Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Nota felipe carreras

577 views

Published on

Nota do secretário de Turismo Felipe Carreras sobre patrocínios governamentais à sua empresa Festa Cheia

Published in: News & Politics
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Nota felipe carreras

  1. 1. Para  os  amigos,  apenas  para  circular  por  aqui  e  tomarem  conhecimento  da  nossa   trajetória:       Amigos  e  amigas,       Diante  dos  últimos  fatos  que  vieram  à  tona  na  imprensa  e,   principalmente,  no  ambiente  das  redes  sociais,  acredito  ser  importante  dar   alguns  esclarecimentos  e  tornar  pública  a  minha  trajetória  de  vida  como   empresário  e  na  política.  Vamos  lá:         Comecei  minha  militância  política  na  juventude  da  campanha  de  Eduardo   Campos,  então  candidato  a  prefeito  do  Recife,  em  1992.  Em  1994,  fui  membro  da   juventude  na  campanha  de  Arraes  ao  governo  do  estado.  Arraes  venceu  e  fui   chamado  para  trabalhar  como  seu  oficial  de  gabinete,  onde  permaneci  por   quatro  anos.  Em  1995,  me  filiei  ao  PSB.  Fui  da  Coordenação  da  Juventude  do   Estado  e  cheguei  a  ser  Secretário  Nacional  de  Juventude,  sendo  membro  da   Executiva  Nacional  do  partido.           No  segundo  semestre  de  1998,  acontecem  dois  fatos  marcantes  na  minha   vida:  Arraes  perde  a  eleição  e  eu  começo,  aos  23  anos,  a  minha  atividade  como   produtor  de  eventos.  Junto  com  Augusto  Acioli,  comecei  a  realizar  eventos  nos   finais  de  semana,  no  Oitão  Bar,  casa  tradicional  da  Zona  Norte  do  Recife.  Ali   nascia  o  Caldeirão.  Em  pouco  mais  de  um  ano,  começamos  a  nos  estabelecer  e   viramos  uma  referência  de  diversão  aos  domingos  para  a  juventude  da  cidade.   Em  pouco  tempo,  o  local  não  comportava  mais  a  quantidade  de  público  e  nos   transferimos  para  um  espaço  mais  amplo,  em  Casa  Forte,  por  trás  do  Hiper   Bompreço.  O  Caldeirão  nos  proporcionou  uma  visão  de  eventos  e  uma  relação  de   proximidade  com  o  público.  Nascia  uma  empresa  que  se  tornaria  uma  das   maiores  produtoras  de  eventos  do  Estado.  Nesse  momento,  criamos  eventos  que   até  hoje  são  referência:  o  Olinda  Beer,  que  completa  vinte  anos  em  2017;  o   Samba  Recife,  que  está  completando  12  anos;  os  camarotes  no  Galo  da   Madrugada;  as  calouradas  unificadas;  o  festival  Recife  Forró  Fest;  o  Maior  Show   do  Mundo  e  vários  outros.  A  empresa  se  expandiu  com  eventos  fora  do  estado,   tais  como:  Samba  Brasília,  Samba  João  Pessoa  e  Samba  Maceió.  Até  um  programa   diário  de  rádio  (com  quatro  horas  de  duração  e  liderança  de  audiência)  a   empresa  criou,  há  doze  anos,  o  Caldeirão  Mania.           É  bom  que  se  diga  que  foi  a  partir  de  1999,  ano  em  que  o  PSB  estava  fora   do  poder  em  Pernambuco  (e  passou  oito  anos  desta  forma),  que  nos  firmamos   como  empresários  no  ramo  de  entretenimento.  Em  2006,  Eduardo  Campos  vence   as  eleições  e  se  elege  governador.  A  empresa  da  qual  sou  sócio  prestou  alguns   serviços  em  um  curto  período.  Serviços  estes  prestados  de  forma  idônea  e  sem   haver  qualquer  tipo  de  problema  com  prestação  de  contas,  sendo  estas   devidamente  atestadas  pelos  órgãos  de  controle  e  disponíveis  para  a  consulta  de   qualquer  cidadão  nas  páginas  do  portal  da  transparência.         Em  2012,  fui  convidado  a  assumir  a  Secretaria  de  Turismo  e  Lazer  da   Prefeitura  do  Recife.  Aceitei  o  convite  e,  para  assumir,  tive  que  me  licenciar  da   direção  da  empresa,  como  manda  a  lei,  não  sendo  necessário  o  desligamento  da  
  2. 2. mesma,  apenas  o  afastamento  da  minha  função  na  direção.  Está  tudo   devidamente  registrado  na  JUCEPE,  desde  2012.  A  partir  de  2013,  ano  em  que   comecei  a  minha  experiência  como  gestor  público,  a  minha  empresa  nunca   participou  de  nenhum  certame  licitatório  na  prefeitura  do  Recife,  tampouco  no   Governo  do  Estado,  como  também  pode  ser  facilmente  verificado.  Portanto,  as   informações  que  circulam  nas  redes  sociais  são  falsas  e  levianas.           Em  relação  à  polêmica  envolvendo  os  artistas  André  Rio  e  Cezzinha,  com   acusações  à  Empetur  e  Fundarpe,  ambos  já  isentaram  os  gestores  desses  órgãos   e  afirmaram  que  nos  áudios  faziam  referência  a  produtores  culturais  do  interior.   Tivemos,  inclusive,  o  depoimento  de  vários  artistas  pernambucanos  falando  da   lisura  dos  procedimentos  adotados  pelos  dois  órgãos.         É  bom  deixar  claro  que,  por  iniciativa  nossa,  houve  a  solicitação  para  a   abertura  de  inquérito  policial,  para  que  fossem  apuradas  as  denúncias  .  Também   é  importante  registrar  que  não  se  tratam  de  shows  fantasmas  ou  superfaturados,   coisas  atribuídas  a  secretários  que  já  passaram  pela  pasta.  As  agressões  a  mim   dirigidas  nos  últimos  dias,  de  forma  covarde,  sem  nenhum  cuidado  em  checar   fontes  ou  certificarem-­‐se  da  veracidade  das  mesmas,  estão  viralizando  em   grupos  de  whatsapp  com  conteúdo  apócrifo,  sem  identificação  do  autor,   demonstrando  a  covardia  e  o  ímpeto  em  desgastar  a  minha  imagem.         Entendo  ser  obrigação  dos  gestores  públicos  agirem  de  modo  transparente  e   estarem  prontos  a  esclarecer  qualquer  questionamento  que  lhes  seja  feito.  Por   isso  mesmo  estou  encaminhando  este  texto.  O  que  não  consigo  compreender  é  a   facilidade  com  que  algumas  pessoas  atacam  outras  com  base  em  leviandades  e   mentiras  ou  irresponsavelmente  compartilham  textos  sobre  cujo  conteúdo  não   têm  informação  suficiente  (ou  pior,  que  sabem  conter  informações  falsas).         Sigo  firme  na  minha  trajetória.  Quem  me  conhece  sabe  de  onde  vim,  da   minha  origem  e  como  lutei  na  vida.  Sigo  firme  para  ajudar  o  meu  Estado  como   gestor  público,  sob  o  comando  do  governador  Paulo  Câmara.  Sigo  firme  e  de   cabeça  erguida  para  enfrentar  os  desafios  que  a  vida  nos  impõem.  Sigo  firme   para  trabalhar  de  forma  incansável  para  termos  um  estado  cada  vez  melhor.  Sigo   firme  para  fazer  o  bom  debate  de  ideias  com  os  que  são  da  oposição  (pensam   diferente)  e  que  têm  um  papel  a  cumprir.  Sigo  firme  sem  torná-­‐los  inimigos  e   fazer  acusações  tentando  atingir  a  sua  honra.  Sigo  firme  em  busca  dos  nossos   sonhos  de  um  país  melhor  para  criar  os  nossos  filhos,  de  um  estado  mais  igual,   mais  tolerante.  Continuo  acreditando  nas  pessoas,  continuo  acreditando  na   verdade.  O  bem  sempre  há  de  vencer  o  mal.         Obrigado  a  todos  os  amigos  e  amigas  que  tem  enviado  mensagens  de   solidariedade  e  confiança  durante  nossa  trajetória.         Um  grande  abraço  a  todos!       Felipe  Carreras  

×