Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Metodologia Científica 1

4,896 views

Published on

Published in: Education
  • Be the first to comment

Metodologia Científica 1

  1. 1. METODOLOGIA CIENTÍFICA I NIEPSON DE SOUSA ARRUDA
  2. 2. ETAPAS DA FORMAÇÃO ACADÊMICA
  3. 3. Ensino Fundamental Ensino Médio Graduação Pós-Graduação
  4. 4. Ensino Médio ou Técnico Integrado GraduaçãoTecnologia Licenciatura Bacharelado Engenharia Pós- Graduação
  5. 5. Pós-GraduaçãoStricto sensu Lato sensu Mestrado Especialização Doutorado
  6. 6. ConhecimentoPesquisa
  7. 7. Acompanhe na sua apostila – página 9A ciência é um modo de compreender e analisar omundo empírico, envolvendo o conjunto deprocedimentos e a busca do conhecimento científicoatravés do uso da consciência crítica que levará opesquisador a distinguir o essencial do superficial eo principal do secundário.Cervo e Bervian (2002, p. 16)
  8. 8. Conhecimento Sujeito a:Aplicação Criação Transformação Acompanhe na sua apostila – página 10
  9. 9. Conhecimento é Incorporação de Acompanhe na sua apostila – página 10 ConceitoNovo OriginalNa estrutura cognitiva A partir de: Relacionamentos Experiências Leitura interpessoais
  10. 10. • Do medo à ciênciaa) O medo: Os seres humanos pré-históricos não conseguiam entenderos fenômenos da natureza.Por este motivo, suas reações eramsempre de medo: tinham medo dastempestades e do desconhecido.
  11. 11. • Do medo à Ciênciab) O misticismo:Num segundo momento, a inteligênciahumana evoluiu do medo para a tentativade explicação dos fenômenos através dopensamento mágico, das crenças e dassuperstições.
  12. 12. • Do medo à Ciênciac) A ciência: Como as explicações mágicas não bastavampara compreender os fenômenos os sereshumanos finalmente evoluíram para a busca derespostas através de caminhos que pudessemser comprovados. Desta forma, nasceu a ciênciametódica, que procura sempre umaaproximação com a lógica.
  13. 13. Natureza do ConhecimentoFilosófico EmpíricoTeológico Científico
  14. 14. Conhecimento Científico: Ex: descobrir o funcionamento dos órgãos do Conhecimento corpo humano sistemático da natureza Sujeito a comprovação Acompanhe na sua apostila – página 10 Com base na Metodologia Científica
  15. 15. Conhecimento Filosófico : Ex: analisar a ética Fruto: na clonagem humanaRaciocínio ReflexãoGerando Acompanhe na sua apostila – página 13 Conceitos Subjetivos
  16. 16. Ex: acreditar em cura por milagresAcompanhe na sua apostila – página 13
  17. 17. Conhecimento Empírico (Senso Comum): Ex: saber o momento certo da semeadura ou Obtido de: colheita Ações nãoAcompanhe na sua apostila – página 10 Planejadas
  18. 18. • O SENSO COMUM DA SUA INFÂNCIA• Sua mãe ensinou a VALORIZAR O SORRISO...• "ME RESPONDE DE NOVO E EU TE ARREBENTO OS DENTES!"• Sua mãe ensinou a RETIDÃO. "EU TE AJEITO NEM QUE SEJA NA PANCADA!“• Sua mãe ensinou o que é MOTIVAÇÃO... "CONTINUA CHORANDO QUE EU VOU TE DAR UMA RAZÃO VERDADEIRA PARA VOCÊ CHORAR!"
  19. 19. • Sua mãe ensinou a CONTRADIÇÃO... " FECHA A BOCA E COME!“• Sua Mãe ensinou MEDICINA... "PÁRA DE FICAR VESGO MENINO! PODE BATER UM VENTO E VOCÊ VAI FICAR ASSIM PARA SEMPRE."• Sua Mãe ensinou sobre o REINO ANIMAL... "SE VOCÊ NÃO COMER ESSAS VERDURAS OS BICHOS DA SUA BARRIGA VÃO COMER VOCÊ!"• Sua Mãe ensinou sobre GENÉTICA... "VOCÊ É IGUALZINHO AO SEU PAI!"
  20. 20. Acompanhe na sua apostila – página 14
  21. 21. •Acompanhe agora o quadro resumo na página 15.
  22. 22. SEÇÃO 4 Método e técnica• [...] o método é um conjunto das atividades sistemáticas e racionais que, com maior segurança e economia, permite alcançar o objetivo – conhecimentos válidos e verdadeiros –, traçando o caminho a ser seguido, detectando erros e auxiliando as decisões do cientista. Lakatos e Marconi (2003, p. 85) Acompanhe na sua apostila – página 17
  23. 23. • O QUE PESQUISAR?• POR QUE REALIZAR ESSA PESQUISA?• PARA QUE SERVIRÁ?• QUE CONTRIBUIÇÕES TRARÁ?• COMO EXECUTÁ-LA?• O QUE É NECESSÁRIO?• COM QUEM PESQUISAR?• ONDE PESQUISAR? Esses questionamentos caracterizam uma ação metodológica
  24. 24. TIPOS DE PESQUISA• Pesquisa Experimental: É toda pesquisa que envolve algum tipo de experimento.• Exemplo: Pinga-se uma gota de ácido numa placa de metal para observar o resultado.• Pesquisa Exploratória: É toda pesquisa que busca constatar algo num organismo ou num fenômeno.• Exemplo: Saber como os peixes respiram.
  25. 25. TIPOS DE PESQUISA• Pesquisa Social: É toda pesquisa que busca respostas de um grupo social.• Exemplo: Saber quais os hábitos alimentares de uma comunidade específica.• Pesquisa Histórica: É toda pesquisa que estuda o passado.• Exemplo: Saber de que forma se deu a Proclamação da República brasileira.• Pesquisa Teórica: É toda pesquisa que analisa uma determinada teoria.• Exemplo: Saber o que é a Neutralidade Científica.
  26. 26. O QUE É METODOLOGIA?Méthodos organizaçãoLogos discurso; estudoLogo, metodologia é um estudo de forma organizada.
  27. 27. MÉTODO DEDUTIVO Acompanhe na sua apostila – página 19-Parte do geral para o particular- Só a razão leva ao conhecimento verdadeiro- obtenção de uma conclusão lógica;- descobre uma verdade a partir de outrasverdades que já conhecemos;Exemplo:Se pegarmos uma galinha e ela por umovo, logo todas as galinhas põem ovos.
  28. 28. MÉTODO INDUTIVO- Parte do particular para o universal- a observação confirma a realidade- inclui quatro etapas: observação,hipótese, experimentação e aconstatação de que a hipóteselevantada Acompanhe na sua apostila – página 19
  29. 29. Técnicas de pesquisa• A técnica da pesquisa trata dos procedimentos práticos que devem ser adotados para realizar um trabalho científico, qualquer que seja o método aplicado, é o que escreve Miranda Neto (2005, p. 39). A técnica serve para registrar e quantificar os dados observados, ordená-los e classificá-los. A técnica, especifica como fazer (OLIVEIRA, 2002, p. 58). Acompanhe na sua apostila – página 20
  30. 30. O ciclo da pesquisa qualitativa 1.Fase exploratória 3. Análise e 2. Trabalho de tratamento de campo material
  31. 31. Fase exploratória• Produção do projeto de pesquisa;• Traçar os procedimentos para ir à campo;• Delimitar o objeto no tempo e no espaço• Criar as hipóteses
  32. 32. Trabalho de campo• Levar para a prática empírica a construção teórica;• Observação;• Entrevistas;• Contato com os pesquisados.
  33. 33. Análise e tratamento do material empírico e documental• Ordenação dos dados• Classificação dos dados• Análise
  34. 34. Unidade 2 A leitura e a documentaçãoAcompanhe na sua apostila – página 23
  35. 35. SEÇÃO 1 A importância da leitura• é difícil uma formação de qualidade sem muita leitura;• sem leitura não há como exercitar os conceitos e a construção de textos
  36. 36. SEÇÃO 1 A importância da leitura• A finalidade da leitura deve ser memorizar, apreender o conteúdo e formar um senso crítico sobre o assunto, de acordo com Bastos e Keller (2002, p. 19-32) e Galliano (1986, p. 70-71).• Regras da aprendizagem:• Atenção• Memória• Associação de ideias
  37. 37. SEÇÃO 2 Aproveitamento da leitura• Algumas etapas devem ser seguidas, para realizar uma leitura; vejamos o que nos apresenta Cervo e Bervian (2002, p. 96-99):• pré-leitura• leitura seletiva• leitura crítica ou reflexiva• leitura interpretativa Acompanhe na sua apostila – página 26
  38. 38. SECÃO 3 Documentação • Documentação é a organização e o registro de informação; é uma prática que deverá ser desenvolvida, visando facilitar seus estudos. Existem duas formas de documentação: - Documentação geral - Documentação bibliográficaAcompanhe na sua apostila – página 28
  39. 39. O fichamento• é um procedimento utilizado na organização de dados da pesquisa de documentos. Sua finalidade é a de arquivar as principais informações das leituras feitas e auxiliar, na identificação da obra. Acompanhe na sua apostila – página 28
  40. 40. Tipos de fichamento• FICHA DE CITAÇÃO• FICHA DE RESUMO
  41. 41. SEÇÃO 1 Técnicas para redigir textos• usar de frases completas e curtas;• evitar repetições do título na primeira frase;• empregar verbos em terceira pessoa;• coletar dados bibliográficos obedecendo à ordem das informações;• preferir palavras familiares e termos de fácil compreensão;• no rascunho, escrever o que lhe vier à cabeça. Depois, eliminar as partes• desnecessárias e dar continuidade à construção do texto;
  42. 42. SEÇÃO 1 Técnicas para redigir textos• recorrer a um amigo fazendo-o ler; as reações dele poderão ser de grande• utilidade;• · usar clareza ao expressar as ideias, pois um trabalho científico acadêmico• tem por objetivo expressar e não impressionar;• · ter sempre à mão um dicionário de língua portuguesa;• · ter cuidado com termos que expressem qualidade, quantidade, frequência,• quando usados com palavras como “bom”, “muito”, “às vezes”; podem dar• margem a diferentes interpretações;• · evitar o início de frases diretamente com números, como: 12 professores• pertencem ao Curso de Direito. O indicado seria: No curso de Direito, há• doze professores.
  43. 43. SEÇÃO 1 Técnicas para redigir textos• técnica de sublinhar ou destacar• técnica de esquema
  44. 44. Trabalho extraclasse• Página 41• Questões: 1 a 3• Enviar até 16 de novembro
  45. 45. Contatos• Niepson de Sousa• Email:niepson@oi.com.br• tel: 3341-3895

×