Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Campanha de prevenção às DST e aids para o carnaval

2,887 views

Published on

A mensagem geral da campanha de carnaval deste ano é informar o jovem para se prevenir contra o vírus da aids, usar camisinha, fazer o teste e, se der positivo, começar logo o tratamento, reforçando o conceito “camisinha + teste + medicamento” de prevenção combinada.

Published in: Health & Medicine
  • Be the first to comment

Campanha de prevenção às DST e aids para o carnaval

  1. 1. 41.3 37.4 32.2 27.6 20,4 0.0 5.0 10.0 15.0 20.0 25.0 30.0 35.0 40.0 45.0 RS AM SC RR AP RO RJ MS DF PA PE MT MA ES PR SP TO GO RN PI BA SE CE AL MG PB AC Unidade da Federação Brasil Panorama de HIV e aids - 2013  Estabilização de casos de aids no Brasil com taxa de detecção de 20,4 casos a cada 100 mil habitantes
  2. 2. Panorama de HIV e aids em jovens - 2013 Jovens de 15 a 24 anos 2004 – notificados 3.453 casos taxa de detecção de 9,6 por 100 mil habitantes 2013 – notificados 4.414 casos de aids taxa de detecção de 12,7 por 100 mil habitantes
  3. 3. Taxa de Mortalidade por aids - 2013  Cerca de 13% de queda na mortalidade em relação ao ano de 2003 6.4 5.7 0.0 2.0 4.0 6.0 8.0 10.0 12.0 1994 1995 1996 1997 1998 1999 2000 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 Taxademortalidade(por100milhab.) Ano do óbito
  4. 4. Distribuição de camisinha – Carnaval 2015  Nos últimos cinco anos, o Ministério da Saúde passou aos estados 2,2 bilhões de preservativos.  Apenas para o carnaval, o Ministério da Saúde está distribuindo 70 milhões de preservativos para os estados  Os estados já contam com estoque de 50 milhões de unidades para as ações cotidianas de prevenção  Ao todo são 120 milhões de preservativos distribuídos em 2015
  5. 5. Pesquisa de Conhecimentos, Atitudes e Práticas na População Brasileira (PCAP)  Resultados fazem parte da 3ª edição da pesquisa nacional domiciliar, de 2013, para monitoramento e controle da infecção pelo HIV, outras doenças sexualmente transmissíveis e hepatites virais  A pesquisa foi realizada anteriormente em 2004 e 2008  Número de entrevistados: 2004 – 6 mil indivíduos de 15 a 54 anos em 2004 2008 – 8 mil indivíduos de 15 a 64 anos em 2008 2013 – 12 mil indivíduos de 15 a 64 anos em 2013
  6. 6. Resultados da Pesquisa Indivíduos entre 15 e 64 anos que concordam com a afirmação “o uso do preservativo é a melhor maneira de evitar a infecção pelo HIV” Fonte: MS/SVS/DDAHV Nota: 2004 a faixa etária foi de 15 a 54 anos 96,9% 96,6% 94,0% 2004 2008 2013 2004 2008 2013
  7. 7. Resultados da Pesquisa Fonte: MS/SVS/DDAHV Nota: 2004 a faixa etária foi de 15 a 54 anos 67% 52% 60% 47% 67% 55% Última relação sexual com parceiros casuais Todas as relações sexuais com parceiros casuais 2004 2008 2013 Indivíduos sexualmente ativos entre 15 e 64 anos que usaram preservativo nos últimos 12 meses
  8. 8. Resultados da Pesquisa Indivíduos sexualmente ativos entre 15 e 64 anos, segundo indicadores de práticas sexuais Fonte: MS/SVS/DDAHV Nota: 2004 a faixa etária foi de 15 a 54 anos 25,2% 19,2% 4,1% 27,7% 25,9% 9,3% 25,1% 43,9% 12,1% Indivíduos com relações sexuais antes dos 15 anos Mais de 10 parceiros na vida Mais de 5 parceiros eventuais no último ano 2004 2008 2013
  9. 9. Conclusões e considerações finais da Pesquisa  94% dos brasileiros sabem que a camisinha é a melhor forma de prevenção às DST e aids  Apesar disso, 45% da população sexualmente ativa não usou preservativo em todas as relações sexuais com parceiros casuais  Necessidade de fortalecimento das estratégias de prevenção combinada  A prevenção precisa ir além do enfoque no uso exclusivo do preservativo
  10. 10. Conclusões e considerações finais da Pesquisa Tratamento como prevenção (TCP) TCP Alta carga viral = Fácil transmissão Baixa carga viral = Baixa probabilidade de transmissão
  11. 11. Conclusões e considerações finais da Pesquisa Adotada no Brasil desde Dezembro de 2013, a estratégia de prevenção combinada é mais abrangente e tende a ter um impacto mais relevante na epidemia:  Práticas de sexo seguro  Testagem regular de HIV  Adesão ao tratamento antirretroviral  Redução de danos  Profilaxia pós-exposição (PEP)
  12. 12. Campanha de Carnaval - 2015 CartazesFacebook Filme
  13. 13. Campanha de Carnaval - 2015 Slogan: #PARTIUTESTE Público-alvo:  Jovens de 15 a 24 anos  População gay, trans e profissionais do sexo Objetivo: convidar o público a se prevenir contra o vírus da aids, usando camisinha, fazendo o teste e, se der positivo, começando logo o tratamento gratuito no SUS Período da Campanha: 28/01 a 28/02
  14. 14. Campanha de Carnaval - 2015 Estratégia prioritária para o carnaval: Cobrir todas as cidades brasileiras com reforço nas cidades com maior concentração de foliões: São Paulo, Rio de Janeiro, Salvador, Recife, Olinda e Florianópolis, Alfenas, Diamantina, Ouro Preto e São João Del Rei Veículos utilizados: Televisão, Rádio, Internet, Revistas Temáticas Carnaval, Revista de Comportamento LBGT, Ambiente Aeroporto, Mídia Exterior e Intervenção Urbana Valor da campanha: R$ 12 milhões
  15. 15. Campanha de Carnaval - 2015 AEROPORTOS  Ação: Instalação de 34 displays para a retirada de camisinhas de Santos Dumont, no Rio de Janeiro, Salvador e Recife  Início de funcionamento: 01 de fevereiro  Locais: Banheiros femininos e masculinos desses aeroportos  Quantidade: Oferta inicial de 195 mil preservativos

×