ventre não gera sozinho precisa do casal.CONSEQUÊNCIAS QUANDO ESTÁ GERANDOAs folhas não são percebidas a fraqueza, o defeito é grande, mas espere umpouco mas é uma mulher ou homem de Deus.Nesta relação espiritual do casal o gozo é maior do que o sexual.O ventre espiritual do casal pergunta um ao outro no final do dia: O quegeramos para o Senhor hoje? Sl. 92:12-15 vamos trocar justo pela palavracasal (respeitando com temor e tremor a palavra de Deus), NA VELHICEAINDA DARÃO FRUTOS SERÃO VIÇOSOS E FLORESCENTES.INTERFERÊNCIAS MALIGNAS NO CASALEm quase a totalidade dos casais que se separa ou que estão vivendo juntosmas separados, existe uma interferência maligna para que não ocorra areconciliação, mas este quadro pode ser revertido.Satanás lança dardos mortíferos com o propósito de desestabilizar e destruiro casamento. Planos para dinamitar os alicerces desta instituição divina,lares sendo um campo de guerra, magoas, decepção, traição, etc.Conseqüência disto: a alegria da comunhão já morreu, dialogo acabou, o fogoda devoção a Deus se apagou, o altar do culto doméstico está em ruínas,infidelidade, falência dos sonhos, filhos órfãos de pais vivos.Vejamos que satanás atacou 5 pontos na vida de Jô e foram os seguintes:1º) FINANÇAS – Perdeu todos os seus bens.2º) FILHOS- Enterrou 10 filhos em um só dia.3º) SAÚDE- Corpo ferido dos pés a cabeça, se coçava com cacos de telha.4º) CASAMENTO- Esposa desestruturada, revolta-se contra Deus “amaldiçoao teu Deus e morra.”5º) AMIGOS- Elifaz, Bildade, Zofar acusaram-no de adultério, ladrão,opressor, hipócrita, etc.Fundo do poço, por 17 vezes pergunta aos céus os seus por que. Por queestou sofrendo, por que minha dor não passa, por que perdi meus filhos, porque o Senhor não responde minhas orações. O silêncio, parecia que Deusestava distante e indiferente.Interessante é que nem Jô, esposa, amigos, perceberão que a causa da suasituação era proveniente do diabo.
  27. 27. No meio do nevoeiro denso Deus se revelou a Jô (cap. 42:2) e tudo o que odiabo tomou de Jô Deus trouxe de volta, os seus bens, sua saúde, seucasamento tiveram 10 filhos e as 3 filhas as mais lindas do oriente(simbolizam a igreja de Jesus Cristo), restaurou os amigos.Quem sabe o diabo roubou alguns pontos da vida de seu relacionamento comseu cônjuge. Hoje Deus está abrindo seus olhos para que você veja o quanto odiabo já estragou se matrimônio. Deus quer restaurar sua família. Ummilagre e ele já está a caminho.UNIDADE NO CASAL ESPIRITUALMt. 18:19-20. Se dois de vós na terra (casal) concordarem acerca de qualquercoisa que pedirem, isso lhes será feito por meu Pai que esta nos céus,...Preservar a unidade não significa nunca se desentender, mas saber dar amanutenção devida quando isto ocorrer.L Pe 3:7- Vivei com entendimento, dando honra à mulher, como vaso maisfrágil,..., para que não sejam impedidas as vossas orações.A ausência do acordo é uma porta aberta para o diabo Ef. 4:26-27 “Irai-vos enão pequeis, não se ponha o sol sobre a sua ira, nem deis lugar ao diabo.”No reino de Deus quando dois se unem o EFEITO NÃO É DE SOMA É DEMULTIPLICAÇÃO.Casamento- aliança- arca da aliança- Ex 25: 17-19Propiciatório- (tampa da arca)- lugar onde a glória e a presença divina semanifestava. Os dois querubins deveriam ser uma só peça de ouro batido,isto nos mostra unidade entre os adoradores.Querubins- as asas estendidas um para outro (Ex: 25-20) coberturarecíproca um guardando e protegendo o outro.Querubim um em frente ao outro transparência não ter nada escondidoninguém consegue olhar (espontaneamente) no olho de outra pessoa quandoas coisas não estão bem. Os olhos refletem o que está dentro de nós.UNIDADE- capacidade de olhar olho no olho e estar bem... É diferente deTEATRO com o papel de esposo e o outro com papel de esposa, temos que serfrancos. Prov: 27-5. “Melhor é a repressão franca do que o amor encoberto”.Ser franco não é ser grosseiro. Corrigindo com mansidão- ll Tim: 2-25“corrigindo com mansidão os que resistem,..., para conhecerem plenamente averdade”. A unidade manifesta a verdade (dolorosa as vezes) de forma bemmansa.Um casal parece perfeitamente ajustado no período do namoro e noivadodepois descobre a necessidade de mais ajustes à medida que os anos de
  28. 28. casamento vão passando.A diferenças são muitas, biológicas, emocionai, etc..., não existeDENOMINADOR COMUM entre os dois, mas o Espírito Santo nos mostra umDENOMINADOR COMUM que torna-se referência para o casal e ambos devembuscar que é: O CARÁTER E OS ENSINOS DE JESUS CRISTO.Então conseguiremos o ajuste por meio CEDER- PERDOAR- RECOMEÇAR-ETC...AMAR É UM VERBO- ÉMAIS QUE UM SENTIMENTO- É UMA DECISÃO- UMINVESTIMENTO.Hb 13:4 “DIGNO DE HONRA ENTRE TODOS SEJA O MATRIMONIO, BEM COMOO LEITO SEM MÁCULA”. 7. O DIVÓRCIO E O CRISTÃO )Divórcio já foi uma palavra feia. Hoje algumas pessoas trocam demarido/mulher como quem troca de roupa. Na verdade, algumas pesquisasrecentes mostram que para cada dois casamentos acontece um divórcio. Atémesmo casais de crentes estão se separando. O que é que está acontecendoneste mundo?NÃO É O IDEAL DE DEUSA Bíblia condena o divórcio nos termos mais fortes possíveis: “Eu detesto odivórcio, diz o Senhor Deus de Israel (Malaquias 2: 16). Sempre foi plano deDeus que homens e mulheres se casassem e permanecessem juntos até amorte.”O casamento une um casal de forma única (Gênesis 2:24). Jesus notou isso eadicionou, “O que Deus unir, não separe o homem” (Mateus 19:6).DIFERENTES PONTOS DE VISTAOs crentes estão divididos quanto à questão do divórcio. Alguns, citando aspalavras de Jesus mencionadas acima, crêem que o divórcio é errado em todoe qualquer caso (Mateus 19:6). Outros afirmam que o divórcio só é permitidoquando a imoralidade sexual estiver envolvida (Mateus 19:9). E ainda outrosoferecem interpretações menos rígidas. E a discussão contínua.
  29. 29. PASSO A TORNARDivórcio é um assunto complicado e doloroso. Talvez você viva em um larque tenha passado por uma experiência de fracasso no casamento. Talvezvocê tenha amigos nesta situação. Qualquer que seja o caso, existem diversascoisas que você pode fazer. Leia o que Deus tem a dizer: Mateus 5:22-23. Orepedindo que Deus ajude a determinar se o divórcio é ou não aceitável paraum cristão em alguma situação.Lembre-se da fidelidade e do amor de Deus durante momentos dolorosos edifíceis na família (Salmo 30).O DIVÓRCIO A LUZ DAS ESCRITURASDeus instituiu o casamento com objetivo de prover amizade,companheirismo, apoio e amor para nossa vida. “Por isso, deixa o homem paie mãe e se une à sua mulher, tornando-se os dois uma só carne.” (Gen. 2:24).Lamentavelmente, algumas pessoas têm sofrido angústia e perda nocasamento. O amor que deveria gerar poder e vida no relacionamentoconjugal nem sempre é suficiente para conservar o casamento vivo.Às vezes alguns chegam à conclusão de que não podem mais viver com orespectivo cônjuge. Podem até continuar se amando, mas acham impossívelcontinuar vivendo juntos. A grande pergunta é: seria o divórcio a solução?A OPINIÃO BÍBLICAEm Deuteronômio 24:1, lemos, entre outras coisas, que um homem podeseparar- se da esposa se achar “coisa indecente nela”. Porém, o que seria essa“coisa indecente”? Na tentativa de responder essa pergunta, existem duasescolas de pensamento. A escola de Rabi Shammai defende o pensamento deque a frase se refere a pecado sexual. Para Rabi Hillel, a frase diz respeito aqualquer coisa que o esposo não aprecie a esposa, como até o fato de ela terqueimado a comida.O que disse Jesus? Sua resposta está em Mateus 19:4-9. É bom lembrar queEle não a começa com a idéia presente em Deuteronômio, mas com a criação.“Não tendes lido que o Criador, desde o princípio, os fez homem e mulher, eque disse: Por esta causa deixará o homem pai e mãe e se unirá a sua mulher,tornando-se os dois uma só carne? De modo que já não são mais dois, porémuma só carne. Portanto, o que Deus ajuntou não o separe o homem”. (Mat.19:4-6).Então os fariseus constetaram: “Por que mandou, então, Moisés dar carta dedivórcio e repudiar?” (Mat. 19:7). Ao que Jesus respondeu: “Por causa dadureza do vosso coração é que Moisés vos permitiu repudiar vossa mulher;entretanto, não foi assim desde o princípio. Eu, porém, vos digo: Quem
  30. 30. repudiar sua mulher, não sendo por causa das relações sexuais ilícitas, ecasar com outra comete adultério”. (Mat. 19:8e9).É interessante notar a tendência da questão levantada pelos fariseus. Elesusaram a palavra “mandou” para descreverem a abordagem de Moisés sobreo assunto. Mas Jesus contrapôs o uso dessa palavra com o termo “permitiu”.De acordo com o Mestre, o divórcio foi permitido por causa da dureza docoração das pessoas. Mas, no verso nove, Ele afirma que a única base paradivórcio é o adultério. Primeiramente, o Senhor mostrou o ideal para ocasamento. Depois, a exceção. Freqüentemente estamos enfatizado a exceçãoe esquecendo o ideal realçado pelo Mestre.Atualmente, muito nem querem considerar o ideal. Em muitos casos, porqualquer razão elas desejam o divórcio. Parece haver pouca disposição paraexercitarem o que é básico para qualquer relacionamento duradouro: apaciência. Se os casais desenvolvessem tal virtude em favor dorelacionamento, ao invés de gastar energia no processo de um divórcio,haveria muito menos separações.O pastor e colunista cristão George Crane conta de uma senhora que oprocurou em seu escritório, cheia de ira contra o esposo. “Eu não queroapenas me separar dele. Quero fazer isso já. Quero fazê-lo sofrer tantoquanto ele o fez a mim”, disse ela.O Dr. Crane sugeriu então à mulher que ela voltasse para casa e tentasse agircomo se amasse o marido. E aconselhou: “Diga-lhe o quanto ele significa paravocê. Elogie-o por algum traço característico agradável. Seja o mais bondosae generosa possível. Não poupe esforços para agradá-lo. Faça-o crer que vocêo ama. Depois de convencê-lo de seu amor eterno e de que você não podeviver sem ele, jogue a bomba. Peça o divórcio. Isso realmente o fará sofrer”.Com um brilho de vingança nos olhos, ela sorriu e exclamou: “Maravilhoso!Fantástico!” E saiu para cumprir a tarefa. Durante dois meses, elademonstrou amor, bondade, esteve pronta para ouvir e partilhou. Comonunca mais voltasse ao escritório, o Dr. Crane telefonou-lhe: “e então? Jáestão prontos para o divórcio?” A mulher respondeu: “Que divórcio? Nãovamos nos separar nunca. Descobri que realmente amo o meu esposo.”Estranho como isso possa parecer a muitas mentes comtemporâneas, aatitude da mulher mudou seus sentimentos. A habilidade para amar édesenvolvida não tanto através de promessas fervorosas como por açõesrepetidas.Não surpreende que Deus não aprecie o divórcio. Falando de seurelacionamento com Israel, a Bíblia assegura: “Porque o Senhor, Deus deIsrael, diz que odeia o repúdio...” (Mal.2:16).ABANDONO E ABUSOAs pessoas geralmente apresentam duas outras razões para o divórcio; e
  31. 31. garantem que elas são bíblicas.A primeira razão é o abandono. Paulo fala a respeito disso: “Ora, se alguémnão tem cuidado dos seus e especialmente dos da própria casa, tem negado afé, e é pior do que o descrente”. (l Tim. 5:8).“ Aos mais eu digo eu, não o senhor: se algum irmão tem mulher incrédula, eesta consente em morar com ele, não a abandone; e a mulher que tem maridoincrédulo, e este consente em viver com ela, não deixe o marido. Porque omarido incrédulo é santificado no convívio da esposa, e a esposa incrédula ésantificada no convívio do marido crente. Doutra sorte, os vossos filhosseriam impuros; porém, agora, são santos. Mas, se o descrente quiserapartar-se, que se aparte; em tais casos, não fica sujeito à servidão nem oirmão, nem a irmã; Deus vos tem chamado à paz.” (l Cor. 7:12-15).Juntando essas passagens, alguns indivíduos concluem que se uma pessoaabandona ou negligência seriamente sua família, é considerada umdescrente. O cônjuge abandonado, tal como o descrente, estaria livre paradivorciar e casar de novo.Na verdade, há muitos tipos de abandono. Mas esquecer coisas importantesnão é abandono. Falhar nos negócios ou na educação dos filhos, nem sempresignifica abandono. Abandono é negligenciar seriamente a família. Énegligenciar e, acima de tudo, não estar presente. É desistir de sustentar afamília.Outra razão apresentada para justificar o divórcio e o novo casamento é oabuso. Estamos pensando no abuso físico, que poderia transceder o mautratamento sexual. O cônjuge praticamente do abuso físico em sua famíliaestá longe de demonstrar um comportamento cristão digno. Pelo contrário,revela a falta de amor e da presença do Espírito Santo na vida.Nos dias do Antigo Testamento, havia a lei a retaliação: “Quem matar umanimal restituirá outro; quem matar um homem será mato. Uma e a mesmalei havereis, assim para o estrangeiro como para o natural; Pois eu sou oSenhor, vosso Deus.” (Lev. 24:21 e 22).É interessante que Jesus explicou essa lei de modo diferente: “Ouvistes quefoi dito: Olho por olho, dente por dente. Eu porém, vos digo: Não resistais aoperverso; mas, a qualquer que te ferir na face direita, volta-lhe também aoutra” (Mat. 5:38 e 39).Quando uma pessoa vive como abusador, ela pode ser compelida a voltar aoutra face muitas vezes. Mas isso pode se tornar mortalmente perigoso.Porventura estava Jesus sugerindo que alguém, vítima de abuso nocasamento, arriscasse a sua vida ao dar a outra face para abusos posteriores?Não penso que Cristo tinha isso em mente. Ele estava falando sobre os abusospolíticos sofridos pelo povo em seus dias. Os romanos por exemplo, pareciamter prazer em tratar abusivamente os judeus. Jesus está dizendo que em taiscircustâncias, os judeus deviam tratar os romanos com bondade. Com isso,poderia impressionar positivamente o abusador, levando-o a dispensar
  32. 32. melhor o tratamento.Existem abusos físicos, sexuais, emocionais, psicológicos, mentais e verbais.Há mesmo exemplos legítimos de abuso espiritual praticados por algumasigrejas e seus líderes.Mas, a questão permanece: É o abuso razão para divórcio e novo casamento?Se um cônjuge é abusivo, deveria o parceiro concordar em viver junto?Manter o relacionamento é mais importante do que livrar-se de contínuoabuso? Ninguém necessita expor- se ao abuso. Afinal, existe ajudaespecializada disponível na igreja e fora dela, embora ela não tenha aindaum padrão definitivo sobre abuso e sua relação com casamento, divórcio enovas núpcias.QUANDO O CASAMENTO VACILAO divórcio é uma experiência profundamente dolorosa. As pessoas que oconsideram, não raro, têm pouca idéia das dificuldades que o envolvem. Évisto como uma solução relativamente simples para a angústiaexperimentada no casamento. As taxas de divórcio são duas vezes mais altasentre os que que contraíram um segundo casamento; e, apartir daí, elascrescem.Em si e de si mesmo, o divórcio e tudo o que é decorrente dele sãofreqüentemente experiências mais destrutivas e angustiosas do que osproblemas conjugais que o motivarem. Casais em processo de divórcio,especialmente aqueles que o realizam com rapidez, tendem a levar para opróximo casamento os problemas que precipitaram a separação. Há tambémas tentativas de reajustamento que deve ser iniciado quando existemcrianças e outros familiares envolvidos na experiência.Embora algumas pessoas vejam razões bíblicas para o divórcio, ele deve serevitado por todos os meios.Mesmo quando há um adultério, o casamento pode ser salvo pelo perdão. E avida pode continuar com maior grau de satisfação do que a que é procuradano divórcio.O conselheiro matrimonial Lindsay Curts costuma dar aos seus clientes umcartão contendo uma lista de sete sinais de perigo do casamento:1. Abandono mútuo da cortesia e polidez.2. Preocupação crescente dos casais em termos de “eu” ao invés de “nós”.3. Falta de elogios mútuos.4. Substituição da comunicação pelo silêncio obstinado.5. Recusa ou indiferenciar em sentir e satisfazer as necessidade do outrocônjuge.6. Falta expressão do amor.7. Falta de oração com outro e pelo outro.
  33. 33. Tendo em vista enriquecer nosso próprio casamento bem como dosmembros de nossas igrejas, precisamos melhorar nossa percepção do que ésaudável e do que é doentio em termos de relacionamento. Pela graça deDeus, podemos agir para intervir e ser uma efetiva ajuda para nós mesmos epara aqueles aos quais Deus nos chamou para servir. 8. A MULHER SÁBIA EDIFICA A SUA CASA“A MULHER SÁBIA EDIFICA A SUA CASA” (Pv 14.1).Veremos muitos versículos referentes às mulheres na palavra de Deus:Pv. 11.16 “A mulher graciosa alcança honra, como ospoderosos adquirem riquezas.”Pv. 12.4 “A mulher virtuosa é a coroa do seu marido, mas a que procedevergonhosamente é como podridão nos seus ossos.”Pv. 31.10 “Mulher virtuosa quem a cahrá? O seu valor muito excede o de finasjóias”- Leiamos Pv. 31.10-31.Alguns pontos primordiais de mulheres sábias:Ela têm vida com Deus, e possuí fruto do Espírito;Gl 5.22 “Mas o fruto do espírito é: amor, alegria, paz, longanimidade,benignidade, bondade, fidelidade, mansidão, domínio próprio.”Possui um espírito manso e tranquilo;O espírito tranqüilo de uma mulher caminha de mãos dadas com seu espíritomanso. Ler I Pe. 3.1-4.Ela respeita e submete-se ao seu marido em amor;I Pe 3.1 – Respeitar: ao marido e colocá-lo na posição que Deus outorgou paraele (Cabeça do la) mesmo que ele ainda não obedeça a fé, pela palavra, essamulher sábia poderá ganhá-lo para Cristo através do seu procedimento.
  34. 34. Submeter-se: Não é “escravizar-se”- submissão = sub = debaixo de, ou seja,sob a mesma missão, significa estar lado a lado com este homem, que DEUSviu que sem você ele não seria capaz de cuidar do Jardim.Gn. 2.18 “Disse mais o senhor DEUS: NÃO é bom que o homem fique só, far-lhe-ei uma auxiliadora que lhe seja idônea, ou seja, que lhe corresponda, lheajude, coopere com ele. Idônea = apta; adequada”.No texto citado- I Pe 3.1 diz: “mulheres, sede vós, igualmente...” à quem? Nocapítulo anterior, 2.21, vemos o exemplo de CRISTO, que da mesma formacomo ELE foi submisso ao seu PAI, nós devemos ser submissas aos nossosmaridos, e seguí-los: Veja o exemplo de Sara- Gn. Capítulos 11 ao 25 queacompanhou a Abraão, sem muitos questionamentos talvez, e foi citada naBíblia: I Pe 3.6 “... como fazia Sara obedecendo a Abraão, chamando-lhesenhor...”Uma mulher submissa é aquela que dá prioridade ao marido e às suasnecessidades; ela reconhece que ele precisa do seu apoio para ter sucesso!Ela é ajudadora, apoiadora e intercessora;Como os maridos precisam deste apoio para exercerem o seu papel: de líder,provedor, guerreiro e sacerdote (respondem à Deus por nosso lar!) E comotem poder a oração da esposa sábia!Ela administra sua casa e seus filhos;Pv. 31.27 “Atende ao bom andamento da sua casa, e não come o pão dapreguiça” – ela faz negócios (é econômica) Pv. 31.16 “Examina umapropriedade e adquire-a, planta uma vinha com as endas do seu trabalho” –v. 28 “Levantam-se os filhos e a chamam ditosa...” (que tem palavra; feliz;bem- aventurada). Como está a gestão do seu lar?Ela atende ao seu marido na intimidade;I Co 7.4 e 5: “A mulher não tem poder sobre o seu próprio corpo, e sim, omarido; e também semelhantemente o marido não tem poder sobre o seupróprio corpo, e sim, o marido; e também semelhantemente o marido nãotem poder sobre o seu próprio corpo, mas tem-no a mulher”.Não vos priveis um ao outro, salvo talvez, por mútuo consentimento, poralgum tempo, para vos dedicardes à oração e novamente vos ajuntardes paraque Satanás não vos tente por causa da incontinência” = falta prazer sexual.Mulher sábia, que edifica sua casa, e faz dela um ninho de amor:
  35. 35. Tem vida com Deus;Possui o fruto do Espírito;É mansa e tranqüila;É capaz de submeter-se, e respeitar ao marido;Ajuda, apóia, e intercede pelo marido;Administra bem a sua casa e seus filhos;Satisfaz ao seu marido na cama.Onde estão essas mulheres???Que o senhor nos ajude queridas, e faça de nós a esposa conforme o coraçãode Deus para o nosso marido. A conquista de um lar abençoado não tempreço! 9. MINHA FAMÍLIA - MINHA ALEGRIA“Minha Família- Minha Alegria!!!”“Goza a vida com a mulher que amas todo os dias da tua vida fugaz, os quaisDEUS te deixou debaixo do sol, porque esta é a tua porção nesta vida...”(Ecl.9.9)É preciso gravar nas tábuas do coração:FAMÍLIA = PROJETO DE DEUS!Vejamos apenas alguns versículos: Gn. 2.24/ I Tm. 3.12/ Pv. 18.22/ Hb 13.4Algumas considerações sobre o casamento:Foi criado para a “felicidade” do homem e da mulher, à fim de glorificar onome de Deus;Foi criado para perpetuar a sua própria descendência;Foi criado para ser a base de uma sociedade próspera e sadia.Algumas regras “preciosas” para um casamento feliz:Reconhecer o papel que DEUS atribuiu a cada cônjuge.O papel da esposa – Ef. 5.22- 24 e I Pe. 3.1.O papel do marido – Ef. 5.25-29 e I Pe. 3.7
  36. 36. Como a esposa se sujeita ao marido? ... como ao Senhor ( parte “b” v.22);Como o marido deve amar a esposa? ... como Cristo amou a Igreja (parte “b”v.25).Dispensar tratamento igual, ou mais “aprimorado”, ao do namoro.“Relembramos” agora, alguns tópicos sempre em evidência nesta fase:a-) Conquista – Atitude que requer atenção e tempo;b-) Valorização – Qualquer “detalhe” é importante, e merece elogios ;c-) Aceitação – Você aceita a pessoa amada como realmente é;d-) Ceder – Faz- se qualquer coisa, em benefício do outro;inclusive ceder à sua própria vontade em prol do cônjuge;e-) Perdoar – Tudo é passível de perdão, você sabe que ele(a) não queriafalar aquilo, “foi sem querer...”“VER O QUANTO DEUS NOS PERDOOU, PRODUZ EM NÓS A GRAÇANECESSÁRIA PARA PERDOARMOS”Administrar divergências, gerando PERDÃO!!!Ef. 4.31 e 32 – “Longe de vós toda a margura, e cólera, e ira, e gritaria, eblasfêmias, bem assim toda a malícia. Antes sedes uns para com os outrosbenignos, compassivos, perdoando-vos uns aos outros, como também Deusem Cristo vos perdoou.”Estabeleça princípios que os ajudem nos desentendimentos;Conforme pesquisa realizada nos Estados Unidos, existem 5 formas de seresponder a um conflito:Nos retirarmos, ignorando a situação;Nos dispormos a “ganhar,” a qualquer preço;Nos rendermos, “desistindo para se viver melhor”...Nos acomodarmos, “deixando como está, para ver como é que fica”Finalmente, RESOLVERMOS a situação!De que forma???Trate do assunto o mais cedo possível.Defina qual é o problema, concentrando-se nele, sem acusações ou defesas,nem mesmo “abrindo o baú do século passado”...Resolva a crise, buscando entendimento e por fim, o “Perdão.”
  37. 37. DEUS TEM A “CURA”PARA O SEU CASAMENTO!!!E não esqueça:FAMÍLIA = PROJETO DE DEUS PARA SER FELIZ!!!

×