Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Agnosticismo

3,407 views

Published on

Sobre agnosticismo, sem generalizações.

Published in: Spiritual
  • Be the first to comment

Agnosticismo

  1. 1. gnosticismo
  2. 2. A palavra “agnóstico” significa essencialmente “sem conhecimento”.Um agnóstico pode até ser considerado um ateu de certa forma menosignorante.O ateu comum nega a existência de um deus ou qualquer entidademetafísica, o agnóstico não o faz já que é impossível provar que essesseres são inexistentes assim como não se pode provar que existem.Neste conceito, o agnosticismo está certo. A existência de Deus nãopode ser provada ou deixar de ser provada empiricamente. A Bíblianos diz que nós devemos aceitar por fé que Deus existe.Teístas creem em Deus; Ateus desacreditam; o Agnóstico não seimpõe, é como se temesse negar a existência de um ser superior edevido a isto fica “em cima do muro”
  3. 3. Símbolo Agnóstico
  4. 4. Pirro de Elis foi um filósofo grego que fundou o ceticismo e umadoutrina prática, também conhecida como Pirronismo, que se dizia queo conhecimento humano é incapaz de encontrar certezas. Ao meditarsobre os discursos filosóficos de sua época, concluiu que todas asdoutrinas tinham capacidade suficiente de encontrar argumentosigualmente convincentes para a razão.Suas filosofias se baseavam em três questões: “Qual a natureza dascoisas?”; “Como deve-se portar ante essa natureza?”; e “O queobtemos com esse comportamento?”. Para ele, toda intenção de iralém das aparências é fracassada devido as deficiências dos sentidoshumanos e pela fraqueza da razão, razões que limitam a capacidadehumana.A partir desse filósofo os pensamentos de não aceitação e nãonegação foram surgindo ao longo dos tempos.
  5. 5. Muitas pessoas usam, erroneamente, a palavra agnosticismocom o sentido de que se trata de uma pessoa semposicionamento sobre crenças. Isso é estritamente incorreto,teísmo e ateísmo separam aqueles que acreditam em divindadesdaqueles que não acreditam em divindades. O agnosticismosepara aqueles que acreditam que a razão não pode penetrar oreino do sobrenatural daqueles que defendem a capacidade darazão de afirmar ou negar a veracidade da crença teística.Se existem ou existiram deuses é considerada uma questão quenão pode ser finalmente respondida, ou que no mínimo não foisuficientemente investigada antes que possa considerarsatisfatoriamente respondida, pois muitas coisas tidas comorelacionadas podem ser frequentemente independentes.
  6. 6. Mesmo com a comprovação e aceitação científica da ancestralidadecomum universal e do mecanismo de seleção natural, não é possívelafirmar que deuses não existam; isso apenas impede a interpretaçãofundamentalista de diversos relatos de criação. Ao mesmo tempo, umahipotética refutação científica da ancestralidade comum universal, Big-bang e outros eventos da história do universo, ou mesmo umaeventual comprovação de algo como a vida após a morte, também nãoseriam provas da existência de algum deus em particular ou de deusesde modo geral.Há algumas subdivisões agnósticas de acordo com o “nível de crença”da pessoa, normalmente um agnóstico surge quando vai contra algunsdogmas, mas ainda assim acredita em Deus (não exatamente o deuscristão).Essas pessoas não devem ser colocadas como descrentes dequalquer teoria, pois muitos seguem algo, mas “com um pé atrás” ousegue apenas por autossatisfação. Esse é um resumo dos pensamentos agnósticos, para a maiorcompreensão do assunto, sem posições contra ou a favor, apenas para o esclarecimento.
  7. 7.  http://contae-milk.blogspot.com.br/2012/03/agnosticismo.html http://pt.wikipedia.org/wiki/Agnosticismo Conhecimentos remotos.

×