Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Toxicodependências

2,115 views

Published on

  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Toxicodependências

  1. 1.  Nesta apresentação vamos falar sobre as toxicodependências. Mais aprofundadamente o tabaco.
  2. 2.  O tabaco surgiu no ano 1000 a.C., na América Central. Era utilizado para rituais mágicos com o objetivo de purificar, contemplar, proteger e fortalecer os guerreiros. O seu uso foi introduzido na Europa no século XVI, por Jean Nicot, um diplomata francês que lhe cicatrizou uma úlcera na perna que era incurável. Com fins curativos e através do cachimbo, expandiu-se para Ásia e África. No século XVI surgiu a moda de aspirar o rapé, tendo sido atribuídas a esta substância qualidades medicinais pela Rainha de França, Catarina de Médicis, uma vez que a aliviava das enxaquecas.
  3. 3.  No século XIX, em Espanha, iniciou-se o uso do charuto, de seguia expandiu-se pela Europa, os Estados Unidos e outros Continentes. Por volta de 1840 e 1850 começaram a aparecer os primeiros homens e mulheres a fumar cigarros. Apos a Iª Guerra Mundial é que o seu consumo se expandiu. No séc. XX, com a ajuda de publicidade e marketing que se desenvolveram nesta época. Na década de 60, começaram a surgir relatórios médicos comprovando que tanto os fumadores e não fumadores apresentavam doenças devido ao seu consumo. O tabaco é fabricado em todo o mundo e envolve milhões de euros e é uma das drogas mais consumidas do mundo.
  4. 4.  Quando o fumador dá uma “snifadela”, o fumo é logo absorvido pelos pulmões, chegando ao cérebro em 9 segundos. Os principais efeitos da nicotina no sistema nervoso são: elevação no humor e diminuição do apetite. A nicotina é um estimulante leve, embora os fumadores digam que é mais um relaxante quando fumam. Esse relaxamento é provocado pela diminuição do tónus muscular. Quando o tabaco é utilizado a longo prazo, faz com que as pessoas consumam cada vez mais. Os fumadores quando deixam o consumo de cigarros, podem sentir desejo incontrolável por cigarro, irritabilidade, agitação, prisão de ventre, dificuldade de concentração, diurese, tontura, insónia e dor de cabeça.
  5. 5.  O tabaco produz um aumento no batimento cardíaco, na pressão arterial, na frequência respiratória e na atividade motora. Quando uma pessoa fuma um cigarro, o tabaco é imediatamente distribuído pelos tecidos. No sistema digestivo provoca queda de contração do estômago, dificultando a digestão. Há também um aumento da vasoconstrição e na força das contrações cardíacas.
  6. 6.  O fumo do cigarro leva muitas substâncias tóxicas ao organismo. Dentro dessas as mais importantes são a nicotina, o monóxido de carbono e o alcatrão. O uso constante de cigarros leva a ocorrência de doenças como pneumonia, câncer(pulmão, laringe, faringe, esófago, boca, es tômago, entre outros), enfarte miocárdio, bronquite crónica, enfisema pulmonar, derrame cerebral, úlcera digestiva, etc.. Outro dos efeitos são náuseas, dores abdominais, diarreia, vómitos, cefaleia, tontura, bradicardia e fraqueza.
  7. 7.  Quando uma grávida fuma o feto também “fuma”, recebendo todas as substâncias do cigarro através da placenta. As substâncias provocam o aumento do batimento cardíaco, redução do peso, menor estatura e alterações neurológicas, no feto. Corre o risco de abortamento espontâneo, entre outras complicações. As substâncias são também absorvidas durante a amamentação através do leite materno.
  8. 8.  Os fumadores não são os únicos expostos à fumaça do cigarro, sendo agredidos por ele também os não fumadores, tornando-se fumadores passivos. O fumo do cigarro dispersa-se pelo ambiente, fazendo com que os não fumadores, próximos ou distantes, inalem as substâncias tóxicas. Estudos comprovam que os filhos de fumadores apresentam indícios de 3 vezes mais infeções respiratórias (bronquite, pneumonia, sinusite) do que os filhos de não fumadores.
  9. 9.  O hábito de fumar é muito frequente na população. A associação do cigarro com imagens de pessoas bem sucedidas, jovens desportistas, é uma constante nos meios de comunicação social. Este tipo de propaganda é dos principais fatores que estimulam o uso do cigarro. Por outro lado, os programas de controlo do tabagismo têm vindo a receber um destaque cada vez maior em diversos países, ganhando apoio de grande parte da população.
  10. 10.  http://oficina.cienciaviva.pt/~pw020/g/tabaco.htm
  11. 11.  Ana Cristina Ribeiro, nº1 Carla Maria Ribeiro, nº6 Juliana Cristina Gonçalves, nº17 Juliana Lima Gonçalves, nº18 º

×