Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.
Transformando o Discurso em Prática: O Papel
dos Bancos de Desenvolvimento na Efetividade
da Agenda Ambiental
Gabriel Rang...
2
Nas últimas duas décadas a agenda ambiental
ganhou protagonismo em nossa sociedade
 O aumento da disponibilidade de inf...
3
Porém, tais iniciativas ainda não nos colocaram em
uma trajetória de desenvolvimento sustentável
Fonte: Rockstrom et al ...
4
E para reverter este processo desafios relevantes
devem ser superados
 Governança: Enquanto impactos ambientais de cará...
5
I. Diferenciação de Condições Financeiras
A disponibilização de instrumentos financeiros com condições mais atrativas do...
6
e os Bancos de Desenvolvimento possuem diferentes
instrumentos para elevar a efetividade da agenda ambiental
V. Monitora...
7
OBRIGADO!
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

“Transformando discurso en práctica: El papel de los Bancos de Desarrollo en la Efectividad de la Agenda Ambiental” - Gabriel Rangel Visconti, BNDES, Brasil

236 views

Published on

Seminario BID-BNDES-ALIDE-ABDE

“La Promoción del Financiamiento Verde en América Latina y el Caribe: intercambio
de experiencias y buenas prácticas en las instituciones financieras de desarrollo”

Fecha: Martes 27 de Agosto de 2013
Lugar: Auditorio del BNDES, Av. República do Chile, 330, Octavo Piso, Rio de Janeiro, Brasil

Published in: Economy & Finance
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

“Transformando discurso en práctica: El papel de los Bancos de Desarrollo en la Efectividad de la Agenda Ambiental” - Gabriel Rangel Visconti, BNDES, Brasil

  1. 1. Transformando o Discurso em Prática: O Papel dos Bancos de Desenvolvimento na Efetividade da Agenda Ambiental Gabriel Rangel Visconti Superintendente da Área de Meio Ambiente
  2. 2. 2 Nas últimas duas décadas a agenda ambiental ganhou protagonismo em nossa sociedade  O aumento da disponibilidade de informações sobre problemas ambientais ocasionou o aumento da consciência da sociedade como um todo para a importância de se promover uma maior preservação do meio ambiente.  Entre os sinais deste movimento estão o aumento do nível de exigência por reguladores ambientais e a incorporação da sustentabilidade enquanto diferencial na concorrência empresarial, além de uma vultuosa proliferação de iniciativas ambientais Multilaterais: Instituições Financeiras: Agenda Empresarial:
  3. 3. 3 Porém, tais iniciativas ainda não nos colocaram em uma trajetória de desenvolvimento sustentável Fonte: Rockstrom et al 2009 Os padrões vigentes de produção e consumo demandam recursos naturais em quantidade 50% superior à que a Terra pode recuperá-los, colocando “em cheque” os limites do planeta.
  4. 4. 4 E para reverter este processo desafios relevantes devem ser superados  Governança: Enquanto impactos ambientais de caráter local têm sua regulação intensificada a cada dia, no âmbito global a celebração de acordos vinculantes ainda é incipiente.  Crescimento e Meio Ambiente: Países em desenvolvimento precisam promover uma política de desenvolvimento que concilie crescimento econômico, inclusão social e preservação ambiental.  Empresas: Embora haja oportunidades para melhorias em padrões ambientais que também resultam em retorno econômico, em parte dos casos a iniciativa privada vive um trade off entre melhora em padrões ambientais e rentabilidade.  Inovação: O desenvolvimento e difusão de tecnologias ambientalmente mais adequadas é fundamental para viabilizar a transição para um modelo de desenvolvimento sustentável.  Transparência: O consumidor é um importante catalisador de esforços ambientais por governos e empresas, sendo vital, para isto, que haja disponibilidade de informações acerca dos impactos ambientais associados aos diferentes padrões de produção e consumo.
  5. 5. 5 I. Diferenciação de Condições Financeiras A disponibilização de instrumentos financeiros com condições mais atrativas do que as disponíveis no mercado podem viabilizar investimentos com externalidades ambientais positivas. II. Critérios de Financiamento Para os setores de alta criticidade ambiental, a utilização de padrões mínimos de sustentabilidade, adicionais à legislação, induz a adoção de melhores práticas ambientais pelo setor privado. III. Instrumentos Financeiros De acordo com as especificidades de cada setor, o desenvolvimento de instrumentos financeiros específicos pode ser necessário para alavancar investimentos que carecem de financiamento. IV. Inovação Para garantir que os investimentos em desenvolvimento tecnológico estejam articulados entre si e alinhados com a agenda de desenvolvimento do país, bancos de desenvolvimento podem promover chamadas de projetos e outros mecanismos para fomentar investimentos em inovação. e os Bancos de Desenvolvimento possuem diferentes instrumentos para elevar a efetividade da agenda ambiental
  6. 6. 6 e os Bancos de Desenvolvimento possuem diferentes instrumentos para elevar a efetividade da agenda ambiental V. Monitoramento de Efetividade Com o objetivo de monitorar a contribuição dos projetos financiados para os objetivos para os quais foram concebidos, a utilização de Quadro Lógico com indicadores de efetividade se apresenta como uma ferramenta de grande utilidade. VI. Mecanismos de Certificação A difusão de mecanismos de certificação é importante para disponibilizar ao consumidor mecanismos de aferição da sustentabilidade de produtos verdes. VII. Sustainability Scorecards A utilização de quadros de indicadores ambientais, customizados por setor, é uma importante ferramenta para a avaliação ambiental de projetos financiados. VIII. Reporting Com o objetivo de aumentar a transparência e comparabilidade da atuação ambiental de empresas, iniciativas que padronizem a forma como as empresas apresentam o seu relatório de sustentabilidade devem ser estimuladas.
  7. 7. 7 OBRIGADO!

×