Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Discipulado na Prática

  • Be the first to comment

Discipulado na Prática

  1. 1. Discipulado na Prática Ideias para um discipulado mais profundo, intencional e transformador
  2. 2. Outra definição de discipulado • Discipulado é uma amizade com o propósito intencional de crescer em Cristo • É amizade, relacionamento, convivência • É intencional, tem objetivos • Crescer em Cristo: visa transformação gradual
  3. 3. Ore e dependa de Deus em tudo • Ore para escolher a pessoa que você irá discipular, pelo relacionamento de vocês, etc • Veja o conteúdo das orações de Paulo: Ef 1:15-18; 3:14-21; Fp 1:9- 11; Cl 1:9-12 • Paulo orava por maturidade, discernimento, sabedoria e frutos
  4. 4. Concentre-se em poucas pessoas • De 1 a 3 pessoas está excelente • O importante não é a quantidade mas a qualidade • A quantidade será alcançada pela multiplicação (o discípulo que discípula outro e assim por diante)
  5. 5. Importante: seja sempre sigiloso • Nunca compartilhe com outros o que foi dito no discipulado e que for de caráter pessoal • Sem essa confiança o discipulado nunca irá decolar • O discipulado é um ótimo contexto para praticar Tiago 5:16
  6. 6. Quanto tempo deve durar o discipulado? • Sugestão: de 2 a 3 anos (talvez mais) • Um tempo limitado evita a dependência e o comodismo (quando o relacionamento não nos desafia mais a crescer) • A pessoa que você discipula precisa aprender com outros também • A pessoa não é seu discípulo, é discípulo de Cristo
  7. 7. Critérios para escolher quem discipular • 2 Timóteo 2:2 • Ser ensinável: é aberto ao ensino? • Ser fiel: cumpre os compromissos? • Ser disponível: tem tempo?
  8. 8. Como eu aprendo a discipular? • (1) Praticando • (2) Lendo – sugestão: “Fazendo Toda a Diferença” (Benjamin Wong) • (3) Trocando experiências com outros discipuladores
  9. 9. Sobre os Encontros • Encontrem-se de preferência semanalmente • Intimidade é algo que se desenvolve com a convivência • Busque sempre a profundidade: no estudo, na oração e no abrir do coração • Se for para ser superficial, desista; o discipulado será perda de tempo
  10. 10. O Discipulando Precisa Servir • Desenvolva no discípulo um coração de servo e uma paixão por servir a Deus • Envolva sempre o discipulando em algum ministério • Jesus fez isso o tempo todo com os doze e Paulo também (com Silas, Timóteo, Tito etc)
  11. 11. O Discipulando Precisa Servir • Encontros apenas teóricos não produzirão maturidade • É na experiência de servir que o discipulando aprenderá humildade, dependência de Deus, responsabilidade, etc • Se necessário, capacite-o ou providencie a capacitação
  12. 12. Não Tente Ser Deus • Não faça pelo discipulando o que ele precisa fazer por si mesmo • Não tente fazer o que só Deus pode fazer na vida dele • Não crie dependência, não seja paternalista • Ajude-o a assumir a responsabilidade por sua própria vida (Gl 6:5; 2Co 5:10)
  13. 13. Multiplicação é Fundamental • Seu trabalho só estará completo quando o discipulando estiver fazendo a mesma coisa com pelo menos mais uma pessoa (multiplicação)
  14. 14. FIM Outros Comentários, Perguntas ou Sugestões?

×