Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Gestão

668 views

Published on

Defesa do trabalho de gestão 2007

  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Gestão

  1. 1. Apresentação do trabalho de Semestre 2007/2008 UNIDADE CURRICULAR: Fundamentos de Gestão DOCENTE: Mestre Nuno Farinha
  2. 2. Índice <ul><li>Agradecimentos </li></ul><ul><li>Tema e Introdução </li></ul><ul><li>Objectivos </li></ul><ul><li>Metodologia </li></ul><ul><li>Enquadramento Empírico </li></ul><ul><li>Enquadramento Geral da Organização </li></ul><ul><li>Dinâmica de gestão no Departamento Operacional </li></ul><ul><li>Sínteses e Conclusões </li></ul>
  3. 3. Agradecimentos <ul><li>Gostaríamos de agradecer à empresa GE Security por nos terem cedido uma série de dados secundários que nos permitiram desenvolver este trabalho de uma forma mais objectiva. </li></ul><ul><li>Também uma grande referência e agradecimento ao nosso orientador Académico Dr. Nuno Farinha . Conseguiu transmitir-nos a importância da gestão como uma “ferramenta” fundamental para tentar obter respostas, assim como as várias formas de a conduzir. Um verdadeiro pedagogo a quem dirigimos um obrigado muito especial. </li></ul>
  4. 4. Tema e Introdução <ul><li>A GE no seu todo, e na nossa opinião, é uma empresa que consegue conciliar a eficácia e a eficiência. </li></ul><ul><li>Tentou-se verificar o tipo de gestão praticada ao nível de: </li></ul><ul><li>Planeamento </li></ul><ul><li>Organização </li></ul><ul><li>Liderança </li></ul><ul><li>Controlo </li></ul><ul><li>Tipo de Estrutura e Tipologia </li></ul><ul><li>Níveis de decisão existentes </li></ul><ul><li>Tipos de segmentação (Estratégica e ou Marketing) </li></ul><ul><li>Mecanisnos de Coordenação e Controlo </li></ul>
  5. 5. Objectivos <ul><li>Os Principais Objectivos: </li></ul><ul><li>A Ge Security: </li></ul><ul><li>-Como é constituída </li></ul><ul><li>Qual a gestão que está a ser feita </li></ul><ul><li>A evolução da empresa </li></ul><ul><li>Qual a politica da empresa </li></ul><ul><li>Meio Envolvente Organizacional </li></ul><ul><li>Ética da Empresa </li></ul><ul><li>Responsabilidade Social </li></ul><ul><li>Globalização </li></ul><ul><li>Processo de Tomada de Decisão </li></ul><ul><li>Contexto de Planeamento da empresa </li></ul><ul><li>Tipo de Estrutura e Características </li></ul><ul><li>Tipologia </li></ul><ul><li>Liderança implementada </li></ul><ul><li>Percepção da gestão em todos os contextos da gestão empresarial </li></ul>
  6. 6. Metodologia <ul><li>Como foi recolhida a informação? </li></ul><ul><li>Cedida pela Ge de forma directa; </li></ul><ul><li>Imprensa escrita </li></ul><ul><li>Quais os Intervenientes? </li></ul><ul><li>Ge Security: Director Geral (Country Manager); Director Comercial (Sales Manager) </li></ul><ul><li>Quais as principais fontes de informação quantitativa e qualitativa? </li></ul><ul><li>Através da própria empresa recolhemos: </li></ul><ul><li>Volume de Vendas </li></ul><ul><li>Recursos Humanos </li></ul><ul><li>Anuários de 2006 e 2007 (Valor do Mercado e a sua Segmentação) </li></ul><ul><li>Como foi trabalhada a informação? </li></ul><ul><li>Recolhida, Compilada, Analisada, Discutida e Sintetizada de forma descritiva, com o objectivo de ser Conclusiva. </li></ul>
  7. 7. General Electric <ul><li>“ A Tecnologia é a Chave do Crescimento” </li></ul><ul><li>Fundada por Thomas Edison em 1878, como Edison Electric Co. </li></ul><ul><li>A única empresa cotada no índice industrial Dow Jones </li></ul><ul><li>Um logótipo reconhecido em todo o mundo e praticamente inalterado desde a sua fundação: </li></ul><ul><li>6 Negócios Globais a operar em mais de 100 países: </li></ul><ul><li>316.000 Funcionários em todo o mundo </li></ul><ul><li>163.4 MM$ Receitas de 2006 </li></ul><ul><li>78 MM$ Receitas Internacionais fora dos E.U.A. de 2006 </li></ul><ul><li>40.7 MM$ Receitas EMEA de 2006. </li></ul>Logótipo
  8. 8. GE Industrial Composta por 8 áreas, são elas: Como podemos constatar é na Ge Industrial que se encontra a Ge Security.
  9. 9. Desde soluções domésticas a industriais ou segurança nacional, a tecnologia da GE cobre todo o espectro dos sistemas de segurança e prevenção, incluindo monitorização de vídeo de alta tecnologia, intrusão, detecção de incêndios, transmissão de alarme e comunicações, protecção de bens, detecção de explosivos e narcóticos. GE Security
  10. 10. Soluções GE Security Retalho, Banca, Hotéis, Entretenimento, Vigilância de Cidades, Protecção Residencial, Edifícios, Energia e Serviços, Industria, Forças Policiais, Aviação, Transportes, Controlo de Tráfego, Educação, Saúde, etc.
  11. 11. <ul><li>Networked Solutions </li></ul><ul><ul><li>Escritórios Locais Venda apenas a instaladores de segurança. </li></ul></ul><ul><ul><li>Distribuição Venda a distribuidores de equipamentos de segurança, nacionais e internacionais. </li></ul></ul><ul><ul><li>Asset Protection Venda e distribuição de sistemas mecânicos e electrónicos e de protecção de bens. </li></ul></ul>Estratégia de Canais <ul><li>Engineered Systems </li></ul><ul><li>Elabora soluções completas e adaptadas </li></ul><ul><li>a cada situação, para grandes clientes </li></ul><ul><li>e infra-estruturas públicas. </li></ul><ul><li>Homeland Protection </li></ul><ul><li>Venda de soluções tecnológicas para a </li></ul><ul><li>detecção de explosivos e narcóticos. </li></ul>
  12. 12. Tipo de Estrutura <ul><li>Estrutura Divisional onde salientamos: </li></ul><ul><li>Adaptada a um meio envolvente instável </li></ul><ul><li>Descentraliza decisões </li></ul><ul><li>Flexibilidade e autonomia local </li></ul><ul><li>Dificuldade de comunicação entre as diferentes linhas de produtos ou BU’s (SBU’s) </li></ul>Organigrama da GE Security; Ge Security EMEA; Ge Security Portugal.
  13. 13. Carta Organizacional <ul><li>A Ge Security subdivide o mundo em 3 áreas: EMEA (Europa, Médio Oriente e áfrica); Ásia; Pacifico e Américas. </li></ul><ul><li>Este é o enquadramento Organizacional: </li></ul>
  14. 14. GE Security em Portugal Foi constituída em 1982 denominou-se BZN Segurança Electrónica, Lda. Sofreu diversas alterações não só na “Denominação Social” mas também na mudança da Sede Social e no aumento do respectivo “Capital Social” Em 2002 a General Electric “GE” adquiriu o grupo “Interlogix” passando, nessa fase, a sua denominação a ser “GE Interlogix“. Neste momento a sua denominação é “GE Security“ e está integrada na divisão da “GE Industrial“ e o seu crescimento não tem parado. Em 1996 a BZN Segurança Electrónica, Lda. foi adquirida pelo Grupo Internacional “Interlogix B.V.” com sede Europeia em Bruxelas e com produção e distribuição própria de uma gama completa de equipamentos electrónicos de segurança. Assim, passou a fazer parte integrante de uma estrutura global. Sede Social: R. Bela Vista, Lt.18 Lj.E Murtal 2775-076 Parede –Portugal Telf: 214548180 Fax: 214548189 Filial: R. Campo Alegre nº 1306-C 4150-174 PORTO – Portugal Telef. 22 608 72 25 Fax: 22 608 72 71
  15. 15. Abordagem ao Mercado <ul><li>Abordagem ao Mercado sob três vertentes: </li></ul><ul><li>-Abordagem directa ao mercado (clientes finais), </li></ul><ul><li>-Trabalho directo com os profissionais da área (Projecto & Engenharia), </li></ul><ul><li>Comercialização de Equipamentos e formação </li></ul><ul><li>Técnico/Comercial só com Instaladores/Integradores. </li></ul><ul><li>Objectivos : </li></ul><ul><li>Cumprimento do Plano Operacional annual “double digit growth”, </li></ul><ul><li>em que os custos não podem ser superiores a 15% do volume das vendas. </li></ul>
  16. 16. Abordagem ao Mercado ...“Diferenciamo-nos não só por sermos um fornecedor, mas também por sermos um aliado a longo prazo”… ...“Queremos ser a primeira empresa mundial a oferecer soluções tecnológicas, para ajudar os nossos clientes a protegerem pessoas, bens e comunidades”... ...” A GE è uma empresa construída sobre princípios, movidos pela sua cultura e baseados na integridade”...
  17. 17. Segmentação por Área de Negócio Áreas mais relevantes: 34% Sistemas de Detecção de Incêndios 22% Video Vigilância 21% Detecção de Intrusão 14% Centrais de Det. de Intrusão. Fonte: GE Security Portugal
  18. 18. Evolução do Volume de Vendas Salientam-se taxas de crescimento muito acima do crescimento económico do País e da União Europeia, onde se prevê um crescimento do PIB entre 1,8% e 1,9% Fonte: Reuters: http:// diarioeconomico . sapo .pt/ edicion / diarioeconomico / internacional / economia /pt/ desarrollo /1069887.html Fonte: GE Security Portugal
  19. 19. Quotas de Mercado Só 26% do equipamento colocado no mercado nacional é efectuado por Fabricantes/Distribuidores. Face a 2006 a Ge Security face ao segmento (Distribuição) têm 28.36% do mercado. Face à totalidade o mercado têm 7.37% do mercado. Os sistemas de: Detecção de Intrusos (SADIR) com 13.60% Controlo de Acessos (SACA) com 9.40% São os negócios onde a Ge Security têm mais “market share”. O mercado registou um crescimento em 2006 face a 2005 de 4.27%.
  20. 20. Organigrama Local Estrutura Funcional (Local) embora inserida numa organização com Tipologia Organizacional de Estrutura Divisional.
  21. 21. Recursos Humanos Neste organização o Gestor (Country Manager) faz parte da força de vendas que é denominada como SFE (Sales Force Effectiveness). É notório que o Dep. Comercial têm maior volume até porque a vocação da estrutura é “VENDAS”
  22. 22. Produtos e Qualidade <ul><li>Produtos </li></ul><ul><li>Video Vigilância </li></ul><ul><li>Redes de Video </li></ul><ul><li>Fibra Óptica </li></ul><ul><li>Detecção de Incêndio </li></ul><ul><li>Sistemas de evacuação </li></ul><ul><li>Detecção de Intrusão </li></ul><ul><li>Controlo de acessos </li></ul><ul><li>Protecção de bens </li></ul><ul><li>Detecção de Gases Tóxicos e Explosivos </li></ul><ul><li>Software de Gestão Integrada </li></ul><ul><li>Qualidade </li></ul><ul><li>É determinada por vários factores: </li></ul><ul><li>-Organizacionais com as ISO9001 </li></ul><ul><li>Normas Europeias (EN) </li></ul><ul><li>Certificação específica por laboratórios acreditados na EU, </li></ul><ul><li>Certificação CE, entre outras. </li></ul>
  23. 23. Segmentação de Clientes <ul><li>Gráfico refere a segmentação e identificação dos canais: </li></ul><ul><li>“ Business to Business”, para os clientes da Ge Security Portugal: </li></ul><ul><li>Instaladores/Integradores: 92% </li></ul><ul><li>Distribuidores: 8% </li></ul>internacionais nacionais regionais distribuidores 0% > 10.000,00 ano -10% > 12.000,00 ano -20% > 25.000,00 ano -30% > 50.000,00 ano -40% > 100.000,00 ano Desconto Segmentação Preços por volume
  24. 24. Gestão e descrição do Dep. Operacional
  25. 25. Gestão e descrição do Dep. Operacional <ul><li>Objectivos Quantitativos </li></ul><ul><li>Lucro; Volume de vendas; Unidades vendidas; Quota de mercado; Taxa de penetração no mercado; Volume ou densidade  da distribuição; Custos associados; Valor acrescentado </li></ul><ul><li>Objectivos Qualitativos </li></ul><ul><li>Carteira de clientes; Novos produtos; Gama coberta; Cobertura geográfica; Clientes chave; Novos negócios; Novos mercados; Satisfação dos públicos relacionais; Notoriedade. </li></ul>
  26. 26. Gestão e descrição do Dep. Operacional <ul><li>Serviço Pós-Venda: </li></ul><ul><li>Entrada de encomendas no sistema informático global; Informações sobre questões de Stocks; Logística; Funcionamento de equipamentos; Envio de documentação variada (manuais, catálogos). Coordenação de RMA’s com os serviços do Armazém Central e do Service Centre na Holanda (reparações; garantias e devoluções). </li></ul><ul><li>Apoio Técnico: </li></ul><ul><li>Formações </li></ul><ul><li>Apoio em Obra </li></ul>
  27. 27. Plano Operacional Plano Operacional anual a apresentar anualmente aos HQ – Discutido e elaborado préviamente com o quadro directivo. Este tem duas fases distintas, “Session II” efectuado em Agosto e em que baseado no 1º Semestre se faz a projecção possível para o proximo ano, e a finalização e concretização em Dezembro onde podem ser observadas as mais diversas variações ocorridas durante o 2º Semestre. Enquadrar e implementar o Plano após aprovação dos HQ a nível da estrutura operacional. Liderar , cativar e motivar a equipa e enquadrá-la dentro dos parâmetros exigidos. Ajudando a gerir frustrações e incentivando á inovação e pro-actividade. Controlar através de mecanismos e ferramentas se o que está estipulado e aceite está a ser cumprido dentro dos parâmetros exigidos pelos Accionistas.
  28. 28. Papeis do Gestor As principais tarefas ou actividades do gestor responsável prendem-se com a coordenação do bom funcionamento da área de negócios A função tem um instrumento de gestão, Plano de Operações a partir do qual se desenvolvem as principais acções de estratégia. Naturalmente que esta função tem grandes preocupações com o meio envolvente , onde a monitorização do mesmo se pretende que seja constante. Os principais mecanismos de controlo dos colaboradores, encontram-se sustentados como seria de esperar, no Plano de Negócios. As expectativas que julgo que os colaboradores têm em relação ao estilo de liderança , resumem-se ao que se considera uma obrigação por parte de qualquer liderança; melhoria da qualidade de vida.
  29. 29. Ferramentas As principais ferramentas utilizadas em termos de gestão são: Relatórios (internos e externos) diários, semanais, mensais, trimestrais, semestrais e anuais com especial incidência no volume de vendas mas também relativos aos custos operacionais face ao plano operacional. Estudos de mercado . Informações económicas e sociais do País. Bases de dados e redes de contactos.
  30. 30. Sintese e Conclusões É uma empresa que aposta na ética e responsabilidade social. Tem uma prática corrente ao nível de apoiar quem Serve, Ecologia e a Educação. A opinião dos colaboradores é válida e levada em consideração “Imagination at Work”. Formação e valorização constante (qualificações) . Visibilidade É uma empresa que em termos de estrutura apresenta alguma complexidade, no entanto parece-nos ser de cariz divisional (6 divisões globais com uma série de sub-divisões) onde poderemos verificar vários patamares Hierárquicos e de gestão. A Globalização tem um peso extremo.
  31. 31. Sintese e Conclusões Procura um estilo Pró-activo ao nível das decisões Utiliza o Planeamento prospectivo no sentido construír o futuro. Estratégias corporativas, competitivas (SBU’s) e funcionais . Objectivos de curto, médio e longo prazo (Segmentação estratégica e de MKT) . Desenvolve mercados e aposta na diversificação e diferenciação. Forte componente em Investigação e Desenvolvimento. Últimamente aposta no crescimento Orgânico (não à custa de aquisições). Conjuga a segmentação estratégica (Competencias tecnológicas; Divisão dos clientes por necessidades gerais; Competitividade do negócio; médio e longo prazo) e de Marketing (Competências comerciais; Divisão dos clientes por hábitos ou comportamentos; MKT Mix; Curto prazo). Notoriedade da Marca tem um peso tremendo Os imperativos estratégicos EMEA : Crescer globalmente ; Criar procura; Liderar em tecnologia ; Canais fortes e Melhorar maneira de fazer negócio .
  32. 32. Bibliografia e Netgrafia <ul><li>Bibliografia: </li></ul><ul><li>Mintzberg H (1979), Estrutura e Dinâmica das Organizações, Publicações D. Quioxote: Lisboa </li></ul><ul><li>Stoner, J, Freeman, R. (1999), Administração, 5ª Edição, McGraw-Hill International Edition. </li></ul><ul><li>Farinha, Nuno (2007/2008), Fundamentos de Gestão, IPAM: Lisboa </li></ul><ul><li>  </li></ul><ul><li>Netgrafia: </li></ul><ul><li>http://www.gesecurity.com/portal/site/GESecurity </li></ul>
  33. 33. G1 NA - Grupo 3 Natércia Santos Nuno Figueiredo Susana Alcântara Vanda Gameiro Obrigado!

×