Apostila de pastores aprovados

7,088 views

Published on

0 Comments
4 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
7,088
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
284
Comments
0
Likes
4
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Apostila de pastores aprovados

  1. 1. APOSTILA DE PASTORES APROVADOS VOL.11 APOSTILA DE PASTORES APROVADOS 1) Pastores Aprovados por Deus 2) O que é um pastor fiel 3) O DEVERES DO CRENTE COM A IGREJA E COM O SEU PASTOR FIEL 4) PREPARAÇÃO PARA OBREIROS NA CASA DO SENHOR JESUS DIACONO CARLOS PRIMEIRAMENTE AGRADEÇO A DEUSQUE TODOS IRMÃOS POSSA SER ABENÇOADO EM NOME DE JESUS. http://www.slideshare.net/OBREIRO/documents http://diacono-carlosalberto.blogspot.com.brAPOSTILA DE PASTORES APROVADOS DIACONO CARLOS TEL.(11)980950932 Página 1
  2. 2. APOSTILA DE PASTORES APROVADOS VOL.11 1) Pastores Aprovados por DeusHá pastores na maioria das igrejas. Muitas pessoas almejam o cargo de pastor. Biblicamente, afunção dos pastores é cuidar do rebanho (igreja) de Deus (veja 1 Pedro 5:1-2; Atos 20:28).Como servos de Deus, os verdadeiros pastores mostrarão a sua preocupação com a vontadedo Senhor, fazendo e ensinando o que ele diz.Nosso estudo de pastores, necessariamente, se baseia na Bíblia. Antes de entrar no estudo,quero explicar meus motivos. Estou escrevendo este artigo para ajudar pessoas honestas aservirem ao Senhor. Conforme o padrão bíblico, eu faço parte de uma congregação local, ondesirvo ao Senhor junto com outras pessoas. Não mantemos nenhum tipo de laço com nenhumadenominação. A nossa responsabilidade é de fazer a vontade de Deus, e aceitamos a Bíbliacomo a única fonte de informações sobre a vontade dele. Eu não tenho nenhum motivo paradefender nem atacar qualquer pessoa ou organização religiosa. Meu propósito é bem simples:servir a Deus e ajudar outras pessoas a fazerem o mesmo.Sem dúvida, este artigo não agradará a todos. Da mesma maneira que o ensinamento deJesus desafiou os líderes religiosos de sua época, a palavra dele exige mudanças radicais porparte dos líderes de muitas igrejas hoje. Não podemos forçar ninguém a mudar, mas podemose devemos avisar sobre o perigo de seguir a sabedoria humana (leia Provérbios 14:12; Isaías55:6-9; Jeremias 10:23; Ezequiel 3:18-21). Eu sei, de antemão, que este estudo vai contrariaros ensinamentos e as práticas de muitos pastores e de muitas igrejas. Mas, eu não possoservir a Deus e agradar a todos os homens (Gálatas 1:10). Apresento este artigo depois deanos de estudo e oração, com o único propósito de divulgar e defender a palavra pura do Deussanto. Peço que você aborde o assunto com mansidão e o desejo de aprender a aplicar apalavra do Senhor. "Portanto, despojando_vos de toda impureza e acúmulo de maldade,acolhei, com mansidão, a palavra em vós implantada, a qual é poderosa para salvar avossa alma. Tornai_vos, pois, praticantes da palavra e não somente ouvintes,enganando_vos a vós mesmos. Porque, se alguém é ouvinte da palavra e não praticante,assemelha_se ao homem que contempla, num espelho, o seu rosto natural; pois a simesmo se contempla, e se retira, e para logo se esquece de como era a sua aparência.Mas aquele que considera, atentamente, na lei perfeita, lei da liberdade, e nela persevera,não sendo ouvinte negligente, mas operoso praticante, esse será bem_aventurado noque realizar" (Tiago 1:21-25). Pastores/anciãos no Velho TestamentoSabemos que o Novo Testamento, o evangelho de Cristo, fornece o padrão para a igreja dehoje (veja João 12:48-50; Hebreus 8:6-13; 2 João 9; Colossenses 3:17). Mas o AntigoTestamento contém exemplos instrutivos que ajudam para entender a vontade de Deus (1Coríntios 10:1-13; Romanos 15:4). No Velho Testamento, encontramos líderes entre o povo deIsrael chamados, às vezes, anciãos (o sentido da palavra presbítero no Novo Testamento). Osanciãos das cidades israelitas resolveram problemas que surgiram entre as pessoas(Deuteronômio 21:2,19; 22:15-17; Rute 4:1-11). Quando não conduziram o povo no caminho deDeus, ele cobrou: "O Senhor entra em juízo contra os anciãos do seu povo e contra osseus príncipes. Vós sois os que consumistes esta vinha; o que roubastes do pobre estáem vossa casa. Que há convosco que esmagais o meu povo e moeis a face dos pobres?—diz o Senhor, o Senhor dos Exércitos" (Isaías 3:14-15). Deus condenou os pastoresgananciosos que não compreenderam a vontade dele e conduziram o povo ao pecado (Isaías56:9-12). Jeremias transmitiu as palavras do Senhor sobre pastores maus: "Porque ospastores se tornaram estúpidos e não buscaram ao Senhor; por isso, não prosperaram,e todos os seus rebanhos se acham dispersos" (Jeremias 10:21). "Ai dos pastores quedestroem e dispersam as ovelhas do meu pasto! —diz o Senhor. Portanto, assim diz oSenhor, o Deus de Israel, contra os pastores que apascentam o meu povo: Vósdispersastes as minhas ovelhas, e as afugentastes, e delas não cuidastes; mas eucuidarei em vos castigar a maldade das vossas ações, diz o Senhor" (Jeremias 23:1-2). Pastores nas igrejas do Novo TestamentoAPOSTILA DE PASTORES APROVADOS DIACONO CARLOS TEL.(11)980950932 Página 2
  3. 3. APOSTILA DE PASTORES APROVADOS VOL.11No Novo Testamento, encontramos muitas referências aos pastores/presbíteros/ bispos.Descobrimos em Atos 20:17 e 28 que esses três termos se referem aos mesmos homens (veja,também, 1 Pedro 5:1-2, onde os presbíteros pastoreiam). Não temos nenhuma base bíblicapara usar o termo "bispo" para descrever um cargo, "pastor" para outro e "presbítero" paraainda outro. Pastores, bispos e presbíteros são os mesmos servos. Lendo o livro de Atos,achamos vários versículos que mencionam presbíteros: na Judéia (11:30); em cada igreja naÁsia Menor (14:23); em Jerusalém (15:2,4,6,22,23; 16:4); da igreja em Éfeso (20:17,28) e, maisuma vez, em Jerusalém (21:18). As epístolas, também, se referem aos homens quepastoreavam as igrejas: "pastores e mestres" (Efésios 4:11); "bispos" em Filipos (Filipenses1:1); "o presbitério" (1 Timóteo 4:14); "presbíteros que há entre vós" (1 Pedro 5:1; aquiaprendemos que Pedro era presbítero, um dos dois apóstolos assim identificados—veja 2 João1 e 3 João 1).O trabalho dos presbíteros inclui várias funções importantes: pastorear (Atos 20:28; 1 Pedro5:2); ensinar (Efésios 4:11-16; Tito 1:9); ser modelos (1 Pedro 5:3); presidir (1 Timóteo 5:17);vigiar (Atos 20:31); velar por almas (Hebreus 13:17); guiar (Hebreus 13:17); cuidar/governar (1Timóteo 3:5); ser despenseiro de Deus (Tito 1:7); exortar (Tito 1:9); calar os enganadores (Tito1:9-11); etc.Observamos em todos os exemplos bíblicos que as igrejas que tinham presbíteros sempretinham mais de um. Seja em Jerusalém, Éfeso, Filipos ou outro lugar, sempre fala dospresbíteros no plural. A prática comum nas igrejas de hoje, de ter um só pastor numacongregação, não tem nenhum fundamento bíblico. As qualificações bíblicas de pastores/presbíteros/bisposPaulo cita as qualificações dos bispos/presbíteros em duas cartas (1 Timóteo 3:1-7; Tito1:5-9). A linguagem dele deixa bem claro que ele não está dando meras sugestões, e simrequerimentos. Em 1 Timóteo 3:2 ele diz: "É necessário, portanto, que o bisposeja...." Tito 1:7 diz: "Porque é indispensável que o bispo seja...." Antes de examinar asqualificações em si, vamos entender bem esse ponto. Os requerimentos que encontramosnesses dois trechos são qualidades que o Espírito Santo revelou, através de Paulo, comoexigências. Para servir como presbítero, um homem precisa de todas essas qualidades.Ninguém tem direito de apagar nenhum "i" ou "til" do que Deus falou aqui.Agora, vamos ler o que o Espírito falou nessas duas listas paralelas (bem semelhantes, masnão exatamente iguais)."Fiel é a palavra: se alguém aspira ao episcopado, excelente obra almeja. É necessário,portanto, que o bispo seja irrepreensível, esposo de uma só mulher, temperante, sóbrio,modesto, hospitaleiro, apto para ensinar; não dado ao vinho, não violento, porémcordato, inimigo de contendas, não avarento; e que governe bem a própria casa, criandoos filhos sob disciplina, com todo o respeito (pois, se alguém não sabe governar aprópria casa, como cuidará da igreja de Deus?); não seja neófito, para não suceder quese ensoberbeça e incorra na condenação do diabo. Pelo contrário, é necessário que eletenha bom testemunho dos de fora, a fim de não cair no opróbrio e no laço do diabo" (1Timóteo 3:1-7)."Por esta causa, te deixei em Creta, para que pusesses em ordem as coisas restantes,bem como, em cada cidade, constituísses presbíteros, conforme te prescrevi: alguémque seja irrepreensível, marido de uma só mulher, que tenha filhos crentes que não sãoacusados de dissolução, nem são insubordinados. Porque é indispensável que o bisposeja irrepreensível como despenseiro de Deus, não arrogante, não irascível, não dado aovinho, nem violento, nem cobiçoso de torpe ganância; antes, hospitaleiro, amigo dobem, sóbrio, justo, piedoso, que tenha domínio de si, apegado à palavra fiel, que ésegundo a doutrina, de modo que tenha poder tanto para exortar pelo reto ensino comopara convencer os que o contradizem" (Tito 1:5-9).APOSTILA DE PASTORES APROVADOS DIACONO CARLOS TEL.(11)980950932 Página 3
  4. 4. APOSTILA DE PASTORES APROVADOS VOL.11Leia esses trechos com bastante atenção. Os pastores na sua igreja têm todas essasqualificações? São homens? Casados? Pais de famílias? Com filhos crentes? Conhecedoresda palavra? Hospitaleiros? Respeitados por todos? Irrepreensíveis? Professores capazes?Amigos do bem? Têm todas as outras qualidades citadas aqui? Homens com todas essasqualificações são uma grande bênção ao povo de Deus, e serão extremamente úteis nasigrejas locais onde servem como presbíteros. Mas, pessoas que não têm essas qualificaçõesnão são autorizadas por Deus a serem pastores. A igreja que escolhe pessoas não-qualificadas como bispos está desrespeitando a palavra de Deus. Pessoas não-qualificadasque aceitam o cargo de pastor estão agindo contra o Supremo Pastor. Presbíteros não-qualificados que continuam nesse papel estão violando a palavra de Deus.É notável que essas passagens não falam nada sobre escolaridade, cursos superiores, cursosde teologia, diplomas, certificados de seminários, etc. Muitas igrejas têm colocado tais coisascomo seus próprios requerimentos, deixando de lado as exigências de Deus. Desafios atuaisNão é possível, num pequeno artigo como este, elaborar um estudo completo sobre pastores.O propósito deste artigo é desafiar cada leitor a estudar mais, procurando entender bem o queDeus revelou sobre liderança na igreja. Mas, não é o bastante ouvir a palavra. Tem quepraticá-la (Tiago 1:22-25). Se você, ou a igreja onde você congrega, esteja agindo de formaerrada, há uma solução só: arrepender-se e começar a obedecer ao Senhor. Pastores não-qualificados devem renunciar ou serem removidos do cargo, para não trazer a ira de Deussobre a igreja. E se sua igreja insiste em manter pastor(es) não aprovado(s) de Deus, você teráque escolher entre Deus e os homens (Mateus 15:9; Josué 24:15). Tal igreja está desordenada(Tito 1:5) e não procede como deve (1 Timóteo 3:15). Igrejas que ainda não têm presbíterosdevem encorajar todos os homens a se desenvolverem espiritualmente para seremqualificados, se possível, no futuro.É bem provável que alguns leitores, especialmente os que fazem parte da liderança dealgumas denominações, não gostarão deste artigo. Não aceite nada que vem de mim ou dequalquer outro homem; mas não rejeite nada que vem de Deus. "Porventura, procuro eu,agora, o favor dos homens ou o de Deus? Ou procuro agradar a homens? Se agradasseainda a homens, não seria servo de Cristo" (Gálatas 1:10). 2) O que é um pastor fiel ???! Como é de praxe para responder esta pergunta começamos pelo mais lógico e simples. O pastor é quem pastoreia, cuida do rebanho, o responsável pelas ovelhas. Bastante lógico e simples. Não é? E é isto que a Bíblia quer passar com a função de pastor, em todas as suas figuras, tanto no Novo como no Velho Testamento. Veja o exemplo de Davi que era pastor de ovelhas e usa essa figura no Salmo 23 para mostrar como se sentia, como ovelha, em relação a Deus que é seu Pastor. Também Jesus usa a figura de pastor se colocando como o Bom Pastor. Eu sou o bom pastor; o bom pastor dá a sua vida pelas ovelhas. João 10:11 Sendo assim por comparação entendemos que o pastor humano, sacerdote cristão é o guardador e guia das ovelhas de Cristo, que é o Sumo-pastor, pela qual eles darão conta.Obedecei a vossos guias, sendo-lhes submissos; porque velam por vossas almas como quem há de prestarcontas delas; para que o façam com alegria e não gemendo, porque isso não vos seria útil. Hebreus 13:17 Deus instituiu os pastoresAPOSTILA DE PASTORES APROVADOS DIACONO CARLOS TEL.(11)980950932 Página 4
  5. 5. APOSTILA DE PASTORES APROVADOS VOL.11E ele deu uns como apóstolos, e outros como profetas, e outros como evangelistas, e outros como pastores e mestres, tendo em vista o aperfeiçoamento dos santos, para a obra do ministério, para edificação do corpo de Cristo; até que todos cheguemos à unidade da fé e do pleno conhecimento do Filho de Deus, ao estado de homem feito, à medida da estatura da plenitude de Cristo... Efésios 4:11-13 Estes que citam os versículos acima são, abaixo de Cristo, os cabeças da igreja, responsáveis pelo crescimento organizado e perfeito da igreja:Apóstolos – A palavra significa enviado – Sendo assim como Jesus é o enviado de Deus ele enviou os discípulos, os 12 ou mais. Disse-lhes, então, Jesus segunda vez: Paz seja convosco; assim como o Pai me enviou, também eu vos envio a vós. João 20:21Profetas – São os que falam da Palavra de Deus. Mas o que profetiza fala aos homens para edificação, exortação e consolação. I Corintios 14:3. Assim a função do profeta visa o crescimento da igreja. Profeta não é adivinho!!!Evangelista – é quem prega as boas novas, porém não tem a função de doutrinar a igreja, veja o exemplo de Filipe, que é o único na Bíblia que tem o título de evangelista Atos 21:8. Examine a historia dele e você verá que ele só pregava a Cristo, levava o povo a serem crentes, porém outros doutrinavam. (em Atos 8, Filipe leva o Evangelho a Samaria porém Pedro e João consolidam, da mesma forma o eunuco que se converte e não é discipulado por Filipe); Quanto ao titulo Paulo também manda Timóteo fazer o trabalho de um evangelista porém não o intitula de evangelista. II Timóteo 4:5Missionário – o título de missionário não tem na Bíblia, a palavra significa alguém com uma missão, contudo o típico missionário é Paulo, e a função de um missionário é pregar o evangelho, consolidar uma igreja, e depois que tudo está pronto e consolidado ele passa a responsabilidade da igreja para um pastor. Note que a função de um missionário e correlato ao do apóstolo, ou seja, o missionário é o apóstolo, porém por se achar um título muito pomposo os mais antigos preferiram ser chamados de missionários em vez de apóstolos. Sendo assim missionário e apóstolos são a mesma coisa. Veja a historia de Paulo que fundou varias igrejas e consolidou as que existiam. Notem também que um ônibus, avião ou uma mudança de cidade não torna um pastor missionário.Pastores e mestres - são correlatos estudaremos mais especificamente sobre os pastores. Pastor é mais do que um dom é uma vocação.Obedecei a vossos guias, sendo-lhes submissos; porque velam por vossas almas como quem há de prestar contas delas; para que o façam com alegria e não gemendo, porque isso não vos seria útil. Hebreus 13:17 Quem já esteve em um posto de liderança sabe o quanto é difícil lidar com pessoas, veja o caso dos guias (pastor, missionário e líderes em geral) na igreja nós temos várias categorias de membros que são antagônicas; veja uma comparação a baixo: Temos ovelha e cabritos - Mateus 25: 31-33. Quando Jesus vier Ele vai separar, mas por enquanto eles estão juntos. Temos Trigo e Joio - Mateus 13: 24-30. Quando Jesus vier Ele vai separar, mas por enquanto eles estão crescendo juntos. Temos crianças espirituais - I Coríntios 14:20, temos santos e pecadores, temos cristãos carnais e espirituais. Enfim temos todo tipo de gente boa e ruim, tudo isso para o pastor cuidar. Convenhamos isso não é coisa fácil. Então para conseguir administrar toda essa “Arca de Noé” o pastor tem de ter muito amor, paciência, discernimento, e etc., e ponha etc. nisso. O pastor tem de ter ciência e conhecimento.Hoje em dia temos visto varias pessoas desqualificadas que se dizem “pastores”, porém no máximo eles deveriam serem chamados de evangelistas, pois é uma função que não exige muito de conhecimento profundos do ministro, como é o caso dos pastores, mestres e missionários/apóstolos. E vos darei pastores segundo o meu coração, os quais vos apascentarão com ciência e com inteligência. Jeremias 3:15 É a vontade de Deus que os pastores sejam pessoas instruídas, pessoas que usam de seus conhecimentos totalmente, infelizmente o que hoje vemos são “pastores” que malmente sabem o português, falam errado, APOSTILA DE PASTORES APROVADOS DIACONO CARLOS TEL.(11)980950932 Página 5
  6. 6. APOSTILA DE PASTORES APROVADOS VOL.11 distorcem as Escrituras Sagradas por pura ignorância e nunca leram algum livro e certamente nem leram a Bíblia por completo, ficam, como papagaios repetindo coisas que ouviram de outro, na televisão, no rádio e etc. Por isso muitos perdem a fé e esses são rejeitados por Deus. O meu povo está sendo destruído, porque lhe falta o conhecimento. Porquanto rejeitaste o conhecimento, também eu te rejeitarei, para que não sejas sacerdote diante de mim; visto que te esqueceste da lei do teu Deus, também eu me esquecerei de teus filhos. Oséias 4:6 Veja que Deus rejeita o sacerdote que rejeita o conhecimento e qualificação para o sacerdócio. E não vá dizer que Deus dá conhecimento! Conhecimento Ele dá, porém alfabetizar Ele não alfabetiza, nem faz o que é obrigação do homem fazer, e estudar é obrigação de todos, principalmente do pastor. Um pastor sem conhecimento e inteligência não é um pastor, é um tolo e as ovelhas estão sem pastor, quando surgir uma dificuldade, simplesmente as ovelhas não terão a quem recorrer. Portanto ovelhas, veja as credenciais do pastor, ele estudou aonde, quem o consagrou a pastor, duvide se ele disser que foi Deus, isso significa que ninguém o consagrou, infelizmente parece até piada, mas veja se ele sabe ler direito, e não descarte a formação secular, 2º grau no mínimo. Veja que estou falando de pastores e mestres que devem dirigir a igreja que não é coisa fácil, um analfabeto pode até ser um profeta como era o caso do profeta Jeremias que dizer os estudiosos que era analfabeto, por isso Deus mandou outro escrever no lugar dele Jeremias 36:4, Porém pastor tem de ter ciência e inteligência. Relação do pastor com seu rebanhoProcura conhecer o estado das tuas ovelhas; cuida bem dos teus rebanhos; porque as riquezas não duram para sempre; e duraria a coroa de geração em geração? Quando o feno é removido, e aparece a erva verde, e recolhem-se as ervas dos montes, os cordeiros te proverão de vestes, e os bodes, do preço do campo. E haverá bastante leite de cabras para o teu sustento, para o sustento da tua casa e das tuas criadas. Provérbios 27: 23 - 27Nesse texto temos a relação do pastor com seu rebanho, o pastor deve cuidar do rebanho e o rebanho deve sustentar o pastor. O trabalho de cuidar de um rebanho é árduo, nós já falamos sobre isso, então quanto menos o pastor estiver preocupado com as condições seculares, melhor, quanto menos problema melhor, as ovelhas devem sempre estar sustentando o pastor, tanto com a renda, como também em orações, pois um depende do outro. E o pastor por sua vez tem que ficar atendo as ovelhas, cuidar para que elas estejam em segurança, evitando os “lobos e mercenários”, que podem matar as ovelhas. Vemos no texto que o coração do pastor deve estar no rebanho e não preocupado com as outras coisas, só assim ele prosperará junto com o rebanho. Com o crescimento do rebanho o pastor também é sustentado.Mas, para que não os escandalizemos, vai ao mar, lança o anzol, tira o primeiro peixe que subir e, abrindo- lhe a boca, encontrarás um estáter; toma-o, e dá-lho por mim e por ti. Mateus 17:27A didracma é descrita em Mateus 17:24-27 como o imposto anual que o judeu pagava ao tesouro do templo, cobrado de Jesus através de Pedro, que foi pago de maneira miraculosa, através da pesca de um peixe (Mateus 17:27), dentro do qual havia um estáter, moeda grega de valor próximo a 4 dracmas ou 2 didracmas, com o qual foi pago o tributo da dupla.Nós entendemos deste texto acima, que a igreja cresce com a pregação da palavra e o evangelismo, Pedro era pescador de homens. Marcos 1:17. e Jesus ao mandar ele pescar e tirar o resultado da pesca para Ele e para Pedro entendemos que as condições seculares do pastor, as finanças e tudo secular melhora com o crescimento da membresia da igreja. Conclusão O pastor é um cargo de suma importância para a igreja de Cristo, e é fundamental que os pastores sejam pessoas preparadas, integras e idôneas para esse fim, infelizmente hoje muitos desqualificados tem se colocado esse titulo e aberto “igrejas” e dirigindo pessoas como o próprio Cristo falou um cego guiando outro cego. E propôs-lhes também uma parábola: Pode porventura um cego guiar outro cego? não cairão APOSTILA DE PASTORES APROVADOS DIACONO CARLOS TEL.(11)980950932 Página 6
  7. 7. APOSTILA DE PASTORES APROVADOS VOL.11ambos no barranco? Lucas 6:39Muito cuidado e que Deus coloque em nossas igrejas pastores de verdade, e também que a igreja possaprovar os pastores que são verdadeiros.Conheço as tuas obras, e o teu trabalho, e a tua perseverança; sei que não podes suportar os maus, e quepuseste à prova os que se dizem apóstolos e não o são, e os achaste mentirosos. Apocalipse 2:2Que o Espírito de Deus nos dê o discernimento para conhecer os verdadeiros pastores e na qualidade deovelhas venhamos a ser obedientes e orar pela vida e ministério de nossos pastores.3) O DEVERES DO CRENTE COM A IGREJA E COM O SEU PASTOR FIEL1. CONSIDERÁ-LO MENSAGEIRO, DE DEUS Que os homens nos considerem como ministros de Cristo, e despenseiros dos mistérios de Deus. (1Cor 4:1) E não rejeitastes, nem desprezastes isso que era uma tentação na minha carne, antes me recebestescomo um anjo de Deus, como Jesus Cristo mesmo. (Gal 4:14)2. NÃO DESPREZÁ-LO, NA QUALIDADE DE PROFETA DE DEUS Quem vos recebe, a mim me recebe; e quem me recebe a mim, recebe aquele que me enviou. (Mat10:40) Quem vos ouve a vós, a mim me ouve; e quem vos rejeita a vós, a mim me rejeita; e quem a mimme rejeita, rejeita aquele que me enviou. (Luc 10:16) Ninguém despreze a tua mocidade; mas sê o exemplo dos fiéis, na palavra, no trato, no amor, noespírito, na fé, na pureza. (1 Tim 4:12)3. OUVIR SUAS INSTRUÇÕES, BÍBLICAS Porque os lábios do sacerdote devem guardar o conhecimento, e da sua boca devem os homensbuscar a lei porque ele é o mensageiro do SENHOR dos Exércitos. (Malaquias 2:7) Todas as coisas, pois, que vos disserem que observeis, observai-as e fazei-as; mas não procedais emconformidade com as suas obras, porque dizem e não fazem; (Mat 23:3)4. SEGUIR-IMITAR SEU EXEMPLO, SANTO Sede meus imitadores, como também eu de Cristo. (1 Cor 11:1) Sede também meus imitadores, irmãos, e tende cuidado, segundo o exemplo que tendes em nós,pelos que assim andam. (Filip 3:17)5. IMITAR SUA FÉ (DOUTRINA BÍBLICA, FÉ PURA) Lembrai-vos dos vossos pastores, que vos falaram a palavra de Deus, a fé dos quais imitai,atentando para a sua maneira de viver. (Heb 13:7)6. TÊ-LO EM ALTA REPUTAÇÃO Recebei-o, pois, no Senhor com todo o gozo, e tende-o em honra; (Filip 2:29) E que os tenhais em grande estima e amor, por causa da sua obra. Tende paz entre vós. (1 Tes 5:13)(Esta paz inclui a paz entre a igreja e seu pastor) Os presbíteros que governam bem sejam estimados por dignos de duplicada honra, principalmenteos que trabalham na palavra e na doutrina; (1 Tim 5:17)APOSTILA DE PASTORES APROVADOS DIACONO CARLOS TEL.(11)980950932 Página 7
  8. 8. APOSTILA DE PASTORES APROVADOS VOL.117. AMÁ-LO Portanto, assim como em tudo abundais em fé, e em palavra, e em ciência, e em toda a diligência,e em vosso amor para conosco, assim também abundeis nesta graça. (2 Cor 8:7) Vindo, porém, agora Timóteo de vós para nós, e trazendo-nos boas novas da vossa fé e amor, e decomo sempre tendes boa lembrança de nós, desejando muito ver-nos, como nós também a vós; (1Tes 3:6)8. ORAR POR ELE E rogo-vos, irmãos, por nosso Senhor Jesus Cristo e pelo amor do Espírito, que combatais comigo nasvossas orações por mim a Deus; (Rom 15:30) Ajudando-nos também vós com orações por nós, para que pela mercê, que por muitas pessoas nosfoi feita, por muitas também sejam dadas graças a nosso respeito. (2 Cor 1:11) E por mim; para que me seja dada, no abrir da minha boca, a palavra com confiança, para fazernotório o mistério do evangelho, (Efé 6:19) Orai por nós, porque confiamos que temos boa consciência, como aqueles que em tudo querem portar-se honestamente. (Heb 13:18)9. OBEDECER-LHE Que também vos sujeiteis aos tais, e a todo aquele que auxilia na obra e trabalha. (1 Cor 16:16) Obedecei a vossos pastores, e sujeitai-vos a eles; porque velam por vossas almas, como aquelesque hão de dar conta delas; para que o façam com alegria e não gemendo, porque isso não vos seriaútil. (Heb 13:17)10. DAR-LHE ALEGRIA Como também já em parte reconhecestes em nós, que somos a vossa glória, como também vós sereisa nossa no dia do Senhor Jesus. (2 Cor 1:14) E escrevi-vos isto mesmo, para que, quando lá for, não tenha tristeza da parte dos que deveriamalegrar-me; confiando em vós todos, que a minha alegria é a de todos vós. (2 Cor 2:3)11. AJUDÁ-LO Saudai a Urbano, nosso cooperador em Cristo, e a Estáquis, meu amado. (Rom 16:9) E peço-te também a ti, meu verdadeiro companheiro, que ajudes essas mulheres que trabalharamcomigo no evangelho, e com Clemente, e com os outros cooperadores, cujos nomes estão no livro davida. (Filip 4:3)12. SUSTENTÁ-LO E ordenou ao povo, que morava em Jerusalém, que desse a parte dos sacerdotes e levitas, para queeles pudessem se dedicar à lei do SENHOR. (2 Cro 31:4) Quem jamais milita à sua própria custa? Quem planta a vinha e não come do seu fruto? Ouquem apascenta o gado e não se alimenta do leite do gado? Digo eu isto segundo os homens? Ou nãodiz a lei também o mesmo? Porque na lei de Moisés está escrito: Não atarás a boca ao boi que trilha ogrão. Porventura tem Deus cuidado dos bois? Ou não o diz certamente por nós? Certamente que por nósestá escrito; porque o que lavra deve lavrar com esperança e o que debulha deve debulhar comesperança de ser participante. Se nós vos semeamos as coisas espirituais, será muito que de vósrecolhamos as carnais? (1 Cor 9:7-11) E o que é instruído na palavra reparta de todos os seus bens com aquele que o instrui. (Gal 6:6)APOSTILA DE PASTORES APROVADOS DIACONO CARLOS TEL.(11)980950932 Página 8
  9. 9. APOSTILA DE PASTORES APROVADOS VOL.1113. ORAR PELO AUMENTO DO NÚMERO DE PASTORES (FIÉIS) Rogai, pois, ao Senhor da seara, que mande ceifeiros para a sua seara. (Mat 9:38)4)PREPARAÇÃO PARA OBREIROS NA CASA DO SENHOR JESUSPreparar obreiros para o serviço do Senhor em nossas congregações;dar o crescimento em qualidade ao Ministério das nossas igrejas;evitar os escândalos no Corpo de Cristo; eorientar a vida ministerial dos amados irmãos.Introdução:Sempre foi necessário ao ministério das igrejas evangélicas um curso preparatório para osobreiros, tudo em virtude do crescimento ministerial que tem ocorrido nas igrejas e dacrescente onda de mundanismo que tenta invadir as congregações em nosso país e ao redordo mundo. Como se vê, este trabalho não está voltado ao simples conhecimento teológicoacerca das doutrinas cristãs, mas o objetivo central é preparar o obreiro no exercício dasfunções ministeriais. Haja vista que a estrutura social da Igreja tem tomado muito mais formado que a espiritual. Aqueles que tem aceitado a Cristo hoje, já não se parecem nada com ocidadão que o aceitava há vinte anos atrás, geralmente ele conhece as leis civis, os códigos deconduta sociais e às vezes alguns aspectos da fé. É comum atualmente ouvirmos termoscomo: ética, respeito, educação, postura, etc, sendo exigido de nossos obreiros, por parte dosmembros da igreja. Essa é uma característica do tempo presente, o lado social vai crescendoenquanto o espiritual vai ficando para o segundo plano, isso deve ser combatido, e só comobreiros preparados isso será possível.É fácil observar pessoas tristes e frustradas por não receberem uma oportunidade ou nãoserem convidadas para esse ou aquele evento na igreja. A idéia com esse estudo, é mostrar oque a Bíblia nos ensina, pois é possível ser social e altamente espiritual At 6.5. Hoje o Obreirodeve aprender que "estar ligado" nem sempre é estar em espírito, às vezes é "estar prestandoatenção!"Definições:Damos aqui algumas definições para facilitar o estudo:ObreiroEm um sentido genérico, seria todo aquele que trabalha na Obra do senhor, mas o termo éusado especificamente no meio evangélico para designar os que foram consagrados paraexercerem cargos ministeriais de qualquer natureza, seja pastor, presbítero, diácono ou auxiliarde trabalho, seja homem ou mulher, todos são obreiros do Senhor, é muito comum naAssembléia de Deus o uso do termo para designar apenas o auxiliar de trabalho oucooperador.PastorÉ o anjo da Igreja, ou líder espiritual do rebanho, o que tem a função principal de apascentar asovelhas e recebe orientação do Senhor no desempenho dessa missão Ap 2.1. Em o NovoTestamento equivale a bispo e presbítero At 20.17,18, mas atualmente nas Assembléias deDeus se diferencia do presbítero nas funções ministeriais, e vem depois do bispo na hierarquiafuncional das denominações que possuem o sacerdócio episcopal. Tem a função também deadministrador da Igreja de Cristo 1 Pe 5.1-3. Devido à necessidade da obra de Deus e aochamado, o pastor também recebe designações especiais como Evangelista e Missionário.EvangelistaEquivalente ao cargo de pastor e muitos vezes é chamado de pastor evangelista, tem a funçãode coordenar os trabalhos de evangelismo na área de influencia da igreja local, pode tambémser enviado para abrir ou dirigir algum trabalho de oração ou até mesmo alguma congregação.APOSTILA DE PASTORES APROVADOS DIACONO CARLOS TEL.(11)980950932 Página 9
  10. 10. APOSTILA DE PASTORES APROVADOS VOL.11MissionárioÉ o obreiro comissionado para uma obra de missão, dentro ou fora do país, para evangelizaçãoe/ou abertura de congregações, é também atribuído às irmãs consagradas para essa obra.PresbíteroO nome vem do grego que significa "o mais idoso" era o ancião responsável pela observânciada justiça nas cidades gregas, em o Novo Testamento, equivale ao pastor e ao bispo At20.17,18, e por essa equivalência em muitas denominações atualmente o presbítero seconstitui em um auxiliar e substituto direto do pastor e exerce funções administrativas e deministro, responsável pelo ensino da Palavra, aconselhamento, direção dos trabalhos da igrejae unção com o óleo, entre outras. No tempo apostólico o presbítero era o dirigente dascongregações Tt 1.5-7, atualmente vem depois do pastor na hierarquia funcional, há quemcritique as denominações evangélicas de tirarem o sentido real e a importância da palavra aocriarem o cargo de pastor.DiáconoO nome vem do grego e significa "servidor", leia At 6.1-7. Entende-se nesta passagem que oobjetivo da instituição dos diáconos era basicamente para servir as mesas, mas devido àascensão social da Igreja as funções do diácono tiveram seu caráter modificado, emboramantenha a mesma essência, agora o diácono é o principal responsável pelos meios quefazem o culto funcionar, como água, som, limpeza da igreja, organização, e anotações diversasentre outras. Diante do aqui exposto o diácono é o cargo ministerial que melhor expressa aintenção do Senhor em Jo 13.12-15. O ideal é que todo obreiro antes de alcançar qualquerfunção de maior responsabilidade ou relevância na Obra de Deus, tenha passado pela escolado diaconato, assim como Moisés passou quarenta anos no deserto aprendendo a servir emhumildade para só depois então, ser enviado pelo Senhor para libertar e conduzir o povo deDeus pelo deserto até a terra prometida Ex 3.2,10.DiaconisaÉ o equivalente ao diácono e diz respeito às irmãs consagradas com as mesmas funções dosdiáconos, algumas denominações não adotam este cargo por não encontrarem referênciaBíblica dele, porém existem tarefas que são peculiares às irmãs, como cozinhar, tomar contade berçário entre outras. Várias mulheres na Palavra de Deus, foram cooperadoras do SenhorJesus no seu ministério terreno Mt 27.55,56.Auxiliar de Trabalho (Cooperador)O Auxiliar de Trabalho é uma função que precede ao Diácono, o termo é relativamente novo enão se encontra na Bíblia, por conta disso, algumas denominações mais rígidas quanto àdoutrina, não o reconhecem como cargo ministerial. Embora não haja referência bíblica sobre ocargo, ele pode ser inferido no contexto de 1 Tm 3.10. Baseado neste conceito, o cargo deauxiliar de trabalho foi criado com o objetivo de experimentar o obreiro para o diaconato, écomo se o obreiro ficasse em um período de observação, para ao ser aprovado como obreiro,fosse então consagrado a Diácono. Ocorre freqüentemente no meio "assembleano", quealguns auxiliares de trabalho se destaquem tanto, que a própria igreja local o considerem comodiácono antes mesmo da sua consagração.Obs.:Convém observarmos antes de iniciarmos o estudo propriamente dito, que o corpo de obreiros,está sob a liderança do pastor e tem como atribuição principal a de liderar e organizar acomunidade dos remidos, sendo como auxiliares do pastor no desempenho de sua missão,que é a de conduzir o povo de Deus ao céu, para essa atribuição seja desempenhada comêxito, é necessário que no ministério haja organização, e por isso os obreiros obedecem a umahierarquia funcional eclesiástica, onde viria na seguinte ordem: pastor presidente, pastorauxiliar, evangelista ou missionário, presbítero, diácono e auxiliar de trabalho. Convém lembrarque a hierarquia aqui exposta é apenas funcional e não pessoal, é apenas para finsAPOSTILA DE PASTORES APROVADOS DIACONO CARLOS TEL.(11)980950932 Página 10
  11. 11. APOSTILA DE PASTORES APROVADOS VOL.11deorganização e trabalho, a hierarquia no reino de Deus obedece ao critério da humildade Lc22.24-27.CONDUTA DO OBREIRO NAS ATIVIDADES DA IGREJAÉ durante o culto e eventos, da igreja, que o obreiro mais tem contato com os membros de umaforma geral, é nesse momento que ele é observado e julgado por suas atitudes pela igreja,podemos minimizar ao máximo os danos causados pelo julgamento precipitado, observando,além daquilo que a Bíblia coloca como requisitos para o ministério e das tarefas específicas doobreiro, alguns procedimentos diante da igreja, que passaremos a apresentar a seguir.Tudo o que a Bíblia ensina como comportamento e ordenanças para o povo de Deus, deve serprimeiramente evidenciados nos obreiros para que estes sirvam como exemplo para todos osmembros, assim o obreiro será também um agente motivador.Obs: Todas as recomendações apresentadas aqui, devem ser seguidas por todos os obreiros,seja homem ou mulher, basta que esteja a serviço do Senhor.Aspectos Pessoaisa) Apresentação individualQualquer empresa ou instituição zela pela boa apresentação de seus funcionários, pois issopor si só já se constitui em um cartão de visita, é correto afirmarmos que a roupa não salva,mas também devemos observar na casa de Deus o que a Bíblia chama de "ordem e decência,"até mesmo pela ênfase que Palavra de Deus dá ao assunto At 6.3. Detalhes como roupa limpae passada, barba bem feita, cabelo cortado, sapato engraxado e unhas cortadas, podem fazermuita diferença diante de Deus e dos homens. Diante de Deus, pela importância quedemonstramos a tudo aquilo que se relaciona com nosso Deus e diante dos homens pela açãomotivadora e glorificação ao nome de Deus 2 Cr 9.3,4.b) GentilezaHá razões simples para sermos gentis no trato com todos, uma delas seria a própria fé quepregamos, pois seria no mínimo incoerente falarmos que o fruto do espírito é amor,benignidade, bondade, paz, etc, Gl 5.22, e assumirmos uma atitude hostil ou ranzinza paracom os irmãos. Existe principalmente a questão do exemplo, é fácil notar quando existe o climafraternal entre os irmãos, pelo sorriso espontâneo, pelo abraço, entre outros gestos, e issotambém pode ser percebido pelos de fora, a exemplo disso existem muitos irmãos que aoprocurarem uma igreja para congregarem, acabam preferindo aquela onde além de serem,melhor recebidos, também observaram as atitudes uns para com os outros. As pessoas estãoprocurando os lugares onde se prega e se vive a Palavra de Deus, esperamos convencê-lasque isso ocorre em nossas igrejas, porém sabemos que o exemplo fala mais que as palavras 1Jo 3.18, além do mais para aquele que é gentil o Senhor está pronto para abrir as portas 1 Sm16.18.c) EducaçãoO obreiro deve observar regras simples de boa educação como aguardar sua vez de falar,pedir licença ao sair e ao entrar, cumprimentar a todos quanto for possível, evitar gritarias,respeitar a hierarquia funcional usando os pronomes de tratamento corretos (Sr ou você), nissoestaremos todos em uma só ligação, além dessas regras existem outras, é só ter um pouco debom senso e seguir a Palavra de Deus, Mt 7.12.d) ÉticaÉtica são códigos de conduta para o bom relacionamento entre as pessoas dentro dos grupos,variam de grupo para grupo, existem ética empresarial, ética política, etc e também existe aética cristã. São códigos que se forem quebrados podem danificar os relacionamentos,prejudicar a imagem da instituição e até trazer escândalos ao Corpo de Cristo, convém estaratento a alguns procedimentos:- Celulares, os obreiros devem colocar seus aparelhos para o modo silencioso ou desligaremdurante o culto;- Evitar conversas a parte com irmãs casadas ou entre obreiros casados e irmãs solteiras, anão ser quando for necessário e por breve período de tempo;- Evitar beijos no rosto e abraços com as irmãs, que se conhece há pouco tempo ou novasconvertidas;APOSTILA DE PASTORES APROVADOS DIACONO CARLOS TEL.(11)980950932 Página 11
  12. 12. APOSTILA DE PASTORES APROVADOS VOL.11- Evitar ficar do lado de fora da igreja durante o culto;- Evitar andar sem necessidade no meio da igreja durante o culto;- Ser breve nas oportunidades, evitando principalmente histórias particulares e infindáveis;- Nas oportunidades, nunca se referir ao problema particular de um irmão por mais que seja doconhecimento de todos;- Não chamar a atenção dos obreiros diante da igreja, deve-se falar em particular, na presençade outro obreiro ou nas reuniões;- Evitar o uso de apelidos;- Respeitar a dor dos outros;- Ao orar em grupo, deve ser feito com ordem e em comum acordo com os irmãos, para evitaros falatórios sem objetivo;- Evitar quaisquer atividades que tirem a ligação do culto, como trocar uma lâmpada, arrastaruma mesa, afinar uma guitarra ou bateria, salvo o que for necessário, todo preparo do cultodeve ser feito antes;Além dessas normas, poderíamos citar muitas outras, mas por hora essas parecem ser as maiscomuns. O obreiro deve aprender que a ética a ser praticada entre os irmãos do Ministério edestes para com os membros da igreja, é aquela que leva em consideração a pessoa dopróximo, seu nível social, seus costumes, seu patamar espiritual, etc. Diante disso entendemosque alem da Ética Cristã, que é comum a todos os crentes, existem também a ética social e acultural que variam de indivíduo para indivíduo ou entre grupos, nem sempre o que é certo pramim, será para o meu irmão, um exemplo clássico disso é aquele irmão que tem o costume decumprimentar as irmãs com beijos no rosto ou às vezes com abraços, esse costumegeralmente vem do convívio familiar e não representa nada para aqueles que o praticam,sendo apenas uma mera saudação, mas sabemos que nem todos vêem com bons olhos essehábito, sendo então recomendável que não se use dessa prática no convívio entre os irmãosem Cristo quando se tratar de novos convertidos ou irmãs, cujos maridos não são convertidosainda. A manutenção da ética independe do que eu penso ou considero, e sim, leva em conta aPalavra de Deus e o meu próximo.e) PosturaO obreiro representa a própria igreja e por isso deve sempre manter uma postura condizentecom o cargo, função ou atividade que estiver desempenhando, precisa o obreiro estar atento adetalhes como a forma de estar sentado no Ministério ou em pé na portaria. O obreiro deveevitar ficar encostado ou sentado de qualquer maneira, deve manter uma postura ereta,decisiva, séria na sua função mas sem perder a "gentil presença", também deve evitarconversas desnecessárias, tudo que o obreiro fizer durante o culto deve ser em prol darealização deste, salvo em algumas ocasiões quando algum assunto externo urgente requer asua atenção.f) AtençãoNo transcorrer do culto o obreiro deve estar atento nas atividades do mesmo, há situações querequerem atitudes imediatas, como falta d’água para o ministério, som do microfone falhando,crianças fazendo bagunça na porta do banheiro, fio do microfone embolado, bêbado falandoalto desvirtuando a atenção dos membros entre outras, milhares de situações possíveis, porisso é necessário que o obreiro tenha atenção constante.Em contra partida é necessário que o obreiro mantenha também uma ligação espiritual, como épraticamente impossível que haja atenção aos detalhes do culto e ao mesmo tempo ligaçãoespiritual, recomenda-se que a liderança da igreja mantenha uma escala de obreirosresponsáveis pela execução do culto, onde seriam escalados dois ou mais obreiros por culto,dependendo do tamanho do templo e disponibilidade de obreiros, para trabalharem no apoiodireto à liturgia enquanto os outros ficariam livres para manterem a disciplina espiritual, seligando na oração, nos louvores, na palavra e no agir do Espírito Santo. Essa escala não livraem absoluto os outros obreiros de atuarem, podendo ser acionados a qualquer momento paraajudarem em alguma tarefa.Os obreiros devem, a todo custo, evitar o desligamento (desatenção), principalmente estandoassentado ao Ministério, ou o obreiro vai estar no apoio direto ao culto, ou vai estar em ligaçãoespiritual, é estranho ver um obreiro no Ministério ou na portaria com o olhar distante, distraído,disperso, talvez preocupado com alguma coisa ou pensando em algo que para ele no momentoé mais importante ou interessante do que o culto. O ideal no culto é que todos estejam unidosem um só propósito, que é o de adorar ao Senhor e os obreiros devem ser os primeiros acolaborar neste sentido, se isso não for observado pelos obreiros, corre-se o risco deoferecermos um culto frio e arrastado ao nosso Deus.APOSTILA DE PASTORES APROVADOS DIACONO CARLOS TEL.(11)980950932 Página 12
  13. 13. APOSTILA DE PASTORES APROVADOS VOL.11g) Iniciativa :A iniciativa é uma qualidade que faz com que o indivíduo tome atitudes preventivas oucorretivas, sem que para isso seja preciso alguma ordem. Essa uma das qualidades que maisse espera de um obreiro, isso é que ele desenvolva a iniciativa, a Obra de Deus sofre porcausa de obreiros que não tem iniciativa. Todo obreiro, ao verificar algo que precise ser feitoele deve imediatamente fazer, e trabalho é o que não falta. Veja como deve se consideraraquele que espera uma ordem de alguém para executar alguma tarefa:"Porventura agradecerá ao servo, porque este fez o que lhe foi mandado? Assim também vós,quando fizerdes tudo o que vos for mandado, dizei: Somos servos inúteis; fizemos somente oque devíamos fazer" Lc 17.9,10A aplicabilidade dessa palavra é impressionante para os nossos dias, pois alguns obreiros pornão conhecerem esta temática vão se tornando inúteis para o serviço da Casa do Senhor.Tarefas simples são simples de se executar, tais como, bancos desarrumados, banheiro sujo,secretaria desorganizada e etc, para isso é necessário que os obreiros estejam atentos a essesdetalhes que podem passar desapercebidos. O interessante dessa Palavra é que esseensinamento é cobrado no meio secular, fica evidente essa verdade: Aquele de souberdesenvolver a iniciativa, terá grande sucesso em sua vida em todas as áreas.h) EnvolvimentoO obreiro deve procurar se envolver nas atividades da igreja, como em um jogo de futebolquando algum jogador está com a bola, os outros correm para se desmarcar e ficar emcondições de receber o passe, também nas atividades da igreja, o obreiro deve estar sempreem condições receber a bola, sempre se apresentar para os trabalhos. O obreiro deve seraquele membro com quem o pastor pode contar para auxiliar nos projetos e realizaçõesh) ProatividadeEsse é um termo relativamente novo mundo, diz respeito às atitudes preventivas em umdeterminado projeto ou tarefa, é o ato de se prever possíveis necessidades ou falhas no futuro.Diríamos que proatividade é a soma de iniciativa e envolvimento nos diversos projetos erealizações da igreja. Ex: ao ser marcado um culto ao ar livre, o obreiro deve, antes de tudo,pensar em coisas como som, folhetos, ponto de luz para a instalação do som e etc, ainda quenão seja da sua alçada. O obreiro não deve se comportar como se não fosse responsabilidadedele, a realização de algum trabalho na igreja.i) Equilíbrio:O obreiro deve a todo custo ter um comportamento equilibrado, ele deve saber identificar omomento de descontração e o momento de assumir a postura séria para as atividades, e aodescontrair deve evitar brincadeiras extravagantes, piadas a fora de tempo, ou com temasduvidosos (infames, com mentiras Pv 26.18,19 , com o Espírito Santo ou com algumpersonagem bíblico) O obreiro deve se lembrar que: "Na multidão de palavras não faltapecado, mas o que refreia os lábios é prudente" Pv 10.19j) Prontidão :O obreiro pode, na sua essência, ser comparado ao soldado e am qualquer atividade da igrejaele é como o soldado em combate, por isso ele precisa estar sempre em prontidão para atuarem qualquer frente, seja para trazer a igreja uma saudação da Palavra de Deus, tirar dois outrês hinos da Harpa, fazer abertura do culto, iniciar a EBD, etc, nenhuma atividade deve deixarde ser realizada por falta de obreiros, é necessário o obreiro estar preparado.l) Pontualidade :O quesito que rapidamente aparece no obreiro é a sua pontualidade, na etiqueta secular,tolera-se um atraso de no máximo dez minutos, mas nas atividades da igreja os obreirosdevem sempre chegar antes que os membros, ainda que isso não tenha sido anunciado.Alguns ministérios elaboram a escala com dois ou mais obreiros escalados para cada evento,para chegarem mais cedo, abrirem a porta, prepararem o som e etc, porém o restante que nãoestão escalados devem no entanto chegar no horário marcado ou para a oração, ou para oinício do culto. A pontualidade é um ponto fraco no movimento pentecostal, a maioria dasigrejas pentecostais, sofrem com atraso, geralmente ao iniciarem os cultos, o total presente naigreja é sempre abaixo dos 50 % do total dos membros, uma forma de combater isso é oministério trabalhar a questão da pontualidade, iniciando os cultos no horário previsto eterminando também na hora determinada e os obreiros dando o exemplo de pontualidade parao restante do Povo de Deus.m) Amor :APOSTILA DE PASTORES APROVADOS DIACONO CARLOS TEL.(11)980950932 Página 13
  14. 14. APOSTILA DE PASTORES APROVADOS VOL.11O obreiro não deve esquecer nunca do amor, tanto para com Deus, como para com os irmãose entre os próprios obreiros, é lamentável quando um obreiro busca o rápido crescimentoministerial e por conta disso toma atitudes que não estão nos padrões da Palavra de Deus, aprópria Palavra do Senhor nos assegura que toda uma vida na obra pode ser perdida se nãotiver amor 1 Co 13.1-3, é necessário que o obreiro se examine e procure dentro de si mesmo,os reais motivos que o levam a fazer a obra do Senhor. Encontramos muitos obreiros, comlongos anos de trabalho na obra e que são homens e mulheres usados pelo Senhor, mas quede repente se desviam, muitas vezes o que motiva essa atitude é o fato de eles estarem muitotempo na obra do Senhor, por outras razões e não o amor às almas e a obra de Deus, ouentão no decorrer da caminhada eles se esfriaram no amor Mt 24.12.Aspectos FuncionaisDirigente do cultoEssa função normalmente é desempenhada pelo pastor da igreja ou poralgum presbítero, mas isso não quer dizer que nenhum diácono possa receber essaincumbência, contudo aquele que estiver na responsabilidade de dirigir o culto, seja por escalaprévia ou por determinação pastoral imediata, deve observar os seguintes requisitos:a:Estar preparado para essa importante tarefa, mesmo que tenha sido pego de surpresa, nãodeve o obreiro estar despreparado;b:Observar a liturgia do culto, que normalmente segue esta seqüência simples: oração peloinício, louvor da Harpa Cristã ou outro hinário, palavra devocional ou introdutória, apresentaçãodos visitantes, distribuição de oportunidades, recolhimento dos dízimos e ofertas, mensagemda Palavra de Deus, anúncios e benção apostólica. Com certeza esta seqüência litúrgica, nãoserá a mesma em todas as denominações, damos aqui somente uma base para acompreensão;c:Para a Palavra devoçonal, que é a palavra introdutória, o dirigente deve pedir que um irmãoou irmã ore por aquele que irá ler a Palavra e passar a oportunidade para este. É interessante,que o irmão ou irmão que fizer menção da Palavra introdutória seja o de maior ascendênciafuncional, um pastor, missionário(a), evangelista ou presbítero e não deve ser o mesmo queministrará a Palavra na hora da pregação.d: haverá um ou dois obreiros que conduzirão o culto: o responsável, que é o obreiro de maiorascendência funcional e o dirigente do culto, que é o obreiro escalado para esse fim,geralmente um obreiro faz as vezes de responsável e dirigente do culto.e:O dirigente pode a qualquer momento, convocar a igreja para fazer uma oração específica,mas é imprescindível que se faça oração pelo início, pela palavra devocional, recolhimento dedízimos e ofertas, pelo pregador e pelo término;f:ao adentrar ao templo algum obreiro com ascendência funcional ao dirigente e que seja domesmo campo ministerial, este deve passar a direção do trabalho para aquele;g:após a mensagem da palavra do Senhor o dirigente do culto deve entregar a direção dotrabalho para o responsável ou para aquele de maior ascendência funcional;h:nas situações em que a direção do trabalho for entregue a qualquer pastor do campo ouquando for feita apresentação de algum pastor visitante o dirigente deve pedir que acongregação fique de pé para tais procedimentos;i:o dirigente deve evitar que o culto esfrie, ou seja, o ambiente do culto deve estar semprenuma atmosfera de adoração, para isso é interessante que o dirigente anuncie comantecedência qual irmão ou grupo receberá a próxima oportunidade, e pedir que um obreiro,peça o respectivo CD para a ministração do louvor, isso para evitar aqueles momentos vagosenquanto play-back está sendo preparado; ej:a apresentação dos visitantes deve ser feita pelo porteiro ou por algum obreiro encarregadodestas anotações, se houver apresentação de obreiros, esta deverá ser feita por algumpresbítero ou pastor;Obs: Apontamos aqui alguns procedimentos genéricos para a boa direção de culto, algumasdenominações tem em seus regimentos litúrgicos internos, outros procedimentos e outras têmseus próprios costumes.Palavra DevocionalAPOSTILA DE PASTORES APROVADOS DIACONO CARLOS TEL.(11)980950932 Página 14
  15. 15. APOSTILA DE PASTORES APROVADOS VOL.11A liturgia do culto, nas Assembléias de Deus e em algumas outras denominações, prevê aPalavra de abertura, também chamada de Palavra Introdutória ou Palavra Devocional, todoobreiro neste caso deve estar pronto para fazer menção da Palavra de abertura, neste caso oobreiro deve observar alguns detalhes fundamentais como:1- O texto a ser escolhido deve ter um contexto, não se deve escolher versículos isolados. 2-Dê preferência aos textos que narrem fatos completos. Ex: uma parábola, um salmo ou umacontecimento;3-Não se deve escolher textos muito longos;4-Não se deve explicar a Palavra Devocional, apenas o obreiro deve ler e convidar os irmãospara orar.5-É interessante seguir o contexto do culto, por exemplo, em um culto de missões pode ser lidosobre as viagens missionárias de Paulo, em um culto de ações de Graça pode-se ler sobre ocântico de agradecimento de Ana;6-O obreiro dar preferência aos textos que sejam de fácil compreensão para os irmãos, evitepassagens muito complexas.Portaria1-De não menos importância para o igreja é a portaria, pois equivale ao cartão de visitas dacasa, o obreiro que estivar no cargo portaria deve procurar seguir tudo que foi ensinado sobreapresentação individual e além disso alguns detalhes a seguir:2-Deve o obreiro ser simpático, estar sempre com um sorriso para receber os convidados evisitantes;3-Se não houver outro obreiro para conduzir os visitantes aos lugares vagos, para evitar queestes fiquem em pé sem saber onde sentar;4-O obreiro na portaria deve manter sempre pronto uma prancheta e caneta para as anotaçõesde dados dos visitantes, como igreja, pastor, nome de grupo, etc;5-O obreiro da portaria deverá fazer as apresentações dos irmãos visitantes;6-Quando houver ministros visitando a igreja o obreiro da portaria deve pedir a credencial,conferir a validade e passar para o ministério ou para o dirigente fazer a devida apresentação;7-O obreiro da portaria deve estar também atento às crianças que eventualmente tentam sairda igreja sem que suas mães percebam;8-O obreiro na portaria deve comportar-se como uma sentinela, nunca deverá estar de olhosfechados ou distraído com alguma coisa;9-Durante a leitura da Palavra Introdutória, o obreiro que estiver na portaria deve solicitar aosirmão que não circulem pela porta, mas que aguardem o término da leitura."Fiel é esta palavra: Se alguém aspira ao episcopado, excelente obra almeja."1 Tm 3.1 ASSEMBLÉIA DE DEUS – BRAS MINISTÉRIO DE MADUREIRA TELEFONE (11)980950932 FALA COM DIACONO CARLOS ALBERTO AGRADEÇO A DEUSAPOSTILA DE PASTORES APROVADOS DIACONO CARLOS TEL.(11)980950932 Página 15

×