Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Grecia antiga - Profº Mauricio

800 views

Published on

Conceitos e fatos da história da Grécia Antiga e atividades.

Published in: Education

Grecia antiga - Profº Mauricio

  1. 1. Antiguidade Ocidental  Antiguidade ocidental (GRÉCIA e ROMA) = escravista  Estado a serviço de uma elite agrária  Antiguidade ocidental (GRÉCIA e ROMA) = escravista  Estado a serviço de uma elite agrária Profº Mauricio - http://wikhistoria.blogspot.com.br/Profº Mauricio - http://wikhistoria.blogspot.com.br/
  2. 2. • Concentrou-se ao sul da Península Balcânica, nas ilhas do Mar Egeu e no litoral da Ásia Menor. LOCALIZAÇÃO GEOGRÁFICALOCALIZAÇÃO GEOGRÁFICA
  3. 3.  Há mais de quatro mil anos, Península Balcânica passou a abrigar vários povos de descendência indo-europeia: Aqueus, eólios e jônios foram as primeiras populações a formarem cidades autônomas que viviam da agricultura e do comércio marítimo com as várias outras regiões do Mar Mediterrâneo.  Há mais de quatro mil anos, Península Balcânica passou a abrigar vários povos de descendência indo-europeia: Aqueus, eólios e jônios foram as primeiras populações a formarem cidades autônomas que viviam da agricultura e do comércio marítimo com as várias outras regiões do Mar Mediterrâneo. Formação da civilização grega (XX – XII a.C.)Formação da civilização grega (XX – XII a.C.)
  4. 4. O relevo montanhoso e o consequente isolamento das localidades facilitaram a organização de Cidades-Estado autônomas e muitas vezes rivais são característica marcante da Grécia Antiga. O relevo montanhoso e o consequente isolamento das localidades facilitaram a organização de Cidades-Estado autônomas e muitas vezes rivais são característica marcante da Grécia Antiga. Profº Mauricio - http://wikhistoria.blogspot.com.br/Profº Mauricio - http://wikhistoria.blogspot.com.br/
  5. 5. Cretenses: formavam uma civilização comercial que exerceu o domínio sobre a Grécia Continental. Possuíam uma sociedade governada pelo Rei Minos. Aqueus: vindos Península Balcânica, invadiram e dominaram os cretenses. Dórios: originários da mesma região, expulsaram os Jônios e Eólios da Grécia para as ilhas do Egeu e o litoral da Ásia menor. (Primeira Diáspora Grega) Cretenses: formavam uma civilização comercial que exerceu o domínio sobre a Grécia Continental. Possuíam uma sociedade governada pelo Rei Minos. Aqueus: vindos Península Balcânica, invadiram e dominaram os cretenses. Dórios: originários da mesma região, expulsaram os Jônios e Eólios da Grécia para as ilhas do Egeu e o litoral da Ásia menor. (Primeira Diáspora Grega) Imigração indo-europeiaImigração indo-europeia
  6. 6.  Os refugiados da primeira diáspora grega fundaram pequenas unidades auto-suficientes baseadas no coletivismo – os genos, ou comunidades gentílicas.  Por volta do ano 800 a.C., as disputas por terras cultiváveis e o crescimento populacional acabaram com o sistema gentílico.  Alguns paters se apropriaram das melhores terras, originando a propriedade privada, e muitas outras famílias se dispersaram para o sul da Itália e para outras regiões, ocasionando a segunda diáspora grega.  Os refugiados da primeira diáspora grega fundaram pequenas unidades auto-suficientes baseadas no coletivismo – os genos, ou comunidades gentílicas.  Por volta do ano 800 a.C., as disputas por terras cultiváveis e o crescimento populacional acabaram com o sistema gentílico.  Alguns paters se apropriaram das melhores terras, originando a propriedade privada, e muitas outras famílias se dispersaram para o sul da Itália e para outras regiões, ocasionando a segunda diáspora grega.
  7. 7. Fontes: Ilíada (Guerra de Tróia) e Odisséia (retorno de Odisseu/Ulisses ao reino de Ítaca). Poemas atribuídos ao poeta Homero. 1ª. DIÁSPORA (DÓRIOS)-> Genos = prop. Coletiva = aumento populacional 2ª. DIÁSPORA->pólis =cidade-estado = independente Fontes: Ilíada (Guerra de Tróia) e Odisséia (retorno de Odisseu/Ulisses ao reino de Ítaca). Poemas atribuídos ao poeta Homero. 1ª. DIÁSPORA (DÓRIOS)-> Genos = prop. Coletiva = aumento populacional 2ª. DIÁSPORA->pólis =cidade-estado = independente PERÍODO HOMÉRICO (Ilída e Odisséia) XII-VII a.CPERÍODO HOMÉRICO (Ilída e Odisséia) XII-VII a.C Profº Mauricio - http://wikhistoria.blogspot.com.br/Profº Mauricio - http://wikhistoria.blogspot.com.br/
  8. 8. PERÍODO ARCAICO (800 – 500 a.C)PERÍODO ARCAICO (800 – 500 a.C) Com o surgimento da propriedade privada, iniciaram os conflitos entre os grupos, e, para lidar com as constantes crises, os proprietários de terra passaram a formar associações, as fratrias, que formaram as tribos, que, por sua vez, se organizaram em demos. Os demos deram origem às cidades-Estados, ou pólis – a principal transformação do período Arcaico Com o surgimento da propriedade privada, iniciaram os conflitos entre os grupos, e, para lidar com as constantes crises, os proprietários de terra passaram a formar associações, as fratrias, que formaram as tribos, que, por sua vez, se organizaram em demos. Os demos deram origem às cidades-Estados, ou pólis – a principal transformação do período Arcaico  A pólis é o resultado da evolução política das comunidades  Eram unidades políticas independentes que abrangiam um pequeno território sob o governo de uma cidade.  A pólis é o resultado da evolução política das comunidades  Eram unidades políticas independentes que abrangiam um pequeno território sob o governo de uma cidade.
  9. 9. ESPARTAESPARTA  Região Peloponeso; (Lacônia) dórios (violentos); militarista = cidadão soldado  Região Peloponeso; (Lacônia) dórios (violentos); militarista = cidadão soldado Sociedade 1.Espartanos: principal grupo social e elite militar “cidadão”. 2.Periecos: homens livres, eram pequenos proprietários que se dedicavam ao artesanato e ao comércio em pequena escala. 3.Hilotas: escravos propriedade do Estado, sem direito políticos. Sociedade 1.Espartanos: principal grupo social e elite militar “cidadão”. 2.Periecos: homens livres, eram pequenos proprietários que se dedicavam ao artesanato e ao comércio em pequena escala. 3.Hilotas: escravos propriedade do Estado, sem direito políticos.
  10. 10. ATENASATENAS Conhecida como a cidade exemplar da Grécia Antiga, por sua cultura e prosperidade econômica, Atenas, se desenvolveu na Ática, região cercada de montanhas. Por causa da falta de terras férteis, os atenienses voltaram-se para a pesca, a navegação e o comércio marítimo.
  11. 11. Eupátridas (grandes proprietários de terra) Georgóis (pequenos proprietários) Demiurgos (comerciantes) Thetas (camponeses sem terra) Thecnays (viviam do artesanato) Metecos (estrangeiros) Escravos (maioria da população – trabalhavam no campo, minas e oficinas) Eupátridas (grandes proprietários de terra) Georgóis (pequenos proprietários) Demiurgos (comerciantes) Thetas (camponeses sem terra) Thecnays (viviam do artesanato) Metecos (estrangeiros) Escravos (maioria da população – trabalhavam no campo, minas e oficinas) SociedadeSociedade POLÍTICA EM ATENASPOLÍTICA EM ATENAS Eclésia (assembleia popular que aprovava as medidas da Bulé) Bulé (ou Conselho dos 400 que elaboravam as leis a serem votadas pela assembleia popular) Arcontado (exerciam a justiça e administração) Estrategos (cuidavam do exército) Helieu (tribunal de justiça popular) Eclésia (assembleia popular que aprovava as medidas da Bulé) Bulé (ou Conselho dos 400 que elaboravam as leis a serem votadas pela assembleia popular) Arcontado (exerciam a justiça e administração) Estrategos (cuidavam do exército) Helieu (tribunal de justiça popular)
  12. 12. LEGISLADORES DE ATENASLEGISLADORES DE ATENAS Séculos VII e VI a.C. Drácon: redigiu as leis – até então orais -, dificultando sua manipulação pelos eupátridas. Sólon: Aboliu a escravidão por dívidas, libertou os devedores da prisão e determinou a devolução de terras confiscadas pelos credores eupátridas. Clístenes (510 a 507 a.C.): aprofundou as reformas e instituiu a democracia na cidade “todos os cidadãos têm o mesmo direito perante as leis”. Péricles (499 – 429 a.C.) : a democracia atingiu seu auge. Séculos VII e VI a.C. Drácon: redigiu as leis – até então orais -, dificultando sua manipulação pelos eupátridas. Sólon: Aboliu a escravidão por dívidas, libertou os devedores da prisão e determinou a devolução de terras confiscadas pelos credores eupátridas. Clístenes (510 a 507 a.C.): aprofundou as reformas e instituiu a democracia na cidade “todos os cidadãos têm o mesmo direito perante as leis”. Péricles (499 – 429 a.C.) : a democracia atingiu seu auge. A democracia ateniense era formada com a participação de cidadãos atenienses (10% da pop.) (adultos, filhos de pai e mãe ateniense) que correspondiam a uma minoria, pois eram excluídos os estrangeiros, escravos e mulheres. A democracia ateniense era formada com a participação de cidadãos atenienses (10% da pop.) (adultos, filhos de pai e mãe ateniense) que correspondiam a uma minoria, pois eram excluídos os estrangeiros, escravos e mulheres.
  13. 13. Cidadão e CidadaniaCidadão e Cidadania Cidadania moderna é o reconhecimento universal (isto é, a todos os indivíduos, independentemente de etnia, religião, sexo etc.) em condições de igualdade política e jurídica, do direito de integração e de participação numa comunidade Cidadania moderna é o reconhecimento universal (isto é, a todos os indivíduos, independentemente de etnia, religião, sexo etc.) em condições de igualdade política e jurídica, do direito de integração e de participação numa comunidade Grécia AntigaGrécia Antiga HojeHoje ≠ Profº Mauricio - http://wikhistoria.blogspot.com.br/Profº Mauricio - http://wikhistoria.blogspot.com.br/
  14. 14. Disputa entre GREGOS X PERSADisputa entre GREGOS X PERSA -> Atenas vence os persas (Maratona) = imperialismo sobre cidades menores = proteção em troca de impostos = Século de Ouro (V a.C.) = desenvolvimento ( Imperialismo e democracia ) -> Atenas = Confederação de Delos X -> Esparta = Liga do Peloponesos -> Atenas vence os persas (Maratona) = imperialismo sobre cidades menores = proteção em troca de impostos = Século de Ouro (V a.C.) = desenvolvimento ( Imperialismo e democracia ) -> Atenas = Confederação de Delos X -> Esparta = Liga do Peloponesos GUERRA DO PELOPONESO 431 – 404 a.C. GUERRA DO PELOPONESO 431 – 404 a.C. PERÍODO CLÁSSICO (500-338 a.C.)PERÍODO CLÁSSICO (500-338 a.C.) GUERRAS MÉDICAS 492 – 479 a. C.GUERRAS MÉDICAS 492 – 479 a. C.
  15. 15. PERÍODO HELENÍSTICO (338-146 a.C.)PERÍODO HELENÍSTICO (338-146 a.C.) Crescimento da Macedônia sobre a Grécia. invasão macedônica (Filipe II) e Alexandre Enfraquecidas por constantes guerras, as cidades estados acabaram sendo dominadas por Filipe II da Macedônia. Alexandre, o Grande, filho de Felipe II conquistou o Império Persa e dominou vastos territórios, do Egito até a Índia. Fundador da cidade de Alexandria. Crescimento da Macedônia sobre a Grécia. invasão macedônica (Filipe II) e Alexandre Enfraquecidas por constantes guerras, as cidades estados acabaram sendo dominadas por Filipe II da Macedônia. Alexandre, o Grande, filho de Felipe II conquistou o Império Persa e dominou vastos territórios, do Egito até a Índia. Fundador da cidade de Alexandria. Os resultados das campanhas de Alexandre foi a fusão da cultura grega e a oriental formando uma nova forma de expressão, que se denominou período helenístico. Os resultados das campanhas de Alexandre foi a fusão da cultura grega e a oriental formando uma nova forma de expressão, que se denominou período helenístico.
  16. 16. CULTURA GREGACULTURA GREGA - ANTROPOCENTRISMO = HOMEM CENTRO DAS ATENÇÕES -RELIGIÃO = POLITEÍSTA e ANTROPOMÓRFICA - OLIMPÍADAS -ARTE -TEATRO -ARQUITETURA = TEMPLOS= COLUNAS -FILOSOFIA-RAZÃO -CIÊNCIAS – MATEMÁTICA E GEOCENTRISMO A matemática de Arquimedes, da filosofia de Platão e Aristóteles, ou do imenso Império conquistado por Alexandre, o Grande: entender a Grécia é questão fundamental para entender a história humana. O helenismo, período em que a cultura grega foi divulgada pelo mundo, é um dos mais ricos e interessantes vividos pelo homem. A matemática de Arquimedes, da filosofia de Platão e Aristóteles, ou do imenso Império conquistado por Alexandre, o Grande: entender a Grécia é questão fundamental para entender a história humana. O helenismo, período em que a cultura grega foi divulgada pelo mundo, é um dos mais ricos e interessantes vividos pelo homem.
  17. 17. RELIGIÃORELIGIÃO • A religião grega era politeísta e antropomórfica. Atribuição de qualidades e tributos humanos a Deus.
  18. 18. RevisãoRevisão
  19. 19. O fenômeno da escravidão, ou seja, da imposição do trabalho compulsório a um indivíduo ou a uma coletividade, por parte de outro indivíduo ou coletividade, é algo muito antigo e, nesses termos, acompanhou a história da Antiguidade até o séc. XIX. Todavia, percebe-se que tanto o status quanto o tratamento dos escravos variou muito da Antiguidade greco-romana até o século XIX em questões ligadas à divisão do trabalho. As variações mencionadas dizem respeito a)ao caráter étnico da escravidão antiga, pois certas etnias eram escravizadas em virtude de preconceitos sociais. b)ao aspecto étnico presente em todas as formas de escravidão, pois o escravo era, na Antiguidade greco-romana, como no mundo moderno, considerado uma raça inferior. c)ao uso dos escravos para a atividade agroexportadora, tanto na Antiguidade quanto no mundo moderno, pois o caráter étnico determinou a diversidade de tratamento. d)à absoluta desqualificação dos escravos para trabalhos mais sofisticados e à violência em seu tratamento, independentemente das questões étnicas. e)à especialização do trabalho escravo na Antiguidade, pois certos ofícios de prestígio eram frequentemente realizados por escravos Resposta: E Profº Mauricio - http://wikhistoria.blogspot.com.br/Profº Mauricio - http://wikhistoria.blogspot.com.br/
  20. 20. No contexto da polis grega, as leis comuns nasciam de uma convenção entre cidadãos, definida pelo confronto de suas opiniões em um verdadeiro espaço público, a ágora, confronto esse que concedia a essas convenções a qualidade de instituições públicas. No texto, está relatado um exemplo de exercício da cidadania associado ao seguinte modelo de prática democrática: a)Direta b)Sindical. c)Socialista. d)Corporativista. e)Representativa. Resposta: A
  21. 21. Considere as seguintes afirmações sobre a Grécia Antiga. I – Foi povoada, no segundo milênio antes de Cristo, pelos arianos e indo- europeus (aqueus, jônios, eólios e dórios). Sua história dividiu-se, a partir de então, em quatro períodos: Homérico, Arcaico, Clássico e Helenístico. II – Seu território era ocupado por várias cidades autônomas, cada qual com sua própria organização social, religiosa, política e econômica. Por tais características, essas cidades, chamadas de pólis pelos gregos, são denominadas de cidades-Estado. As principais foram: Esparta, Atenas, Tebas e Corinto. III – Foi o berço da democracia, da filosofia, e nela surgiram algumas das primeiras manifestações do teatro. Além disso, o mundo grego criou padrões estéticos que até hoje influenciam a arte ocidental. Das afirmações acima, a) apenas I está correta. b) apenas II está correta. c) apenas I e II estão corretas. d) apenas II e III estão corretas. e) I, II e III estão corretas Resposta: E
  22. 22. Considere o enunciado abaixo e as três propostas para completá-lo. Os jogos pan-helênicos, que congregavam povos de todas as cidades gregas, deram origem às Olimpíadas em 776 a.C.. Naquele contexto histórico, as Olimpíadas foram importantes porque: I – contribuíram para a difusão de padrões de comportamento, crenças e costumes, no âmbito do território grego. II – contribuíram para estabelecer um sistema de contagem de tempo, à medida que foi determinado que as Olimpíadas deveriam ocorrer de quatro em quatro anos. III – acentuaram as rivalidades entre as cidades-estados, as quais foram fundamentais na difusão das guerras. Quais estão corretas? a) Apenas 1. b) Apenas 2. c) Apenas 3. d) Apenas 1 e 2 e) 1, 2 e 3. Resposta: D
  23. 23. 4 – A Grécia Antiga não conheceu um Estado centralizado. Organizou- se por meio de cidades-estados, denominadas pólis. A esse respeito, assinale a alternativa incorreta. a)A pólis era uma construção social e política autodeterminada; todavia, a disputa pela hegemonia na antiga Grécia a movia. b)Na pólis, não havia espaço para cultos, deuses e santuários, nem mesmo para consulta aos oráculos anteriormente à tomada de decisões c)A pólis expressava uma cultura e uma identidade próprias, marcadamente urbanas, denominadas de ethos. d)Nas pólis, a norma jurídica (lei), promulgada nos regimes democráticos ou outorgada nos regimes aristocráticos, era reconhecida como ato orientado pela razão e, portanto, humano. Resposta: B
  24. 24. 5 – A civilização grega atingiu extraordinário desenvolvimento. Os ideais gregos de liberdade e a crença na capacidade criadora do homem têm permanente significado. Acerca do imenso e diversificado legado cultural grego, é correto afirmar que: a)poemas, com narrações sobre aventuras épicas, são importantes para a compreensão do período homérico b)a democracia espartana era representativa. c)a escultura helênica, embora desligada da religião, valorizava o corpo humano. d)os atenienses valorizavam o ócio e desprezavam os negócios. Resposta: A
  25. 25. 6 - O período helenístico foi marcado por grandes transformações na civilização grega. Entre suas características, podemos destacar: a)O desenvolvimento de correntes filosóficas que, diante do esvaziamento das atividades políticas das cidades-Estado, faziam do problema ético o centro de suas preocupações visando, principalmente, o aprimoramento interior do ser humano b)Um completo afastamento da cultura grega com relação às tradições orientais, decorrente, sobretudo, das rivalidades com os persas e da postura depreciativa que considerava bárbaros todos os povos que não falavam o seu idioma. c)A manutenção da autonomia das cidades-Estado, a essa altura articuladas primeiro na Liga de Delos, sob o comando de Atenas e, posteriormente, sob a Liga do Peloponeso, liderada por Esparta. d)A difusão da religião islâmica na região da Macedônia, terra natal de Felipe II, conquistador das cidades-Estado gregas. Resposta: A
  26. 26. 7 – A Guerra do Peloponeso (431 a.C.- 404 a.C.), que teve importância fundamental na evolução histórica da Grécia antiga, resultou, entre outros fatores, de a)um confronto econômico entre as cidades que formavam a Confederação de Delos. b)um esforço da Pérsia para acabar com a influência grega na Ásia Menor. c)um conflito entre duas ideologias: Esparta, oligárquica, e Atenas, democrática d)uma manobra de Esparta para aumentar a sua hegemonia marítima no mar Egeu. Resposta: C
  27. 27. 8 – "A cidade-estado era um objeto mais digno de devoção do que os deuses do Olimpo, feitos à imagem de bárbaros humanos. A personalidade humana, quando emancipada, sofre se não encontra um objeto mais ou menos digno de sua devoção, fora de si mesma." (Toynbee, Arnold J. HELENISMO, HISTÓRIA DE UMA CIVILIZAÇÃO) Na antiguidade clássica, as cidades-estados representavam a)uma forma de garantir territorialmente a participação ampla da população na vida política grega. b)um recurso de expansão das colônias gregas. c)uma forma de assegurar a independência política das cidades gregas entre si d)uma característica da civilização helenística no sistema político grego. e)uma instituição política helenística no sistema político grego. Resposta: C
  28. 28. 9 - Atenas foi considerada o berço do regime democrático no mundo antigo. Sobre o regime democrático ateniense, é CORRETO afirmar que: a)Era baseado na eleição de representantes para as Assembléias Legislativas, que se reuniam uma vez por ano na Ágora e deliberavam sobre os mais variados assuntos. b)Apenas os homens livres eram considerados cidadãos e participavam diretamente das decisões tomadas na Cidade-Estado c)Os estrangeiros e mulheres maiores de 21 anos podiam participar livremente das decisões tomadas nas assembléias da Cidade-Estado. d)Era erroneamente chamado de democrático pois negava a existência de representantes eleitos pelo povo. e)A inexistência de escravos em Atenas levava a uma participação quase total da população da Cidade-Estado na política. Resposta: B Profº Mauricio - http://wikhistoria.blogspot.com.br/Profº Mauricio - http://wikhistoria.blogspot.com.br/

×