Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Biotipos cutaneos

11,011 views

Published on

  • Login to see the comments

Biotipos cutaneos

  1. 1. BIOTIPOS CUTÂNEOS
  2. 2. TIPOS DE PELE:  NORMAL OU EUDÉRMICA  SECA: FALTA DE ÁGUA: DESIDRATADA FALTA DE GORDURA: ALÍPICA  OLEOSA: PELE QUE BRILHA, TEM COMEDÕES  MISTA
  3. 3. CARACTERÍSTICAS
  4. 4. PELE NORMAL OU EUDÉRMICA  TAMBÉM CHAMADA DE INFANTIL  SUAVE AO TATO, FRESCA E AVELUDADA  ASPECTO LUMINOSO  TEOR DE HIDRATAÇÃO E NUTRIÇÃO NORMAIS
  5. 5. PELE SECA:  ESCASSEZ DE UMIDADE CEDIDA PELAS GL. SUDORÍPARAS  DESIDRATADA  FALTA DE OLEOSIDADE CEDIDA PELAS GL. SEBÁCEAS  APARÊNCIA RESSECADA E DELGADA
  6. 6. FATORES DE DESIDRATAÇÃO:  DESIDRATAÇÃO INTERSTICIAL – Difusão da água dos extratos internos para o extrato córneo – Impossibilidade de restabelecer as camadas profundas pela barreira eletrofísica – Diminuição da umidade relativa do ar – Aumento da temperatura e radiação luminosa  DESIDRATAÇÃO INTRACELULAR _ Osmose do meio intra para o extra celular
  7. 7. FATORES DE CARÊNCIA DE SUBSTÂNCIAS LIPÓIDES: – CAUSAS ENDÓGENAS  Alteração do equilíbrio endócrino – CAUSAS EXÓGENAS Falta de higiene Uso de sabonete alcalino Cosmético dessecante Falta de proteção ao sol, vento, frio, poeira
  8. 8. PELE OLEOSA:  ESPESSA  CONSISTÊNCIA FIRME  POUCO TRANSPARENTE  ASPECTO BRILHANTE E PEGAJOSO  ÓSTIOS DILATADOS  GRANDE PRODUÇÃO DE SECREÇÃO SEBÁCEA  PRESENÇA DE COMEDÕES E ATÉ ACNE  POUCAS RUGAS, PORÉM QDO. PRESENTES SÃO MAIS PROFUNDAS
  9. 9. CAUSAS DA SEBORRÉIA: – CAUSAS INTERNAS  Endócrinas: fatores hormonais, ex: adolescência  Digestivas: disfunção hepática, aumento de gordura no sangue  Nervosa: aumento da função glandular por traumas psíquicos, ansiedade, emotividade, etc – CAUSAS EXTERNAS  Falta de higiene  Uso de cosmético comedogênico
  10. 10. PELE MISTA:  LATERALMENTE TENDÊNCIA À NORMALIDADE (POR VEZES SECA)  ÁREA MEDIANA COM TENDÊNCIA À OLEOSIDADE  PEQUENAS RACHADURAS  DESCAMAM FREQUENTEMENTE E REAGEM A DIFERENCIAÇÃO CLIMÁTICA  NUMEROSAS RUGAS, PORÉM SUPERFICIAIS  ENVELHECEM PRECOCEMENTE  GRANDE NECESSIDADE DE HIDRATAÇÃO / NUTRIÇÃO
  11. 11. AVALIAÇÃO DOS DIFERENTES TIPOS DE PELE Prática observar:
  12. 12. ANAMNESE:  Clássica – hábitos de vida  Exposição solar  Histórico endocrinológico  Histórico familiar: câncer de pele
  13. 13. EXAME FÍSICO:  Hidratação  Lubrificação  Grau de envelhecimento  Pigmentação
  14. 14. HIDRATAÇÃO
  15. 15.  A hidratação é dada pela capacidade do estrato córneo de reter a água que se ingere. É também determinada pelas trocas da camada córnea com o meio ambiente.  CAMADA CÓRNEA: 10 a 30% de água  Conteúdo hídrico menor que 10 %: pele desidratada
  16. 16.  AMBIENTE ÚMIDO: camada córnea se embebe, absorvendo a água da atmosfera.  AMBIENTE SECO: há perda de água pela camada córnea, desidratando a pele.
  17. 17. LUBRIFICAÇÃO
  18. 18.  A lubrificação é aferida pelo óleo ou sebo produzido pelas gls sebáceas e também pela emulsão resultante deste sebo com a sudorese, o que é definido como FNH (Fator Normal de Hidratação), o cosmético natural que promove hidratação ao reter água na camada córnea.
  19. 19.  O grau de oleosidade na pele varia com as alterações climáticas e com as emoções.  TEMPO QUENTE E ÚMIDO: pele mais oleosa
  20. 20. GRAU DE ENVELHECIMENTO
  21. 21.  A avaliação do grau de dano solar busca as alterações pigmentares.  Glogau desenvolveu uma classificação para o fotoenvelhecimento.
  22. 22. PIGMENTAÇÃO
  23. 23.  Na coloração da pele intervêm fundamentalmente duas cores:  A proporcionada pela melanina: é geneticamente determinada, e é determinante da maior ou menor tolerância de um indivíduo à exposição solar, que é cumulativa. Sua classificação é comumente feita em fototipos de acordo com Fitzpatrick.  A dos pigmentos sangüíneos.
  24. 24. O EXAME
  25. 25.  Lupa  Lâmpada de wood (luz negra, irradiação ultra violeta): ocorre uma fluorescência e o pigmento epidérmico se destaca enquanto o mesmo não acontece com o pigmento dérmico.  Dermatoscópio (microscópio de superfície)  Fotografia
  26. 26. OBRIGADA!!!

×