Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Resumo do livro "Sentido de Urgência"

Nesta obra, o autor ensina a identificar as prioridades do cotidiano e realizá-las de forma rápida e inteligente, sem repetir ações irrelevantes para o sucesso, que gera desperdício de recursos e de tempo, aproveitando as oportunidades e evitando o risco.

Resumo do livro "Sentido de Urgência"

  1. 1. Sentido de Urgência John P. Kotter
  2. 2. Como criar um sentido de urgência suficientemente forte em um grupo amplo de pessoas?
  3. 3. John Kotter apresenta seu novo livro
  4. 4. <ul><li>Baseou-se na análise de mais de 100 projetos com propósito de gerar mudanças em grande escala. </li></ul><ul><li>RESULTADO: </li></ul><ul><ul><li>Mais de 70% dos projetos sequer foram iniciados, ou os esforços de mudança falharam, ou, as mudanças foram realizadas acima do orçamento ou tarde demais. </li></ul></ul><ul><ul><li>Apenas 10% dos casos os projetos alcançaram mais do que imaginavam. </li></ul></ul>“ Sentido de urgência” Motivação Qual é o segredo?
  5. 5. Tudo começa com a urgência No início de qualquer esforço em direção à mudança... <ul><li>... se não houver um sentido de urgência forte o suficiente e a complacência não for bastante baixa, tudo se torna muito mais difícil. </li></ul>
  6. 6. O desafio da urgência <ul><li>Quando é dimensionado inadequadamente, mesmo pessoas bem qualificadas e empresas com recursos abundantes podem sofrer consequências. </li></ul><ul><li>Quando o desafio é bem enfrentado, até quem passa por grandes obstáculos pode gerar resultados excelentes. </li></ul>
  7. 7. A complacência é... ... o famoso “deixar quieto” <ul><li>Ela se revela sempre quando nos submetemos a crenças para deixar de criar, ou de lutar para que inovações ou mudanças sejam feitas – há uma satisfação com o status quo . </li></ul><ul><li>Ela é muito mais comum do que imaginamos, e possui o sentido contrário da urgência. </li></ul><ul><li>Quase sempre os indivíduos complacentes não se veem assim. Tendem a dar mais atenção ao contexto interno e seguir o que sempre funcionou. </li></ul>
  8. 8. O ritmo constante da mudança exige um forte sentido de urgência
  9. 9. Sentido de urgência... <ul><li>...mas o fato de que a reunião deve realizar algo importante hoje! </li></ul><ul><li>Portanto, é preciso definir as diferenças entre a complacência, o falso e o verdadeiro sentido de urgência. </li></ul>
  10. 10. Complacência Conceito Origem Como as pessoas pensam Como as pessoas se sentem Comportamento Mais generalizada do que as pessoas imaginam, e muitas vezes invisível a quem está envolvido no processo. Sucessos, ganhos reais ou percebidos, em geral, durante algum tempo. &quot;Sei o que fazer e faço.“ “ Sempre foi assim e sempre será....” “ Realmente, temos um desafio, mas, é na área do fulano.” Satisfeitas com o status quo Inseguras e ansiosas com o desconhecido Ofendidas quando confrontadas Atividade conservadora (medidas paliativas); ações que ignoram as novas oportunidades ou riscos para a organização, com foco interno (processo), que seguem a norma do passado, qualquer que seja ela...
  11. 11. Falso Sentido de Urgência Conceito Origem Como as pessoas pensam Como as pessoas se sentem Também generalizado e, em geral, considerado incorretamente como um verdadeiro sentido de urgência. Fracassos; problemas recentes com resultados de curto prazo ou declínio constante. A pressão intensa faz com que as pessoas confundam atividade com produtividade. &quot;Que confusão!“ “ Que pressão desnecessária!” “ Que desperdício de energia e tempo!” Muito ansiosas, irritadas, frustradas e cansadas. Atividade frenética; reuniões e mais reuniões, idas e vindas de projetos intermináveis, com forças-tarefa constantes - tudo isso exaurindo e estressando enormemente a todos... com pouco (ou nenhum) resultado aparente. Comportamento
  12. 12. Verdadeiro Sentido de Urgência Conceito Origem Como as pessoas pensam Como as pessoas se sentem Comportamento Raro e imensamente importante em um mundo em rápida mudança. Trata-se de uma força altamente positiva e focada. Liderança, pessoas que não estão apenas no topo da hierarquia, mas em todas as funções, e que criam a urgência e a recriam quando necessário. &quot;Oportunidades e riscos estão em toda parte.&quot; Um forte desejo de avançar e vencer agora! Atividade urgente; ação que é alerta, rápida e centrada em questões importantes, eliminando de forma incansável e contínua certas atividades para gerar tempo para as tarefas importantes e evitar desgastes (e desperdício).
  13. 13. Como identificar a complacência e a falsa urgência? <ul><li>As questões críticas são delegadas a forças-tarefa com pouco envolvimento dos líderes? </li></ul><ul><li>Existe alguma dificuldade em agendar reuniões sobre iniciativas importantes? Quando ocorrem elas terminam sempre sem decisões sobre ações imediatas? </li></ul><ul><li>Falta sinceridade na hora de confrontar a burocracia e a política, de modo a atrasar decisões fundamentais? </li></ul><ul><li>As pessoas dizem “Devemos atacar agora!” mas não fazem nada? </li></ul><ul><li>As tarefas específicas em torno de questões críticas não são concluídas a tempo ou com qualidade suficiente? </li></ul>Perguntas úteis!
  14. 14. Por onde começar?
  15. 15. Tudo começa com a urgência... <ul><li>Urgência significa “ de extrema importância ”. </li></ul><ul><li>Quando existe um verdadeiro sentido de urgência, as pessoas acham que é preciso agir agora para resolver problemas críticos, e não quando houver uma brecha na agenda. </li></ul><ul><li>Agora significa fazer progresso real todo santo dia. </li></ul><ul><li>Questões críticas são desafios fundamentais ao sucesso ou sobrevivência do negócio. </li></ul>Mas, o que é urgência?
  16. 16. Urgência: primeiro passo... ... de uma série de medidas que são necessárias ao sucesso em um mundo de mudanças. 1. Sentido de urgência 2. Equipe de liderança: (1/3) Primeiro, é preciso garantir que um número suficiente de pessoas entendam o verdadeiro sentido de urgência, visando buscar oportunidades críticas e os riscos hoje. Com um forte sentido de urgência, as pessoas conseguem identificar rapidamente os problemas mais graves e formam equipes fortes e com compromisso suficiente para orientar uma iniciativa de mudança ambiciosa.
  17. 17. Urgência: primeiro passo... 3. Visões e estratégias: 4. Comunicação: 5. Delegação de poder: 6. Conquistas de curto prazo: (2/3) Equipes fortes e altamente comprometidas organizam o esforço de encontrar visões e estratégias eficientes para lidar com uma questão relevante – mesmo quando as melhores estratégias são difíceis de detectar. Equipes com alta urgência caracterizam-se por sentir a necessidade de comunicar incansavelmente as visões e estratégias às pessoas relevantes para conseguir aceitação e gerar ainda mais urgência em suas empresas. Aqueles com verdadeiro sentido de urgência delegam poder a terceiros que estejam empenhados em tornar qualquer visão realidade, removendo obstáculos à sua frente – mesmo que seja muito difícil superá-los. Equipes com forte sentido de urgência orientam as demais no sentido de alcançar metas visíveis e concretas de curto prazo que acabem com as críticas e desarmem os cínicos.
  18. 18. Urgência: primeiro passo... 7. Nunca esmorecer: 8. Mudança permanente: (3/3) Depois dos sucessos iniciais, os grupos com verdadeiro sentido de urgência se recusam a deixar suas empresas retornarem a um estado de complacência confortável. Expandem os esforços, trabalhando em cada fase do desafio, e não esmorecem até que a visão se torne realidade. As empresas com forte sentido de urgência se sentem compelidas a encontrar formas de garantir que a mudança seja permanente, institucionalizando-a em sua estrutura, em seus sistemas e, acima de tudo, em sua cultura.
  19. 19. O essencial a respeito às crises
  20. 20. O essencial a respeito às crises... <ul><li>Pense sempre nas crises como oportunidades potenciais . </li></ul><ul><li>Nunca se esqueça de que as crises não reduzem automaticamente a complacência . Se não forem bem monitoradas e preparadas, os efeitos podem ser desastrosos, levando ao medo, à raiva, à culpa e ao comportamento enérgico mais disfuncional associado à falsa urgência. </li></ul><ul><li>Para usar a crise a fim de reduzir a complacência, certifique-se de que ela é visível, evidente, relacionada a problemas empresariais concretos , significativa o suficiente e que não pode ser resolvida de forma simples, com poucas ações. Combata o impulso de minimizar ou esconder más notícias. </li></ul>Certamente precisamos de prudência, mas em um mundo em rápida mudança, encontrar oportunidades em crises, provavelmente, reduz o risco geral.
  21. 21. Como aumentar o verdadeiro sentido de urgência?
  22. 22. Crie ações que sejam focadas, orientadas para o ambiente externo e centradas em vencer, e faça progressos todos os dias, eliminando atividades de baixo valor agregado - concentrando-se também no coração (emocional), e não apenas na mente (racional).
  23. 23. Táticas recomendadas... <ul><li>Traga o ambiente externo para dentro da empresa </li></ul><ul><ul><li>Reconecte a realidade interna com oportunidades e riscos externos. </li></ul></ul><ul><ul><li>Traga dados e experiências de pessoas, vídeos, lugares e sons. </li></ul></ul><ul><li>Comporte-se com urgência todos os dias </li></ul><ul><ul><li>Não deixe o contentamento, a ansiedade ou a raiva transparecerem em suas ações. </li></ul></ul><ul><ul><li>Demonstre sempre seu próprio sentido de urgência nas reuniões e interações com os colegas, em suas cartas e e-mails, e o faça da forma mais visível possível, para o maior numero de pessoas que conseguir. </li></ul></ul><ul><li>Encontre oportunidades nas crises </li></ul><ul><ul><li>Esteja sempre alerta para ver se as crises podem ser consideradas positivas para destruir a complacência. </li></ul></ul><ul><ul><li>Avance com cautela e nunca seja ingênuo, pois as crises podem ser fatais. </li></ul></ul><ul><li>Saiba lidar com a resistência </li></ul><ul><ul><li>Elimine ou neutralize todos os elementos que acabam com a urgência, como as pessoas que não são céticas, mas estão determinadas a manter a complacência ou criar uma urgência destrutiva. </li></ul></ul>
  24. 24. CUIDADO!
  25. 25. O sucesso pode criar um foco interno que mata o sentido de urgência
  26. 26. Como o sucesso pode criar um foco interno que mata o sentido de urgência? <ul><li>Sucesso histórico </li></ul><ul><ul><li>cultura do “nós é que sabemos das coisas”, que não vê motivo para olhar para fora </li></ul></ul><ul><ul><li>necessidade excessiva de coordenação e gestão de atividades internas </li></ul></ul><ul><ul><li>posição sólida no mercado – “não há necessidade” de monitorar o ambiente externo </li></ul></ul><ul><ul><li>Forte competitividade interna – desvia o foco e a energia para ataques e defesas pessoais </li></ul></ul><ul><li>Foco interno não possibilita perceber novas oportunidades e riscos </li></ul><ul><li>Baixo sentido de urgência - empresa muito estável (sensação de paralisia) </li></ul><ul><li>Inclinação ainda menor para buscar oportunidades e riscos no ambiente externo </li></ul>
  27. 27. Como se comportar com urgência...
  28. 28. Como se comportar com urgência... <ul><li>Elimine e delegue </li></ul><ul><ul><li>Impeça que uma agenda diária lotada torne impossível o comportamento urgente </li></ul></ul><ul><ul><li>Elimine itens de baixa prioridade </li></ul></ul><ul><ul><li>Cancele projetos secundários </li></ul></ul><ul><li>Avance rápido </li></ul><ul><ul><li>Use o tempo livre para responder imediatamente chamadas, e-mail e convites de reuniões sobre questões prioritárias (Urgentes!) </li></ul></ul><ul><ul><li>Nunca termine as reuniões sem deixar claro quem vai fazer “o que” e “quando”. </li></ul></ul><ul><li>Fale com paixão e emoção </li></ul><ul><ul><li>Enfatize sempre a necessidade do comportamento urgente: avance, adapte-se! </li></ul></ul><ul><ul><li>Torne esse sentimento contagiante. </li></ul></ul><ul><li>Combine palavras e ações </li></ul><ul><ul><li>Não fale apenas sobre o mundo externo, encare-o constantemente. </li></ul></ul><ul><ul><li>Não fale apenas sobre explorar novas oportunidades, mas faça-o sempre </li></ul></ul><ul><li>Deixe que todos vejam suas ações </li></ul><ul><ul><li>Aja da maneira mais visível possível e deixe que todos conheçam seu sentido de urgência </li></ul></ul>
  29. 29. Como manter a urgência em alta após o sucesso
  30. 30. Como manter a urgência em alta após o sucesso <ul><li>Preveja, com antecedência, uma possível queda no sentido de urgência. </li></ul><ul><li>Planeje para encontrar a solução </li></ul><ul><li>Independentemente de ter sido prevista ou planejada, assim que a urgência começar a cair, use uma combinação adequada de táticas para aumentar a urgência no âmbito de uma estratégia voltada para o coração </li></ul><ul><ul><li>Leve mais do ambiente externo para dentro da empresa. </li></ul></ul><ul><ul><li>Use (ou crie) uma nova crise </li></ul></ul><ul><ul><li>Aja com urgência de maneira nova e criativa. </li></ul></ul><ul><li>Acima de tudo, trabalhe com calma para incorporar o sentido de urgência à cultura empresarial. </li></ul>
  31. 31. COMECE O FUTURO HOJE MESMO!
  32. 32. Sobre o autor John P. Kotter É professor emérito de Liderança no Harvard Business School, onde leciona desde 1972, e é considerado uma autoridade em liderança e gestão de pessoas. É autor de diversas obras, totalizando mais de 2 milhões de exemplares vendidos. Kotter vive em Cambridge, Massachusetts, com sua família.

    Be the first to comment

    Login to see the comments

  • AdrianoDuarte9

    Mar. 28, 2015
  • BravoGm

    Aug. 9, 2015
  • MariadeFatimaDamascena

    Oct. 1, 2015
  • CamilaCristine3

    Nov. 6, 2015
  • AlessandraSantos96

    Nov. 8, 2015
  • joniltonfigueiredo

    Nov. 9, 2015
  • juliomelmed

    Mar. 9, 2016
  • JosMoura19

    Mar. 25, 2016
  • SilvioRezende2

    Nov. 22, 2016
  • mriviana

    Jan. 8, 2017
  • FabianoFreitas1

    Mar. 4, 2017
  • AnaCludiaMendonca

    Apr. 6, 2017
  • interathiva

    May. 10, 2017
  • gilvan.oms

    Jul. 31, 2017
  • pablovalautormes

    Sep. 11, 2017
  • LucianaFlix5

    Oct. 7, 2017
  • acrastrelli

    Oct. 11, 2018
  • VilneiSchreiber

    Jun. 7, 2019
  • RitaAndrade9

    Dec. 23, 2019
  • SandraSilva40

    Jun. 29, 2020

Nesta obra, o autor ensina a identificar as prioridades do cotidiano e realizá-las de forma rápida e inteligente, sem repetir ações irrelevantes para o sucesso, que gera desperdício de recursos e de tempo, aproveitando as oportunidades e evitando o risco.

Views

Total views

12,288

On Slideshare

0

From embeds

0

Number of embeds

5

Actions

Downloads

466

Shares

0

Comments

0

Likes

22

×