Itália, frança e suíça 2011

2,774 views

Published on

Swiss Alps tour for 2011 season

Published in: Travel
0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
2,774
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
11
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Itália, frança e suíça 2011

  1. 1. Itália, França e Suíça (Alemanha) 2011Roteiro Tumlare<br />Mauro Friedrich<br />maurofriedrich@gmail.com<br />Julho 2011<br />
  2. 2. Roteiro de viagem<br />Dia 1 – SAB - Brasil/ Milão<br />Dia 2 – DOM - Milão<br />Dia 3 – SEG - Milão<br />Dia 4 – TER - Milão/ Como/ Lugano/ Saint Moritz<br />Dia 5 – QUA - Saint Moritz/ Glacier Express (viagem em trem)/ Zermatt<br />Dia 6 – QUI -Zermatt/ Gornegratt/ Zermatt<br />Dia 7 – SEX - Zermatt/ Montreux/ Vevey/ Genebra ou Lausane<br />Dia 8 – SAB - Genebra/ Chamonix/ Genebra<br />Dia 9 – DOM - Genebra/ Lausane/ Monte Titlis (Engelberg)<br />Dia 10 – SEG - Monte Titlis/ Bondinho Rotair/ Interlaken ou Grindelwald<br />Dia 11 – TER - Interlaken ou Grindewald/ Jungfraujoch/ Interlaken ou Grindewald<br />Dia 12 – QUA - Interlaken/ Lucerna/ Floresta Negra/ Titisee/ Colmar/ Estrasburgo<br />Dia 13 – QUI - Estrasburgo/ Metz/ Reims<br />Dia 14 – SEX - Reims/ Epernay/ Paris<br />Dia 15 – SAB – Paris (galerias comerciais abertas das 10 as 20 hs)<br />Dia 16 – DOM – Paris (sem comércio aberto; museus abertos)<br />Dia 17 – SEG - Paris/ Brasil<br />
  3. 3. Quadro de Distâncias da viagem<br />Percorre-se uma média de 3.500 km em rodovias e no trecho ferroviário entre St. Moritz e Zermatt, não incluídas as distâncias percorridas em passeios ferroviários ou em teleféricos.<br />
  4. 4. Milão - Itália<br />A região da Lombardia está ao norte da Itália, e tem fortes influências das culturas francesas e alemã, devido a proximidade às fronteiras com a França, Suíça e Áustria.<br />O ducado de Milão, na Idade Média, abrangia territórios que hoje estão na Suíça.<br />Milão é o grande pólo de desenvolvimento do norte da Itália, região considerada a mais desenvolvida industrialmente no país.<br />
  5. 5. Milão - Itália<br />Histórico<br />400 ac – Os Insubres (um povo celta) fundam a cidade com o nome de Milán (oriunda da palavra celta: Medhlan).<br />222 ac – Milão é capturada pelos romanos e mudam o nome à cidade para Mediolanum.<br />293 dc – Declarada a capital do Império Romano do Ocidente, pelo Imperador Diocleciano, mas foi governada pelo Imperador Maximiano.<br />313 dc – Pelo Édito de Milão, o Imperador Constantino I garantiu a liberdade de religião para os cristãos do Império Romano.<br />402 dc – Sitiada pelos visigodos, Milão perde a condição de capital imperial para a cidade de Ravenna.<br />452 dc – Os hunos invadem Milão.<br />539 dc – Os ostrogodos conquistam e destroem Milão.<br />569 dc – Os Lombardos conquistam Milão.<br />774 dc – Milão se rende aos Francos e Carlos Magno, numa decisão fora do comum, assume também o título de Rei dos Lombardos, criando a Coroa de Ferro da Lombardia.<br />1450 – Francesco Sforza conquista Milão e a transforma numa das mais importantes cidades do Renascimento italiano.<br />1796 – Milão é conquistada por Napoleão I, que a transforma em capital da Itália em 1805.<br />1815 – Milão é ocupada pelas forças do Império Austro-Húngaro.<br />1859 – A cidade passa ao comando da Casa de Sabóia.<br />Na Idade Média, com a criação da Liga Lombarda, a cidade de Milão começa a prosperar como importante centro comercial na região do vale do rio do Pó.<br />As famílias Della Torre e os Viscontis são as principais forças políticas locais até o século XV.<br />
  6. 6. Milão - Itália<br />A antiga Milão dos tempos medievais, graças a sua posição estratégica ao norte da Itália, cresceu como importante centro comercial e cultural, dando lugar a importante indústrias italianas a partir do final do século XIX.<br />O centro da cidade é resultado das antigas fortificações medievais, cujas portas ligavam-se às vias de acesso às demais cidades italianas.<br />O sistema de defesa de Milão foi sendo ampliado com os anos, dando origem a vias circulares em torno do Castelo Sforzesco, que era o ponto mais central da antiga Milão.<br />
  7. 7. Milão (Lombardia) - Itália<br />Milão está localizada no norte da Itália, sendo a capital da Região da Lombardia, uma das principais cidades industriais , centro financeiro, cultural e urbanos da Itália e da Europa.<br />População: 1,3 milhões de habitantes na área urbana (que tem o tamanho (182 km2) igual à da cidade de Paris, na França, e é considerada a 5ª. maior área urbana da União Européia. <br />A área metropolitana tem 7,4 milhões de habitantes (é a maior da Itália) e cerca de 14% deles são de origem estrangeira, formando a 3ª. maior área metropolitana da União Européia)<br />É considerada a 11ª. mais cara cidade do mundo para se viver, mas em 2008 foi visitada por 1,9 milhões de turistas anuais.<br />A Catedral de Milão conhecida como Duomo é o cartão postal da cidade. Construída entre 1386 e 1809, em arquitetura gótica, Duomo é considerada a 2ª. maior catedral européia (sendo a Catedral de São Pedro, em Roma, a 1ª em tamanho).<br />
  8. 8. Milão – Catedral Duomo<br />
  9. 9. Milão – Itália<br />Hotel Dei Cavalieri<br />
  10. 10. Milão – Galeria Vittorio Emmanuele II<br />A Galeria Vittorio Emmanuele I foi construída em 1865 e é considerada o primeiro shopping center ou galeria do mundo (moderno), usando a concepção de cobrir ruas com abobadas de ferro e vidro . A arquitetura de Giuseppe Mengoni transformou a galeria num dos principais cartões postais da cidade.<br />A Galeria liga a Catedral Duomo ao Teatro alla Scala, na Piazza Duomo.<br />
  11. 11. Milão – Teatro alla Scala<br />Mais famoso do que bonito, o Teatro alla Scala , foi mandado a construir em 1776 pela Imperatriz Maria Tereza da Áustria e inaugurado em 1778; é considerado o centro das artes líricas da cidade (e da Itália, também), em especial de óperas.<br />Seu nome vem da antiga igreja Santa Maria alla Scala, que existiu no mesmo local do teatro. Em 1943, sofreu grandes danos por bombardeios, foi reformado e reabriu em 1946.<br />
  12. 12. Milão – Castelo Sforzesco<br />O Castelo Sforzesco data do século XV, construído em 1550 pelo Duque de Milão, Francesco Sforza (foto), em substituição a uma antiga fortaleza que ali existia e fora destruída em 1447. Sforza tomou o governo de Milão, substituindo a dinastia Visconti, e usou o palácio como sua residência oficial. A torre do castelo data de 1452 e tomou o nome de Torre del Filarete, por ter sido este o arquiteto que a decorou externamente.<br />O castelo sofreu muitos danos ao longo da história, sendo restaurado de 1943 a 2005, e abriga os Museus Cívicos da cidade, com um fabuloso e rico acervo de obras de arte, em especial do Renascentismo italiano, que a Dinastia Sforza muito contribuiu para desenvolver em Mulão. Em volta do castelo foi construído o Parco del Sempione.<br />
  13. 13. Milão – Cenacolo Vinciano (Igreja Santa Maria Grazie)<br />Uma das mais famosas obras de Leonardo da Vinci (que viveu em Milão por 17 anos, a partir dos 30 anos de idade) é a Santa Ceia (conhecida na Itália com o nome de Cenacolo Vinciano), afresco pintado entre 1494 a 1498, e que decora o refeitório da Igreja Santa Maria Grazie.<br />A tela data do período Renascentista italiano e devido a vários fatores ambientais e históricos (bombardeios da II Guerra Mundial) sofreu grande deterioração, sendo restaurado diversas vezes desde 1700, e a última realizou-se em 1999.<br />A Igreja de Santa Maria Grazie e seu refeitório, que recebe grande quantidade de turistas para ver a famosa obra de arte.<br />A igreja data de 1490 e integra o complexo do convento dominicano que foi construído ali em 1469, por ordem de Francesco Sforza..<br />Tombada pela Unesco como Patrimônio Mundial.<br />
  14. 14. Milão – Capital da moda italiana e do design<br />A moda italiana tem sua capital em Milão, onde estão famosas lojas de griffe.<br />O design italiano é um dos pontos altos da cultura da cidade.<br />Milão será a sede da Expo 2015.<br />
  15. 15. Milão – Indústrias e marcas famosas<br />Milão é a cidade sede de muitas das mais famosas marcas de produtos industriais e equipes esportivas da Itália (Inter de Milão e o Milan), que também tornaram-se marcas mundialmente reconhecidas.<br />
  16. 16. Milão – Hotel dei Cavalieri (4*)<br />Localização: Piazza Missori, 1, em frente a estação do Metrô Missori e a 250 metros da Catedral de Milão (Duomo).<br />Localização a apenas 3 quadras da praça da Catedral Duomo e do Museu Novecento.<br />Tem 167 apartamentos, sendo os andares 7, 8 e 9 os com apartamentos recentemente reformados.<br />Os quartos são pequenos.<br />Área de recepção é pequena.<br />Área do café da manhã é pequena para o tamanho do hotel.<br />Alguns apartamentos não tem ar condicionado.<br />
  17. 17. Milão – Sheraton Four Points (4*)<br />Four Points Sheraton MilanVia Gerolamo Cardano, 1 • 20124 MilanoPhone: +39 02 66.746.1 • Fax: +39. 02 67.030.24 • Email: info@fourpointsmilano.it<br />Próximo às estações ferroviárias Stazione Centrale e Garibaldi.<br />Distante cerca de 150 metros da estação de metrô Gioia (linha verde 2) e Centrale (linha amarela 3).<br />Distante cerca de 30 minutos de caminhada da Catedral de Milão (Duomo)<br />Ná área próxima ao hotel não há pontos de interesse turístico.<br />254 apartamentos em 12 andares.<br />
  18. 18. Os Alpes<br />A cadeia de montanhas de grande altitude, (o Mont Blanc, a mais alta dos Alpes, tem 4.808 metros de altitude), espalha-se entre a França, Itália, Suíça e chega até a Eslovênia.<br />Geológicamente, é uma formação de rocha maciça, oriunda das placas tectônicas africanas que se contraíram na região dos Alpes há milhares de anos passados.<br />Embora não se possa ver, os Alpes continuam a crescer, pois os movimentos tectônicos não cessam na natureza.<br />
  19. 19. Lago di Como<br />Área: 146 km2 (é o terceiro maior lago da Itália, depois do Lago de Garda e Lago Maggiore).<br />Profundidade: o ponto máximo de profundidade é de 410 metros, um dos mais profundos da Europa.<br />Nome latino: Larius Lacus, mas atualmente adota-se o nome em função da cidade de Como, na região da Lombardia, a mais populosa da região no sudoeste do lago, com 534 mil habitantes.<br />Localização: Entre o vale do rio do Pó e os Alpes, na fronteira entre Suiça e Itália.<br />Forma do lago: a de Y invertido<br />Tem apenas 1 ilha, a de Comancina.<br />Afluentes mais importantes em volume de água: rio Adda e rio Mera<br />
  20. 20. Lago di Como - Itália<br />Centro histórico da cidade de Como é pequeno, pois a cidade está entre as montanhas e a borda do lago di Como.<br />
  21. 21. Como – Templo Voltiano<br />As margens do lago Como está o museu dedicado ao físico italiano, Alessandro Volta, nascido em Como em 1745 e falecido na mesma cidade em 1827, aos 82 anos de idade.<br />Volta dedicou-se aos estudos da física a partir de 1759, em especial no campo da eletricidade.<br />1775 – Volta criou o elétrofo, uma máquina de produção de energia estática.<br />1776 – O físico obteve o isolamento e a identificação do gás metano, a que chamou de “ar inflamável dos pântanos”. Outro grande feito científico de Volta.<br />1801 – Napoleão concede a Volta o título de Conde, após assistir uma apresentação de demonstração da pilha elétrica de Volta.<br />1800 – 1815 – Volta cria o primeiro protótipo da pilha eletroquímica, sendo considerada a primeira pilha (ou bateria) do mundo. Nos 15 anos seguintes, houve grande desenvolvimento no cam po dos estudos da eletroquímica.<br />1819 – Aposentou-se de suas atividades científicas.<br />1880 – Volta é homenageado com a designação de seu nome para a denomincação da unidade básica de medida de campos elétricos: o Volt.<br />Alessandro Volta (foto acima) tem suas obras guardadas no museu e Templo Voltiano (foto abaixo) nas margens do lago di Como.<br />
  22. 22. Como – Duomo (catedral da cidade)<br />A catedral de Como, construída desde 1396 até 1740 como Igreja de Santa Maria Maggiore, tem fachada gótica do século XIV e uma cúpula central do século XVIII, do arquiteto Filipo Juvarra. Há em seu interior, peças de arte Renascentista e tapeçarias dos séculos XVI e XVII.<br />
  23. 23. Como (Lombardia) - Itália<br />
  24. 24. Suíça (Confederação Helvética - CH)<br />República federal governada por um conselho de 7 membros do qual um deles assume a posição de presidente (primus inter pares) formada por 26 cantões (estados), formada em 1291.<br />Área: 41.285 km2. Não tem costa marítima.<br />População: 7,8 milhões de habitantes <br />Capital: Berna<br />Línguas oficiais: Alemão (64% da população); Francês ( 21%); Italiano (6,5%) e Romanche (0,5%); sendo dividos em dialetos regionais que na prática também são meios de dividir as populações dos cantões suíços.<br />Lema do país: “Um por todos, todos por um.” (do Latim: Unus pro omnibus, omnes pro uno)<br />Economia: é um dos países mais ricos do mundo com o PIB per capita de US$ 43.196. Zurique e Genebra são duas cidades globais, que são consideradas respectivamente segundo e terceiro lugar entre as cidades do mundo de melhor qualidade de vida.<br />A Suíça tem tradição de neutralidade política, e a última guerra internacional que se envolveu data de 1815.<br />Moeda: Franco Suíço (CHF)<br />Relação cambial: <br />Euro 1 = CHF 1,10 (agosto2011)<br />CHF 1 = Euro 0,82<br />Histórico<br />500 ac – Tribos celtas ocupam o centro norte da Europa, sendo a tribo dos Helvécios a mais importante de todas e a que originou o nome latino do país.<br />400 ac – Os Romanos controlam a região da Suíça.<br />58 ac – Os Helvécios tentam ocupar regiões ao sul da Suíça, mas são parados pelas tropas romanas do general Júlio César, e obrigados a recuar.<br />Século V – com a queda do Império Romano, a Suyíça é invadida pelos povos de tribos germânicas (considerados bárbaros).<br />1/08/1291 - Data do início da Confederação Helvética.<br /> 1812 - A Suíça torna-se a pioneira em elaborar leis trabalhistas, limitando a jornada em 12 horas diárias, e proibindo o trabalho infantil de crianças até a idade de 10 anos. Em 1877, altera o limite de trabalho para 11 horas diárias, exceto domingos, e o limite da idade do trabalhador sobre para 14 anos.<br />1818 – As máquinas substituiram quase todo o trabalho manual do país.<br />Século XX – A Suíça nunca foi invadida durante as 2 grandes guerras mundiais.<br />2005 – Os suíços aprovaram a entrada do país no Espaço Schengen, mas ainda não integra a comunidade dos países Europeus.<br />
  25. 25. Suíça<br />
  26. 26. Suíça – 26 Cantões suíços<br />
  27. 27. Lugano - Suíça<br />Lugano está no Cantão de Tessino, da qual é a maior cidade, embora a capital do cantão seja Bellinzona.<br />A cidade é banhada pelo Lago Lugano, nos Alpes<br />Área: 30 km2<br />Língua oficial: Italiano<br />População: 56 mil habitantes.<br />A Igreja de São Carlos das 4 Fontes de Roma (acima), o Casino de Lugan (abaixo) e as margens do Lago Lugano (ao lado)<br />
  28. 28.
  29. 29. Lugano - Suíça<br />Ruas da cidade antiga de Lugano.<br />O Pico de San Salvatore, visto do Monte Bre (acima) e uma tradicional loja de salames em Lugano (ao lado)<br />
  30. 30. Lugano - Suíça<br />O Lago Lugano e a paisagem no entorno da cidade<br />
  31. 31. Sankt Moritz – Suíça <br />Cantão de Grisões<br />Importante centro turístico e estação de esportes de inverno. Recebe anualmente cerca de 200 mil turistas.<br />População: 5 mil habitantes<br />Área: 29 km2<br />Altitude: 1.856 metros<br />Língua oficial: Alemão<br />
  32. 32. Sankt Moritz – Suíça <br />Sankt Moritz é uma das mais famosas estações de esqui e de águas termais, que já eram conhecidas há 3 mil anos passados.<br />Sua localização é próxima aos lagos da Alta Engadina, sendo seu clima seco, o que proporciona à cidade cerca de 322 dias de sol por ano.<br />O turismo de inverno é mais concorrido que o turismo de verão. A cidade já sediou em 1928 e 1948 as Olimpíadas de Jogos de Inverno.<br />Devido a alta qualidade de seus serviços e hotelaria o nome da cidade é uma marca registrada, símbolo mundial de estilo, elegância e classe. Tem 5.300 leitos em cerca de 40 hotéis na cidade, sendo 50% deles de padrão 5 estrelas.<br />
  33. 33. Sainkt Moritz – Hotel Schweizerhof (4*)<br />Hotel SchweizerhofVia dalBagn 54, 7500 St.MoritzTel +41 (0) 81 837 07 07Fax +41 (0) 81 837 07 00<br />Localização: no centro da cidade, e a apenas 3 minutos da estação do funicular Chantarella<br />82 apartamentos<br />O hotel foi inaugurado em julho de 1897, e entre 1896 e 1931 a linha ferroviária da cidade passava justamente em frente ao hotel, que era frequentado por ricos e famosos. O período de recessão econômica doas anos de 1929 touxe ostracismo ao hotel e à cidade.<br />Com os jogos olímpicos de inverno de 1948, St. Moritz renasceu e o hotel começou a reviver os antigos tempos de glória, tendo sido reformado várias vezes.<br />Desde então o hotel é operado por uma empresa familiar.<br />
  34. 34. Saintk Moritz – Hotel Crystal (4*)<br />Localização: Via Traunter Plazzas, 1<br />Altitude: 1.800 metros<br />71 apartamentos decorados em estilo aplino com painéis de madeira (pinheiro)<br />Free wi-fi internet<br />A região da Alta Engadina é básicamente uma estação de esqui durante o inverno, e conta com 120 km de pistas de esqui e 12 elevadores de esquiadores.<br />A cidade é uma região de turismo de ricos e famosos, com preços caros por serviços e alimentação.<br />
  35. 35. Glacier Express (Sankt-Moritz/Zermatt)<br />O trem Glacier Express liga a cidade de St. Moritz com Zermatt, em viagens diárias que duram 7,30hs em cada sentido. Nos meses de verão, operam dois trens em cada sentido, aproveitando os dias mais longos para se apreciar a paisagem alpina.<br />O percurso abrange 91 viadutos, 291 pontes e um tunel ferroviário que corta a montanha Furka com 13 km de extensão (construído entre 1973 e 1982), e que permitiu a operação da ferrovia durante os meses de inverno.<br />O trem conta com vagões restaurante, e seus serviços de padrão luxuoso.<br />A ferrovia e o trem operam desde 1930, com máquinas a vapor e trem elétricos após 1943. Em 2011, completam 81 anos de operações contínuas.<br />A primeira ferrovia em Zermatt data de 1888.<br />
  36. 36. Rede ferroviária suíça<br />
  37. 37. Rota ferroviária de St. Moritz a Zermatt<br />
  38. 38. Rota de Sankt-Moritz a Zermatt<br />
  39. 39. Zermatt – Suíça<br />Cantão de Valais<br />População: 6 mil habitantes.<br />Área: 242 km2<br />Altitude: 1.620 metros<br />Língua oficial: Alemão (porém atualmente quase 50% da população fala português, pois esse cidade suíça é um dos pólos de atração de imigrantes portugueses).<br />A montanha Matterhorn ou Monte Cervino (um símbolo da Suíça com altitude de 4.478 metros) pode ser avistada de Zermatt , que está na base da montanha. <br />A escalada desta montanha é uma das mais perigosas do mundo. Entre 1865 (quando começaram as atividades de alpinismo na região) e 1995, já morreram cerca de 500 alpinistas na tentativa de conquistá-la. Matterhorn (o nome alemão) e Monte Cervino (o nome italiano) está na fronteira entre a Itália e a Suíça.<br />As casas de Zermatt são geralmente de madeira, e pelas ruas só podem circular veículos com motores elétricos no verão (foto ao lado), e trenós durante o inverno. Carros com motor a combustão devem ficar estacionados em área específica da cidade.<br />
  40. 40. Zermatt (estação de esqui)<br />
  41. 41. Gornegratt – Suíça (3.135 metros de altitude)<br />
  42. 42. Zermatt – Hotel Best Western Alpen Resort (3*)<br />Best Western Alpen ResortFamiiy Jörg AufdenblattenSpissstrasse 52CH - 3920 ZermattTel. +41 (0)27 966 3000Fax +41 (0)27 966 3055info@alpenresort.com<br />Localização: na área norte da cidade, próximo à estação ferroviária, mas não está dentro da área turística da cidade.<br />Há apartamentos com varandas voltadas para a montanha Matterhorn.<br />Free wi-fi internet no prédio principal.<br /> Apartamentos e Banheiros pequenos.<br />Há outro hotel Best Western na cidade chamado de Butterfly.<br />
  43. 43. Zermatt – Hotel Seiler Schweizerhof (4*)<br />HOTEL SCHWEIZERHOF ****<br />Bahnhofstrasse 5Postfach 154CH 3920 ZermattTelephone: +41 27 966 00 00Fax: +41 27 966 00 66schh.reservation(at)seilerhotels.<br />Tem 114 apartamentos com área de 28 metros quadrados.<br />Localização próxima a estação ferroviária.<br />
  44. 44. Zermatt – Hotel Alex (4*)<br />Alex <br />Bodmenstrasse 12,  3920 Zermatt, Suíça<br />Localização: 10 minutos caminhando para o centro da cidade e a 2 quadras da estação ferroviária.<br /> 84 apartamentos com decoração refinada<br />Hotel é operado por empresa familiar<br />
  45. 45. Lac Leman<br />O lago Leman (francês) também é chamado de Lago, Lemano, (italiano) Geneva (inglês) ou Genfersee (em alemão).<br />Localização: Na Suíça (onde temos 345 km2 de área do lago, 60% da área total nos cantões de Vaud, Geneva e Valais) e na França (onde o lago ocupa 234 km2, cerca de 40% da área total na região de Haute-Savoie). É um dos maiores lagos da Europa ocidental.. Grand Lac (no oeste) e Petit Lac (no leste).<br />Comprimento do lago: 73 km<br />Largura do lago: 14 km<br />Altitude do lago: 372 metros<br />Profundidade: 154 m (média); 310 m (ponto mais profundo, que fica a 62 metros acima do nível do mar)<br />É abastecido primariamente pelas águas do rio Rhone. O nível das águas do lago é controlado pela represa Seujet, próxima à Genebra. Pode-se avistar os picos de Grand Combin e o Mont Blanc.<br />O Jet d’eau alcança 145 metros de altura no Lac Leman desde 1861<br />
  46. 46. Montreux<br />O cantor britânico e solista do grupo Queen, Freddie Mercuriy, residiu na cidade e é homenageado com estátua na Place du Marché (foto ao lado).<br />O Chateau Chillon, nos arredores da cidade, é outro ponto tursíticos à beira do lago Leman (foto ao lado à direita)<br />Montreux está localizada no cantão de Vaud, na margem noroeste do Lac Leman, numa região da passagem de Simplon, que já era usado pelos romanos para chegar à Itália.<br />População: 24 mil habitantes e 90 mil na área metropolitana.<br />Século XII – A vitivinicultura implantou-se na região, que foi governada por vários príncipes, em especial os príncipes de Savóia.<br />Século XV – Os suíços de Berna ocupam a região sem resistência, mas a cidade vai ser muito influenciada culturalmente pelos Huguenotes (reformistas protestantes) italianos.<br />1798 – Napoleão libera a região do governo de Berna.<br />Século XIX – A cidade torna-se importante centro turístico para ricos.<br />1924 – Criada a Federação Internacional de Patinação sobre rodas, com sede na cidade.<br />1967 – Primeiro festival de Jazz de Montreux,.<br />
  47. 47. Vevey<br />Vevey é uma cidade às margensdo lago Geneve,, no cantão de Vaud, próxima a Montreux.<br />A empresa multinacional de alimentação Nestlé foi fundada aqui em 1867 pelo alemão Henri Nestlé (literalmente do alemão, Henrique Ninho), e a primeira sede da empresa é prédio que abriga desde 1985 o Museu Alimentário (foto acima), localizado na orla do lago. Hoje, a empresa opera em 86 países e tem, 280 mil funcionários no mundo inteiro.<br />Vevey foi cidade escolhida por muitas personalidades mundias como local de residência, incluindo o famoso ator e diretor cinematográfio Charles Chaplin, homenageado com estátua em praça pública, avistando outra escultura moderna, o Garfo no Lago, que marca a presença da Nestlé na cidade.<br />
  48. 48. Mont Blanc (4.810 metros de altitude)<br />É a mais alta montanha dos Alpes, da Europa ocidental e dos países da Comunidade Européia..<br />É a 11ª. Mais alta montanha do mundo. <br />Localização: entre o Vale de Aosta na Itália e e Alta Savóia na França, perto de Chamonix.<br />O Túnel de Mont Blanc começou a ser construído em 1957 e foi inaugurado em 1965, com 11,6 km de extensão, ligando a Itália e a França num dos maiores túneis transalpinos..<br />8/ago/1786 - Jacques Balmat e Michel Paccard completa a primeira subida a ser registrada na montanha.. Aqwui nasceu o esporte do monatnhismo moderno.<br />1808 – Marie Paradis foi a primeiora mulher a escalar até o topo de Mont Blanc.<br />1893 a 1906 - O cientista Pierre Jensen constuiu e operou um observatório no topo do Mont Blanc, que desmoronou com o tempo.<br />
  49. 49. Genebra<br />Localizada no cantão de Genebra<br />Banhada pelo rio Ródano, que sai do lago genebra (ou Lac Leman)<br />População: 183 mil habitantes (sendo que 44% da população é formada por estrangeiros).; 2,5 milhões na área metropolitana<br />Área: 15 km2<br />Língua oficial: Francês<br />É a segunda maior cidade suíça, após Zurique. É a 3ª. cidade mundial em boa qualidade de vida, e a 4ª. Mais cara cidade do mundo.<br />Considerada como “Cidade Internacional” e Capital da Paz, e graças a “neutralidade política suíça”, a cidade é a sede européia da ONU, de cerca de 20 organizações internacionais (incluindo a Cruz Vermelha Internacional), e de 250 ONGs (organizações não –governamentais).<br />É também um importante centro financeiro mundial, básicam,ente formado por bancos privados.<br />A Universidade de Genebra (foto abaixo) foi fundada em 1559 pelo teólogo reformista e protestante, João Calvino, que viveu na cidade entre 1536 e 1564. No século XVII, à cidade retomou o catolicismo, porém 85% da população é formada por protestantes.<br />A indústria de relojoaria de alta precisão é outra tradição da cidade, que sedia importantes fabricantes.<br />A Palexpo, o centro de exposições e convenções de Genebra, sedia também importantes feiras comerciais mundiais.<br />
  50. 50. Genebra<br />
  51. 51. Genebra – Mapa do Centro da cidade<br />
  52. 52. Genebra – Catedral de Saint Pierre<br />1536 – A igreja tornou-se um templo protestante, Local onde o teólogo João Calvino pregou de 1536 a 1564.<br />Século XIV – foi construída a Capela dos Macabeus<br />Com a adoção do protestantismo, todas as esculturas sacras e pinturas foram retiradas do templo, só sobrando os vitrais.<br />A catedral é um importante ícone religioso da cidade.<br />A Catedral de Sâo Pedro localiza-se no mesmo local onde existiram 3 santuários católicos no século IV.<br />1160 a 1310 – Construção da atual catedral, inicialmente em estilo Romanesco, que posteriormente foi adaptada ao estilo Gótico e ao Neoclássico (em 1750).<br />
  53. 53. Genebra – Prefeitura (século XVI)<br />Desde 1455 o prédio da Prefeitura de Genebra tem sido o local de grandes encontros políticos e de cerimônias de criação de importantes entidades mundiais; como a criação da Liga das Nações e da Cruz Vermelha Mundial.<br />No salão Alabama, em 1872, foi assinado o tratado de paz entre o Reino Unido e os Estados Unidos da América, pondo fim a Guerra da Revolução Americana, que resultou no processo de criação dos EUA como estado soberano.<br />
  54. 54. Genebra – Hotel Movenpick (4 *)<br />20, route de Pré-Bois, Geneva<br />Localização: próximo ao aeroporto e a 4 km do centro da cidade.<br />Hotel e casino com 350 apartamentos (de pequenas dimensões :18 metros quadrados.<br />
  55. 55. Genebra – Hotel Novotel (4*)<br />Rue de Zurich 19<br />1201 GENEVE<br />SWITZERLAND<br />Tel (+41)22/9099000<br />Fax (+41)22/9099001<br />E-mail H3133@accor.com<br />Localização: no centro de Genebra e a 15 minutos da sede da ONU na cidade<br />206 apartamentos, remodelados em 2006<br />
  56. 56. Lausanne<br />Capital do cantão de Vaud<br />População: 126 mil habitantes; na área metropolitana Lausanne-Genebra vivem 1,2 milhões de habitantes. Cerca de 40% de sua população é formada por estrangeiros. É considerada a 4ª. Maior dicade suíça.<br />Distâncias: Genebra, 63 km.<br />Língua oficial: Francês (falado por 79% da população)<br />Área: 42 km2<br />Altitude média: 495 metros<br />Banhada pelo Lac Leman ou Lago Genebra.<br />É a menor cidade do mundo que tem um sistema de metrô (composto por 28 estações).<br />É a cidade sede do Comitê Olímpico Internacional e algumas federações iespostivas internacionais, por isso é chamada de Capital Olímpica.<br />Os antigos romanos transformaram a pequena vila céltica num campo militar e o batizaram como Lausodonum.<br />1685 – Lausanne e Genebra tornaram-se locais de refùgios de Huguenotes franceses (protestantes).<br />1970 – A cidade recebeu grandes levas de imigrantes espanhóis, italianos e portugueses.<br />É a cidade natal do pensador do século XVIII, Benjamin Constant, que influenciou as idéias de sistema de governo monárquico no Brasil e Portugal (criou o sistema de rei que reina mas não governa diretamente o país).<br />Empresas multinancionais sediadas em Lausanne: Philip Morris Int (tabaco); Tetra Laval (embalagens descartáveis de papel); Nestlé (em Vevey, próximo à cidade).<br />O comediante brasieliro Jô Soares viveu em Lausanne nos anos em que estudou na Suíça, nos anos 1950.<br />
  57. 57. Lausanne – Hotel Movenpick (4*)<br />4, avenue de Rhodanie, Lausanne 1006, Switzerland<br />Localização: Próximo ao Comitê Olímpico Internacional, Catedral de Lausanne e Museu Histórico de Lausanne, próximo à marina com vista para o lago Genebra (lac Leman), estação de metrô Ouchy<br />72 apartamentos<br />
  58. 58. Chamonix – Mont-Blanc(França)<br />A cidade francesa de Chamonix está no vale da base da montanha Mont Blanc (com 4.807 metros de altitude e considerada o teto da Europa) e conta com o cable car de Aiguille du Midi, construído em 1920, que atinge a altitude de 3.842 metros, sendo o mais alto do mundo.<br />O acesso a Chamonix sempre foi difcíl pelas suas condições climáticas e geográficas. O chamado Mar de Gelo (Mer de Glace) era uma barreira natural. Napoleão, em 1860, abriu uma das primeiras estradas de acesso ao vale.<br />Chamonix-Mont Blanc (nome oficial cidade) tem população de 9.800 habitantes e área territorial de 245 km2 (sendo considerada a 4ª. maior comune francesa em termos territoriais).<br />O túnel de 11,6km de extensão que cruza o Mont Blanc liga a França à Itália.<br />Em 1960, as atividades turísticas cresceram na cidade, e hoje é sua principal atividade econômica.<br />O monumento ao geologista Horace-Benedict de Saussure e ao guia Jacques Balmat, apontando o Mont Blanc, homenageia um dos primeiros exploradores e alpinistas da região em 1785 (foto acima à direita).<br />
  59. 59. Mont Blanc (4.807 metros de altitude)<br />
  60. 60. Engelberg<br />A pequena vila de Engelberg com 3.500 habitantes e 75 km2 de área está localizada no vale do mesmo nome, entre as montanhas Titlis, e está a cerca de 32 Km de Lucerna, ligada por uma estrada sinuosa que é percorrida em cerca de 1 hora entre Lucerna e a vila.<br />Língua oficial: alemão<br />O nome Engelberg significa em português a Montanha dos Anjos, dado pelo fundador do monastério beneditino, que teria ouvido ali um coral de anjos, que cantando apontava o local como ideal para louvar a Deus, e portando o monastério passou a ser conhecido por este nome.<br />O monastério beneditino (foto ao lado) que ali foi fundado em 1120, e ainda é habitado por 30 monges, tem sua igreja, queijaria, e o museu do vale. É o centro da vila, quem hoje é uma região turística importante na região da Suíça Central.<br />Na igreja do monastéria está o maior órgão de igreja da Suíça.<br />O lago Trub (Trubsee, em alemão) é muito famoso pelas suas trilhas de caminhadas em suas margens<br />
  61. 61. Engelberg (Montanha dos Anjos)<br />
  62. 62. Bondinho Titlis - Rotair<br />O bondinho oferece diversas atividades paralelas à subida em teleférico, sendo uma das atrações turísticas da região preferida pelos que adoram a vida ao ar livre: caminhadas, escaladas, esqui etc.<br />A cadeia de montanhas do Titlis tem cerca de 20Km de comprimento, do qual o Pico Titlis é o ponto culminante com 3.239 metros de altitude.<br />O sistema de teleférico Titlis Rotair tem 350 metros de extensão, e nos últimos 600 metros da viagem até a última estação (Klein-Titlis, a 3.020 metros de altitude) , a cabine gira 360 graus permitindo uma bela vista da paisagem das montanhas.<br />
  63. 63. Engelberg – Hotel Ramada Regina Titlis (4*)<br />RAMADA Hotel Regina Titlis Engelberg ****<br />Dorfstraße 33, 6390 Engelberg, Schweiz<br />Fon: +41 (0)41 / 639 58 58, Telefax: +41 (0)41 / 639 58 59Mail: sales.regina-titlis@ramada-treff.ch<br />Localização: a 300 metros da estação de trem de Engelberg (estação final). Rodovia A2 Basle- Lucerne, Exit Stans-Stud/Engelberg 22km. Lucerna, 35 km.<br />Altitude: 1.050 metros<br />128 apartamentos com varandas<br />A cidade tem 82 km de pistas de esqui no inverno<br />
  64. 64. Interlaken<br />A cidade é visitada por turistas o ano inteiro, em maior número pelos próprios turistas suíços.<br />A pequena cidade de Interlaken tem área de 4 km2 e 5 mil habitantes, sendo localizada no cantão de Berna, num vale entre os lagos Thun e Birenz.<br />A língua oficial é o alemão, sendo o nome da cidade Interlaken, em português, traduzido como “Entrelagos”.<br />
  65. 65. Interlaken – Hotel Interlaken (4*)<br />Hotel InterlakenHöheweg 74CH-3800 InterlakenT +41 (0)33 826 68 68F +41 (0)33 826 68 69info@hotelinterlaken.ch<br />61 apartamentos renovados de 2008 a 2011<br />Hotel é operado por uma empresa familiar<br />O primeiro hotel data de 1323, e no século XIX o escritor inglês Lord Byron e o compositor alemão Félix Mendelsoon hospedaram-se no hotel, e 2 apartamentos foram batizados com os nomes de seus famosos ocupantes.<br />
  66. 66. Grindewald (Suíça)<br />A cidade de Grindewald, assim como a cidade de Interlaken, da qual está distante apenas 20 km, é uma estação de esqui que serve de base para a subida em ferrovia até o Monte Jungfrau (Jungfraujoch), a estação ferroviária mais alta do mundo a 3.454 metros de altitude., construída dentro da montanha (foto ao lado). A linha ferroviária tem apenas 9 km de extensão e foi construída a partir de 1896, e o primeiro trecho começou a operar em 1899. A estação de Jungfraujoch data de 1912.<br />Cantão de Berna<br />Altitude: 1.034 metros<br />Área: 171 km2<br />População: 4 mil habitantes<br />
  67. 67. James Bond a Serviço Secreto de Sua Majestade (1969) filmado em Grindewald<br />O sétimo filme britânico da série do Agente Secreto 007 teve cenas filmadas em Grindewald e Berna (Suíça) e em Portugal.<br />Neste filme, o famoso agente secreto James Bond foi representado pelo ator australiano George Lazenby – foto - (em sua primeira e única apresentação como Bond, substituindo o conhecido ator do mesmo papel Sean Connery).<br />Na época, os críticos afirmaram que a atuação de George era até melhor que a de Sean Connery como 007. O filme custou USD 7 milhões e arrecadou USD 87 milhões na bilheteria mundial, mas os realizadores acharam que o filme deu prejuízo, era muito longo e não fez sucesso.<br />Lazenby, apesar de sua única aparição na série, foi o ator que lançou a frase “ Meu nome é Bond, James Bond”, que virou um bordão do cinema mundial.<br />
  68. 68. Monte Jungfrau<br />
  69. 69. Grindewald – Hotel Belvedere (4*)<br />Aberto desde 1907 e é considerado o mlehor hotel da cidade.<br />Swiss Quality Boutique Hotel Belvedere Grindelwald • CH-3818 Grindelwald • <br />Tel +41 (0) 33 - 888 99 99 <br />
  70. 70. Lucerna (Suíça)<br />Cantão de Lucerna<br />População: 76 mil habitantes<br />Área: 24 km2<br />Língua oficial: alemão<br />Altitude: 436 metros<br />É banhada pelo rio Reuss e pelo lago dos Quatro Cantões.<br />É centro indutrial e turístico<br />Pontos turísticos:<br />Torre da Água ( de 1300) e a ponte de madeira Kapellbrucke (uma das mais antigas da Europa)) (foto ao lado direito)<br />Igreja dos Franciscanos (cerca 1200)<br />Igreja dos Jesuítas (1560)<br />A Prefeitura (Rathaus) Renascentista (foto abaixo)<br />O bairro de Tribschen é um subúrbio de Lucerna onde viveu o compositor alemão, Richard Wagner, entre 1866 e 1872.<br />
  71. 71. Lucerna<br />
  72. 72. Floresta Negra (Alemanha)<br />Apesar do nome, Floresta Negra é uma cordilheira a sudoeste da Alemanha, na região de Baden-Wurttenberg, sendo separada pelo vale do rio do Reno do maciço de Vosges.<br />Seu ponto culminante é Feldberg com 1493 metros de altitude.<br />As fontes de águas termais da região são conhecidas desde os tempos de Roma antiga.<br />Há tradição de relojoaria (os famosos cucos de madeira) na cultura da região.<br />
  73. 73. Titisee (Alemanha)<br />A vila de Titisee está às margens do lago do mesmo nome na região sul da Floresta Negra, no estado alemão de Baden-Württenberg.<br />O lago tem área de 1,3 km2, altitude de 840 metros, profundidade média de 20 metros. O nome do lago tem origem no nome do imperador romano, Titus.<br />Durante o inverno, as águas do lago demoram a congelar-se, mas quando atingem a espessura mínima de 16 cm de gelo na superfície do lago, partes do lago são liberadas para uso de patinadores no gelo.<br />Titisee Neustadt é o nome da vila à beira do lago.<br />A vila é famosa pela produção dos belíssimos e artísticos relógios cuco, feitos em madeira, com mecanismo de relojoaria à corda (não opera com mecanismos eletrônicos). Os mais baratos relógios cucos alemães custam no mínimo USD 200. Os mais caros custam cerca de USD 8 mil.<br />
  74. 74. Colmar (França)<br />A cidade de Colmar está atualmente na região do Alto-Reno da Alsácia, aos pés dos montes Vosges.<br />População: 67 mil habitantes (é a 3ª. maior cidade da Alsácia).<br />Altitude: 194 metros<br />Distâncias: Genebra 280 km, Rio Reno 20 km, Basiléia 60 Km, Estrasburgo 70 km<br />A chamada região de Alsácia-Lorena passou por diversas fases de sua história trocando de mãos entre governantes franceses e alemães, desde a Idade Média. Tinha o nome de Kolmar e era alemã. <br />A última troca de jurisdição entre Alemanha e França deu-se no período da II Guerra Mundial. Colmar foi a última das cidades francesas a ser liberada das tropas alemãs em 1945.<br />O famoso artista francês Fréderic Auguste Bartholdi (1834 a 1904) que foi o escultor da Estátua da Liberdade de Nova Iorque, nasceu em Colmar, e há na cidade desde 1922 o museu em sua homenagem.<br />
  75. 75. Colmar – Bairro de Petite Venice<br />
  76. 76. Estrasburgo (França)<br />Capital da Alsácia e da região do Baixo Reno<br />Vizinha a cidade de Kehl (cidade alemã na outra margem do rio Reno), formando uma só aglomeração urbana.<br />População: 253 mil habitantes<br />Área: 78 km2<br />Altitude: 140 metros acima do nível do mar.<br />12 AC – Os romanos fundam um acampamento militar, Argentoratum, na fronteira do império com as regiões dos bárbaros germanos, na margem do Rio Reno. <br />Século V - Estrasburgo é incorporada ao reino dos Francos.<br />842 – Os juramentos de Estrasburgo, celebrados entre 2 netos de Carlos Magno, são os primeiros documentos que atestam a existência da língua francesa e da língua alemã.<br />1439 – A Catedral gótica de Estrasburgo é construída e entre 1625 a 1874 permaneceu como o prédio mais alto do mundo, e até 1880 era a igreja mais alta do mundo. Tem 142 metros de altura.<br />1520 – As teses religiosas de Martinho Lutero disseminam-se na região, criando-se uma universidade protestante no século seguinte.<br />1681 – Era cidade livre e autônoma do Sacro Império Romano e foi anexada à França.<br />Século XIX – A cidade cresceu para 150 mil habitantes.<br />1871 – Foi anexada ao Império Alemão como capital da região de Alsácia-Lorena. A cidade virou vitrine da cultura alemã para os habitantes franceses..<br />1919 – Após a I Guerra Mundial, a França retoma a cidade.<br />1940 a 1945 – Na II Guerra Mundial, os alemães assumem o controle novamente da cidade. Ao final da guerra, os franceses assumem outra vez a cidade.<br />Bolachas amanteigadas = símbolo da cidade.<br />O rio Ill (ill), afluente do Reno, banha a cidade e o bairro de Petite France.<br />A segunda sede do Parlamento Europeu é em Estrasburgo (a outra é em Bruxelas) assim como a sede do Conselho da Europa (para preservação dos direitos humanos).<br />
  77. 77. Estrasburgo (França) – Petite France<br />
  78. 78. Estrasburgo – Ponts Coverts et Petite France<br />
  79. 79. Estrasburgo – Palais des Rohan<br />Antigo palácio episcopal da cidade, construído em estilo barroco entre 1728 a 1741, e serviu como sede da Universidade de Estrasburgo entre 1872 a 1898.<br />A partir de 1898, tornou-se sede de 3 dos principais museus imperiais: Museu Arqueológico, Museu de Belas Artes e Museu das Artes Decorativas..<br />Está localizado no centro da cidade, próximo a catedral. Uma das fachadas do prédio está na margem do rio Ill, que banha a cidade.<br />
  80. 80. Estrasburgo – Catedral de Nossa Senhora (1439)<br />Com 142 metros de altura, a catedral católica da cidade em estilo gótico é uma das mais altas igrejas do mundo, e durante 250 anos (entre 1625 e 1874) foi o edifício mais alto do mundo.<br />
  81. 81. Estrasburgo – Relógio astronômico da catedral de Nossa Senhora (1352)<br />Também conhecido como Relógio dos Três Reis.<br />As 12,30 hs, diariamente, seu mecanismo faz desfilar uma sequência de figuras de madeira: 4 personagens que fazem soar o sino.<br />Há também o desfile dos 12 apóstolos diante de Cristo, e quando o apóstolo Pedro passa, o galo de madeira canta por 3 vezes.<br />Século XIV – Parou de funcionar, e foi reparado 2 vezes, cada uma delas com novos aprimoramentos técnicos.<br />1547 – Foi totalmente desmontado e remontando no atual local da igreja, sendo acrescido de novo maquinário.<br />É um dos mais precisos relógios da Europa.<br />
  82. 82. Estrasburgo – Parlamento Europeu (1999)<br />
  83. 83. Estrasburgo (França) Hotel Regent Petite France<br />5 rue des Moulins 6700<br />O prédio do hotel foi construídohá 300 anospassados, e abrigavaváriosmoinhos, numa pequenailha na área da Petite France, dentro do rio da cidade. Próximo da Praça dos Moinhos, da Catedralcom o relógioastronômico, do Palais Rohan e de Ponts Covert.<br />72 apartamentos, porém o sistema de arcondicionado é insuficiente nos dias de muitocalor.<br />
  84. 84. Estrasburgo – Holliday Inn City Centre (4*)<br />Localização: cerca de 2 km do centro antigo da cidade, Petite France.<br />STRASBOURG CITY CENTRE<br />20 PLACE DE BORDEAUX  STRASBOURG,  67000  FRANCE<br />170 apartamentos<br />Típico hotel de negócios, longe do centro antigo da cidade.<br />
  85. 85. Metz (França)<br />Capital da região de Lorena e do departamento de Mosela. A cidade de Nancy era a capital histórica de Lorena.<br />População: 123 mil habitantes<br />Banhada pelos rios Mosela e Seille.<br />Centro industrial: maquinárias, artigos de couro, têxteis e indústria alimentícia.<br />Século XIV – Igreja de Sainte Ettienne (foto acima à direita), com 118 metros de altura e de arquitetura gótica.<br />Teatro de Metz na foto ao lado<br />
  86. 86. Metz – Centre Pompidou<br />
  87. 87.
  88. 88.
  89. 89. Ligne Maginot<br />Sistema de defesa montada pelas forças armadas francesas entre 1930 e 1936 para impedir as incursões de tropas alemãs nas regiões ao sul da França, baseada numa guerra de trincheiras.<br />Formada por 108 edificações fortificadas, e mais de 100km de galerias subterrâneas.<br />Apesar dos investimentos de mais de 5 bilhão de francos franceses, o sistema não funcionou por erro de planejamento, concepção e construção, pois as tropas alemães tomaram primeiro a Bélgica (considerado país neutro), e de lá marcharam sobre a França, para ocupá-la.<br />
  90. 90. Reims (França)<br />Região de Champagne-Ardenas<br />Área: 47 km2<br />População: 188 mil habitantes<br />Reims é a cidade onde Clóvis I ( 466-511), o primeiro rei dos francos e fundador da França foi batizado (foto ao lado), criando a tradição de ser a cidade de coroação dos reis franceses.<br />Catedral de Notre Dame de Reims, construída entre os séculos XII e XV (foto ao lado). E a Praça Real (foto ao lado direito abaixo).<br />
  91. 91. Reims (França)<br />
  92. 92.
  93. 93. Reims – Hotel Novotel Tinqueux (3*)<br />Route de Soissons<br />BP 12<br />TINQUEUX CEDEX<br />51431 TINQUEUX<br />FRANCE<br />Tel (+33)3/26081161<br />Fax (+33)3/26087205<br />E-mail H0428@accor.co<br /> 127 apartamentos.<br />Localização próxima à estação ferroviária do TGV e às rodovias de acesso à cidade. E a 5 minutos do centro de Reims.<br />
  94. 94. Reims – Hotel Holiday Inn Garden Court City Centre (3*)<br />46 Rue Buirette, 51100 Reims<br />Localização: próximo ao centro comercial e turístico da cidade.<br />82 apartamentos.<br />Restaurante panorâmico (único com vista da cidade)<br />
  95. 95. Reims – Hotel Quality (3*)<br />29 Rue de Buirette, 51100 Reims, France<br />Localizaçãopróximaaocentro, à Catedral de Reims e do Palácio de Tau.<br /> 50 apartamentos<br />Hotel é consideradomuitofraco, antiquado e emdeclínio.<br />
  96. 96. Reims e a região de Champagne<br />
  97. 97. Epernay (França)<br />Epernay é uma pequena cidade na comuna de Marne, e distante 130 km de Paris..<br />A região é produtora de vinhos espumantes, e pertenceu aos bispos de Reims entre os séculos V eX.<br />Pelo processo conhecido como Champanhoaise, o monge beneditino Dom Perignon, criou o método de proução de vinhos efervecentes, e tornou-se conhecio como “pai do Champagne”, nome adotado para este tipo de vinho produzido naquela região.<br />A rua mais importante da cidade é a Avenida da Champagne.<br />A famosa vinícula Moet et Chandon foi fundada na cidade desde 1743.<br />
  98. 98. Casa Moët et Chandon<br />Produz anualmente 2 milhões de caixas de champanhe e seus vinhedos ocupam uma área de 6 km2 na região de Epernay.<br />1743 – Claude Moët funda a vinícula que manterá o seu nome e o negócio de família na produção de vinhos efervescentes.<br />1832 – Jean-Rémy Moët, (foto) ,neto do fundador e herdeiro da empresa, dedicou-se a aprimorar o produto para padrões de alta qualidade, ampliando os mercados entre os ricos e nobres de todo mundo. Ele dividiu a empresa entre seu filho Victor Moët e e seu genro Pierre-Gabriel Chandon de Briailles, surgindo então o atual nome: Moët et Chandon.<br />Dom Perignon é seu produto mais conhecido, cujo nome é homenagem ao monge que desenvolveu o processo de produção deste tipo de vinho.<br />1971 – A empresa associou-se à Hennesy de Cognac<br />1987 – Fundiu-se com a Louis Vuitton e dedicou-se a produzir artigos de alto luxo e qualidade.<br />
  99. 99. Paris<br />
  100. 100.
  101. 101. Paris – Hotel Mercure Gare de Lion (4*)<br />HOTEL MERCURE PARIS GARE DE LYON, PARIS<br />2 Place Louis-Armand, 75012, Paris, France<br />Localização: nasproximidades da Gare de Lyon.<br />315 apartamentos<br />
  102. 102. Paris – Hotel Mercure Bibliotheque (3*)<br />6, Boulevard Vincent Auriol,  75013 Paris, France<br />Localização: próximo a estaçãoferroviária de Austerlitz e do Metrô, próximoao rio Sena (pont de Bercy).<br />88 apartamentosrenovadosem 2010.<br />
  103. 103. Paris – Hotel Concorde Montparnasse (4*)<br />40, rue Du Commandant Mouchotte, 14. Tour Montparnasse, 75014 Paris<br />Localizaçãopróxima à Gare Montparnasse<br />354 apartamentos<br />

×